História Eu, esquizofrênica - Capítulo 33


Escrita por: ~

Visualizações 10
Palavras 247
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 33 - Na clínica


Quando eu cheguei nesta clínica eu estava muito assustada, pensava que fazia parte de uma seita secreta, tinha medo de que as visões piorassem.

Mas esta clínica era muito melhor que a outra. Era uma casa inteira de clínica, não me sentia tão presa. Tinha quartos grandes com banheiros grandes e janelas grandes.

As pessoas só podiam fumar na área aberta. Tinha muita comida, e comida boa, muito boa mesmo. Tinha uma sala de ginástica, um campo de futebol de salão, uma piscina, tinha muitas aulas recreativas, pintura, música...parecia até uma colônia de férias, tinha também momentos de terapia em grupo, quando todos conversavam. Era divertido. Tirando o fato de que eu estava com medo de ser parte da seita secreta, estava tudo ótimo. Os remédios já não me faziam tão mal, a cada dia que passava eu me acostumava mais com a medicação. Eu fui internada no fim do ano, passei o natal e o ano novo lá. Não era um lugar ruim, mas não tinha internet nem celular, não sei porque eles sempre tiram os celulares dos pacientes. Os remédios foram fazendo efeito e minhas dores diminuíram, fiquei um mês internada lá.  Continuava tendo alucinações, depois minha mãe contou que o médico até achava que eu era um caso sem solução. Na clínica eu conheci muita gente, com muitos problemas diferentes, bipolares, boudeleires...gente que se cortava com a faca, gente que batia a propria cabeça na parede...com o tempo fui deixando de lado a ideia da seita.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...