História Eu e meu amor platônico (HIATUS) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Violette
Tags Amor Doce
Exibições 12
Palavras 1.054
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


HELLO PEOPLE
Então, eu vi que o número de exibições da outra fic( primeira geraçao)está baixa, me falem o que precisa para vcs verem, ou é falta de interece?
Me falem, isso ta me deixando puta, eu dedico meu tempo a minhas fics, gente me falem o que tem de errado na fic, isso ta me deixando puta.
O que me deixa mais puta ainda é que vcs não dam feedback, cara isso é chato.
Eu sei, no lado de leitor, o que é VC "gostar", se é vcs gostam, da fic e a autora simplesmente ficar desmotivada e escrever a fic, eu sei, mas cara é chato.
Olhem o meu lado, VC dedica um certo tempo para escrever - de vez enquando vem um bloqueio de criatividade -.
Eu escrevo por que eu gosto, mas uma coisa que eu não intendo, na primeira temporada vcs adoraram a fic, me falem o que tem de errado com a outra. Eu sei que poucos de vcs devem estar lendo isso, mas me ajudem sério.
PS: eu to no Pára, se eu escrever errado, disculpa, meio assim, "Ele acabou de banhar".

Capítulo 14 - Nós -versão faroeste (se loko) {S.G.}


LEIA AS NOTAS DO AUTOR

        OK, todos com treze anos, adolescentes, imprudentes, cada cabeça de vento, mães corujas, pais ciumentos, mas os aborrencentes não ajudam, eles fazem cada merda, fica bêbado com treze anos, pelo amor de Deus, eles são retardados.

           P.O.V Rebecca

     Eu e a Julia, estamos no shopping, compras. Nós estamos esperando nossos lanches, bem, fugimos de casa, estávamos de "castigo" em casa, eu e a Ju pulamos a janela, somos meio ninjas, tinha uma corda lá de quando éramos crianças. Comemos, agora estamos na loja de sapatos, mas os cartões? Pegamos do nossos pais, como? Irmãos. Nós estávamos de castigo no quarto, deu uma ligada no meu irmão, pronto, uma mão lava a outra, não vou contar que eles dão meio que um sonífero 'pro pais, 'pra ir 'pra balada. Irmãos servem 'pra isso. Comprei uns três sapatos, uma sacola da M.A.C, duas sacolas da Forever 21, a Ju a mesma coisa, o cartão do pai é foda, fomos 'pra casa, dei as sacolas para a Ju, ela é ninja, mano, uns cara da em cima dela, volta com o nariz quebrado, subi. Ela jogou as sacolas 'pra mim, ela subiu, nós começamos a rir e viramos para porta, nossos sorrisos murcharam rápido, nossos pais, com uma cara de "demônio vo matar vocês", nossos irmãos de cabeça baixa do lado deles. Largo as sacolas no chão e praticamente voie no pescoço dele, Louis, seu FDP. Agarro no pescoço dele, o derrubo no chão e fico agarrada balançando o pescoço dele, ele tenta me tirar de cima dele, nós saímos rodando, nossos pais tentando me tirar de cima dele, meus irmãos tentando tirar ele de baixo de mim, mas queridos, eu só solto o pescoço dele se ele morrer.

             P.O.V. Harumi

     Está eu, Castiel, Robert, Akemi, Armin e Bianca tentando tirar a Rebecca de cima do Louis.
      Conseguimos, a menina com um olhar mortal.
     --Castigo, as duas, não os três.- diz o Castiel. A Rebecca, está solta, ela voa no pescoço dele de novo.
     --Agora você morre, quem mando você contar, olha aqui, depois que você focar de castigo, por motivos desconhecidos, querido saiba, eu contei.- diz e sai de cima dele, mas volta em cima de novo, o Louis tava ficando vermelho.
     --PARA REBECCA, VOCÊ VAI FICAR DE CASTIGO TRIPLO.- grita Castiel, fazendo a Becca soltar o Louis.
     --Mãe, eu vou ficar de castigo triplo se eu matar o Pedro.- pergunta a Ju.
     --Não.- digo sem pensar, ela voa no pescoço do Pedro.- Sim.- ela solata ele e o olha mortalmente.
     --Vai quarto.- todos vão pro quarto e nós descemos, começamos a rir.
     --Elas são fodas. Mano, parece eu com meus irmãos.- disse Akemi.
     --Irresponsáveis.- diz Castiel.
     --Como a gente com dezessete anos?-pergunta a Bia.
     --É.- dissemos em uníssono.
     --Essa galera vai dar trabalho.- digo.

        ~Quebra de tempo~

          P.O.V. Rebecca

       

      Eu e a Ju fomos pro nossos quartos, arrumei minhas compras no guarda-roupas.
      --Ju, você vai no banheiro?- pergunto.
     --Não.- a mesma fala olhando para o celular. Vou no banheiro, tranco a porta e começo a me despir, tomo um banho, lavo o cabelo e passo o creme de hidratar, sai enrolada na toalha com o cabelo com hidratação, licho as unhas dos pés e das mãos, volto para o banheiro e tiro a hidratação. Saio pego meu secador e começo a fazer escova, quando eu terminei, eu vi que meu cabelo estava descolorido. Pego a hidratação e olho, é mesmo colocaram descolorante na minha hidratação, me visto e fui no quarto dos meninos, nem Bato na porta, já arrombo, vou no pescoço do mais próximo, Louis.
      --A hidratação foi cara, seu demônio.- fico balançando seu pescoço (n/a imaginem o Homer, sufocando o Bart).
      --Para Rebecca...- fala o pai, mas para- o que aconteceu no seu cabelo?- pergunta indignado.
      --Esse demônio que o senhor chama de filho trocou a minha hidratação.- digo indignada.
       --Mas que porra tá aconteceno?- disse a Ju aparecendo no quarto.
       --Vem aqui Becca.- disse a mãe.
       --Ele estragou meu cabelo.- digo chorando.
       --Não estragou não, seu cabelo ficou lindo.- diz me abraçando e acariciando meu cabelo.
       --Você quer pintar de ruivo ou colorido?- disse ainda acariciando meu cabelo.
      --Não sei.- digo - Acho que vou deixar loiro.
      --OK, mas você não quer matizar ele?- pergunta a mãe.
      --Sim.- digo desfazendo o abraço e indo para meu quarto.
      --O Becca, você quer saber que colocou descolorante no seu cabelo?- pergunta a Ju.
      --Sim.- digo meio óbvio.
      --Foi a Bia.- disse me mostrando uma gravação do nosso banheiro.
      --Como você gravou isso?- pergunto.
      --Achei a câmera e fui ver o cartão de memória.- disse como se fosse óbvio - Os meninos também estão nesse plano da Bia de te arruinar. (N/a a Bia não é a Bianca, e sim a Bia, a puta, amiginha da Ambre). Mano, não creio, a Bia, é minha best, como ela pode?
      --É hoje que eu como vadia no jantar.- digo e saio.

              P.O.V. Julia

      Depois que a Becca foi resolver  o assunto dela, o crush veio aqui no meu quarto, ai meu deus.
      --Oi Ju.- diz o Louis meio rouco, se sentando do meu lado.
      --Oi.- digo fazendo uma leve massagem no seu pescoço vermelho.
      --Eu tô gostando de alguém.- diz corado.
      --Quem é?- pergunto triste.
      --Ela é muito minha amiga, eu não quero estragar nossa amizade.- disse com os olhos lacrimejando, eu o abraço e começo a afagar seus cabelos.
      --Se essa menina fosse eu, não ligaria 'pra amizade e ficaria com você.- digo me deitando, e ele deitado no meu colo.
     --Obrigado Ju.- diz feliz e me da um beijo na bochecha.
     Começo a chorar baixinho, mano perdi meu crush. A porta é aberta.
     --Tudo bem Ju?- perguntou o Pedro.
     --Eu perdi meu crush.- começo a chorar mais alto.
     --Ai meu deus.- diz saindo. Logo minha mãe entra e me abraça.
     --Nem sempre é o que imaginamos, talvez você não o perdeu.- diz afagando meu cabelo. Paro de chorar aos poucos,  ela saio e eu fico.


Notas Finais


Foi isso eu vou tentar postar diariamente.
Então como eu estou muito grata a todos que favoritaram a fic.
EU VOU FAZER O ESPECIAL AEEE.
Como vai ser o especial?
Vou contar algumas loucuras minhas, que vão se misturar nos caps, blz?
Especial
Num dia ai, eu com a sala tava na quadra jogando queimada. Eu e umas cinco meninas tava na parte do fundo, ou cemitério, ou qualquer porra. Eu tava mais brisando do que jogando, mas eu tava prestando atenção, tinha uma menina que tava naquela área comigo e com as outras meninas, a mais nova da sala. Não tava deixando ninguém jogar, pelo simples fato de se achar a fodona, ai eu me irritei, fiquei tipo: MANO, SUA PUTA. Um tiozinho tava lá só observando. Comecei a ficar irritada, cheguei na menina na maior calma, sqn, fui batendo o pé.
--***** NÃO TEM SÓ VOCÊ NO JOGO, DEIXA AS OUTRAS PESSOAS JOGAREM TAMBÉM.- gritei. Ai a menina revoltada grita de volta:
--EU QUE TO JOGANDO NÃO VOCÊ.- falou e tacou a bola e saiu andando, eu não querendo causar treta, gritei de volta.
--NÃO TEM SÓ VOCÊ NESSE JOGO.- gritei tipo Melody, quando eu grito assim, minha voz costuma falhar, mas o mundo estava ao meu favor, minha voz não falhou. Quem ouvisse podia jurar que tinha uns assassinato aconteceno.
--VAI GRITAR COM A SUA MÃE.- gritou de volta, kirida mexeu com mãe.
--EU GRITO COM QUEM EU QIUSER.- gritei de volta, ela foi pro lugar lá e se trancou, uma menina foi lá e conversou com ela, o tiozinho falou que tava na hora da gente descer, eu tava tentando me alcamar. Desci e bebi água, como a mais nova da sala fez seu drama, cheguei na sala assim:
-- Oi prazer eu sou a vilã da sala.- disse e todo mundo me olhou.
-- Não Bia você fez o que muitos queriam fazer.- disse uma menina.
--Bia você tava vermelha que nem um pimentão.- disse um amigo meu. Sim meus caros, eu estava com tanta raiva, que fiquei vermelha, na maioria das vezes eu choro, mais essa vez não.
Mais tarde minha mãe chegou nimim
--O tiozinho falou que você foi ignorante.- disse e saiu.
Foi assim que eu fiquei com ódio do tiozinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...