História Eu e o melhor amigo do meu pai - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Caso, Chefe, Paixão Proibida, Proibido, Sasusaku
Exibições 630
Palavras 1.113
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Sentai
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eis que é chegado o momento. A última vez em que chegarei nessas notas para falar com vocês, pedir desculpas pelos meus atrasos, compartilhar algo que aconteceu comigo, agradecer pelos favoritos e comentários.

Hoje, 01/12/16, chega ao fim "Eu e o melhor amigo do meu pai" Um projeto que durou quase 5 meses. Ainda lembro de quando tive a ideia dessa fic. Tive medo, receio de postar e não gostarem, não ser bem recebida. Mas o efeito foi exatamente o contrário. Esse foi minha estória de maior audiência! Jamais imaginei que fosse ter uma das minhas fics no patamar das que eu leio, e eu tive! Foi um objetivo alcançado, um sonho realizado. E eu espero muito conseguir esse feito muitas outras vezes, com muitas das minhas outras estórias.

Estamos encerrando na faixa de mais de 550 favoritos e mais de 900 comentários! Eu olhos os números dessa fanfic e eles são assustadores! Quase todos os capítulos possuem mais de 1000 visualizações!! E isso é coisa para caramba. Muito mais do que eu jamais achei que merecesse.

E só tenho a agradecer a cada um de vocês, seja dos leitores que se juntaram a nós agora ou os que estão desde o começo. Muito obrigada por cada visualização, favorito, comentário, apoio, elogio, forças, até mesmo o apoio que me deram em momentos que estava muito mal. Passamos por muito. E eu me apeguei a isso, tanto que enrolei muito para dar a fic como terminada, pois não queria deixá-la ir. Mas é chegado o momento de se despedir desse projeto e começar projetos novos.

Sobre o capítulo, eu não gosto de escrever finais de fics. Para mim a jornada é muito mais gostosa que o final. Então eu tentei fazer um final diferente do que eu havia pensado em fazer de início. Espero que gostem.

Aproveitem a leitura desse capítulo e nos vemos nas notas finais! Tem recado importante lá. ;)

Capítulo 35 - Tudo o que é bom não tem final


“Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que com frequência poderíamos ganhar por simples medo de arriscar.” William Shakespeare

 

Mas Sakura o que essa citação de um escritor inglês tem relação com o final da estória?

Nada!

Eu só gosto muito dessa frase e quis colocar aí. Compartilhei muitas coisas particulares minhas nessa narrativa toda. Uma citação também iria cair bem.

Não liguem muito. As ideias de uma pessoa podem ficar bem confusas quando as únicas coisas que ela escuta são Galinha pintadinha e o Peixonauta.

Ai minha filha tem uns gostos tão clichês. Mas eu sei, porque mãe sabe dessas coisas, que a qualquer momento a personalidade única dela vai desabrochar. Ahh vamos lá! Sarada é minha filha e de Sasuke, ela tem que no mínimo ter um gênio forte e teimoso. Mas até agora ela é bem dócil. O que eu devo dizer a vocês, sendo bem sincera, que me preocupa.

O que será que eu estou errando na criação dessa garota ein? Ou acertando né? Vai saber.

 

Quando eu comecei a contar tudo isso para vocês, achei que seria uma jovem contando como teve um caso com o melhor amigo de seu pai e de como não se arrependia disso. Afinal, quem não quer envelhecer tendo para contar histórias das besteiras que fez, das aventuras que viveu, os seus relatos sexuais, todo mundo adora contar e ouvir histórias dos sexos mais loucos e diferenciados que alguém já teve.

E eu não fui diferente disso.

Eu até considero que fui bem louca. Seduzi Sasuke na cara de pau, tudo para deixar ele louco. Mas vocês devem lembrar o que ele fez comigo. E ele merecia essa vingancinha. E ainda lembro de cada sensação que aquele nosso jogo de sedução, aquele flerte todo me causava. Cada arrepio, cada excitação, cada movimento meticulosamente calculado e executado com o único objetivo de atingi-lo.

Sasuke foi sem dúvida a maior das minha aventuras. Estar com ele, mesmo sem estar de fato, era como andar em um montanha-russa. Havia altos e baixos, que basicamente causavam uma falsa sensação de equilíbrio e calmaria. Mas as descidas eram intensas, violentas, pegavam de surpresa logo quando você achava que estava tudo calmo e a agitação havia passado. Não havia isso de descanso. Tudo era tão imprevisível, tanto para mim como para ele. Afinal, nós dois somos dois cabeças duras.

Por atitudes minhas nos afastamos. Ele conheceu alguém, e eu também. Mas ironicamente esse meu alguém acabou me levando para ele novamente. E cada vez mais minha vida foi ficando atrelada à dele.

As idas e vindas, as brigas, os desencontros, as provocações, medos, lágrimas, sorrisos, podem não ter sido valorizados, apreciados no calor dos momentos em que aconteceram. Mas hoje eu guardo cada um deles. No fim das contas tudo é peça importante na história que você constrói. Cada decisão, cada atitude, cada escolha. Tudo isso define para onde você vai, e como será o seu futuro.

E por uma brincadeira, um impulso, uma loucura a minha vida foi completamente mudada e meu destino traçado. Estava consumado, feito.

É aquela coisa que já cantava Ed Sheeran e Taylor Swift: Você será meu e eu serei sua. Tudo que eu sei é que tudo mudou.

E tudo mudou da maneira mais drástica de todas: um filho. No caso, uma filha. Vocês não tem noção do quanto foi completamente aterrorizador saber que estava grávida. Eu me senti só. Eu  me senti perdida. Eu tive que me decidir entre dois homens depois de ter passado pelo desespero de não saber qual deles era o pai.

E essa gravidez foi o que houve de mais traiçoeiro em todo o meu percurso. Eu que antes só queria brincar, e era completamente inconsequente tive que encarar e lidar com as consequências dos seus atos. E eu tive medo de ter que lidar com isso sozinha, de ter que suportar o peso só. E em alguns momentos até quis isso, pois pensava ser o meio mais fácil, a solução que afetaria apenas a mim e não aos outros, que eu não precisava necessariamente envolver os outros.

Mas eu não tive que suportar tudo só. Eu não suportei tudo sozinha, pois eu tive do meu lado meus amigos que são maravilhosos, meus pais que em momento algum me viraram as costas ou apontaram o dedo me mostrando meus erros. E também tive ele, Sasuke também esteve lá por mim. Foi o momento de Sakura finalmente crescer, se tornar uma adulta, uma mulher.

Então o mais traiçoeiro de tudo, também foi o mais maravilhoso de toda a minha vida. Me trouxe maturidade, confiança, fortalecimento de laços importantes e principalmente, me trouxe a minha família: o homem e a filha que amo. Essas coisas são as mais importantes.

Então tudo deveria ser o relato das loucuras, e até mesmo bobagens de uma jovem que não media as consequências de nada desde que aquilo lhe trouxesse prazer, satisfação. Mas como a vida é traiçoeira no final das contas minhas história acabou se tornando um relato de como eu me envolvi, me apaixonei pelo homem da minha vida. De como fui idiota por negar um sentimento tão óbvio por tanto tempo, e de quase afastá-lo de vez de mim perdendo para sempre a chance de ser plenamente feliz. E de como eu precisei engravidar, para finalmente deixar de ser cabeça dura e perceber que o amava. E de como eu fui de uma garota, para uma mulher.

Esses fatores e acontecimentos são o que mais gosto de olhar para trás e contemplar. A vida tem um sabor todo diferente quando você consegue enxergar em si mesmo as suas  mudanças, e sua evolução. E quando conseguimos nos orgulhar de quem somos e nossas trajetórias, mesmo que ela não seja feita de coisas apenas bonitas. Pois tudo forma quem você é hoje, e continuará fazendo parte de quem você será no futuro. Você só tem que decidir como eles vão te formar. Tudo pode ser para construção, ou para a destruição.

Espero que saibam sempre escolher a construção de si mesmos.

Mas a minha história é claro que não termina aqui. Só o que eu tenho para contar para vocês. Sempre há tanto para ser feito, vivido, sentido que nós nunca ficaremos sem histórias para contar. Mesmo que nem todos os tipos de pessoas as julguem interessantes e animadoras.

Mas infelizmente nosso tempo acaba por aqui. Espero que tenha aproveitado essa conversa longa que nós tivemos, que algo tenha ficado com você pois certamente algo ficou comigo. Agora me deem licença.  Hoje vai ter apresentação da Sarada nas escola e eu não posso me atrasar, ou o Senhor Uchiha me mata.

 


Notas Finais


Entãaaaao é isso meus leitores lindos. A fic chegou ao fim. Espero muuuito que tenham gostado, não somente do final mas de todo esse caminho que tivemos junto de Sakura e Sasuke.

Não vou me demorar mais por aqui. São só os avisos rápidos. Não pararei por aqui. Em breve tem projeto novo surgindo por aqui no SS. Uma fanfic que está maravilhosa!!!!! E EM PARCERIA!!!!! É isso aí!! Uma fanfic do universo de Naruto deliciosa, com nossa velha Sakura como protagonista. E algo me diz que vocês vão gostar muito!! De verdade. Assim que ela sair vocês poderão se deliciar do jeitinho que nós estamos nos deliciando escrevendo. Desde já peço que deem muito amor a esse projeto, que é sem dúvidas o mais ousado que nós já fizemos.

Enfim, gente eu sou péssima com agradecimentos e despedidas. Não vou prender mais vocês. Só vou pedir pela última vez aqueles comentários gostosos de vocês.

Obrigada a todo o amor que vocês deram a "Eu e o melhor amigo do meu pai" o sucesso dessa fic não é por minha causa, e sim por causa de vocês. Muito obrigada!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...