História Eu ainda te amo - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eliane Giardini
Personagens Eliane Giardini, Personagens Originais
Exibições 61
Palavras 587
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Situação tensa


Fanfic / Fanfiction Eu ainda te amo - Capítulo 6 - Situação tensa

Narrado por Natália 

Eles não paravam de se olhar.

- qual o nome dessa professora? .

Meu pai disse alterado sem tirar os olhos dela.

- o que? Perguntei estranhando a maneira que ele falou comigo.

- QUAL O NOME DELA? Dessa vez meu pai gritou comigo ainda a olhando.

- Laura sogueli. Falei na mesma altura que ele.

- escute !. Desta vez meu pai me olhou.

-Quero que passe meu número agora para a Laura e mande ela me ligar se ela for mulher, agora desça do meu carro. Meu pai tava muito nervoso.

Desci o mais rápido possível. O Rafael e a karlla vinha ao meu encontro correndo muito animados. Enquanto isso meu pai saia cantando pneu.

Olhei para Laura e a mesma estava encostada no seu carro com a mão em sua barriga com uma cara péssima.

- natyyyyy!  O Miguel terminou com a Vanessa. 

- tá disse sorrindo tentado disfarça.

- tá ? Eu acho que ela não ouviu Rafael.

Gente me esperem na sala levem minha mochila eu já já entro. 

- tá ligada que só falta 1 minuto pro portao fechar né?  Rafael. 

-tô, fiquem tranquilos eu vou entrar Junto com a professora Laura.

- ce que sabe mana. Karlla.

- te mais. Falei enquanto caminhava em direção a Laura.

- está tudo bem ? Perguntei receiosa. - meu pai pediu pra mim te passar o número do seu celular e ainda disse que se tu for mulher tu liga. Continuei.

- flor ! Qual o nome do seu papai? Ela estava pálida e nervosa mais tentou disfarçar perguntando com um pequeno sorriso bem forçado por sinal e  pra variar ainda estava com a mão em sua barriga encostada no carro. 

- Bruno. Falei a observando.

- você não está bem né? 

- Não. ela sussurrou. 

- eu tô com vontade de vomitar. Ela falou se virando rapidamente.

- espere ! Eu tenho que ir com você se não eu não entro hoje no colégio. 

ela pegou em minha mão.

- vamos ! Se não vômito aqui mesmo.

Passamos pelo portão e fomos direto para o banheiro, Laura vomitou tanto que achei que ia vomitar até as tripas.

Após uns segundos ela saiu e foi na pia lavou sua boca logo pegou uma escova de dente e uma pasta e escovou.

Ao terminar me olhou seria.

Natália preciso que vá na diretoria e avisa a Pricila que já estou no colégio mais vou demorar mais uns 15 minutos e logo vou dar aula. Diz que não estou bem.

Prontamente a obedeci, logo entrei em minha sala e peguei um papel qualquer e uma caneta da mão da karlla  e escrevi o número do papai rapidamente e fui saindo da sala com muita pressa.

- onde pensa que vai? Acha que aqui é a casa da mãe Joana? - a voz injoativa da Jessica me enrritou. 

-já tô voltando  e não me encha o saco. Falei nervosa e sai mesmo.

Esqueci que a primeira aula é dela, nem o trabalho que ela mandou fazer eu fiz. Céus  e sei!  Mais também essa semana é semana de prova !

Entrei no banheiro Laura estava agachada corando muito. 

- tome. Falei da forma mais carinhosa possível fiquei com pen em ve-la assim.

 - Natália eu quero que vá para sua sala, não precisa ficar aqui comigo. Por favor vai, Eu preciso ficar sozinha.

- não vai me falar de onde você conhece eu pai e porque está chorando e meu pai saiu nervoso?

- agora não estou em condições de falar nada nesse instante. Vai me obedeça por favor.

-Esta bem. Espero que fique bem. Falei amigável.

Ela sorriu par mim.- eu vou ficar.

 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...