História Eu Odeio Te Amar - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Pré-adolescentes, Romance
Visualizações 4
Palavras 1.337
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Preciso logo avisar, isso não é uma história de amor.

29/12/2016

Olá querido diário, estou aqui mais uma vez conversando com você mas não para contar uma história legal do meu grupo de amigos, hoje eu conheci uma garota no shopping, como sempre sai com Kamirani e Rikaku, fomos para o parque encontrar mais gente e depois andamos por aí como adolescentes normais de 14 anos, apenas falando alto e dizendo a primeira besteira que vinha em nossas cabeças. Jarikira tinha dito: "Porque não vamos ao shopping, vai lançar um jogo novo, quem sabe não juntamos nossa grana pra comprar" que tinha sido uma excelente idéia. Chegamos em volta de 7 horas da noite, era sexta, então, já esperavamos um monte de casais namorando e se beijando, nem tava pra descrever a raiva que sentiamos de todo esse amor entre garotas bonitas com caras babacas, enquanto nós que tinhamos boas personalidades e bom caráter nem conseguíamos um beijo. Tinha uma garota que acabava de brigar com um namorado, que coincidência ela acabou esbarrando justamente em mim, eu percebi o ódio dela pelo namorado só de olhar pra ele, nós pedimos desculpas uma para o outro e seguimos com a noite, sem nem pensar que não seria a primeira vez. Vimos o jogo que queriamos ver, mas juntanto nossas mesadas não iamos comprar nem um cartão de memória para aguentar o jogo no nosso vídeogame, tinha um filme passando no cinema e concordamos que deveríamos ver antes que os ingressos esgotarem , o filme na verdade era um completo lixo, no final saimos e vimos aquela mesma menina na praça de alimentação, chorando com as mangas da sua camisa cumprida cobrindo seus olhos cheios de lágrimas, fui levar ver o que estava acontecendo e todos os meus amigos disseram: "Deixe isso pra lá e apenas mais uma que se iludiu" mas é óbvio que eu não ia ignorar, chegando perto pergunta se algo tinha acontecido, ela não me reconheceu e nem percebeu que tinhamos esbarrado, acabou colocando seu rosto no meu ombro e disse o que aconteceu, aproveitou e me contou quem ela era. Horas depois do papo, meus amigos já tinham ido embora e eu nem tinha ligado, foi naquele dia que viramos amigos, espero que seja mais que uma simples amizade.

05/01/2017

Olá diario, não sei se lembra daquela garota que falei pra você, eu converso com ela pelas redes sociais e amanhã ela e eu sairemos juntos, mas só como amigos, nada sério, então, acho que deveria contar um pouco mais dela pra você. Seu nome é Albuki e tem 12 anos, mora aqui mesmo em Tóquio, o garoto que estava brigando com ela era seu ex-namorado, se separaram após ela descobrir que estava sendo traída, o pior que suas amigas já sabiam e apoiaram só pra sacanea mesmo, estamos falando desde daquela noite, parece uma garota legal, amanhã veremos o que acontece. 

06/01/2017

Hello, acho que eu e você já somos amigos, então, não precisamos de formalidades, além de que você é apenas um objeto inanimado, mas bom, novamente terei que te falar como foi meu dia, finalmente consegui sai com a Albuki, demorou mas aconteceu, ela queria que você surpresa por isso eu não sabia pra onde iriamos e nem o que faríamos. Havia uma loja de mangá enorme perto da minha casa, por algum motivo ela queria que eu ensinasse e recomendasse animes ou outras coisas para vê, até fiquei surpreso por todo aquele interesse repentino, chegando lá, compramos duas edições de One Piece, ainda estava começando o passeio, fomos passear no parque, foi quando ela me explicou que costumava andar de bicicleta com seu pai naquele local perto de uma árvore que ela costumava brincar, então, decidi agradar ela, realmente entendi porque ela costumava brincar naquela árvore, toda criança que estava por perto ficava empolgada com muita facilidade, ela choro, obviamente, eu fiquei confuso, mas ela contou, na verdade seu pai tinha morrido há muitos anos atrás por causa de um acidente de carro, consolei ela, voltamos a nós diverti e esquecer toda essa história. Eram 4 horas da tarde e ela quis passar numa fábrica abandonado, era uma antiga fábrica de comida pra cachorro que tinha falido por causa da falta de organização do chefe, sua mãe havia trabalhado lá como segurança, por isso, Albuki possuia a chave, entramos sem medo e fazendo barulho, chutamos caixas, gritamos e subimos no telhado onde tínhamos uma vista de Tokyo, não era uma vista incrível, mas era legal e eu só me preucupava em estar ao lado dele, nem era noite e eu me senti apaixonado pelo jeito dela. 7 horas nos saímos da fábrica, com vontade de mais, andamos pela cidade como adolescentes curtindo a vida, no final deixei ela em casa, quando vi um videogame de última geração na sala ao lado do sofá, não pensei duas vezes, pedi autorização para jogar, e começamos a jogar em co-op, a noite toda e eu ainda estava lá, mas acredite, eu voltei pra minha casa e não consegui um único beijo. 

03/02/2017

Se passou quase um mês sem nos vemos denovo, mas conversamos todos os dias, as aulas começaram hoje e ela era é do meu colégio, nem consigo imaginar dividir a mesa com ela na cantina ou fazer juntos o trabalho para uma feira de ciências. No colégio encontrei meus amigos, esperei ela, até que nos encontramos, ela estava muito animada, assim como eu, nesse tempo, Albuki tinha virado uma fã de histórias em mangá. Intervalo, finalmente a professora nos liberou, quando percebi que Albuki estava com as mesmas amigas que tinham sacaneado ela anteriormente, achei que ela não seria burra de se relacionar com elas novamente, mas estava enganado e não acreditei quando vi a Albuki agarrando com seu ex namorado. Acenei para ela que rapidamente veio falar comigo, questionei sobre aquilo, ela afirmou que seu ex estava arrependido e queria voltar pra ela, o mais chato e que ela aceitou, eu não aguentei e brigamos foi tão sério que não conversamos mais naquele dia. Pode acreditar? Como ela faria uma burrice dessa denovo Diário? 

15/02/2017

Não sei quando tempo já se passou depois daquela briga, mas, não falei mas com ela, sei que achei que um mal amigo, deveria ter apoiado ela, invés de discutir, agora acho que posso tentar fazer as pazes. 

16/02/2017

Você sabe que eu tentei mas aquela metida não me ouviu e ignorou meus conselhos, aquele maldito deixou ela daquele jeito, eu ainda amo ela.

18/02/2017

Não devia ter entrado naquela briga, agora só tenho você, querido diário, minha mãe resolveu tirar todos os meus privilégios, o namorado da Albuki me provocou, ele sabe que faço tudo por ela, mas ela ficou calada e nem levandou um dedo pra me ajudar, mas insisto em dizer que a amo.

29/02/2017

O babaca insiste em brigar, já é a terceira vez, meus amigos nem sentam mais comigo, mas, DANE-SE, aquela burra, me destruiu e ainda pensei que pudessemos ter um futuro juntos, eu já estava pensando em namorar com ela, casar com ela e até mesmo construirmos uma vida juntos. Amanhã se ele me enfrentar, não vai ter volta. 

04/03/2017

Oi Diário, desculpa aquele espanto da última vez, os meus remédios estão me deixando mais calmo, mas pelo menos não tenho problema com aquele cara, eu avisei que ele ia aprender, a faca até que atravessou a costela dele com bastante facilidade. 

10/03/2017

Tive uma conversa com a Albuki, ela me disse que não me queria mas perto, mas...EU AMO ELA.

12/03/2017

A polícia continua me espionando depois do "acidente" da faca, os remédios não funcionam, ej não ligo mais, vou dar um fim na minha história.

15/03/17

Hoje é meu aniversário, deveria ser feliz, mas acho que a arma que estou apontando na minha cara deixa claro que nada está bem, ela não me quer mais, estou sendo processado por agressão, meus remédios são todos de depressão, choro o tempo todo, essa é a última vez que estaremos conversando não é? Diário, você sabia o tempo todo que isso não é uma história de amor?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...