História Eu não sou um vampiro! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga
Tags Gaahina
Exibições 69
Palavras 694
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu tava ouvindo umas músicas aleatórias ai me veio essa ideia na cabeça,resolvi escrever(pq eu sei que ia esquecer dps)
E pra quem acompanha minhas outras fic,leiam as notas finais,por favor.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Antes que digam algo,eu realmente não sou um vampiro,mas se eu já me senti como um? claro,todas as noites,e por que? Eu durmo o dia inteiro,nada durante esse tempo me interessa,para falar a verdade,eu odeio o sol.Sinto minhas mãos tremendo e meu corpo completamente dolorido,vou em direção á cozinha,desço as escadas e tudo que eu vejo é negro,abro a geladeira e pego qualquer coisa,enquanto estou comendo sinto como se meu corpo fosse partir ao meio.Meus irmãos já desistiram de mim,me deixaram sozinho nessa casa,preferiam não assistir eu me afogar cada vez mais.Enquanto isso eu lembrava como ela entrou na minha vida.

   Em algum lugar alguns meses atrás...                                                                            

Em meio aquela multidão de gente,eu só conseguia observar os corpos das garotas se espremendo ali,enquanto dançavam sensualmente.

Eu poderia levar qualquer uma para a cama comigo.

Com um copo de uísque na mão,penso em como aquilo era uma droga,era como uma água benta para os vampiros,aquilo os matava,mas mesmo assim eu bebia.E então vejo ela entrar,a morena mais linda que já vi em toda minha vida.

Hey mamães,melhor trancarem suas portas e esconderem bem suas filhas.

Caminho em direção a bela jovem,eu já não estava sóbrio,meus amigos me chamam de louco,e eu acho que realmente estou,podia sentir isso nos meus ossos e correndo em minhas veias também.Quando foi que me tornei tão frio assim?

-Garotinhas tão bela como você não deveria estar sem companhia. -Sussurro em seu ouvido,de alguma forma,aquela garota estava me deixando louco,onde está meu auto-controle?

-E-eu estou acompanhada. -Mesmo com a luz baixa do local,senti que suas bochechas estavam coradas,tão fofa.

Na casa do Sabaku...

Roupas estavam espelhadas pela casa,á cada cômodo que passávamos deixávamos algo para trás,beijos molhados estavam sendo distribuídos pelo pescoço alvo da garota á minha frente,eu já não conseguia me controlar,empurrei ela para minha cama,sem me importar em ser delicado.Nossos corpos suados,o prazer na sua face,o calor subindo pelo meu corpo,aquilo foi maravilhoso.

                                                                                                     .....

 

Eu também não sou um zumbi,mas me sinto como um,comprando comprimidos,que me deixam totalmente dopado.Minha cabeça está girando,minha visão está completamente embaçada e meu estômago já estava sentindo que algo desagradável viria.As vezes penso que sou como uma mulher grávida,porque eu sempre estou vomitando.Consigo rir com esse pensamento,mas assim que olho para o lado vejo uma cabeleira tão escura quanto a noite,ela era minha perdição,aquela simples mulher conseguia fazer eu me afundar cada dia mais,eu estou viciado,tudo por causa dessa mulher.Papai me criou ouvindo Black Sabbath,e acho que esse foi o maior erro da sua vida,aquela ressaca estava me matando,mas mesmo assim me levanto e vou para o banheiro,coloco praticamente todos os meus órgãos para fora e quando olho para a porta vejo ela me encarando com um sorriso.

-Está tão mal assim? -Ainda com um sorriso no rosto me olhava com uma sobrancelha arqueada.

Não á respondo,saio pela porta,passando ao lado dela,pego uma toalha e volto para o banheiro,eu estava um lixo,precisava ao menos de um banho.

                                                                                                 .....

 

Nossas noites eram sempre as mesmas,enchemos a cara ou nos dopamos com alguns comprimidos,mas no fim sempre acabava da mesma forma,transávamos como se não houvesse amanhã,e talvez não poderia ter,com a nossa vida nada saudável.

E mais e mais noites como aquela se repetiram,eu poderia ter qualquer uma,mas somente ela despertava aquele desejo insano em mim.Que Deus abençoe vocês,porque eu estou indo diretamente para o inferno,e irei levar ela comigo.Era o que eu pensava...

Mas chegou um momento que estava tudo insuportável,e já não aguentava tanto assim,e eu realmente fui pro fundo do poço,e somente ela que me ajudou a sair de lá,eu tinha levado ela para aquele meu inferno particular,mas ela ainda pertencia aos céus,eu fui apenas o diabo corrompendo um anjo.Mas eu me curei daqueles vícios com sua ajuda,o único vício que jamais teria cura seria o meu por ela,e aqui estou eu,parado em frente á uma igreja,quem diria que o diabo poderia se casar? Mas eu estava ali por ela,e somente por ela,a partir daquele momento eu deixei todo o meu passado sombrio para trás e a única escuridão que restava em mim era a dos seus cabelos.

Oi,meu nome é Sabaku no Gaara! E eu sou um viciado...um viciado em Hyuuga Hinata!


Notas Finais


Não sei se fico bom,mas eu gostei de escrever :3
Eu to doente ainda mdsssssss(parece que to piorando) e pra melhorar ainda to super pra baixo e não consigo dar continuidade as outras fic :cccc


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...