História Eu e Ele - Jung Hoseok (BTS) - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Girl_Monster01

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Personagens Originais
Tags Bts, J-hope, Jin, Você
Visualizações 66
Palavras 1.229
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amores!!

Me desculpem pela demora.😢

Leiam as Notas Finais.

Capítulo 8 - Capítulo 7


Fanfic / Fanfiction Eu e Ele - Jung Hoseok (BTS) - Capítulo 8 - Capítulo 7

 Jung Hoseok, Point Of View

Eu fui acusado de ter falido a minha própria rede de hotéis e o pior, tinha uma ligação gravada em que "eu" fechava um investimento com um sócio. E tudo o que eu queria entender no momento foi como e quem fez essa ligação, porque eu sabia e tinha certeza de que eu não havera feito nada disso.

Me encontrava dentro do carro, socando o volante com toda a minha força. Não podia ser possível. Depois de tanta luta e sofrimento. Tanto suor e lágrimas derramadas eu e S/N estávamos novamente a beira de ficar tão pobres quanto antes.

Foi inevitável não chorar, afinal com todos os hotéis falidos, não eram apenas S/N e eu que estávamos em um abismo, mas também todas as centenas de funcionários que nós possuíamos e naquele momento a dúvida que como pagariamos todos eles no final do mês, não abandonava a minha mente nem por um segundo.

Perdido em meus devaneios e sozinho dentro daquele carro luxuoso, pela primeira vez desde quando conheci a minha pequena, eu me senti perdido novamente. Escutei leves batidas na janela do carro e olhei com os meus muito prováveis olhos avermelhados em direção ao barulho das batidas.

Suspirei ao ver que a minha esposa estava ali, me olhando tristemente e então abaixei o vidro.

— Não foi eu quem estava falando naquela ligação, meu amor. Acredite em mim. — supliquei.

S/N suspirou e abriu a porta do carro. A mais nova se sentou sobre a minha perna e contornou o meu pescoço com os seus finos braços.

— E quem disse que eu não acredito em você, Hobi? — ela abriu um pequeno sorriso e selou os nossos lábios. Demorando alguns segundos para se afastar. — Eu nunca duvidaria de você, oppa. Nunca! — S/A me olhou nos olhos. — E nós iremos sair dessa juntos. Iremos descobrir quem fez isso e a nossa vida voltará ao normal. — a garota falou confiante e eu assenti. — Não quero mais ver a minha esperança chorando. — ela secou as minhas lágrimas e eu sorri minimamente.

— Eu te amo, minha pequena. — fiz um carinho em sua bochecha e selei mais uma vez os nossos lábios. Iniciando um ósculo calmo e carinhoso. — Tudo vai dar certo, contando que estejamos juntos. — eu disse assim que nos separamos.

— Eu também te amo, oppa. E sim, tudo vai dar certo, contando que estejamos juntos. — ela confirmou.

 — Mas eu não posso negar, o medo que eu estou sentindo agora amor, o mesmo medo que eu senti quando meu pai me deixou naquele beco anos atrás, quando... — eu não consegui terminar caindo no choro novamente.

— Ei, o que eu acabei de dizer? Vai ficar tudo bem amor. Do mesmo jeito que conseguimos sair daquilo tudo, vamos conseguir sair disso também, e juntos vamos reconstruir tudo de novo, quantas vezes for preciso. — ela disse ainda me abraçando e eu fui me acalmando aos poucos, S/A tinha o dom de me acalmar em qualquer situação.

              Jung S/N, Point Of View

Ficamos abraçados por mais algum tempo antes de Hoseok decidir que queria ir pra casa descansar, eu concordei com mais velho, pois ele estava totalmente debilitado para resolver qualquer coisa por hoje. Me ofereci em ficar e ver se eu e Jin conseguíamos descobrir algo, mas Hobi me pediu pra ir com ele, já que o mais velho dizia que minha presença sempre o acalmava, então decidi ir pra casa com ele.

Ao chegarmos em casa Hoseok subiu direto pro nosso quarto, e eu fui para cozinha fazer um chá de camomila pra ele, esse chá era um ótimo calmante, e acalmar o nervos era o que Hoseok mais precisava no momento. Ele precisava ficar bem, pra enfrentarmos os problemas que estão acontecendo e pelos que estão por vir. E algo me dizia que não eram poucos.

(Dia seguinte)

A noite anterior foi a pior de todas, desde que saímos das ruas. Mal conseguimos dormir e durante a madrugada, Hoseok se levantou e andou pelo apartamento pelo menos umas cinco vezes.

Por isso, estávamos praticamente acabados, tanto fisicamente, quanto psicologicamente. Era horrível ficar assim.

— Amor. Você vai querer o que para o café da manhã? — perguntei na porta do quarto.

— Não vou comer nada, pequena. — ele deu um pequeno sorriso e eu suspirei andando até onde o moreno estava. Me sentei sobre as suas pernas e o mais velho passou os seus braços envolta do meu corpo, me puxando para ficar mais próximo de si.

— Eu não quero e você não vai ficar sem comer, se martirizando por algo que você não fez. Isso não é justo! Alguém armou para nós e armou muito bem, porém nós vamos descobrir quem foi e colocar esse farsante atrás das grades. — eu disse em um tom sério e escutei Hoseok suspirar atrás de mim e a sua respiração bater contra a minha derme quente.

— Por que com a gente, amor? Por que parece que todos nesse mundo querem nos ver no chão, no fundo do poço? — falou baixo e eu me virei para ele, ficando cara a cara com o mais velho.

— Hobi, onde nós formos, vai existir alguém incapaz de adquirir algo e inveja o bastante para querer destruir não apenas nós, mas qualquer pessoa que tenha pelo menos uma situação instável. Então não fique assim, já que a mentira tem perna curta e essa não vai conseguir durar por muito tempo. Nós iremos descobrir quem se passou por você e a nossa vida voltará ao normal. E já te aviso, meu amor, não será fácil, porém eu estarei aqui para ser a sua fortaleza e você a minha. — sorri e plantei um beijo leve e sem nenhuma malícia, nos lábios finos do Jung. — Vem. —me levantei e estiquei uma das mãos para o moreno. — Vamos preparar algo, assim você se distraí e não fica pensando em coisas que só irão servir para tirar a sua paz. — eu sorri quando ele agarrou a minha mão e se levantou.

Andamos até a cozinha e ele parou no batente da porta. Continuei andando até chegar em frente a geladeira e de lá tirei algumas frutas, disposta a fazer uma salada com elas.

— Hobi, você quer suco de morango ou maracujá? — perguntei e ele deu de ombros.— O que você quiser está ótimo. — o Jung respondeu e eu o repreendi com o olhar. — Está bem, está bem. — ele abriu um pequeno sorriso. — Vou querer de morango. —respondeu por fim.

— Certo, então vem me ajudar a fazer. — caminhei até Hoseok e o puxei delicadamente até o lugar onde eu estava a poucos segundos atrás.

Assim que o nosso café da manhã ficou pronto, estávamos voltando para o quarto, dispostos a comer assistindo alguma série, quando escutamos a companhia sendo tocada  de uma forma desesperada. Eu e Hoseok nos olhamos, assustados e ele andou receoso até a porta.

— Jin? — Hoseok perguntou logo após abrir a porta.

Curiosa andei até o lado do meu marido e olhei para o Kim, que matinha uma expressão séria no rosto.

— Eu vou ajudar vocês a descobrir quem se passou por você, Hoseok. E nós iremos sair dessa juntos. — o castanho falou e Hoseok não conseguiu esconder o sorriso que brotou em seus lábios.


Notas Finais


Então gente, eu não sei quando postaremos de novo, mas creio que não vai demorar muito, isso depende da nossa criatividade. Mas prometo tentar demorar o menos possível, okay?

E pra quem lê Traição, logo terá atualização, nós não iremos abandonar nossas fanfics, só estamos passando por um bloqueio chato, mas logo passa.

Me desculpem pela demora e espero que gostem!

Lilly 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...