História Eu prefiro garotos... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 10
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem, esta é minha fanfic aqui no site.
Espero que gostem demasiadamente ^..^

Capítulo 1 - Capítulo 01



“I’ll sing with all my heart
if you say you can hear my voice”

 

 

- Jeon ! -  "acordei" do meu mundo de fantasias quando Taehyung jogou um livro em minha cabeça. Olhei em volta e percebi que todos os alunos haviam saído da sala de aula, sobrando apenas eu e meu amigo desde a infância, Taehyung. - você anda muito aéreo estes dias... está doente ? - perguntou ele de modo gentil. Balancei a cabeça de um lado para outro, negando. Não, eu não estava doente, mas algo me incomodava á muito tempo. Um garoto. Sim, um garoto, não uma garota. Em meus sonhos, um garoto ruivo vinha e me dava um doce beijo. Era algo bom, que me trazia uma sensação de paz, e que me fizera pensar nisto á vários dias. Seria eu gay apenas por sonhar nisto ? Não, eu não poderia. O garoto nem mesmo era real, então o sentimento também não deveria ser. 

Peguei minha mochila e dei um empurrão de leve em Taehyung; 

- Eu estou ótimo. Vamos ? - falei com um sorriso, enquanto saíamos da sala. 

- Eu vou por aqui hoje... ahn..... minha mãe pediu para eu comprar algo no mercado- falou V, gaguejando um pouco. Estava óbvio que estava mentindo, mas resolvi não retrucar,  até  mesmo porque ele nunca mentira para mim. Deveria haver alguma boa razão para isto, então.   

-Claro- falei com um pouco de sarcasmo, sendo que havia um mercado na esquina mais próxima dali - nos vemos amanhã ?

-SIM-  falou rapidamente enquanto ia embora, tropeçando nos próprios pés enquanto corria, com um sorriso amarelo no rosto - tchau ! 

Dei uma risada de leve. Ele deveria estar saindo com alguma garota bem bonita, para mentir até mesmo para mim. 

Continuei meu caminho. Aquele dia parecia mais especial que os outros. Estava ensolarado, com uma ótima brisa que passava pelas ruas. Eu andava calmamente por aquele caminho, até paralisar na metade dele. Havia parado em frente á um garoto meio baixinho, com cabelos ruivos ao vento, ouvindo música em um fone de ouvido. Ele me encarou, e caminhou até mim com um sorriso. 

~Te achei..... ~ falou ele calmamente enquanto se aproximava cada vez mais perto, se aproximando de mim e depositando um beijo em meus lábios.  Me afastei rapidamente do garoto, depois de acordar daquele "choque". Era ele. Ele era o garoto dos meus sonhos !

~ Q-quem é você ?~ perguntei, com receio da resposta. 

~ O amor de sua vida~ ele falou, com um sorriso brincalhão~ ou pode me chamar, se preferir, de Park Jimin. Fico feliz em lhe conhecer, Jeon JungKook. 

Olhei perplexo para o garoto em minha frente, alguns minutos após  afastá-lo de mim. Aquilo só poderia ser uma brincadeira de mal gosto. Mas algo me intrigava mais que ele estar ali parado, me observando, após me beijar. Como ele sabia meu nome ? E por que ele era parecido com o garoto dos meus sonhos ? Em meio aqueles pensamentos, decidi que deveria fazer algo, ao invés de ficar ali, apenas imergido em pensamentos que não fariam nenhuma diferença no momento. Comecei a correr desesperadamente,  sem ter algum rumo ao certo e mais e mais lágrimas começaram a cair. Quanto mais rápido corria, mas sentia minha garganta seca e parecia estar me desligando daquele mundo, a buzina dos carros ficando mais irreconhecíveis e estranhos á minha audição. Meu coração batia rápido, e senti que não era apenas por ter acabado de correr tanto. Era algo a mais.  Eu havia acabado de beijar um desconhecido que, ironicamente, me conhecia ! E ainda por cima um garoto !
Limpei as lágrimas com a manga da minha blusa, e, com a vista ainda um pouco desfocada, avistei outra surpresa para o meu dia. Próximo aonde eu estava, Taehyung esta beijando um garoto, de um jeito apaixonado e descontrolado. Fiquei os observando, até que ele percebeu minha presença ali.
- K-Kook !- ele gritou, correndo em minha direção, até o garoto o segurar pela blusa e falar algo que não consegui ouvir. V negou com a cabeça, e veio correndo em minha direção, com um sorriso meio idiota no rosto.
- Ahn.... oi ? – perguntou ele fingindo que nada havia acontecido.
- Por que você mentiu para mim ? – perguntei, mas ele apenas desviou do assunto. Voltei a repetir a pergunta novamente, sem resposta.
-POR QUE VOCÊ MENTIU PARA MIM TAEHYUNG ?- perguntei mais alto, o que o fez se assustar um pouco- você é gay ? por que não me falou nada ? lembra do nosso pacto desde crianças ? Que  deveríamos sempre contar tudo um para o outro ?  Eu sempre o cumpri, mas você pelo jeito, não fez o mesmo- falei bravo, aumentando meu tom de voz a cada palavra que dizia. Taehyung me olhou se controlando um pouco, como se quisesse falar algo, mas não pudesse. Me puxou para perto dele, e me deu um abraço.
- Eu não posso lhe contar agora, Kook.... mas eu prometo... não, melhor, eu juro por minha coleção de mangas de Bleach que eu te conto tudo depois ! – falou, e percebi que era uma promessa séria. V nunca sequer deixou eu pegar naquela coleção, era como um tesouro para ele. Dei um sorriso bobo, e voltei a chorar.
-Ei ei, parece que não é só eu que preciso contar algo para o outro, não é mesmo ? O que foi, Kook ? Por que estás chorando ?-  perguntou do modo como fazia desde criança quanto eu parecia esconder algo dele.  Dei um sorriso pelo canto da boca enquanto caminhávamos em direção a minha casa.
- Só se você me contar primeiro quem era o sortudo que estava contigo naquela hora.


-Jeon Jung Kook, eu sempre quis te dizer isto, mas, você é o cara mais incrível que eu conheço.  Beijar assim um desconhecido, sem nem saber o nome, sendo ele um gato....
-Mas eu sei o nome dele ! E foi ele que me beijou !
-Como assim, você sabe o nome dele ? Qual é ?
-Park Jimin.
Um silêncio permaneceu no quarto. Comecei a ficar incomodado com aquilo.
- O que foi, hyung ?
-Eu estou tentando me recuperar.... tem certeza que o nome era este mesmo ?
Revirei os olhos, concordando. Aonde ele queria chegar ?
Depois de mais um longo período de silêncio no quarto, Taehyung derrubou o vaso de pipoca dando um grito. 
- Ele é considerado o cantor com maior beleza masculina e voz da Coréia ! MEU DEUS VOCÊ BEIJOU O PARK JIMIN- gritou Taehyung, e minha mãe abriu a porta na hora
-Filho você é gay ????


Ferrou. 
 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...