História Eu, Ana - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Poemas, Poesias
Visualizações 11
Palavras 133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


olá, tudo bem com vocês?
faz tempo que não posto aqui, não é mesmo? a vida sempre nos surpreende e dessa vez pra mim não foi tão boa.
a mensagem que tenho a lhes dizer é: não se sinta culpado se suas intenções foram as melhores. vocês são incríveis e merecem o máximo de amor.

Capítulo 6 - Eu te escrevi os poemas mais sinceros


 

Ana Carolina, 12 de julho de 2017.

sempre fiz da dor a minha mais sincera e genuína arte.

D., agora você só é mais uma inspiração morta para os meus poemas.

 

entrego-lhe a minha alma cansada e dilacerada pois esta és o que tenho de melhor em mim.

mas percebas que mesmo os cacos e caos eu travei uma batalha dentro do meu ser errante para lhe apresentar o amor que sempre procurou pelas ruas do teu coração.

mas agora passo a correr de bar em bar a procura de bebidas com o teu nome porque ando em abstinência e a tua ausência já me alçou na loucura. jogada as traças por um amor que carregarei em cada célula morta do meu corpo.

não quero reabilitação porque não quero me curar de ti.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...