História Eu não sou gay - Jikook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 22
Palavras 1.832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sim, mais um capítulo na mesma semana, aproveitem que minha mente está agitada ahsuhsuh, fiquem com Deus, espero que gostem, boa leitura.

Queria mandar um beijão aqui pra Fernanda que tem me incentivado a continuar com a fic, obrigada Fer s2

Capítulo 2 - Two


JIMIN POV'S ON

As palavras de Jungkook pareciam verdadeiras, o que estava acontecendo ali afinal de contas? Quando me dou conta estamos próximos, muito próximos

-Jungkook...-Eu digo ofegante e seus olhos intensos saem de minha boca e encontram os meus, ele estava tão confuso quanto eu.

JUGNKOOK POV'S ON

Aquele pouca distância chegava a me assustar, meus olhos estavam hipnotizados por seus lábios, era como se aquilo fosse um tipo de imã, eu não sei, só imaginava como seria toca-los, beija-los, era isso que eu queria, mas Jimin me tira de meus devaneios com sua voz doce

-Jungkook...- Ele diz e eu volto minha atenção para os olhos dele, num olhar intenso, percebo o que estava acontecendo, aquela proximidade, meu coração acelerado, tudo, o que era aquilo afinal de contas? Solto Jimin bruscamente e me afasto dele imediatamente passando a mão de forma nervosa por meus cabelos, eu queria realmente quebrar aquele clima? Claro que queria! Eu não sou gay, eu não sou gay.

JIMIN POV'S ON

Jungkook simplesmente me solta bruscamente e se afasta de mim, eu deveria me sentir aliviado, então por que me sentia mal? Por que eu queria mais daquilo? Não, eu não quero, isso é só, uma confusão, apenas minha curiosidade, apenas isso, vejo Jungkook daquela forma e não sei o que fazer, por que meus lábios clamavam pelos deles? Não Park Jimin, você não é gay.

-Acho que já ensaiamos de mais por hoje.- Escuto ele dizer um tanto quanto ofegante, eu o olho e apenas faço que sim com a cabeça, pego minha mochila em um canto de sua cama e o papel que continha minhas falas, ele havia caído no chão quando Jungkook me soltou repentinamente e bruscamente, estava quase do lado de fora da porta quando sinto meu braço ser puxado, me viro e encontro um Jungkook com o olhar confuso, acho que nem ele mesmo sabia por que havia me puxado de volta, apenas espero pacientemente

-Jimin, eu...- Ele começa totalmente perdido, parecia tentar organizar seus pensamentos

JUGNKOOK POV'S ON

Eu o puxo pelo pulso, o que eu estava fazendo? Eu deveria querer que ele fosse embora, então por que estava o segurando? Eu olho pra ele, que estava com o olhar tão confuso quanto o meu, mas esperava pacientemente por qualquer coisa que eu fosse falar.

-Jimin eu...- Digo sem saber o que falar, eu não sabia por que havia feito isso, não podia pedir para que ele ficasse mais, afinal, eu não queria isso, ou queria? Estava tentando pensar em algo, mas meus pensamentos estavam parecendo uma folha em branco

-Fique despreocupado Jungkook, não falarei para ninguém o que aconteceu aqui, aliás, nada aconteceu aqui, estávamos apenas ensaiando, certo?- Ele diz e eu o olho, ele sorria gentilmente

-Isso, obrigada, acho que você já sabe o caminho pra fora, caso precise, as empregadas te ajudam, amanhã você pode vir depois do almoço.- Digo duramente sem retribuir o sorriso, e percebo que o dele some imediatamente, aquilo aperta meu coração, mas me mantenho duro.

-Okay, até amanhã Jeon Jungkook.- Ele diz duramente

-Okay, até amanhã Park Jimin.- Ele estava machucado, mas eu precisava agir assim, é tudo tão confuso, não poderia dar corda para algo que jamais dará certo, afinal, eu não sou gay, a porta se bate e escuto passos leves pela escada, me jogo na cama e fecho os olhos

-O que você tá fazendo Jeon Jungkook?- Me pergunto e tento normalizar os batimentos do meu coração e o ritmo da minha respiração

JIMIN POV'S ON

Sinto meu coração apertar quando Jungkook me trata daquela forma, mas, por que? Eu tinha acabado de conhece-lo, por que sentia que tínhamos uma ligação tão forte assim? Por que eu me sentia atraído por ele? O trato com indiferença como ele fez comigo, ele repete as palavras apenas substituído seu nome, pelo meu.

-Okay, até amanhã Park Jimin.- Ele tenta se manter firme, mas sinto um pequeno vacilo em sua voz, que se dane, só teria que aguenta-lo até o teatro rolar, não queria ninguém me tratando bem por dó, mas, meu coração estava acelerado, em um momento eu estava desejando Jungkook, noutro momento, ele me trata mal, e eu faço o mesmo, eu estava com medo, prendo minha respiração e só a solto quando uma empregada vem abrir a porta pra mim, ar livre.

-Você não é gay Park Jimin, não é.- Fico repetindo isso pra mim, mas apenas uma coisa invadia meu pensamento, Jungkook.

Chego em casa e tomo um banho, ainda era de tarde, não tinha ficado muito na casa de Jungkook, ensaiamos apenas uma vez, me deito em minha pequena cama, minha vó estava dormindo, eu não iria incomoda-la, tento decorar minhas falas, e depois de lê-las várias vezes, confiro se tenho alguma tarefa, assim que vejo que não temos tarefa hoje, pego meu celular e vou conferir minhas redes sociais, vou até o Facebook e vejo que tenho uma nova solicitação de amizade "Jeon Jungkook lhe enviou uma solicitação de amizade", vou direto em "Excluir solicitação" mas fraquejo e acabo aceitando, fico em minhas redes sociais até minha avó me chamar pra jantar.

-Então querido, como foi na casa do seu amigo?- Ela me pergunta daquela forma doce enquanto lavamos a louça do jantar, sinto um nó se formar em minha garganta

-Foi tudo bem vó, estamos apenas ensaiando para a peça de teatro, não somos amigos.- Digo me concentrando nos pratos que ela me entregava para que eu os secasse

-Teatro? Que tipo de teatro Minnie?- Ele me pergunta enquanto me encara sorrindo parando de lavar a louça, a encaro e arqueio uma sobrancelha

-Não vou te contar, curiosa, se quiser saber do que se trata, vai ter que ir ao teatro.- Sorrio, e ela fecha a cara começando a reclamar

-Você é um garoto muito chato...- Ela se vira e espirra água em mim

-AIGO!- Digo e ela começa a rir, eu apenas fecho a cara e volto a secar os pratos que ela me entregava, depois disso, assisto um pouco de TV, e vou me deitar, antes de dormir recebo uma nova mensagem, de Jeon Jungkook, abro a conversa um tanto quanto nervoso

Jeon Jungkook: Park Jimin, venha amanhã ás 13hrs.

Bufo, quem ele acha que é? Meu dono? Apenas fecho a conversa sem responder e me viro para dormir, depois de algum tempo pensando em Jungkook, acabo dormindo

JUNGKOOK POV'S ON

Eu envio uma solicitação de amizade para Jimin e fico esperando nervoso por sua resposta, até que depois de 20 minutos meu celular vibra e eu o pego rapidamente "Park Jimin aceitou sua solicitação de amizade", por algum motivo, sorrio, eu iria lhe enviar uma mensagem, mas minha empregada bate a porta avisando que o jantar está pronto e que meus pais estão em casa, desço janto junto de meus pais, porém, não trocamos sequer uma palavra, assim que termino de comer vou para meu quarto, tomo um banho, e tento, tento mesmo, não pensar em Jimin, mas era quase impossível, vou até o facebook de Jimin, e fico vendo suas fotos, não tinha muitas, porém as que tinham, ele estava realmente lindo, na verdade, Jimin é lindo, tomo o devido cuidado e controlo o impulso de curtir alguma delas, não queria que ele pensasse que fico vendo suas fotos, clico na opção de mandar uma mensagem pra ele, e começo a digitar

Me desculpe por hoje Park Jimin, eu não quis ofender você, estava apenas confuso com o que aconteceu, mas não foi nada, afinal, estávamos apenas ensaiando, correto? Enfim, me perdoe, não queria agir daquela forma, pode vir amanhã ás 13hrs?

Digito isso, mas apago a mensagem logo em seguida, não mandaria isso para Jimin, não tenho do que me arrepender, tratei ele como deve ser tratado, não gosto dele, não nos conhecemos, não preciso ser educado com ele, suspiro e mando outra mensagem

Jeon Jungkook: Park Jimin, venha amanhã ás 13hrs.

Digito e logo ele visualiza, porém, não responde, me sinto triste e arrependido, mas fecho minhas redes socias e me viro pra parede, tento dormir, mas Jimin está em todos os meus pensamentos, depois de algum tempo, finalmente adormeço.

JIMIN POV'S ON

Acordo com meu celular e faço minhas higienes, e pego uma maçã, vou pra escola e ao entrar vejo Jungkook ao lado de seus amigos, parecia entediado enquanto seus amigos trocavam carícias, ele ouvia música, rio daquela cena, e ele me olha bem na hora, ele sorri, mas eu fecho minha cara e vou pro canto em que eu sempre ficava

-Jimin, você está aqui?- Escuto uma voz chamar por mim, e logo a reconheço, aquele idiota do Jungkook, o que ele quer afinal?

-O que você quer?- Respondo rudemente e logo Jungkook vai até onde eu estou, ele sorri e chega perto de mim, eu diria que ele estava perto demais

-Jimin eu...- Ele diz se aproximando de mim cada vez mais, eu vou recuando até encostar na parede com ele praticamente em cima de mim, um pouco mais e nossos lábios se tocariam

-Jungkook...o que você está...- Ele coloca o dedo indicador em meus lábios e eu me calo, olho em seus olhos e ele retribui o olhar, ele tira o dedo de cima de meus lábios e volta a se aproximar de mim, nossos lábios roçam durante um momento, que foi rápido, mas deu tempo o suficiente para que uma corrente elétrica passasse por todo meu corpo e meu coração acelerasse, eu sentia a respiração quente de Jungkook em meu rosto, mas ele simplesmente vira o rosto, sem deixar de me prensar contra a parede

-Me desculpe por ontem Jimin, eu não quis agir daquela forma com você.- Ele diz ofegante e sai ás pressas dali sem nem olhar para trás, afinal de contas, o que foi aquilo? O que estava acontecendo? Por que ele havia feito aquilo, e o pior, por que eu havia deixado?

 

Você não é gay Park Jimin, você não é gay, você não gosta de Jungkook, você sempre gostou e gosta apenas de garotas, você não é gay Park Jimin.

JUNGKOOK POV'S ON

Quando me dou conta do que estou fazendo e apenas peço desculpas para Jimin, já que era essa a verdadeira intenção, mas meu corpo havia agido sozinho, eu não consegui me controlar, nossos lábios se tocaram dessa vez, e quando eu senti aqueles lábios macios do Jimin roçando nos meus, meu coração acelerou, e eu queria mais, eu queria explorar cada canto de sua boca, queria beija-lo, mas algum tipo de luz me trouxe de volta ao mundo real, aquilo não foi certo, eu não deixaria acontecer novamente, eu não sei o que tinha acontecido, por que eu tinha gostado? Por que Jimin não me impediu? Por que eu fiz isso?

Eu não sou gay, não sinto nada por Jimin, isso foi apenas um acidente que não voltará a acontecer, eu não sou gay, eu gosto de garotas. Jeon Jungkook, você não é gay.

 

Continua...


Notas Finais


AAAH! São 23:18 da noite e eu tô aqui revisando o capítulo KKKK! Gente eu tô realmente amando escrever essa fic! Deixa eu perguntar pra vocês, tá ficando muito rápido os acontecimentos? Se tiverem alguma crítica construtiva, podem me falar, enfim gente! Até o próximo capítulo, espero que estejam gostando, escutem mais BTS e Inês Brasil também, beijos beijos s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...