História Eu mudei seu jeito , vc mudou minha vida - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Banda Fly (Fly Br)
Personagens Caíque Gama, Nathan Barone, Paulo Castagnoli, Personagens Originais
Exibições 61
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Odeio admitir , mas eu te amo


Narração Paulo Castagnoli

Ver ela depois de tanto tempo , ela ainda continua a mesma menina que eu conheci e sempre amei , não menti quando eu disse aquilo pra ela lá no quarto , eu queria ter ela de volta , quando ela me beijou pareceu que eu voltei a ser adolescente , eu lembrei de tudo , não que eu tivesse esquecido , mas parece que eu revivi tudo apenas com o toque dela ( N/A migo eu te amo mas isso foi gay pra caralho ) , eu sai dali com o maior sorriso que eu poderia dar , mas cheguei em casa e meu sorriso desapareceu, encontrei Milena  ( minha namorada )

Milena : oi amor

Eu : precisamos conversar - ela assentiu e entramos em casa

Milena : o que aconteceu amor ?

Eu : acabou

Milena : como assim ? Acabou ?

Eu : não dá mais , não é vc que eu amo , eu confundi amor com atração, desculpa Milena

Milena : QUEM É A PUTA?

Eu : vc não fala assim dela , ela não é puta , ela é a mulher que eu amo , e sempre amei , mas fui burro por negar isso

Milena : vc ainda será meu Paulo - falou saindo daqui de casa

Eu : JAMAIS -Gritei

Ela saiu e eu me joguei no sofá até que alguém entra

Xxx : oi amor - eu conheço essa voz

Eu : oi amor - era a lua , me sentei e ela veio até mim a puxei fazendo a mesma sentar no meu colo - te amo

Lua : também te amo

Eu : senti sua falta desde que eu sai do Paraná

Lua : também senti , sabia que João fez muito bem o que vc pediu ?

Eu : ele cuidou de vc?  - ela assentiu

Lua :até fingiu ser meu namorado pra afastar o Carter - falou rindo e eu fechei a cara  - tá com ciúmes?

Eu : não - falei seco

Lua :ihhh , rlx que meu coração sempre foi e sempre será seu

Eu: sempr ?

Lua: sempre - sorriu e eu sorri junto

Eu : dorme aqui ?

Lua : não tenho roupa aqui

Eu : veste uma blusa minha , vc já usou meu moletom e uma blusa lembra? - falei lembrando da nossa primeira vez e ela assentiu tímida - vc ainda é tímida?

Lua: é a vida né? O que vamos fazer ?

Eu : sei lá, poderia ficar o dia inteiro aqui matando a saudade que eu tava de vc

Lua : vamos assistir um filme

Eu : qual ?

Lua : qualquer um menos terror , pq vc deve se lembrar do que aconteceu da última vez

Eu : não gosto dessa lembrança - falei balançando a cabeça

Lua : mas e frouxo mesmo -falou rindo

Eu : quer ver o frouxo ? - falei malicioso

Lua : como - falou fingindo inocência

Eu : quer ver mesmo?

Lua : me mostra frouxo - sussurrou contra meus lábios me provocando

[...]

Acordei e vi que lua ainda dormia em meus braços, ela tinha um pequeno sorriso nos lábios e estava com os cabelos bagunçados , fiquei fazendo carinho no mesmo , até ela dizer

Lua : ainda não perdeu essa mania Castagnoli?

Eu : não

Lua : sabe eu odeio admitir, mas eu te amo

Eu : vou levar isso numa boa - ela sorriu e me beijou

Depois levantamos e ela foi tomar banho , eu peguei as roupas que estavam no chão e coloquei no  "cesto "  de roupas , logo ela saiu com uma blusa minha que eu tinha entregado pra ela , depois eu entrei e tomei banho quando eu sai ela falou nervosa

Lua : Paulo Augusto Castagnoli - falou de olhos fechados

Eu : chamo pelo nome todo é pq a porra é seria - falei fazendo palhaçada e ela abriu os olhos e veio até mim

Lua : como eu vou explicar isso pra Luiza e pra Malu?  - falou apontando pro chupão que eu tinha dado nela na noite anterior - responde

Eu : fala a verdade , é vc fala também que eu disse que te amo pra caralho - ela me olhou parecendo que queria me matar - fica calma , amor, tá entrando na TPM né? - abracei ela

Lua : deve ser , como sabe ? - me encarou

Eu : aprendi quando o caíque chegou no estúdio uma vez de olho roxo

Lua : como ?

Eu : Luiza deu um soco no olhos dele não sei o pq , mas depois ela pediu desculpas e falou que era isso - rimos - sério se quiser perguntar pode perguntar

Lua : tô de boa

Eu : vamos no Ibira ?

Lua : tô sem roupa aqui esqueceu ? Ou quer que eu vá pra lá só com sua blusa e calcinha ?

Eu : NÃO - Gritei a fazendo rir - jamais , vamos na sua casa e depois vamos pra lá - ela assentiu

Lua : vc pede pra Malu ou pra Luiza pegar roupas pra mim pq como eu disse , só tô com sua blusa e calcinha - assenti me dando por vencido e sai de casa , fui para a das meninas , chegando lá elas já me perguntaram

Malu/ Luiza : cadê a lua? - elas olharam pra mim é assentiram

Eu : o que foi?

Malu : a noite foi boa né viado ? - a encarei confuso

Luiza : o que vc tem de beleza vc tem de lerdeza, olha no espelho do banheiro gênio , vou pegar umas roupas pra ela - assenti e fui pro banheiro entrei e olhei no espelho , tinha um chupão no meu pescoço também, respirei fundo e sai dali

Eu : valeu princesa - falei pegando a mochila que Luiza tava segurando, depois voltei pra casa e entreguei a mochila pra ela , que foi pro banheiro e logo ela voltou e fomos pro Ibira, ficamos lá o dia todo .


Notas Finais


Continua ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...