História Eu amo você, cara - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Bottom!namjoon, Jungkook Top Sim, Meu Shipp
Visualizações 58
Palavras 919
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drabble, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu não me aguentei, Sorry.

Capítulo 2 - Extra: Me deixa ser seu pra sempre


- O que você sente por mim?


Você me fez essa pergunta enquanto tomava mais uma daquelas latinhas de cerveja que me convenceu a comprar em uma plena noite de sábado quando quase todas as lojas estavam fechadas. Eu sabia que aquela pergunta estava saindo da boca pra fora, em um momento em que você não estava nem um pouco sóbrio e, pior, ainda estava triste por ter terminado com mais um dos caras que você conheceu nestas festas que frequentava semanalmente. 


Não tem nada pior que um coração partido, eu sei bem disso.


E, embora eu soubesse exatamente tudo o que eu sentia por você, nunca saberia explicar como tudo em você causava um dano em mim. Eu era como uma experiência física e você a minha reação química. Era seus abraços carinhosos que me tiravam a atenção de tudo a minha volta. Era suas palavras sussurradas bem perto da minha orelha na faculdade quando você temia ser pego conversando comigo. Era seus beijinhos tímidos no meu rosto e seu sorriso sem graça que me fizeram perceber que, realmente, eu estava caindo de amores por você.


- Você precisa se deitar um pouco.


Eu ignorei quaisquer chances de levar um soco na cara e te carreguei no meu colo com toda o cuidado do mundo. Você resmungou palavras desconexas mas acabou cedendo e deixando sua cabeça deitada no meu peito.


- Seu coração está batendo tão rápido Gukkie.


Riu baixinho e, por um momento, eu quase perdi a força nas pernas. Eu era bem sensível à suas palavras de uma maneira insana, apesar de sempre ter sido apelidado de "Macho alfa" por todos aqueles que mais me viam sendo durão com os outros do que sendo carinhoso. E eu era mesmo.


Até que você apareceu.


- Pronto. Pode dormir agora.


Deitei-o na cama e pus o lençol fino em seu corpo e, antes de ir embora, você me puxou pela manga da minha camisa e me pediu pra ficar.


E eu sem forças, aceitei sem nem mesmo pensar no que aquilo me causaria mais tarde. Talvez eu fosse perder o resto dos pedaços do meu coração ou talvez recupera-los já que estes sempre estiveram guardados no fundo da sua jaqueta preta que sempre usava nas noites frias, como aquela em que nos encontrávamos.


- Você ainda não respondeu minha pergunta Jungkookie.


Fixou seu olhar nos meus como quem espera ganhar um presente de natal ou ir à aquele lugar especial que te faz feliz.


- Eu não tenho o que falar. Você sabe o que eu sinto.


- Se não pode falar então me mostre.


E eu queria poder dizer que me virei de costas, que nunca tinha me aproximado o suficiente para ter minha boca próxima a sua, nem ter sentido aquela respiração falha ou os seus olhos carregados de desejo de quem pedia por aquele beijo.


Mas foi exatamente o que fiz. Em algum momento eu  perdi a noção do que era certo ou errado e provei daquela boca maravilhosamente deliciosa. E que boca. Correspondia á todas as minhas expectativas sobre ser macia e viciante.


Eu não sei por quanto tempo ficamos nos beijando, ou quando minhas mãos foram parar na sua cintura fina te puxando para o mais perto possível do meu corpo. Era tão delicioso estar ali que por um momento me esqueci de respirar e só parei mesmo porque suas mãos foram ao meu peito e apertaram minha camisa me afastando levemente. Seu rosto corado definitivamente era uma obra de arte.


- Jungkookie...Isso foi tão...


- Errado. Eu sei.


- Foi bom.


Deu aquele sorriso matador e aquele abraço flamejante que me fazia querer entrar naquele fogo todo que era o amor que eu sentia por você.


- Eu te amo tanto hyung.


- Eu também te amo Kook.


Era a primeira vez que eu ouvia tal frase sair da sua boca. E então me lembrei que você poderia estar fazendo tudo aquilo por efeito da bebida. Tudo aquilo seria uma grande folha em branco quando acordasse pela manhã e novamente eu estaria me enganando. E eu não negaria que no fundo eu queria que aquilo realmente tivesse sido efeito da bebida.


Eu ainda tinha medo de quebrar ainda mais.


- Você ainda está bêbado Namjoon.


- Não estou. Eu só bebi cinco latas. Não é o suficiente pra me fazer perder a cabeça. O que aconteceu aqui foi de verdade e você sabe disso.


- Mesmo assim, você vai dizer amanhã que isso não significa nada e que nunca poderíamos ficar juntos e...


- Eu quero ficar com você Gukkie. Só com você. Eu não quero mais esperar pelo momento certo. Eu estou cansado disso.


Eu estava sem palavras. Só poderia ser um sonho. 


- Isso é um sonho, certo? Você não está aqui e eu estou ficando louco e...


E você me beijou. Mais de uma vez. Me fez perder as palavras em segundos. E só parou para pegar meu rosto com suas mãos e dizer:


- Essa sensação parece mentira? 


E eu estava feliz por saber que era verdade.


- Me deixa ser seu pra sempre Namjoon? Promete que não vai fugir mais de mim e nem dos meus sentimentos. Que não vai fingir que não vê o que minhas palavras realmente são?


- Pra sempre. Eu prometo Kook. 


Nos deitamos naquela noite como um verdadeiro casal.





Então o despertador tocou.






E eu agradeci a Deus por acordar e ter você nos meus braços e ter a mais plena certeza de que aquele não era mais um dos meus sonhos malucos em que terminavamos com o meu tão esperado final feliz.


E finalmente eu estava Alegre por poder acordar toda manhã e dizer: Eu te amo, cara.


Notas Finais


Não me matem. Eu gostei.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...