História Eu e Você! - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Exibições 121
Palavras 816
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Escolar, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sem.Palavras.
(EU TÔ FELIZ PRA CARALHOOO!!)
Boa leitura~

Capítulo 18 - Primeira vez. Happy Birthday Marinette!


Fanfic / Fanfiction Eu e Você! - Capítulo 18 - Primeira vez. Happy Birthday Marinette!

Marinette ON

 Eu acordo e o Adrien não estava mais no quarto. Bem... é melhor eu me levantar... estou meio machucada ainda mas...
               Eu me levanto, vou até o banheiro, tomo um banho rápido e visto um vestido simples, azul.

-Mari?

-Hum? Adrien?

-Hu-hun, venha aqui.

-Tá...

Eu vou até o quarto e ele estava se apoiando na cama, com uma expressão de dor.

-ADRIEN! O-Oquê houve?!

-M-Meu... meu abdômen... dói...

-EI! ADRIEN!!

Ele desmaia.

**Quebra de tempo**

Eu estava na sacada, estava uma linda noite, a lua estava cheia e a brisa batia em minhas madeixas. Então sinto alguém me abraçando por trás, era o Adrien.

-Oquê foi, Adrien?

-Nada.

-Hum... bela noite, não?

-É... a lua também está linda. Mas sabe oquê é mias linda ainda?

-Não?

-Você, hêhê.

-Bobo. Haha.

-Ei.

-Hã?

-Olhe  para mim,  Bugaboo.

Então eu me viro, para poder olhar para ele.

-No dia... da luta final... oquê você estava pensando? Eu percebi que estava inquieta.

-O-Oquê?! N-Não... n-nada...!

-Fale a verdade.

-B-Bem... eu tive uma conversinha com  a Alya... e oquê ela disse... me deixou... "preocupada".

-Posso saber oquê era?

-N-Não! É... coisa... da gente! MENINAS!

-Hahahaha! Ok...

-Pare de rir de mim!

-Não estou rindo de você.

-Então está rindo de quê?!

-É que... pff... você... está vermelha... hahaha!!

-........... (Idiota!)

-Não fique brava, ok?

-Não prometo nada!- digo fazendo beicinho.

-Não faça isso! Eu não aquento!

-Huehuehue, não é pra aguentar nada.

-Tá, você que pediu.

Ele me beija intensamente, como nunca me beijou antes. Parecia que eu podia sentir a brisa e o mar em seu beijo, era algo bom, algo inesquecível, algo que por mim não acabaria nunca. Então ele coloca as mãos em minha cintura, e eu entrelaço meu braços em seu pescoço, como eu desejo esse garoto! Ele é um desejo insaciável, quero ele pra mim, pra sempre, o nosso amor é como uma droga que "vicia", amarra, depende, é um amor como uma mistura de paixão, amor e desejo. É tudo oquê eu sempre quis e quero.
            Ele vai me conduzindo até a cama, como uma linda valsa, porém, não nos desgrudávamos enquanto andamos. Eu senti tanto medo desse momento antes, mas eu não estou com medo, quero que ele me guie, quero que ele seja os meus olhos, quero que ele seja parte de mim, aqui e agora, quero ele pra mim, eternamente. Então ele me deita cuidadosamente na cama, tirando minha blusa e eu ajudo a tirar a dele também.

-Eu te amo, Adrien.

-Eu também, Mari.
               Então ele volta a me beijar e eu retribuo, eu amo mesmo esse gatinho.

-Agora... você é definitivamente minha dona, Bugaboo.

-Gatinho bobo, na verdade, eu sempre fui.

-Haha, eu sei disso.

Ele volta a me beijar, direcionando-se ao meu pescoço, beijando o mesmo suavemente.

Nunca

Deixe

De

Me

Amar,

Gatinho.

Eu

Preciso

De 

Você,

Eternamente. <3

**Quebra de tempo**

Eu acordo e olho para o lado, e lá estava, o meu Chat. O brilho dos raios de sol refletiam sua pele branca e seus cabelos dourados.
             Então eu me lembro da noite passada e coro, quando olho para o lado, ele abre os olhos, permitindo eu ver os seus lindos olhos de esmeralda, então quando me vê, ele abre um sorriso e eu também.

-Bom dia, amor.

-Bom dia.-Digo.

-Dormiu bem, Adrien?

-Claro, eu dormi com você, óbvio que eu dormi bem.

-Pare com isso, seu idiota!- Falo em tom de brincadeira, dando tapinhas em seu braço.

-Ei, Adrien...

-Sim?

-Oquê você pensa?

-Hã? Como assim?

-Oquê você pensa para o nosso futuro? Sabe... ter uma família...

-Há, sim. Quero me formar, ter um bom trabalho, ter uma família com você e encher a casa de filhos! Tipo... uns 10!

-10?! Você não acha que é muito, não?

-Bem... então uns 8!

-Como se melhorasse alguma coisa! Mas agora... falando sério... eu sonho em um dia nos casarmos... e construirmos uma família... 

-E o nosso papel  como heróis? -Diz ele.

-Bem... viver com um segredo desses pela vida inteira não é agradável pra mim... mas... temos que guardar segredo sobre isso. Então... continuaremos como heróis.

-Isso é esquisito... sabe, com 15 anos eu nem sonhava em ser alguém além de uma marionete do meu pai, mas veja, acabei virando um herói.

-É... sabe, somos tão diferentes como Ladybug e Chat Noir.

-Oquê quer dizer?

-Nós somos alguém sem as máscaras e alguém totalmente diferentes com elas! Eu sou desajeitada, tímida e desastrada como Marinette, porém corajosa, forte e valente como Ladybug. E você é todo... Adrien sem ela e com ela você... bem, você é o Chat Noir.

-Eu sei. Por isso demorou para sabermos de verdade quem era quem de baixo das máscaras.

-Adrien... agora... eu quero ficar com você, tanto como Ladybug, como Marinette.

-Não se preocupe. Eu sempre vou amar você.

-Mesmo?

-Sim, Mari. Sempre.

Para todo o sempre.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...