História Eu amo você! Você me ama? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, V
Tags Bts, Hoseok, J-hope, Taehyung, Taeseok, Vhope
Exibições 99
Palavras 894
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu disse que voltaria.
Eu estava com muita preguiça de escrever isso aqui, mas a inspiração veio (o que é um milagre, sério).
Não é nada muito grandioso, eu só não pude me conter ao que a ideia apareceu na minha mente.
Ah, e o que foi esse comeback? Mais alguém foi terrivelmente alvejado? Eles estão tão lindos. E o que dizer da coreografia de 21 Century Girl? O que teve de Vhope e Jikook nessa coreo, eu não tava preparada.

Enfim, já falei demais.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Eu amo você! Você me ama? - Capítulo 1 - Capítulo Único

Fanfiction Eu Amo Você! Você Me Ama? – por M_Nephilim

Capitulo Único

 

Eu amo você.

E não, não venha me dizer que eu estou confundindo as coisas. Eu não sou mais uma criança boba. Sei bem a diferença entre amor fraterno e amor romântico – melhor do que o conhecimento de Jimin sobre beijos.

Eu amo os membros, mas é você quem eu desejo.

Ah, sinceramente, não me pergunte como eu sei, pois eu apenas sei. Apenas sei que assim que pousei os olhos em você, em um belo dia de inverno, eu soube que estaria perdido.

Perdido de amor, em desejo, dor, lágrimas, felicidade e desespero.

Eu nunca havia me sentido daquela forma. Era algo tão novo e grandioso. Na minha cabeça, naquela época, eu tinha a certeza de que deveria somente me sentir assim por garotas. Eu deveria me apaixonar, namorar e casar com uma mulher.

Realmente achei que era um cara estranho por me sentir atraído por você, um homem. No entanto eu me acostumei rápido com aquela ideia, afinal o que tinha de errado em gostar de alguém?

Nada.

A não ser, claro, que essa pessoa simplesmente não te note. E você, seu patife, não me enxergava. Você via Taehyung, seu dongsaeng fofo, seu amigo. Mas eu queria que me visse como Taehyung, o homem que te desejava – e deseja.

Todos os meus abraços, olhares, toques eram seus. Mas os seus eram de todos.

Ah, mas eu ainda te amo tanto.

Você se lembra daquele dia? O dia em que eu te beijei pela segunda-primeira vez? Não ria da forma como eu nomeio a situação. O nosso primeiro beijo foi naquele quadro horroroso de humor. Eu tive que beijar você na frente de todos, e não poderia estar me sentindo mais constrangido. Mas você ria escandalosamente, me fazendo rir também.

Enfim, não quero me lembrar disso, é sim do nosso beijo de verdade.

Você estava tão bonito. Estávamos deitados na sua cama, eu gostava de deitar sobre ela – ainda gosto – e você nunca se importou.

Eu te olhei nos olhos, por tanto tempo e tão profundamente, que você corou, até mesmo suas orelhas ficaram vermelhas.

E sem dizer qualquer coisa, avancei e o beijei. Meu plano era ser somente um encostar rápido, porém ao sentir os quão macios e quentes eram os seus lábios, eu não pude resistir.

E o pior – ou melhor, ainda não sei – você me correspondeu. Sua boca se encaixou na minha e eu me senti no céu.

Não durou tanto, pois logo você se afastou e cobriu o rosto com as mãos. Nada foi dito, nós apenas nos viramos de costas um pro outro e dormimos.

Desde aquele dia eu me sinto constantemente entre o céu e o inferno. O paraíso me vem quando eu sou o centro da sua atenção, onde você me abraça, toca e me elogia. Em contrapartida quando te vejo interagir com os outros membros da mesma forma, isso me queima por dentro, por isso é o meu inferno.

Por favor, não me faça mais sofrer. Eu sei que você não é o culpado, eu que me apaixonei, mas você me deu esperança, então definitivamente é o meu cúmplice.

Às vezes eu penso em qual foi o motivo que o fez me corresponder, o beijo, eu quero dizer. Teria sido mais fácil esquecer esse sentimento caso você não o tivesse feito. Mas preferiu me tacar no meio do fogo e me fazer provar um pouco de você. E adivinha só? Eu me viciei completamente.

Sinceramente, eu te amo tanto que dói.

Hoje eu estou aqui, lhe observando enquanto lê essa declaração em forma de uma carta mal feita. Eu nunca fui muito bom com escrita de qualquer forma, mas sou pior ainda em usar a voz pra expressar tais sentimentos. Então dos males o menor.

Tenho certeza de que suas reações estão sendo estranhas. Sinto vontade de rir só de imaginar, todavia tenho ainda mais certeza de que a minha cara deve estar ainda mais esquisita.

Toda essa situação deve lhe causar certo tipo de desconforto, não é mesmo? Eu estou rindo um pouco agora. Saber que um cara está completamente apaixonado por você deve ser muito desconfortável, mas nada posso fazer em relação a isso. Eu não tenho vergonha, você sabe, nunca fui assim.

Ah, eu amo cada pedacinho seu. Cada uma das suas manias irritantes. Gosto muito do sinal que você tem acima dos lábios.

Gosto do seu cabelo escorrido e da forma como os meus dedos escorregam suavemente por eles.

Eu não tocaria nesse assunto, mas aí vai:

Eu simplesmente mal me controlo quando olho para o seu corpo. Não me tome como um pervertido. Não se trata disso. Trata-se sobre ser você e a sua habilidade de me fazer ter uma imaginação fértil.

É impossível te olhar enquanto dança – ou somente anda – e não desejar te ter em meus braços do jeito mais íntimo.

(Talvez eu tenha feito algo sobre esse desejo uma vez, mas juro que foi só uma vez).

Eu falei tanto, agora que parei pra pensar. Sinto muito por isso. Então eu apenas vou parar por aqui, pois dependendo da sua resposta terei muito ainda para lhe dizer.

Meu anjo e minha esperança, realmente, sinceramente e de todo o meu coração, eu digo com certeza que te amo.

Jung Hoseokie Hyung, eu amo você!

Você me ama?

 

 


Notas Finais


Então foi isso!

Espero que tenham gostado. Como eu disse, não é nada demais, foi só algo pra agregar na tag Vhope mesmo, até pq Vhope nunca é demais.

Comentem o que acharam e tudo o mais, ok? :3

Até a próxima! Xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...