História Eu e os vampiros - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 221
Palavras 1.481
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii espero que gostem!! Me desculpem a demora e dessa vez como pedido de desculpas pela demora o Cap. De hoje terá 1509 palavras.

Obrigada por lerem e boa leitura.

Me desculpem pelos erros.

Capítulo 10 - 💔💔💔


Fanfic / Fanfiction Eu e os vampiros - Capítulo 10 - 💔💔💔

Me levaram para a casa deles em segurança chegamos lá e parecia que alguém tinha arrombado aquela porta e entrado na casa.

Anny: Nossa, o que será que aconteceu aqui ?

JK: Não, sei mas pode ser uma pessoa indesejável que talvez você conheça.

De repente uma onda de lembranças percorre na minha cabeça. Lembro-me daquele ser horroroso que me atacou que disse aqueles coisas horríveis para mim.

Anny: Ah não acredito vou lá ver se é ele. E se for eu o mato.

JK: Não, você não irá. Eu vou.

Anny: Como é que é? Eu vou sim.

JK: Por favor, fique aqui. Eu irei cuidar disso!

JH: Você não irá sozinho, iremos com você.

JungKook assente com a cabeça.

-Fique bem Anny. Eu já volto. -disse Kookie dando um selar em sua testa.

-Boa Sorte! -Anny disse quase em um sussurro.

Ela ficou lá fora por bastante tempo até que J-Hope sai e aparece na porta todo ferido com sangue em todo seu corpo.

-O que aconteu? Cadê os outros?-digo muito preocupada.

-Eles… eles… -após dizer isso Hoseok acaba desmaiando de fraqueza em meus braços.

Resolvi entrar lá para tentar ajudar os outros.

Cheguei e vi todos caídos no chão da sala. E vi quem ? Isso mesmo Klaus.

Klaus: Finalmente nos encontramos denovo meu bem.

Anny: Não sou nada sua seu trouxa.

Klaus: Vejo que está mais alterada do que o normal.

Anny: Porque você fez isso? O que ganhará em troca?

Klaus: Faço isso por diversão, em troca ganho a morte deles.

Anny: Porque? O que eles já fizeram para você?

Klaus: Não é de seu interesse.

Anny: Se não fosse eu não teria perguntado. Não é mesmo?

Klaus: Você já está me estressando!

Anny: Que bom é isso mesmo o que quero!

Klaus: Continue assim, pois se não parar irei explodir esse lugar.

Anny: Nossa você deveria ser um vampiro esperto e agir como tal. Mas vejo que sua burrice só aumenta.

Klaus: Agora já chega!

Anny: Espere! O que você quer de mim para deixarem eles em paz?

Klaus: Finalmente você chegou aonde eu queria.

Anny: Fale logo o que você quer!

Klaus: Espere passar uma semana, cuide deles. Após fazer tudo isso vá para a floresa quando estiver 00:00. Não explique e não fale nada para eles sobre essa conversa.

Anny: Okay, lhe obdecerei, não direi nada a ninguém.

Klaus: Combinado então. E… se você levar eu saberei. Então matarei você e quem estiver lhe acompanhando.

Anny: Tudo bem, eu vou cumprir o que você pediu.

Ele foi embora, então eu tentei acordar eles.

Anny: Jin acorda, Namjoon…

Todos por sua vez acordaram, menos JungKook.

-Por que ele não acorda Hoseok? -eu disse com os olhos cheio de lágrimas.

JH: Ele teve mais danos do que nós.

Anny: Porque?

JH: Porque o Klaus ameaçava te matar e JungKook sempre consiguia impedir ele de passar pela porta da sala e te assassinar.

Anny: Ele não poderia fazer isso.

JH: Mas fez, por você! Queria te proteger de qualquer jeito. Mesmo que perdesse a própria vida.

Anny começou a chorar, seu coração estava muito dolorido.

JH: Não precisa chorar, ele irá se recuperar logo.

Anny: O que eu posso fazer para ajudar ele a se recuperar?

JH: Só cuide dele com bastante carinho e amor.

Anny: Okay. Cadê os outros?

JH: Olha eles ali.

Anny: Vocês me ajudam a levar o Jungkook para algum lugar pra eu cuidar dele?

J: Claro!

RM: Temos um lugar em que ninguém poderia ter acesso, só nós mesmos. Fica um pouquinho longe daqui. Mas como somos rápidos não irá demorar nem dois minutos.

Anny: Você pode levar o Jungkook em seu colo?

RM: Por mim tudo bem! Vamos.

Anny: Tome muito cuidado com ele.

RM: Pode deixar.

Levamos mais ou menos dois minutinhos para chegarmos no tal lugar.

V: Pronto chegamos.

Anny abre a porta do lugar desconhecido.

Anny: Cof! Cof! Nossa quanto poeira. Isso não importa, agora coloque ele aqui nesse sofá para mim fazendo favor?

RM: Sim.

Namjoon coloca Jungkook com todo o cuidado naquele sofá empoeirado.

Anny: Obrigada!

Eu limpei todos seus ferimentos dos mais pequenos até os mais profundos.

Na minha cabeça só queria que ele melhorasse, só nisso que eu pensava. Tinha até me esquecido da minha conversa com aquele vampiro filho da mãe que ameaçou todos os meus amigos.

No momento só pensava em matá-lo mais se eu quisesse isso ele iria matar todos eles.

Então só fiquei quieta ouvindo a proposta dele para não assassinar meu amigos.

Concordei com muitas coisas, algumas até absurdas mas tive que fazer isso.

Enquanto pensava nisso cuidava daquele ser maravilhoso que sempre me protegeu quando eu estava mal, sempre se importou comigo e eu nunca havia mostrado qualquer sentimento pelo mesmo.

Por ele ter me protegido todos esses dias ruins o mínimo que eu podia fazer era o ajudar, para mim aquilo não era o suficiente. Eu queria fazer algo a mais por ele assim como ele havia feito por mim todas ás vezes.

Eu estava muito triste por dentro, por ter que deixar novamente eles senão iriam ser assassinados.

Enquanto cuidava dos ferimentos dele (Kookie) ouvi ele falar algo.

Jk: A-Ann-y. Vo-você es-tá bem?

Em meio a um sussurro digo:

-Sim, graças a você. Muito obrigada por tudo. Você não deveria ter feito aquilo.

JK: Foi para te proteger.

Anny: Sim eu sei e agradeço muito mesmo. Mas era melhor eu estar ai no seu lugar do que você mesmo.

JK: Não diga isso, isso é bobagem.

Anny: Não é não. Você arriscou-se por mim muitas vezes e como sempre eu não retribuo em troca. Por isso preferia que eu estivesse nessa situação e não você!

JK: Por que está falando desse jeito? Aconteceu alguma coisa?

Anny: Estou falando normal. E… não aconteceu nada com que tenha que se procupar.

JK: Agora eu sei quando você está mentindo. Pode dizer a verdade, confie em mim. Por favor!

Anny: Eu confio mais não poderei falar nada. Pelo seu bem e o dos seus amigos.

JK: Tabom faça como preferir.

Anny: Você está bravo?

JK: Não, mais achei que você confiasse em mim, que você gostasse de mim.

Anny: Eu confio em você. Mas não posso falar nada.

JK: Sabia, você não me ama.

Anny: Não é isso.

JK: E eu me iludi, achava que poderia acontecer algo especial entre nós dois mais eu estava muito enganado.

Anny: Não diga mais isso, suas palavras estão me machucando.

JK: É verdade o que eu falo, e a verdade é que você nunca me amou como eu te amei.

Anny: Você não sabe do que está falando.

JK: Sei sim.

Anny: Tudo o que estou fazendo é porque me preocupo com você, sempre espero que você esteja bem. Estou tentando cuidar o máximo de você mais não está dando certo. Sempre quando estamos bem, algo nos atrapalha. Fazendo você se machucar ou até mesmo eu. Só tento cuidar de você porque TE AMO muito e quem ama cuida. Isso é o que eu estou tentando fazer desde de o começo.

Anny havia falado tudo isso com voz de choro e lágrimas nos olhos. Disse tudo isso e saiu do cômodo em que JungKook estava, ela não estava aguentando ficar mais lá. A cada palavra um choro, a cada choro várias lágrimas eram derramadas.

-Espere Anny! Me desculpe! -disse JungKook tentando se levantar do sofá.

Jimin havia escutado toda a conversa e chegou na hora exata para conversar com Kookie.

-Não se levante e descanse mais um pouco por favor! -disse Jimin dando um leve empurro para o mesmo voltar a sua postura anterior no sofá.

-O que que eu fiz Jimin? -disse ele mexendo nos próprios cabelos e os deixando bagunçados.

JM: Uma burrice muito burra. Está pior do que o Taehyung.

JK: Você deveria me apoiar mas pelo jeito será ao contrário.

JM: Mas estou falando a verdade. Se você tivesse ouvido a conversa que ela teve com o Klaus você não teria falado daquele jeito com ela.

JK: Do que você está falando?

JM: O Klaus falou que se ela não o encontrasse após uma semana ás 00:00 na floresta ele nos mataria. Por isso ela fez o que fez. E você agiu de uma forma muito errada.

JK: Como sou um tolo!

JM: Verdade. Ela só passará mais uma semana conosco. Por isso estava cuidando de você.

JK: Eu ainda estou me perguntando "o que foi que eu fiz?" Fui muito burro. Não deveria ter falado com ela daquele jeito. Eu disse que ela não me amava mas vejo que errei e bastante. Ela deve estar me odiando agora.

JM: Concerteza!

JK: Muito obrigado por jogar a culpa em cima de mim.

JM: Mas a culpa é sua, você quer que eu a jogue em quem ? Na Anny?

JK: Não, ela não merece levar a culpa depois de tudo o que ouviu da minha boca.

JM: Tente pedir desculpas para ela. Ela irá aceitar concerteza.

JK: Não tenho tanta certeza disso, mas irei tentar!


Notas Finais


Obrigada por lerem a fic estou muito contente com o total dos favoritados. E comentários.
Criei esse capítulo hoje mesmo e resolvi postar hoje também.

Terei mais tempo para as minhas fanfics pois estou de férias ✌✌💜💜💜

Então espere muito ancioso (a) pelos próximos cap.

Vlw
Até a próxima

Bjss...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...