História Eu posso ouvir sua voz (yoonkook) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Doutor, Hospital, Jihope, Namjin, Romance, Vhope, Yaoi, Yoonkook, Yoonmin
Visualizações 135
Palavras 1.694
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa pela demora de atualizar a fanfic, estou me esforçando para mudar isso.

Boa leitura.

Capítulo 5 - O motivo da sua dor.


Jungkook POV

Namjoon hyung estava falando sobre alguma coisa comigo, mas eu apenas acenava e fingia que estava ouvindo, no entanto eu estava pensando era no Dr. Min, no como ele tinha sido gentil comigo no aeroporto e agora ele tinha me operado, sorri com a ideia de poder ser o destino.

O que posso fazer? Com meus 19 anos eu era escritor, um escritor de romance, que acreditava no amor a primeira vista, com já dois livros publicados, eu considerava meus livros uma versão de uma vida, que eu queria pra mim. E naquele momento eu estava vendo o Dr. Min como um galã de um possível novo livro meu, ele desperta algo, que quem é escritor sabe como é a sensação, ele me dá inspiração e nesse momento eu estava querendo conhecer mais dele.

Peguei meu caderninho, que Yoongi me deu e comecei escrever, enquanto Namjoon hyung ainda falava.

-"Hyung, você conhece o Dr. Min a muito tempo?" – Mostrei o caderno com a pergunta, Namjoon a leu e sorriu.

- Eu diria que sim, conheci Yoongi hyung por causa do Jin, ele é irmão do ex namorado dele. – Ele disse triste, peguei o caderno e comecei escrever de novo.

- "Ex namorado? O Jin hyung tem um irmão?"

- Tinha Kookie. – Como assim tinha? Olhei para ele esperando que ele continuasse, mas ele olhava pras pontas dos dedos com a cabeça abaixada e triste. – O Jimin morreu, ele era irmão do Jin e namorado do Yoongi hyung.

Eu olhei para Namjoon hyung sem saber o que falar, o seu cunhado morreu.. Imagino o quanto deve tá sendo difícil pro Jin hyung e pro Dr. Min.

- Jimin morreu há um mês em uma cirurgia, que Yoongi hyung fez, por isso ele quer desistir de ser um cirurgião. – Ele suspirou. – Por isso que ele quase não fez sua cirurgia.

- "Mas no fim ele fez" – Escrevi o mostrando.

- Sim, ele fez e sou grato a ele. – Ele sorriu bagunçando meu cabelo.

(...)

A tarde Jin hyung apareceu no quarto para me ver e perguntar como eu estava, disse que estava tudo bem e ele sorriu contando uma novidade para mim e Namjoon hyung. Ele disse que iríamos morar na casa do Dr. Min até eles acharem uma casa, que desse pra eles pagar, Namjoon hyung ficou surpreso com isso e perguntou se o Jin hyung estava brincando, ele disse que não, mas que precisava da ajuda do Namjoon hyung (se ele sentisse que podia, pelo acidente) para levar as coisas deles pra casa do Dr. Min antes que ele voltasse atrás em deixar irmos pra lá.

Fiquei sozinho no quarto enquanto Namjoon hyung saiu com Jin hyung para mudar as coisas da casa, eu estava só deitado olhando para a janela do quarto, quando o Dr. Min entrou no quarto. Ele não deve ter reparado, mas o jaleco dele estava aberto e dava pra ver as roupas que ele vestia, como também dava para ver o quão magro ele estava, ele estava comendo mal? Comendo mal por causa do seu ex namorado? Seus olhos também tinham olheiras escuras e ele parecia cansado, e por incrível que pareça o Dr. Min ainda estava lindo.

- Oi Jeon Jungkook. – Ele disse dando um pequeno sorriso, que vi que era apenas por educação e não porque estava feliz.

- "Sem o Jeon, Dr. Min." – Escrevi mostrando a ele e fazendo uma careta pela sua forma de falar formal.

- Ok ok. – Ele sorriu pequeno. – Mas sem Dr. Min, onde foi parar o hyung de hoje cedo?

Sorri pra ele assentindo, então ele deixa eu o chamar de hyung, vi ele sorrindo de volta mostrando a gengiva, ele era fofo e seu sorriso doce, um ótimo galã na vida real.

- "Tudo bem hyung, sem Dr. Min."

- Ótimo, então... Como você está se sentindo? – Ele olhou para meu rosto me analisando. – Alguma dor?

- "Não, está tudo bem, só um pequeno desconforto, mas estou bem, os remédios pra dor estão servindo."

- Que bom, então talvez amanha- – Ele parou de falar quando alguém abriu a porta do quarto com tudo, era um moreno, ele olhou para Yoongi hyung bravo e andou até ele segurando seu colarinho.

- É verdade?! É verdade Yoongi?! – Perguntou bravo. – DIZ! – Gritou.

- Me solta Hoseok estamos em um quarto de hospital, temos um paciente operado aqui, você não pode- – Parou de falar quando o garoto o interrompeu e olhou pra mim.

- Então é verdade, você operou alguém. – Soltou o colarinho do Yoongi hyung. – Depois de você ter matado o Jimin para salvar o Jin você teve a coragem de operar mais alguém?! Você me disse que não operária mais ninguém Yoongi!

- O Jungkook morreria se eu não o operasse. – Ele disse baixo olhando pro cara.

- Morreria? Da mesma forma que o Jimin morreu? Ah espera. – Ele disse se aproximando do hyung. – Você matou ele, matou ele porque não pôde dizer não a ele, você apenas concordou em matar o Jimin para assim poder salvar o Jin! – Ele cutucou o peito do Yoongi hyung enquanto gritava.

- Eu não consegui dizer não a ele Hoseok, o que você queria que eu dissesse a ele? O que você diria com ele te implorando para salvar o irmão dele?! – Yoongi hyung olhou pro cara sério, mas eu notava que ele estava triste.

- Eu... – O cara engoliu em seco. – Eu seria egoísta com ele, eu não deixaria ele fazer isso, mesmo que eu soubesse que Jin hyung morreria, mesmo que eu soubesse que Jin precisava daquele transplante de coração, eu não mataria o Jimin para conseguir salvar o Jin hyung. – Ele disse dando um passo pra trás olhando pro chão.

- Hoseok!

Yoongi hyung gritou, olhando para ele e depois para mim, Hoseok me olhou e parece que notou o que tinha feito, ele apenas olhou para Yoongi sem dizer nada e saiu do quarto.

Então era isso, Jimin morreu para salvar seu irmão, olhei para o rosto do Yoongi imaginando toda dor que ele estava tendo que aguentar, imaginando o quão culpado ele devia está, engoli em seco imaginando a solidão do peito dele, a verdade era que meu galã estava sofrendo uma dor que não sei como curá-la. Yoongi hyung estava com a cabeça baixa sem falar nada, o quarto estava silencioso, eu só escutava passos no corredor do hospital.

- "Hyung, eu posso andar um pouco?" –Escrevi perguntando e depois tossi para que ele visse a pergunta escrita no caderninho.

- Sim, Jungkook. – Ele me olhou surpreso, na certa deveria está se perguntando se vou dizer ao Jin.

Olhei para a janela vendo que em poucos minutos o sol ia embora e eu lembrei que realmente sempre quis ver o por do sol algum dia com alguém.

- "Vamos assistir o pôr do sol juntos? – Perguntei.

- Que? – Ele me olhou surpreso.

- "Vem, me ajuda a levantar". – Sorri pra ele.

Yoongi hyung se aproximou da cama e me ajudou levantar com cuidado e me ajudou a andar devagar, ele estava calado o tempo todo. Quando chegamos ao terraço do hospital nos sentamos em um banco que tinha lá em cima e ficamos calados, ventava um pouco e a sensação do fim de tarde junto do vento batendo em meu rosto me fez sentir que podia desabafar naquele momento com Yoongi hyung, mas antes que eu escrevesse algo ele começou a falar.

- Jimin na verdade era primo do Jin hyung, a mãe do Jimin morreu quando ele era ainda bebê e seu pai se casou e foi morar fora do país. O pai dele deixou Jimin morando com seu irmão, mas a família do Jin hyung sempre o tratou como um filho, Jin hyung via Jimin como um irmão. – Olhei para Yoongi hyung vendo ele olhar o sol se pôr triste enquanto falava. – Jimin o amava mais que tudo, Jin cuidou dele quando ele se sentiu abandonado pelo pai, cuidou dele nos dias das mães quando Jimin sentia falta de sua mãe, Jin hyung foi a família dele, Jungkook. – Sua voz ficou trêmula, senti como se ele fosse chorar a qualquer segundo.

Segurei a mão dele dando um pequeno apertão o apoiando, ele não precisava me contar mais nada, eu não diria ao Namjoon hyung e muito menos ao Jin hyung, isso era algo do Yoongi hyung, só ele poderia falar disso.

- Eu não consegui dizer a ele que não faria aquilo, não consegui deixar a família dele morrer... – Peguei meu caderninho e escrevi algo que queria contar a ele e assim fazer ele parar de pensar em sua dor, durante alguns segundos.

- "Namjoon hyung não é meu irmão verdadeiro, não temos nenhum laço sanguíneo." – Mostrei a ele, Yoongi hyung me olhou surpreso, eu apenas dei um pequeno sorriso.

- Eu havia notado que os sobrenomes eram diferentes, mas pensei que um de vocês tinha o sobrenome da mãe. – Eu sorri e balancei a cabeça negando.

- "Eu não tive pai, minha mãe morava com um cara e comigo, quando ela morreu o cara não apareceu mais, demorou 2 dias para a polícia aparecer lá em casa, eu era uma criança não sabia o que estava acontecendo, mas acharam o corpo dela morto na cozinha e eu todo sujo e faminto ao lado de seu corpo chorando." – Yoongi engoliu em seco.

- Sinto muito, Jungkook. – Dei um pequeno sorriso para ele não se preocupar, mas falar daquele assunto ainda doía em mim.

- "Um dos policias que foram lá em casa era o pai do Namjoon hyung, ele me adotou e bom, fui morar com eles." – Terminei de escrever me sentindo meio sonolento por causa dos remédios que eu estava tomando.

- Você não precisava ter me contado isso, mas obrigado por ter confiado em mim. – Ele sorriu. – Você não vai contar ao Jin hyung sobre o Jimin, né?

Sorri negando e deitando minha cabeça em seu colo olhando o sol se pôr, sentindo o sono me preencher. O vento ainda batia em meu rosto e eu me sentia confortável em está no colo do Yoongi, geralmente eu me sentiria envergonhado de ter deitado a cabeça no colo de alguém que nem conheço direito, mas eu confiava no hyung.

Senti uma mão quente fazer um pequeno carinho na minha cabeça suavemente.

- Obrigado, Kookie. – Escutei ele falando e sorri, por ele me chamar pelo meu apelido, com os olhos fechados.


Notas Finais


Então... O que acharam desse capítulo? Muitas revelações? Kkkk

Me conte o que acharam, por favor sz até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...