História Eu lutarei por você - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Personagens Akamaru, Aquarius, Aries, Asuma Sarutobi, Bickslow, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Chouji Akimichi, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Jellal Fernandes, Jiraiya, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Karin, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Kushina Uzumaki, Laxus Dreyar, Layla Heartfilia, Lector, Levy McGarden, Libra, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Madara Uchiha, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Minato "Yondaime" Namikaze, Minerva Orland, Mirajane Strauss, Naruto Uzumaki, Natsu Dragneel, Neji Hyuuga, Nikora "Plue", Obito Uchiha (Tobi), Pantherlily, Pisces, Rogue Cheney, Rufus Lore, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Scorpio, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shisui Uchiha, Sting Eucliffe, Tauros, Taurus, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Ultear Milkovich, Virgo, Wendy Marvell, Zeref
Tags Bickli, Bicksanna, Elfgreen, Gaaino, Gale, Gruvia, Jerza, Kibahina, Minakushi, Nalu, Narumira, Sasosai, Sasusaku
Visualizações 32
Palavras 3.258
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Esporte, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Voltei! Desculpa a demora! Não tenho muito o que falar, então...

Boa leitura!
Bye!

Capítulo 1 - "Ele" e o dia que nos conhecemos


31 de janeiro 

Terça-feira 

7:00 Am 

Mirajane 

Lá estava eu, uma albina de olhos azuis e cabelos longos e ondulados nas pontas, um corpo esbelto, seios fartos, indo para a faculdade. Lá teria uma festa de iniciação do ano letivo, essas festas aconteciam todos os anos, é chamada Fairy Tail School, ela é uma escola e faculdade. A festa era para maiores de 18, então, somente o pessoal da faculdade ia. 

Eu estacionei o meu Toyota Corolla 2017 cinza granito no estacionamento da faculdade, e para sua informação, sim, eu trabalho, e ganho muito bem por sinal, tenho 2 trabalhos. Enfim, eu estava entrando no ginásio, onde estava tudo decorado, bar, balões, cartazes. Eu cheguei 7:30 e a festa só começaria as 20:00, é isso que dá ser veterana e ser OBRIGADA a ajudar e organizar a festa, eu estava parecendo a vice-presidente estudantil, a presidente seria a ruiva com quem vou me encontrar agora, Erza Scarlet, uma das minhas melhores amigas e rival, eu e ela sempre competimos, mas, o que eu posso fazer se ela não admite que eu sou melhor? 

-OH SURDA!- ouvi uma voz "falando gentilmente" no meu OUVIDO! 

-AAAAH! Quer me matar do coração? - perguntei muito assustada. Se você acha que é a Britney Spears, você errou! Queria, porém, é ela, a ilustre, Erza Scarlet! A garota que eu quero enforcar e abraçar ao mesmo tempo! 

(Sp: Quanto amor, não? 

Mi: São os famosos melhores amigos! Tem horas que você quer matar eles, outras você quer colocar em um potinho. 

Sp: Você é estranha.... É sério isso? Produção, tem amizades assim? ~produção confirma~ Gente, então sou eu a pessoa que não tem um melhor amigo! Quem vai participar do projeto #UmAmigoParaSpiderGames? ~Silêncio~ Tá... Eu vou ali rapidinho... Caiu um cisco no meu olho... Po-podem continuar lendo, eu sou vou ali e- ITACHI-KUN!) 

-Quem sabe um dia, a gente tem que terminar de organizar a festa!- disse a ruiva não dando a mínima para mim.  

-Por que as alunas tem que organizar a festa?- perguntei bem indignada, afinal, quem deveria fazer isso seria a direção, ou até mesmo o diretor! Então, por que a gente que está fazendo isso? Que raiva, eu podia estar dormindo, mas, nãããããão, tô aqui organizando essa festa! 

-O diretor é ocupado demais para arrumar essas festas!- disse a garota séria. 

-Para organizar as festas ele é ocupado, mas, para beber e curtir, de repente, não tem mais nenhum compromisso!- exclamei irritada.   

-Pare de reclamar! Vamos logo arrumar tudo isso, e fazer a melhor festa da Fairy Tail!- exclamou. 

-Melhor festa?- disse pensativa.- Fácil! Nem preciso de você!- provoquei. 

-O quê? Perguntinha: quem foi a mais votada como responsável para fazer essa festa?- rebateu a "boazona" com a mão no ouvido e com um tom de ironia.  

-Você, mas, o que posso fazer? Isso é para você ver como esse povo não sabe escolher, por isso estão votando no PT! Aíaí, iludidos!- devolvi com ironia na voz. 

-Né? Se soubessem escolher você não seria a minha AJUDANTE!- rebateu novamente, destacando o ajudante, só para me irritar, e olha... Ela conseguiu! 

-Você sabe que eu sou melhor!- exclamei irritada.  

-Melhor? Nem morta folha A4!- disse Erza me olhando com raiva, e assim começamos uma batalha de olhares. 

-Quer apostar tomate?- perguntei exaltada, ficando com mais raiva. 

-Com toda certeza!- exclamou quase gritando.  

-Então, eu arrumo as comidas e apresentação que acontecerem no palco e você organiza as músicas e a segurança!-  propus. 

-Fechado! Depois, faremos uma votação para saber o que eles mais gostaram! Tenha uma boa derrota gasparzinho!- provocou a ruiva. 

-Vai sonhando chapeuzinho vermelho!- disse e saí. Ela vai ver que eu sou bem melhor que ela! 

Com isso fui direto para a cozinha, já vendo alguns cozinheiros lá, eu simplesmente iria acompanhar o processo e iria ajudar, caso fosse preciso. Sim, para sua informação, eu sei cozinhar, e muito bem por sinal, todos falam que eu sou uma cozinheira de mão cheia. Bem, não teve muita coisa para fazer lá, todos eram bons, não tanto quanto eu, mas, já eram alguma coisa. Depois de dar algumas dicas, fui arrumar as bebidas, tinha: suco natural, refrigerante e, é claro, cerveja, não que eu goste, eu fiquei traumatizada com o que o álcool faz com as pessoas, enfim, logo depois de verificar as bebidas, eu fui correndo para ver o que teria no palco. Queria terminar primeiro que a Erza.  

-Boas-vindas aos calouros, discurso do diretor, DJ e apresentação do time... 15?- fui checando o que teria, mas, ficando um pouco confusa no final, não faço a mínima ideia de que banda ou grupo seria esse time 15... Depois eu pergunto para o diretor Makarov. 

-Tudo certinho!- exclamei feliz de ter terminado primeiro que a Erza. 

-E então acabou?- chegou Erza do meu lado e perguntou, me dando novamente um susto do caramba! 

-JESUS! Você tem que parar de fazer isso! Você me deu um baita susto!- disse com a mão no peito, sentindo meus batimentos. 

-Ué! O fantasma não é você?- disse aquele ser ruivo com um certo divertimento na voz, e sério, isso me deu uma raiva... -Tá, parei!- disse mostrando as mãos, vendo a minha provável expressão de raiva e ódio. -Agora é sério, já terminou?- 

-Sim, e você?- perguntei, torcendo para ela dizer não e poder esfregar na cara dela que eu sou muito me- 

-Sim!- disse simples, acabando com todas as minhas ideias de dizer que eu era melhor. 

-Quantas horas são?- perguntei mudando de assunto. 

-São 11 horas! Vamos almoçar? Quando for umas 19:00 a gente volta!- disse Erza enquanto olhava seu relógio. 

 

8 horas e 30 depois 

 Faculdade Fairy Tail

20:30 

-ATENÇÃO PIRRALHOS!- gritou o diretor com o microfone tentando chamar a atenção de todos, que estavam conversando, muito alto por sinal.- Então, eu gostaria de dar as boas-vindas aos novatos, que vocês se deem bem com todos, e consigam se preparar para a vida enquanto estiverem aqui, que a Fairy Tail possa lhes ajudar a amadurecer, se desenvolver e lhe mudar, mas, de uma forma positiva!- disse de forma bastante acolhedora.- Agora, umas palavrinhas das organizadoras dessa maravilhosa festa e que também que já passaram pela a experiência de ser calouras! Erza Scarlet e Mirajane Strauss!- disse Makarov, o diretor da Fairy Tail, um baixinho de cabelos brancos... E calvo, rsrs...  

Eu e o tomate-kun subimos no palco e falamos algumas regras da faculdade, como é ser calouro, se comportar e blá blá blá... Depois do nosso discurso, descemos do palco e fomos encontrar nossas amigas. 

-Mira! Erza! Aqui!- chamou uma baixinha de cabelos azulados, que estava com uma loira e uma outra azulada, porém, maior. 

-Levi! Juvia! Lucy!- quase gritei indo ao encontro delas, a moranguinho apenas me seguiu. Elas eram calouras, 2 anos mais novas que Erza e eu, nos conhecemos na escola, nós no 3° ano ensino fundamental, enquanto elas no 1° ano, fui conhecer Lucy apenas quando voltei para Magnolia.  

-Tudo bem? Como foi acordar organizar a festa?- perguntou Lucy, enquanto me cumprimentava. 

-Foi legal, apesar de que eu gostaria de ter ficado em casa dormindo- dise normalmente, já me conformando com a situação. Por favor, imaginem, você está nas férias, o último dia, você provavelmente vai usar esse dia para dormir um pouco mais tarde, já que você sabe que no dia seguinte terá que trabalhar, estudar ou seja lá o que você faça de manhã 

(Sp: Se você dorme até pelo menos até as 9:00 você é sortudo! 

Naru: Eu durmo até 12:00! 

Sp: Eu durmo até 5:40 da manhã! SEU PREGUIÇOSO! E PARA DE FAZER INVEJA TÁ? EU JÁ SEI QUE EU ACORDO MUITO CEDO, MAS, MESMO ASSIM E-  

Ita: Desculpem-me ter que interromper a fala da Spider-chan, porém, ela acabou se alterando... E brigando com o coitado do Naruto, bem, acho que é apenas isso... 

Sp: E você que acorda tarde, aproveita, pois, vai ter um dia que você vai ter que acordar cedo, e vou rir da sua cara de sono! E da sua lerdeza também. MUAHAHAHAHAHAHA!) 

Não é NADA legal acordar cedo nas férias, na verdade, acordar cedo não é legal... 

-Você reclama muito Mira-san- disse Juvia. 

-Oi? Reclamando? Eu apenas disse que queria ficar na minha cama, dormindo! Apenas minha opinião!- disse com tom de ofendida, se eu estava? Não estava nem ligando!  

-Aham... E eu sou loira!- disse Erza, com uma pitada de sarcasmo. 

 -Você é daltônica? Se bem que, as vezes você é bem lerda!- provoquei. Sim, eu busco a briga e me desculpem loiras, eu sei que vocês só são burras por causa dos seus cérebros, não por causa do cabelo! 

-Mira! Erza! PAREM! Vocês brigam o tempo todo! Parecem 2 crianças! Isso é muito chato!- brigou Levi. Essa era a nossa baixinha, carinhosa, culta, gentil e... Sem paciência! Ela pode virar o seu pior pesadelo se irritá-la, cuidado! Mas, se for irritar ela, me chama que eu quero ficar rindo da sua cara! 

-Essa é a nossa Levi!- disse Lucy rindo. 

Eu ia responder, porém, Makarov começou a falar. 

 -Atenção pirralhos!- disse o baixinho calvo parando a música, nem precisando gritar pra chamar atenção.  

-Ele sempre chama vocês de pirralhos?- perguntou Juvia estranhando o vocabulário do senhor no palco. 

-Nah! Eles não nos chama de pirralhos toda hora!- disse Erza com descaso- Só quando fala com um grupo, tipo, a faculdade inteira, uma turma, um grupo, dois alunos... Pensando bem... Ele sempre nos chamou assim!- disse pensativa. 

-Silêncio!- brigou um aluno anônimo. Assim que ele nos "advertiu" nos calamos e prestamos atenção no diretor. 

-Agora eu os apresento o time 15!- disse o diretor e apontou para as escadas do palco, e aí eu vi "ele", o motivo de eu odiar os meninos, a maioria pelo menos. 

Naruto Uzumaki. Ele entrou com outras 3 pessoas, só que eu não prestei atenção neles, eu só conseguia olhar para aquele traíra e lembrar, lembrar do dia que nos conhecemos, do dia em que ele me pediu em namoro, do dia em que ele traiu minha confiança, o dia em que ele desistiu de mim. O maldito dia em que eu o conheci, o dia em que eu deveria ter ficado em casa. 

(Sp: Se quiserem, ouçam a música <do, re, mi- blackbear>, é da onde eu me "inspirei" na última parte)                                         

 

27 de Janeiro, 2007

Sábado 

11:30 Am

Naruto 

 

Eu sou Naruto Uzumaki Namikaze, loiro, olhos azuis e muito energético. Eu moro em um condomínio silencioso e quase não tem crianças para minha infelicidade, hoje é um dia de sábado normal, eu correndo pela casa, meu pai lendo jornal e minha fazendo o almoço. 

-NARUTO PARE DE CORRER E FICA QUIETO!!!- mandou minha mãe, já brava comigo de tanto correr pela casa. Bem, como eu tenho amor a minha vida, eu parei de correr e fiquei do lado do meu pai. 

-Papai...-falei querendo fazer algo, já que não podia brincar com nenhuma criança, pois só tem velhos. 

-Diga filho- falou meu pai calmamente ainda concentrado no seu jornal. 

-Quando "vai ter" outra criança aqui?- perguntei com esperança, vai que chega um garoto rico, que pode me dar vários brinquedos legais. 

(Sp: Interesseiro! 

Naru: E-eu era uma criança! 

Sasu: Que feio Naruto! 

Naru: Mas eu não fiz nada! 

Sp: Vamos voltar para a história! 

Naru: Eu não fiz nada!) 

 

-Ah! Eu esqueci de contar para vocês!- Disse meu pai parando de ler o jornal.- Amor, você pode vir aqui um minuto?!- chamou minha mãe. O que será que meu pai quer falar? Eu já estou curioso. 

-Sim, já estou indo.-  disse minha mãe lá da cozinha.  

-Bem... Eu tenho uma notícia para vocês, principalmente você Naruto, bem há mais ou menos uma semana eu soube que vamos ter moradores novos, e vão ser nossos vizinhos e eles têm- 

-FILHOS?! Da minha idade? Eles são ricos? Eles têm um filho garoto? Têm coisas legais?- interrompi meu pai com tanta ansiedade que eu estava, mas, logo depois recebo um tapinha no braço. 

- Naruto! É falta de educação interromper os outros- disse minha mãe um pouco brava. 

- Deixa para lá Kushina, o Naruto é assim mesmo...- disse meu pai rindo. 

- Rsrs... Foi mal pai...- me desculpei meio envergonhado, afinal eu infelizmente ou felizmente não posso mudar o meu jeito de ser. 

- Tudo bem... Bom, continuando, eles têm 3 filhos, 2 meninas e 1 menino. A Filha mais velha é 2 anos mais velha que você Naruto, o filho do meio tem sua idade e a mais nova é 3 anos mais nova que você.- disse meu pai se recompondo da cena. 

-YES!!! Finalmente alguém mais novo que eu nesse lugar cheio de velhos!- disse animado com a vinda de crianças, finalmente iria ficar mais legal! Mas assim que eu falo recebo outro tapinha no braço. 

-Naruto!- brigou minha mãe. 

- Mals, saiu sem querer- disse meio sem jeito. 

- Só eles mesmo.- pensou Minato enquanto sorria vendo aquela cena. 

 

Mirajane 

Aqui estou eu, me mudando para um condomínio chato em Konoha, e sinceramente não gostei muito e por isso eu acho isso uma injustiça! Poxa, eu tinha vários amigos na minha escola, meus pais tinham um trabalho bom! A gente não tinha um motivo para se mudar, mas, parece que ninguém liga para a minha opinião! Ainda por cima, no condomínio não tem nenhuma criança, pelo menos não menina. Agora que já aconteceu, vai né? A única criança é um MENINO e ainda por cima é MAIS NOVO que eu! Tem como piorar? 

- Mira- disse minha irmãzinha Lissanna, me tirando dos meus pensamentos. 

- Diga Liss- disse de forma doce, algo que só faço com minha família. 

- Nós já chegamos a uns 10 minutos, você deve estar tão concentrada nos seus pensamentos que não percebeu-disse Lissanna de uma maneira fofa que só ela consegue. 

-Ah! Eu já estou indo.- disse meio sem graça. Então assim que Lissanna saiu do carro respirei fundo. 

-Vamos lá- falei comigo mesma. Então, eu saí do carro e fui para a casa nova. 

-Elfman, cadê o papai, a mamãe e a Liss?-perguntei para o meu irmão, enquanto procurava meus pais e minha irmã na casa nova. 

-Ah! Eles foram se apresentar aos vizinhos! Eu estava indo lá me apresentar também.- disse Elfman educado como sempre. 

-Ok, eu vou com você...- falei derrotada, qualé, eu não queria estar aqui para início de conversa. 

Naruto 

  Logo após minha mãe me dar uma bronca por minha sinceridade, alguém bate na porta. 

- Acho que eles chegaram- disse meu pai sorrindo. O sorriso dele vai murchando assim que vê os cabelos de dona Kushina no ar. 

-O QUE?! ELES CHEGAVAM HOJE E VOCÊ NÃO ME AVISOU?!?!?!- gritou minha mãe com meu pai. 

-É-É-É que essa s-semana foi puxada, sabe? Hehe- disse meu pai gaguejando e sorrindo nervosamente com medo dá minha mãe. Cara, não é à toa que chamam minha mãe de “pimenta vermelha”, tão sutil quanto uma tijolada na cara. E depois, dizem que eu sou dramático por dizer que, só faço o que ela manda por que tenho amor a vida, antes de falar irrite-a e depois me diz, se eu sou dramático ou não. 

 Minha mãe ia responder, mas, bateram na porta. 

- Minato! Somos nós, os Strauss- uma voz do além se fez presente.  

 

-Salvo pelo gongo- pensou Minato aliviado 

-Já estou indo!- disse meu pai com uma cara aliviada. Rsrsrs, eu tenho certeza que meu pai estava se borrando. Continuando, meu pai foi atender a porta e lá tinha 3 pessoas, 2 adultos, que eu presumi que são casados pela aliança no dedo deles, e a outra pessoa era uma garota, que se eu não me engano é a irmã caçula, ela é tão kawaiiii ,ela é tão fofinhaaaa... Tá bom isso soou meio gay, mas, não deu para resistir, ela é muito fofa. Logo meu pai os convidou para entrar, mas antes, ele sussurrou algo para eles, que eu não consegui ouvir. 

Então, eu esqueci de avisar a minha mulher que vocês vinham e só lembrei de avisar quase agora, então, desculpa qualquer incomodo.- sussurrou Minato para os 3 convidados. 

  Deve ser algo bom, já que eles sorriram e concordaram com a cabeça, depois eu olhei para minha mãe que estava meio sem graça e nervosa já que não poderia fazer algo muito bom para recebê-los. Assim que olho para minha mãe, eu sinto alguém me abraçando. 

- É um prazer te conhecer nii-san, me chamo Lissanna- Disse a Lissanna de uma maneira totalmente fofa. 

- Eu me chamo Naruto, é um prazer Liss!- Disse com uma voz doce. 

- Que fofinhos!- pensaram todos os adultos sorrindo 

- TCH!- disse uma garota albina acompanhada de um garoto albino, eles aparentavam ser os irmãos da Lissanna já que eram parecidos, eu ia cumprimentar, mas, eu percebi que a garota estava com raiva, e com isso eu pensei que ela estava com ciúmes, já que eu era um completo desconhecido e estava abraçando sua irmã mais nova.  

Então, eu reparei nos supostos irmãos,  

(Sp: é a mesma coisa de quando eles estão no animes quando criança, eu só não sei se eu descrevi a Lissanna corretamente, então, qualquer coisa mals aí.) 

 A Lissanna vestia um vestido rosa com uma sapatilha branca, algo bem fofo, já o garoto do lado de fora com a outra garota, vestia um terno e uma calça verde, ele parecia bem amigável e agora a irmã mais velha, bem eu sinceramente achei ela meio gótica, mas vai né, ela vestia um top preto, uma saia preta e uma sandália preta, bem gótico não? Eita! Eu estava me esquecendo da situação em que eu me encontrava nesse exato momento. 

-E agora, o que eu faço?- pensou Naruto. 

-Eeee... Oi.- Disse meio sem graça. 

Mirajane 

  E lá fui eu com Elfman, para conhecer os novos vizinhos. Mas, mesmo eu não querendo fui com ele. Quando estávamos quase na porta eu ouvi. 

- É um prazer te conhecer nii-san, me chamo Lissanna.- LISSANNA? 

- Eu me chamo Naruto, é um prazer Liss!- LISS? Alguém desconhecido chamou a Lissanna de Liss?!  

  Assim que eu entro eu vejo os adultos sorrindo, a Liss abraçada com um GAROTO DESCONHECIDO?! Eu não acredito nisso! 

-TCH!- disse, todos olharam para mim, alguns com dúvida, porque não me conhecem, minha família olhando meio nervosa com que eu ia dizer, e o garoto nervoso ou sem graça, eu não entendi bem. 

-Eeee... Oi.- Disse o garoto meio sem graça, com a mão na cabeça. Sério?! Oi?OI?! Eu ia mandar AQUELA resposta, mas, antes eu sinto alguém me abraçando. 

( Sp: acalmem-se, a Mira vai ser a mina dos fora, mas, não agora. RIMOU! SOU D+!  

Liss: Spider-nee, tem como voltar para a história? 

 Sp: claro minha linda!) 

- Mira-nee- disse Lissana da maneira mais fofa, só para me acalmar. Aff, por que Deus criou um ser tão fofo como Lissana? 

- Ok, parei, você ganhou.- disse derrotada. 

Naruto  

Eu acho que falei coisa errada já que a garota ficou irritada. Ela ia responder, mas, antes de conseguir falar algo, Lissanna me salva. 

- Mira-nee- disse Lissanna de uma maneira fofa. 

- Ok, parei, você ganhou.- disse  a Mira meio contrariada. 

 Yes! Obrigado Lissanna, você acalmou ela, eu acho que a resposta dela seria meio grossa. 

 

Eu deveria ter ficado em casa... Eu achava que não podia piorar, um novo estado, uma nova cidade, nova escola, não conhecia ninguém! Eu me enganei, podia piorar e muito, eu podia me apaixonar por um idiota, e piorou, não?- Mirajane  

 

 

 


Notas Finais


Eu espero que vocês tenham gostado, me falem o que acharam, o que devo mudar, o que devo manter, não fiquem quietos!
Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...