História Eu nunca te abandonei - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Namjin, Texting
Exibições 67
Palavras 1.015
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Volteii!!! ^----^
PRIMEIRO MINHA GENTE O QUE FOI AQUELE MV NOVO DO BTS?
ESTAVAM TODOS TÃO LINDOS E SEXYS :3 LACRARAMMM DE NOVO u.u Amei o álbum *0* as músicas estão divinas SOCORRO PERDI O FÔLEGO ESCUTANDO ><
Enfim fique o capítulo de hojee aeeeh...

Capítulo 3 - Tudo no seu tempo


Fanfic / Fanfiction Eu nunca te abandonei - Capítulo 3 - Tudo no seu tempo

 

Cheguei em casa após a aula, tomei um banho, fiz as lições de casa e depois almocei sozinho, como acontecia diariamente, já que minha mãe trabalhava o dia todo. Me joguei no sofá e fiquei assistindo a TV, até então normal, mas depois de uns minutos recebi uma mensagem anônima novamente.

*número desconhecido*

Desconhecido — "Jackson vai querer te perturbar novamente, se cuida, e eu vou cuidar de você também, não deixarei aquele imbecil te fazer mal novamente. "

Quem era aquele? O que será que ele quer? Eu estava confuso. Primeiro me mandou uma mensagem no sábado, e agora essa. Eu poderia ignorar, mas minha curiosidade foi maior em saber quem é esse indivíduo.

Jin — "Quem é você???"


Desconhecido — " Alguém que quer o seu bem."

Jin — " Quem garante isso? Eu nem te conheço. O que você quer? "
Desconhecido - "O que eu quero é cuidar de você, não vou te fazer mal"

Jin — " Tá, vou fingir que acredito '-' Qual seu nome?"

Desconhecido — " Só me chame de Kim"

*Contato mudado para Kim*

Jin — "Existe milhões de kim por aí. Seja mais específico, por favor u.u"

Kim — "Agora não Seokjin, com o tempo você descobrirá mais coisas sobre mim.
Querido Jin, eu não sou nenhum maluco, pedófilo ou coisa do tipo. Eu não quero te machucar, mas sim consertar as feridas que você já tem"

Jin — " Tá bom, oh maluco!! O que te disseram de mim, pra você ter que fazer esse papel ridículo de ficar me mandando mensagem anônima hein!? Seja lá o que for, eu não preciso da ajuda de ninguém até porque eu não tenho merda nenhuma, OK!? Tchau!"

Me estressei com aquele abusado. Era só o que me faltava, mais uma pedra no meu caminho, o pior é que alguém anda falando coisas sobre mim, e não são nada boas pelo visto, pra fazer uma pessoa que eu não faço a mínima ideia de quem seja ficar me mandando esse tipo de mensagem.

----------^^-----------

Eram 18:30 quando a campainha tocou, eu fiquei de sair com o Jimin, já que o mesmo insistiu para darmos uma volta. Fomos para uma lanchonete aonde servia hambúrgueres dos deuses e fizemos nossos pedidos. Após isso, sentamos em uma mesa ao fundo do local.

— Você está melhor Jimin? — Perguntei sobre o ocorrido, depois que os hambúrgueres foram servidos. Estava me referindo ao que aconteceu de manhã na escola.

— Sim, hyung. É difícil agradar a quem você ama e que te deu a vida. Sabe, eu sempre quis de algum modo que eles me dessem atenção, por isso estudo feito louco mas, o problema é que tenho focado tanto neles e esqueci que sou um ser humano e preciso pensar em outras coisas além disso.

— Entendo, tento agradar minha mãe todos os dias e ela está pouco se lixando, me sinto inútil ás vezes mas ai penso que tudo tem um significado, e eu não estaria aqui a toa.

— Acho que tem razão hyung. Obrigado por vir, por me escutar e me aconselhar. - Ele sorriu agradecido.

— De nada. E cadê Jungkook? Vocês vivem juntos. — Perguntei vendo logo em seguida Jimin ruborizar.

— O-O Jungkook ele...ele está de castigo. — Falou e abaixou a cabeça triste. Aí tem tenho certeza.

— Hyung, promete que não vai me desprezar, e não ser mais meu amigo se eu disser? Promete? — Realmente tinha algo nesse história.

— Prometo.

— Eu beijei o Jeon em frente a casa dele, e a mãe dele viu. Ela ficou muito brava e bateu nele na minha frente, foi horrível! Ela disse que ele está de castigo e não é mais pra se encontrar comigo, que não queria um filho gay e me ameaçou dizendo que se chegasse perto dele novamente ela ia falar com o pai dele e sabemos como ele é. — Eu estava estático. Primeiro que não sabia que Jimin era gay, segundo que eles se meteram em uma encrenca. A gente tinha noção de como era o pai de Jungkook, ele é um homem carrasco e muito preconceituoso, entendo a frustração do meu amigo.

— Jimin, e o Jungkook depois disso? Vocês se gostam? — Perguntei.

— Ele mandou um recado e dizendo que não era pra eu ficar chateado porque ele já queria também, mais não tinha coragem de tentar, e que gosta de mim mas pediu para que eu me afastasse dele por enquanto, até tudo se resolver. — Jimin deu um meio sorriso, sabia que ia ser difícil se afastar do mais novo mas não podia fazer nada.

— Minie, agora você tem que ser forte e esperar que essa confusão se amenize. Se for pra ter algo entre vocês, vai acontecer. Não importa o tempo, quem tente impedir e quando, se for pra ser será. Você gosta mesmo dele?

— Sim, eu gosto dele mais do que imagina e eu vou ser paciente e aguardar. Tudo pelo bem do meu kookie. — sorriu brevemente .

— Que bonito! Jimin apaixonado, shippei o casal. — Brinquei pra descontrair. — Vamos para a casa, deixa que eu pago.

Enquanto voltávamos, recebi uma mensagem novamente do tal Kim, pensei em ignorar mas novamente minha curiosidade foi maior.

Kim — " Jin vá para casa, agora e rápido"

Jin — " Como você sabe que não estou em casa?? Seu stalker abusado, e pra sua informação já estou indo, ok?"

Kim — " Não importa agora, vá logo, anda, o Jackson soube que você está aí e pra piorar ele está bêbado, e com um pedaço de pau na mão então faça o favor, SAI DESSA MERDA AGORA!! "

Jimin que estava logo a frente parou e me perguntou o que havia acontecido que eu estava estático, mas não deu tempo de responder, logo atrás de mim vinha Jackson bêbado e armado com um pedaço de madeira nas mãos gritando que iria me matar.

— Seokjin!! Eu vou te matar. Você não vai tirar ele de mim tão fácil, IDIOTA!! — Eu fiquei com medo e comecei a correr que nem um louco, mas ele também não ficou para trás mesmo cambaleando.

Quando dei por mim estava no chão, ensanguentado e vendo tudo escuro, depois disso apaguei.

 


Notas Finais


Até o próximo Episódio amores do core ^-^ <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...