História Eu odeio te amar! - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amorodio, Bangtan Boys, Eu Odeio Te Amar
Visualizações 34
Palavras 2.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Harem, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello minna-san \*o*/ Como vcs estão?
Eu fui absorvida por ET's! Sqn! kkkk ><
Aconteceu uns rolos e eu fiquei na bad e sem inspiração e até pensei em desistir da fic, mas uma leitora me incentivou e dps de eu ler a minha propria fic percebi que não era capaz de exclui-la
Obrigada leitora por me incetivar! E Obrigada a todos que amam essa fic!
Sem mais delongas... XD
Boa leitura! ^3^

Capítulo 23 - A Verdade


Fanfic / Fanfiction Eu odeio te amar! - Capítulo 23 - A Verdade

Pov. Miguel/Marina

Yoongi me olha esperando o que eu vou falar, juntamente com o resto que me olhava. Naquele eu pensei que deveria falar tudo, seria melhor, não seria? Yoongi deve estar certo, nós somos amigos, coragem, fale!

_Bem, eu... Eu... - as palavras pareciam não querer sair da minha boca

Todos eles continuaram me olhando fixamente, tranquilamente esperando as palavras tomarem forma em meus lábios. Eu nunca tive tanta coragem quanto emanava, desde criança sempre fui muito medrosa, e agora... Olhe para mim... Não consigo nem ao menos dizer uma palavra...

_Tudo bem... ?- perguntou Hoseok calmamente fazendo meu corpo relaxar um pouco.

_ Sim, na verdade é que eu... Eu... – Nunca me senti tão patética, por quê? Por que não consigo dizer nada?

_ Ele esta muito cansado e precisa descansar, não é?- Falou Yoongi de repente, atraindo a atenção de todos. Então eu concordei levemente com a cabeça.

_Sim, amanhã eu direi com mais calma. – Falo me retirando em seguida, percebendo que os demais fazem o mesmo, devem estar cansados de esperar a minha volta com o Yoongi.

                                                                              --∞--

O dia seguinte foi cansativo. Sessões e sessões de fotos duraram praticamente o dia todo. Os meninos deveriam estar bastante exaustos, porém no final do dia, após o jantar, lá estavam eles reunidos na sala de estar, pensei que aquele deveria ser o momento perfeito para eu contar, mas novamente a ansiedade e covardia me atacaram. Irão me odiar? Colocar-me na cadeia? Não, eles não são assim! Marina deixe de ser idiota e vá!

Sinto alguém tocar meu ombro tirando-me de meus pensamentos, então viro para trás.

_ Hyung!- Vejo Jin com um sorriso doce, então ele me dirige a sala de estar, o que me deixou confusa. Percebo Hoseok se levantar e ceder o lugar. Logo, a atenção é voltada para mim.

_Aconteceu... Alguma coisa?-pergunto confusa

_ Isso é você que tem que nos dizer. – Falou Jungkook.

_Parecia quer você queria nos contar algo importante ontem, não era?- Disse Taehyung

Logo me dou conta do que estava acontecendo. Eles haviam percebido que eu não estava apenas querendo dizer que estava cansada. Sim, eu finalmente cheguei ao meu game over, eu tinha que contar a verdade, não podia mais esconder, Yoongi me disse ontem, eles vão entender, claro que vão!

Meu olhar passa por todos os membros até parar em Yoongi, que continuava quieto em seu canto, sem dizer nada e me encarando fixamente, e eu, ao perceber isso, viro meu rosto rapidamente, apesar de não saber a razão pelo qual o fiz.

Então eu começo eu começo a falar:

_Bem, eu... Não sei realmente como começar a explicar...

_ Pelo começo- Disse Yoongi num tom rude maios ao mesmo tempo relaxante, o que me fez lembrar de nossa conversa .Então eu sorri e continuei.

_Eu... não sou um garoto.- disse rápido mas não o suficiente para que todos não entendessem o que eu queria dizer.

_Que?!- Disse Jungkook surpreso, na verdade todos estavam surpresos (menos o Yoongi que continuava com a mesma expressão de antes), depois de uns minutos percebo as expressões de todos relaxando.

_ Você esta brincando com a gente, não é?-Falou Taehyung- Wow! Eu quase acreditei, quase.

Então eu olhei para o baixo e cerrei os olhos, naquele momento eu queria desaparecer. Eles não vão perdoar, não vão! Mas já não tinha mais como voltar para trás.


_Não, eu não estou brincando. Ontem à noite, o motivo de eu e o Hyung temos demorado tanto foi porque ele me viu com minha roupa de garota e então, eu contei a ele a verdade...

_Mas, Por quê?- Disse Jimin- Por que escondeu que era uma garota?

_Foi por causa da minha tia. Ela precisava de alguém para vir fazer o teste e não tinha achado alguém com as qualificações suficientes para suprir o cargo no dia indicado pelo chefe dela. E Então para ajuda-la a não ser demitida eu decidi “virar” um garoto. O plano era somente fazer o teste, não passar, e voltar para casa, mas... Eu sou muito competitiva e aceitei o desafio, e logo depois tudo aquilo aconteceu e eu acabei voltando... Eu... Eu juro que não queria mentir para vocês!

_ Então por que não contou a nós a verdade quando voltou pela segunda vez?- Disse Jin num tom calmo.

_Foi porque eu tive medo! Medo de que vocês me odiassem e mandássemos eu e minha tia para a cadeia, não sei!

_Realmente pensou que faríamos isso?!- Disse num tom surpreso, mas ao mesmo tempo triste. Senti o clima ficar mais tenso, e apesar de ainda estar de com a cabeça para baixo, e não ver seus rostos sabia que havia os machucados, e muito.

_Me perdoem! Eu sei que por conhecê-los deveria saber que não seriam capazes de fazer isso! Eu fui tão idiota! E estava tão assustada! Não queria ser descoberta e não queria ser afastada de vocês! E mesmo agora, estou com medo! Medo de que não me perdoem, de machuca-los... Sei que trai a confiança de vocês, eu só... Eu só...!- Senti as lágrimas descerem pelo rosto, totalmente silenciosas, meus sentimentos desabrocharam e as palavras já não queriam mais sair. Eu me sentia tão patética, eu os machuquei! Machuquei a confiança e a amizade que havia construído com eles!

Naquele momento ouvi passos vindos em minha direção levantei um pouco o rosto e vi que era Yoongi, que me abraçou logo em seguida e inesperadamente todos me abraçaram também, formando um “abraço coletivo”, aquilo foi o suficiente para me chorar ainda mais. Depois de uns segundos eles me soltaram e se reuniram em minha volta

_Nunca iremos te odiar sua idiota- disse Yoongi

_Apesar de que, pensar que seriamos capaz de te denunciar machucou. – Disse Namjoon- Somos amigos, não somos? Tenha mais confiança na gente!- disse sorrindo

_Realmente você nos enganou direitinho!- Disse Hoseok

_Bem e quando estava pensando em nos dizer?- Disse Jin num sorriso doce e ao mesmo tempo de reprovação, me fazendo sentir como uma filha levando uma leve bronca da mãe.

_Em pouco tempo, talvez?-disse tentando ganhar aprovação.

_Mentirosa!-Disse Taehyung num tom mimado-Provavelmente nem havia pensado em nos dizer!

_Você está bravo comigo Hyung?-Perguntei

_Bem, não...! Mas você é uma garota! Não deveria usar os tratamentos masculinos... - disse olhando para o lado um pouco envergonhado o que me fez querer brincar com ele.

_Então... Oppa?-o Taehyung fica vermelho o que me faz rir.

_ Oye! Mas que merda é essa de Oppa?!- Disse Yoongi num tom levemente rude

_Você não pode chamar o Hyung de Oppa!-Fala Jungkook um pouco bravo

_Por quê?- falo confusa

_Porque não!- todos falam em uníssono.

_ Alias você tem que esconder que é uma garota!- Disse Jimin um pouco alterado

_Verdade, Taehyung para de se aproveitar da situação!- Disse Jin

_Aaah... - fala  Taehyung desanimado se sentando ao meu lado logo em seguida.me fazendo rir.

_ Obrigada, realmente, muito obrigada.

_Bem é estranho te ouvir com sua voz normal e aceitar que o “Miguel” que conhecêssemos é na verdade uma garota, mas podemos nos acostumar... -Diz Hoseok

_ Como assim o “Miguel” que vocês conhecessem?- Digo num tom de bronca

_ É que você não é nada feminina. - diz Yoongi

_Oye! Eu sou... Bem... Você está certo eu não sou... - digo rindo logo em seguida, e sem perceber todos nós estávamos rindo juntos, o que eu me fez pensar o quão era idiota os medos que eu tinha desse segredo ser descoberto por eles.

                                                                      --∞--

_O dia foi cheio de emoções, estou tão cansada... - Falo a mim mesma me deitando sobre a cama- O que será que vai acontecer agora...?

Pov. Miguel/Marina off

Depois da grande descoberta no final do dia Jimin já não conseguira dormir com tal facilidade que dormia antes, pensava o quão inacreditável era aquilo, Miguel era uma garota! E essa afirmação por alguma razão o enchia de felicidade e o deixava inquieto, o que seria aquele sentimento? Então se lembrou do beijo, e aquilo fez seu rosto esquentar e pensar, que talvez, pudesse olha-lo mais que um amigo. E esse pensamento fez com que seu rosto esquentasse ainda mais, e no meio de tantos pensamentos, adormeceu.

Jungkook não parava de pensar em Miguel. Na verdade desde um tempo atrás se sentira inquieto em relação a ele e agora descobrira aquilo... Não podia acreditar, estava esperançoso e de certo modo feliz por saber daquilo. Será que pensava em Miguel mais que amigo? Qual era o sentimento que tinha em relação a ele? Perguntava-se e perguntava e se sentia inquieto a cada pergunta, ele precisava saber o que sentia em relação a ele, quer dizer, ela. Porque algo lhe dizia que talvez, ele não fosse o único a possuir aquele sentimento...

O que será que vai acontecer agora? Perguntava-se Taehyung jogado na cama. Desde que começara a conhecer melhor o Miguel, sentia que algo dentro dele estava mudando. Sentia-se mais ciumento e queria ter a atenção dele somente para ele, além de querer ficar mais tempo ao seu lado. No começo pensava que aquele sentimento era somente de amizade, mas desde que soube que ele era na verdade, uma garota, seus sentimentos pareciam um turbilhão, será mesmo que aquele sentimento que ele estava nutrindo era somente de um “amigo”?

“Hoje eu realmente não vou dormir direito” disse Hoseok a si mesmo, jogado na cadeira da escrivaninha rabiscava em um caderno palavras aleatórias: amizade, confusão e amor. Ao escrever essa palavra pensou em Miguel e em como seu sorriso era lindo... E então, seu coração começou a palpitar rapidamente, e seu rosto começou a esquentar, apagou as palavras rapidamente. Porque escrevera aquilo e porque pensara em Miguel? Nem ele mesmo sabia.

Namjoon tentava se concentrar, mas não conseguia. Às vezes se pegava pensando pequenos momentos que passou com Miguel, mas logo tentava tirar da cabeça. Sentia-se inquieto e ansioso. Nunca havia visto o Miguel que vira hoje. Um Miguel mais fofo e delicado, porém ainda com um gênio forte. E então lá estava ele, deitado na cama tentando tirar tudo aquilo da cabeça.

Era difícil de acreditar como o dia foi cheio de surpresas para Seokjin, a revelação de que Miguel era uma garota foi algo que mexeu demais com ele. Mas após ver o rosto dela cheio de lágrimas, e como sua voz ficava mais tímida enquanto se desculpava com eles, certo interesse pelo lado “feminino” de Miguel, de como era ou é o seu cabelo, como ele falava e como agia antes de ser o “Miguel” de alguma forma não conseguia parar de pensar naquilo.

Yoongi não conseguira compor ou dormir em todo aquele tempo que ficou sentado no sofá. O que vai acontecer agora? O que ele devia fazer agora? Desde que descobrira a verdade sobre Miguel esteve tão inquieto, até quando iria conseguir esconder esses sentimentos? Até onde eles iriam? Eles iam passar? Ele sentia que aqueles sentimentos pareciam crescer ainda mais. Ele sabia que não podia voltar a sentir a indiferença que sentia por Miguel quando o havia conhecido. Ele deveria levar esses sentimentos adiante? Que era a “Marina” por detrás do Miguel que ele conhecia. Odiava aquele sentimento, ele parecia o controlar por inteiro. Então riu de si mesmo. “O amor é mesmo uma droga”, pensou e deitou-se no sofá, caindo no sono.

                                                                           --∞--

A manhã seguinte foi bem agitada. O Manager veio os buscar logo cedo. Precisariam ir para outro lugar para fazer as próximas sessões, finalmente estava quase acabando. Faltava uma semana para eles voltarem para casa, o que deixou todos felizes, mas estavam tão cansados que acabaram dormindo na viagem.

_Miguel, venha comigo um momento, por favor. - fala o Manager a acordando.

_Oh, sim, claro, um momento, por favor. –  Ela tenta se ajeitar o mais rápido possível e se encontra com o manager uns minutos depois, que a leva perto de um alojamento, um pouco parecido com o que ela havia ficado anteriormente.

_Queria lhe apresentar uma pessoa. Ele é um dos filhos do dono da Star Specials.

_Prazer em conhecê-lo, meu nome é Fernando Ferraz...

Marina já não conseguira ouvir mais nada depois do nome Fernando Ferraz. Havia se passado muito tempo, mas ela sabia quem era ele, seus olhos azul piscina, seu cabelo moreno, não havia mudado tanto desde aquela época. Depois de tantos e tantos anos sem ver aquela pessoa e depois de tanto esforço que fez para esquecê-lo, não tinha como não o reconhecer. Seu primeiro amor e ex-namorado, Fernando Ferraz.

 

 

   

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! ><
Finalmente Marina foi descoberta! O que acharam?
Eu realmente amei escrever esse capitulo, mas fiquei tbm um pouco receosa por ele talvez n estar tão interessante...
Vejo vcs nos comentários ou no próximo capitulo! Bye Bye... e....
Bjs com goisto de nutella!! ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...