História Eu não gostava deles - Capítulo 1


Escrita por: ~

Visualizações 14
Palavras 1.103
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Antes de tudo, capinha bem bosta porque foi feita de última hora mesmo, depois tento criar alguma ou faço um pedido (é que eu não sei fazer capa).
.
Me perdoem por isso!!! Eu não tinha que postar fanfic nova, aish! Eu queria terminar as outras, mas tinha que me surgir uma ideia ontem à noite, tinha que aparecer fanfic nova. Foi muito de repente, eu só pensei e escrevi. Aish...
.
Eu flopei legal na minha outra fanfic, mas vou continuar porque sim e pensei em algumas ideias boas para ela.
.
Hum... então, pode se que eu só atualize mês que vem, ok? Porque tenho provas semana que vem (eu crente que era essa semana, triste). Mas prometo atualizar essa fanfic com frequência. :D
.
.
.

Boa leitura!!! (E por favor, não buguem)

Capítulo 1 - A primeira morte a gente nunca esquece


Era sua primeira vez fazendo aquilo. Observava de longe os passos de sua primeira vítima. Ela não desapontaria ele, até porque sabe que se desapontá-lo, será severamente punida.

E como ela odeia ser punida.

Mas a história não começa aí, ela não resolveu seguir o garoto apenas porque foi obrigada, não foi de uma hora para a outra. Mia conhecia muito bem o menino a sua frente, sabia quantas vezes ele pintou o cabelo até o modo como ele organiza as cuecas na gaveta. Uma stalker? Talvez.

 

Meses antes...

 

Mia olhava atentamente a estrutura a sua frente, o colégio aparentava ser enorme, por dentro e fora. Os portões pareciam ser o dobro de seu tamanho e o pátio era idêntico ao que se pode ver em filmes adolescentes. Diversos grupos conversavam, quem via assim, de longe, nem poderia imaginar que cada grupo carregava um ódio pelo outro. Tudo tão harmonioso à vista dos que estavam do lado de fora do portão.

Mia era de um dos grupos mais importantes, não só fazia parte, como também era a líder desse grupo. Era formado por: seu braço direito, Kim Taehyung; os três valentões do terceiro ano: Kim Seokjin, Kim Namjoon e Min Yoongi; além dos novatos do segundo ano: Jung Hoseok, Park Jimin e Jeon Jungkook.

Mia era para estar no terceiro ano, ela e Taehyung, mas repetiram por conta das inúmeras advertências e suspensões que levaram no decorrer do ano passado. Além  disso, as notas de ambos estavam péssimas, e eles pouco demonstravam interesse em estudar. 

Mas ser repetente não era algo que incomodava Mia, ela estava um ano adiantada. Repetir de ano só fez com que ela se "endireitasse", se formaria no tempo certo, a não ser se repetir de novo. Mia tinha um inteligência fora do comum no primeiro ano, e logo fora colocada para estudar no segundo, mas Taehyung apareceu em sua vida e ela deixou-se levar pelo garoto.

Mia era conhecida pela escola inteira por ser a única menina no grupo. Várias outras tentaram entrar mas ela nunca deixava, sempre quis que os sete garotos só a venerassem e mais ninguém. Ela mandava em todos eles mesmo sendo a mais nova, aqueles olhos fofos e sorriso encantador conseguiam manipular qualquer um, e ela usava isso a favor.

E Mia situava-se na frente dos grandes portões de ferro, esperando pelos outros sete, odiava quando eles se atrasavam. O combinado era eles estarem ali antes dela chegar, mas raramente isso acontecia, e a garota ficava uma pilha de nervos por isso. Mas eles nunca levavam a sério, afinal, a garota tinha uma voz fofa demais para ser levada em conta.

Bufou assim que ouviu as risadas dos garotos, olhou para a direção de onde vinha e se deparou com apenas seis conversando enquanto atravessavam a rua. Mas onde tinha se metido Taehyung?

— Aquele... aish! Me faz esperar e agora nem aparece? Ele me paga — Sussurrou para si mesma, e logo sentiu duas mãos em sua cintura, puxando-a para um corpo que presumiu ser masculino.

— Falando de mim, é? — O garoto perguntou, era o único dos sete que tinha coragem de provocar a mais nova.

— De quem mais seria? — Ela se virou, se deparando com Taehyung, porém loiro. — Pintou o cabelo novamente? Já não falei que isso vai acabar estragando?

— É a última vez, prometo — Ele deu um beijo rápido em sua testa e desfez o abraço, logo segurando em sua mão. — Vamos?

— Onde pensam que vão sem a gente? — Namjoon pergunta, com os outros cinco garotos atrás de si, ainda conversando.

— Agora resolveram aparecer, né? Eu juro que da próxima vez que vocês me fizerem esperar, eu mato alguém! — E Mia fez mais uma de suas ameaças, que nunca eram realizadas. Os garotos acabaram por rir. — Aish! — Ela bufou e logo entrou na escola, puxando Tae, enquanto os outros garotos seguiam atrás dela.

E mais uma vez a cena se repetia, todas as garotas olhavam-na entrar no pátio. Aqueles olharem que demonstravam inveja, ao mesmo tempo cobiçando estarem no mesmo lugar que a menina, ela adorava mais que tudo isso. Principalmente quando surgiam boatos de que ela ficava com os sete ao mesmo tempo, era insano, mas ela amava.

— Sabem, estava pensando em fazer alguma festa, o que acham? — A garota perguntou.

— Por mim, tanto faz. Vou dormir de qualquer jeito — Yoongi falou, dando de ombros.

— Diz o garoto que no final da festa está fedendo a álcool — Mia retrucou, ele apenas revirou os olhos.

— Acho melhor não, você sabe que as ameaças estão aumentando a cada dia e eu não estou querendo ficar na mesma casa que o possível ameaçador — Jin, como era constantemente chamado, falou.

— Verdade, agora essa pessoa insiste em colocar cartas no meu armário. Inferno — Mia bufou e logo revirou seus olhos.

— Mas algum de vocês sabe porque isso tá acontecendo? — Jungkook perguntou.

— Eu não faço a mínima ideia, provavelmente deve ser uma menina que queria estar no meu lugar. Isso é bem normal.

— Mas são ameaças sérias, não acho que essa pessoa esteja brincando. Fica esperta — Hoseok alertou.

Acontece que Mia vinha recebendo ameaças e todos, exceto por ela e Tae, estavam preocupados com a menina. A cada dia a mesma recebia mensagens e cartas assinadas com a letra "C", e só havia uma pessoa em toda aquela escola que começava com essa letra, e Mia estava doida para tirar satisfações com a garota. Infernizaria até ter certeza de que as mensagens pararam.

— Mia, depois quero falar com você. Pode ser na saída? — Tae sussurrou em seu ouvido, para que só ela ouvisse.

— Claro — A menina sorriu, já imaginava o que seria.

Tae estava se comportando estranho ultimamente, se mostrava bastante ciumento quando algum menino chegava perto dela. E sempre abraçava-a quando se encontravam, muitas vezes de surpesa, que nem havia feito mais cedo. Além de que suas provocações estavam aumentando, e as brincadeiras estavam começando a ter um duplo sentido. Mia suspeitava de que o garoto estava gostando dela, e para ela aquilo era um ótimo sinal, já que sentia o mesmo.

— Ei, não tem como conversarmos no intervalo? — Ela perguntou, tentando não demonstrar interesse no assunto.

— No intervalo então, assim que todos saírem da sala, a gente conversa, ok? — Ela assentiu.

 

Atualmente...

 

Mia nunca gostou de Jimin, desde a primeira vez que o viu entrar na escola. Ela sentia raiva dele, e após conhecê-lo, teve mais raiva ainda. Aquele garoto era podre, nunca prestou, e ela sabia, pena que o mundo não saberia disso. Era triste ver que ele morreria como o inocente da história.

— Você vai pagar, Park Jimin. Eu juro em nome dela.


Notas Finais


É isso, espero que tenham gostado. Desculpa se tinha algum erro, não sou professora para escrever tudo certinho. Também tem o corretor que adora trocar umas palavras com outras, mas não teve isso não. Revisei o capítulo tudo, li e reli, então espero não ter erros, amém.
---------
Annyeong!!! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...