História Eu o Protegerei (Imagine Moonbin - Em Hiatus) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias ASTRO
Personagens Moonbin
Tags Agressão, Astro, Empresas, Escolar, Eun Woo, Moon Bin, Reencontro, Rocky, Sanha, Yang_ye-jin
Exibições 127
Palavras 1.434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


De acordo com o dia marcado, aqui está o Prólogo.
Boa Leitura
<3

Capítulo 1 - Prólogo (RVSD)


Fanfic / Fanfiction Eu o Protegerei (Imagine Moonbin - Em Hiatus) - Capítulo 1 - Prólogo (RVSD)

                                                                                      Prólogo

 

 Moon Bin

Abril de 2007

Residência Gong

 

 

-Moon Bin! Cadê esse moleque imprestável? –Gritava minha Tia correndo pela casa. Eu me encolhi na cadeira, estava fazendo minha lição de casa, até que a mesma entrou no quarto com o meu boletim, eu iria apanhar de novo.

 

-Que notas horríveis são essas. –Ela me encarava enquanto estendia meu boletim, quase todas as notas estavam com 100, ou seja a nota máxima, claro que ninguém no mundo conseguiria tirar 100 em todas. -Como você pode tirar 90.0 em Geografia e 89.0 em espanhol!! Trate de estudar já! –Ela saiu  batendo porta e eu comecei a chorar, como um humano pode ser assim?

 

 Desde que meus pais e minha irmã morreram 3 anos atrás, eu me mudei para cá, onde eu divido quarto com meus 3 primos, Jeong Suk (17 anos), Soo Hyun (15 anos) e Yi Young (12 anos). Bom eu me chamo Moon Bin e tenho 9 anos, para alguns eu sou uma criança ingênua e idiota, mas para mim eu sou um adulto em um corpo de criança.

 

 Minha nova “família” chamam aqui de casa, mas para mim é o inferno, todos podem sair e se divertir, já eu tenho que estudar para conseguir manter a imagem da  família Gong. Ou seja minha família só quer que eu tire 100 em tudo, uma coisa impossível na minha cabeça. Não posso nem mais brincar, todos os meus brinquedos foram substituídos por livros, e essa é a minha vida, se é isso que é viver.

 

 Peguei meu livro de espanhol e comecei a estudar , me deitei na cama de baixo já que no quarto há 2 beliches uma para cada um, até que a porta  começou a abrir.

 

-Já começou a estudar?! –Minha Tia já chegou gritando comigo, como sempre. -Bom mesmo, você precisa manter a imagem da minha família. –Nesse momento eu não aguentei ter que guardar tudo comigo.

 

-PORQUE EU SEMPRE TENHO QUE ESTUDAR, EU NÃO POSSO NEM MAIS ME DIVERTIR, PORQUE SEUS FILHOS NÃO PODEM ESTUFAR TAMBEN?!?! –Explodi de raiva e joguei meu livro na cama que antes estava deitado.

 

-OLHA COMO FALA COMIGO, VOCE DEVE RESPEITO A MIM EU TE DOU UM TETO E COMIDA DESDE QUE A RIDICULA DA SUA MÃE E O VAGABUNDO DO SEU PAI MORRERAM JUNTAMENTE COM A SUA IRMÃ, ELES DEVIAM TER LEVADO VOCE JUNTO. –Eu comecei a chorar e desabei no chão.

 

-Ela ...é sua ...Irmã. –Digo ainda chorando.

 

-Voce acha que alguma vez gostei da sua mãe, eu até tive que mudar de nome, ela sempre foi a queridinha do papai, sempre recebendo elogios e muito mais presentes que eu. –Diz ela rindo e fechando a porta.

 

 Eu desabei em lagrimas novamente, mas agora eu tinha certeza , minha tia não bate bem da cabeça, ela é completamente maluca. Logo a porta de abriu  e meus primos me olharam, começaram a vir em minha direção, pela primeira vez achei que eles iriam me ajudar, mas eu sempre estarei errado sobre ele.

 

-Patético. –Diz Soo  Hyun subindo a escada da beliche e se deitando.

 

-Nem estou aqui. –Diz Jeong Suk se deitando em sua cama e colocando um livro sobre sua face.

 

-Que cara de merda é essa, ah é mesmo você é uma Moon Bin, hahah. –Diz Yi Young se sentando na beirada de sua cama e rindo de mim.

 

Moon Bin

Maio de 2007

Entrada da escola Yosan

 

 

 Eu estava saindo da escola com meu boletim, e já sabia que eu iria  apanhar por uma matéria. Caminhei em passos fracos até a entrada da escola onde os pais esperavam seus filhos, e com certeza a minha tia estaria me esperando lá. Ajustei minha mochila nas minhas costas, olhei novamente meu boletim em mãos, minhas mão tremiam eu estava com medo de apanhar na frente de  algum aluno, se isso acontecesse seria zoado o resto do ano. Ao colocar meus pés na calçada da escola já avistei minha tia me olhando, logo ela desviou seu olhar para a minha mão aonde se encontrava meu boletim, vi ela abrir uma sorriso.

 

Caminhei até ela abaixei a minha cabeça e entreguei meu boletim para a mesma, a cada nota que ela olhava seus olhos brilhavam, até que ao chegar a ultima matéria seus olhos perderam o brilho e me olhou, eu ia apanhar na frente de todos.

 

-Como ousa tirar isso em Coreano, você é uma vergonha, pena que você é o único s manter a nossa imagem, seu imprestável. –A mesma levantou a sua mão, nesse momento eu fechei os olhos. Quando.......

 

-Licença!! –Eu abri os olhos e vi uma garota provavelmente do 8 ou 9 ano, segurando a mão da minha tia, ela tinha traços ocidentais, cabelos loiros e olhos verdes. -Ahjumma, o que pensa que está  fazendo?

 

-Eu que lhe pergunto. –Diz minha tia puxando seu braço com força. -Eu estou educando o meu sobrinho.

 

-Esse seu educar pode te levar para a cadeia, e ainda fazer isso na frente de outros pais e  crianças, que exemplo. –Diz a garota que olha ao redor acompanhando pelo o olhar da minha tia, mostrando que havia varias pessoas olhando.

 

-Como você ousa me repreender eu sou mais velha que você, e eu educo o meu sobrinho como eu quiser! –Diz a minha tia levantando a mão para me bater.

 

-Se você for descontar sua raiva nele, não o faça, bata em mim. –Diz a garota entrando na minha frente. –Se você tiver coragem.

 

 Dava para ver a raiva da minha tia em seus olhos, logo ouvi um barulho de tapa, e fechei os olhos. Quando abri a garota estava no chão com a mão no rosto, eu me abaixei perto dela e a olhei.

 

-Pelo menos tem coragem, se soubesse de quem eu sou filha duvido que teria feito isso. –Eu a ajudei a se levantar, depois disso 2 homens de preto apareceram, e um deles estava com um celular em mãos.

 

-Eu estou bem, Sung Joon. –Diz a mesma sorrindo amigavelmente para o homem.

 

-È Bom que esteja em mente em quem você acabou de acertar um tapa, Ahjumma. –Diz o mesmo olhando  sério para minha Tia.  Devemos processa-lá, senhorita?

 

-Não há necessidade, pelo menos não no momento. –Diz a garota olhando para mim. -Você está bem?

 

-Sim. –Respondi meio assustado.

 

-Não precisa ficar com medo, eu sou sua amiga. –Diz a mesma passando a mão no topo da minha cabeça me acalmando.

 

-Devemos contatar a policia senhor? Sim, entendi senhor se divirta. –Diz o segundo homem  que estava conversando com alguém no telefone. -Senhorita seu pai disse que da próxima vez que isso acontecer ele ira processar a pessoa que a tocar e que ela ira apodrecer na prisão.

 

 Vi minha Tia já ficar  desesperada, e seu olhar mostrar o medo que ela sentia, no mesmo momento que ela abriu a boca mais nada saiu. A mesma começou a tremer... pela primeira vez a vi com medo de alguém.

 

-Quem é você? –Finalmente saiu algo da sua boca, e com certeza pelo seu tom de voz já dava para ver o quão assustada ela estava.

 

-Eu sou a Herdeira do Grupo Taemin. –Diz a garota sorrindo e vendo a minha Tia se ajoelhando em sua frente, a mesma começou a chorar e a pedir perdão. -Se algo acontecer com esse garoto, se ele estiver triste ou machucado, eu não vou me responsabilizar pelos meus atos. Vem vamos tomar sorvete garoto.

 

(...)

 

Moon Bin

Maio de 2007

Sorveteria próxima a escola

 

 

 Depois do que aconteceu a garota me levou para tomar sorvete, aqueles homens ficaram dentro do carro vigiando a gente pela grande janela de vidro que tinha na sorveteria.  Já que pelo o que parece ela é herdeira do grupo Taemin, então eles devem tomar conta para que nada aconteça. Eu contei a minha história para ela, e logo quando terminei comecei a chorar, a mesma me abraçou.

 

-Ei! Não chore, eu vou proteger você de todos e quais  quer coisas que fizer mal  a você, ok? –Diz a mesma me apertando mais ainda, mas pela primeira vez em 3 anos me senti protegido, mas ela me soltou. -Qual o seu nome?

 

-Moon Bin e o seu? –Pergunto olhando para ela timidamente.

 

-Eu sou Clarissa Rivers, e agora sou sua protetora, não deixe de me dizer nada.

 

Moon Bin

Tempos atuais

Apartamento de Bin (12-B)

 

Eu olhava uma foto minha e de Clarissa tirada no mesmo dia da sorveteria.

 

-Eu sinto a sua Falta. –Falo para mim mesmo passando o meu polegar pela foto. -Eu vou encontrar você.

 

✴️Eu vou encontrar você✴️


Notas Finais


Espero que tenha Gostado!
Se tiver algum erro, por favor me avise
Beijos da Yang
<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...