História Eu, meus irmãos e nossa nova vida! - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charli, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Personagens Originais, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Wenka, Willi
Tags Irmãos Amor Doce
Exibições 3
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oooiii

Capítulo 3 - LETY!!!!!


Depois que aula da tarde acabou, eu e meus irmãos fomos para casa, eu não sabia oque estava acontecendo, eu não parava de pensa naquela menina. Ela me contou que muitos achavam estranho o nome dela, Adhara, este nome é um dos mais encantadores para mim e minha irmã, pois adoramos estrelas. É de origem hebréia e o seu significado fala da ‘mais formosa’. Com certeza porque também é a mais bela estrela da constelação Cão Maior.Eu e minha irmã sempre estamos olhando as estrelas, adoro olhar o céu a noite, quando todas as luzes se apagam eu, Kathirine e Luna subiamos até a sacada da minha antiga casa, colocavamos um cochão no chão com alguns lençóis, nos deitavamos e observamos muitas estrelas e constelações, eu adorava aquilo, aqui da pra fazer mais eu parei depois do que aconteceu com a Luna. Peguei um pirulito, tirei a casca e coloquei na boca, joguei no lixo a casca e passei a mão na cabeça pensando no que está acontecendo.

    Pov's Kevin.
- Cade ele?! Meu deus!! BISCUIT CADE VOCÊ!?!?! - Eu procurava Biscuit por todo canto, estava estremamente preocupado, meu filhote sumiu! Estou com tanta saudade, corri pela casa dele e minha irmã tocou no meu ombro, eu a abracei forte lágrimas caiam sobre o ombro dela.
- Oque foi? - Ela fez cafuné em meus cabelos.
- O m-meu filhotinho!! ELE SUMIU!!! - Eu me derramei em lágrimas!! AFINAL!! ESTAMOS FALANDO SOBRE O ASSUNTO MAIS SÉRIO DO MUNDO!!
- Calma, não se apavore, mas pra você ver ele de novo vai ter que se livra do gato da mamãe! Aquele bicho machucou o pobre do Biscuit! - Eu me soltei dele e cruzei os braços.
- O-O meu filhotinho tá bem? Ele tá muito machucado? Qual a gravidade do ferimento? É grande? Aí santo Golden Freddy! Me mata eu deixei o gato da minha mãe machuca meu filho!! Oque eu faço Katy?! - Eu começo a gritar apavorado, minha irmã me segura pelos ombros.
- Kevin presta atenção, você vai manda o gato da mamãe de volta pra nossa antiga casa! Entendeu? Depois que fizer isso você vai poder conversa com o Biscuit pra se darem bem de novo. - Ela sorriu afagou a minha cabeça.
- Tá! - Corri tipo Bolt pra cima do gato da mamãe, o joguei dentro de uma caixa com raiva dele, ELE MACHUCOU MEU FILHO TENHO MOTIVOS O SUFICIENTE PRA FAZER ISSO!! O mandei por correio pra mamãe, claro que joguei toda a comida dele lá pra ele não morre de fome, sorri feliz e corri até minha irmã sorridente. - Cade ele? Cade o Biscuit?!
- Calma, ele tá no meu quarto, dormindo com o irmãosinho, ele esta muito chatiado com você, triste também, por favor não faz ele ficar assim de novo, da muita dó. - Ela abriu a porta do meu quarto e corri pro meu encontro com Biscuit.
- Biscuit, me desculpa... Aquele gato malvado foi mandado embora, nunca mais vai tocar aquela pata no meu filhote, me perdoa por ser tão idiota, por ser um cara tão destraido, despreocupado, idiota resumimdo tudo, você deve pensa que não mereço você, que nem uma garota merece a mim, deve ser por isso que sou solteiro. - Eu riu cheio de lágrimas nos olhos, o aconchego no meu colo, recebo uma lambida no rosto, olho pra Biscuit que estava abanando o rabinho feliz.
- Au! Au! - Ele latia e lambeu mais meu rosto, eu ria e o deitei no tapete.
    Comecei a verificar o ferimento, sorri e fiz carinho, carreguei meu filhote até meu quarto e o deitei na minha cama, cuidei de seu ferimento, aí eu liguei a tv e coloquei no canal preferido dele! "Patrula Canina". Ele começou a latir feliz, abanou o rabinho, assim que me deitei na cama, ele subiu no meu colo e ficou assistindo o progama dele, logo adormeci, estava cansado, além de passa o dia inteiro o procurando após a escola.
     Pov's Kevin off.

     No dia seguinte, na escola Sweet Amoris.
- Katy!! - Um garoto de cabelos castanhos, com óculos e baixinho pula em Kathirine.
- Kentin!! Me solta agora!!
- Piralho!! - Kevin se anima mais ainda, o puxa pelo pescoço e afaga a cabeça de Kentin com força. - Como você nos encontrou?
- Também estou curiosa, achei que estava livre. - Kathirine suspirou.
- Eu fiquei sabendo pelo primo de um amigo, do primo do meu amigo que a Kathirine estava aqui, então segui o amor da minha vida. - Kentin disse sorrindo.
- Pelo amigo do primo do amigo do primo? - Kevin pergunta.
- Não, foi pelo primo de um amigo, do amigo do primo dele né? - Kathirine disse sem jeito.
- Não, é pelo pelo primo de um amigo, do primo do meu amigo, que se chama Jibert Gaivota Salmão. - Kentin disse, @-@.
- Eu não conheço não, como ele sabia que era eu?
- Eu falei pra ele ir no seu Facebook... - Kentin, @-@.
- Não tenho Facebook, não posso, mamãe não deixa, nem papai. - Kathirine diz suspirando, ver Kevin cair na gargalhada.
- É o meu Facebook, eu te trollei Kentin esse tempo todo, sério que não disconfiou? - Kevin disse rindo pakas ali.
- KEVIN!!! - Kathirine da um cascudo em Kevin.
- Aí! Aí! Aí! KATHIRINE!!! POR QUE FEZ ISSO?!?! - Kevin grita passando a mão na cabeça.
- Kevin? - LETY!! ela se aproximou pulando em Kevin.
- Lety? - Kevin diz ficando vermelhinho.
- Oi, como você estar? Faz tanto tempo né? - Ela faz carinho nos cabelos de Kevin.
- Estou bem, sim faz muito tempo, fiquei com saudade de você. - Kevin encosta a testa na dela devagar.
- Eu não senti nada, afinal eu quero é que va embora o mais rápido possível, por favor e sem discussões. - Kathirine diz bufando.
- Kathirine! Lembre que Lety é minha ex-namorada, e eu ainda a amo. - Kevin diz corando.
- Não sei como, essa aí se joga na frente de qualquer um, não gosto nadinha dela. - Kathirine suspira e sai andando.
- Sua irmã não entende o quanto eu mudei. - Lety da um selinho em Kevin. - Não posso ficar aqui por muito tempo, vão me colocar pra fora, mas a gente podia se ver algum dia.
- S-Sim claro, quando quizer, que tal amanhã? - Kevin diz assentindo.
- Perfeito. - Lety faz cafuné e sai andando.
- Você é cego né? - Kentin diz e sai andando.
- Cego se amor por ela, como eu amo a Lety. - Kevin diz e vai atrás.
     Na sala de aula, Ambre coloca sua mochila no meio do caminho da passagem, Kevin passa e senta no fundo atrás de Armin, Kathirine que estava prestando atenção nos papeis de anotações acaba tropeçando e quase cai com o rosto no chão, mas alguém a segurou.
- Calma novata, não precisa se jogar em cima de mim.
- C-Castiel?! Olha aqui eu não me joguei eu cai. - Ela stava vermelha, um pouco com raiva mais vermelha.
- Sei, vou fingir que acredito em você. - Ele sorriu e a ajudou a ficar em pé novamente.
- Acredite no que quizer, mas eu não me joguei em cima de você, só tropecei. - Ela riu e sentou ao lado do irmão.


Notas Finais


Espero que tenham gostado :P


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...