História Eu não sou culpado - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae
Exibições 44
Palavras 655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Entregue


   Jaebum chegou a sua casa mais tarde que no dia anterior, entrou de mançinho no quarto e ao acender a luz se deparou com sua esposa parada ao lado da cama com os braços cruzados.

    –isso é hora de um homem casado voltar para casa? Onde você estava?

    –com o Jinyoung num bar–

   –você é casado tem hora de voltar para casa e a hora não é essa!–

    –Lisa não começes ok?– andou começando a tirar aroupa.

    –você quem chega tarde e eu sou quem começa?–

    Jaebum ignorou aquilo e caminhou na direção do banheiro.

    –eu estou farta de ser ignorada ouviu?– falou andando atras de Jaebum.

    –pede o divórçio então, o assinarei com muito prazer–

    – você gostaria disso não é? Porque ai ficaria solteiro e ainda continuaria na presidencia da empresa, mas isso não vai acontecer você ainda vai me aturar por um bom tempo Im Jaebum! –

   Saiu de la e Jaebum suspirou fechando a porta do banheiro.

  

000000000000000000000


Jaebum estava em seu escritório mexendo em alguns papeis até que alquem bate a porta e entra assim que ele da permissão.

   –senhor Im, mandaram entregar isto ao senhor–

    –de quem é?–

    –deixaram na recepção e Não esta escrito o nome do emissor–

    –ok, pode se retirar–

A moça entregou o envelope a Im que o abriu, ficou petrificado com oque viu, seu sangue gelou e sua cara ficou palida.
   Espalhou as fotos e viu que todas se tratavam de ele e Youngjae no parque, pegou um bilhete que estava entre os papeis e começou a ler.

      " o caso é simples, manda hojé xxxx.xxxx$ para essa conta xxxxxxxxxx ou essas fotos irãm parar na imprensa.

    –droga!!!– praguejou, a quantia não era muita para alguem de seu nivel,mas não tinha garantia de que não voltariam a chantagia-lo. Suspirou  se encostando na cadeira.



      Um mês se passou...

  
    –Hyung eu estou muito nervoso, eu nunca fiz isso–

    – é só ter calma, e se ele é tão simpatico como você diz, de certeza que vai ser quidadoso–

     –é verdade que dói muito?–

– não lembro, minha primeira vez foi á 4anos–

  –nossa hyung, você tinha quantos anos?–

     –não é de sua conta!–

    –aposto que o Jackson sabe–

    –cala a boca muleke– Youngjae sorriu e ouviu a campainha soar.

   –hyung ele chegou, vou desligar tchão!– desligou o celular o deixando na comoda, saiu do quarto indo abrir a porta.

   –oi hyung– se lançou nos braços de Jaebum que o segurou pela cintura entrando no apartamento, se sentou no sofa fazendo Youngjae sentar em seu colo, o beijo foi longo e cheio de paixão até a maldita regra do universo atrapalhar.
  Apenas afastaram as bocas mantendo os rostos proximos.

   –Hyung?–

   –sim?–
 
   –eu, bem, eque...eu quero me entregar a você– Youngjae falou brincando com a gravata de Im e só o encarou quando terminou sua fala.
   Aquilo era melodia para os ouvidos de Jaebum, Youngjae estava finalmente se entregando a ele.

   –eu sei que você tem se segurado muito nesse um mês que estamos juntos e não vou dizer que não notei seu volume em quase todas as vezes que nos beijamos pois estaria a mentir, então eu quero acabar com sua angustia.

    – Youngjae eu não quero que você se cinta precionado a nada se...– foi empedido de continuar pelo beijo que Jae lhe roubou.

   – eu também quero isso hyung, eu sei que você é o homem certo pelo qual eu esperei e eu teria meu sonho realizado ao entregar minha virgindade a você Im Jaebum.

   Jaebum se sentiu o mais baixo dos seres ao ouvir aquilo, como ele podia enganar alguem tão doce como Youngjae? Ele não o merecia ninguem merecia Youngjae ele deveria estar no ceu com os anjos. Porém, a ideia de dispurificar Youngjae era tentadora, mais tendadora que seu arependimento. Olhou nos olhos de Youngjae e segurou no queixo tomando os labio de Youngjae se levantando indo na direção do quarto dele.









Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...