História Eu prometo amar só você - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, Mark, Personagens Originais
Tags Jackson, Mark, Markson, Romance
Exibições 277
Palavras 1.050
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente, eu ia atualizar ontem, mas acabei esquecendo.

Esse é provavelmente o penúltimo capítulo.

Capítulo não revisado por causa do lemon, desculpem os possíveis erros.

Espero que gostem.

Boa Leitura.

Capítulo 22 - Família!


Fanfic / Fanfiction Eu prometo amar só você - Capítulo 22 - Família!

Família!

 

Dois meses depois.

— Ei, calma! — Digo sorrindo enquanto Jackson me pressiona contra porta ainda fechada. — O que os vizinhos vão pensar em...

Ele me pressiona ainda mais, colando seu corpo ao meu, me dando um beijo no canto da boca.

— Quem liga para os vizinhos? — Murmuro um “Eu?” — Ah Markie...

Ele toma meus lábios com um beijo calmo, o empurro devagar rompendo o beijo, me viro e giro a chave abrindo a porta.

Entro no apartamento com Jackson me abraçando por trás. Viro pra ele o olhando fixamente, passo minha mão em seu rosto, tiro alguns fios que cobrem seus olhos.

— Jackson? — O mesmo sorri. — Eu ainda estou de greve.

— Que? Ah Mark, eu não aguento mais, isso já durou tempo demais.

— Para de drama. — Solto uma risada alta. — Eu comecei a greve ontem.

Começo a andar, perto do sofá ele me vira e me empurra sem muita força, caio deitado no sofá e o mesmo fica sobre mim.

—Eu quero você agora. — Sussurra em meu ouvido, deixando um beijo em meu pescoço. — Eu senti tanta falta.

— Eu quero dormir, estou cansado. — Digo rindo.

— Para com isso. Você vai poder descansar quando fizermos o mesmo que o Jinyoung e o Jaebum.

Arregalo meus olhos, tento me levantar, mas o mesmo me impede.

— Vamos dormir? Comer? Assistir um...

— Markie! De novo fugindo do assunto.

— Pra que falar em casamento agora em?

Ele se senta no sofá e eu faço mesmo.

— Porque eu te amo e quero casar e...

O interrompo.

— Pode parar, não vamos fazer tudo que o Jinyoung e o JB fizeram né.

— Você sabe que não é por isso né, eu só quero ter uma família com você.

Se levanta, me olhando sério.

— Casar? — Digo já sem paciência. — Adotar? Jackson pra que pensar nisso agora? Vamos só continuar como estamos.

— Você não confia em mim não é? — Fito o chão. — Acha que eu... Tudo bem Mark. Eu preciso ir agora, nós vemos depois.

Jackson se aproxima me dando um selinho, antes que ele possa andar seguro a barra de sua blusa.

— Eu confio em você. — Digo baixo ainda o segurando. — Só... Não estou pronto pra essas coisas. Ainda.

— Eu precisava tanto de você, mas tudo que eu fiz foi te afastar. — Jackson fala. — Eu voltei e ainda assim eu não era o mesmo de quando te conheci. — Ele sorri. — Não consigo esquecer quando disse que iria me esperar. — Ele se aproxima de ainda mais de mim, me olhando fixamente com um leve sorriso. — Eu posso fazer isso.

— Me esperar?

— Não. — Ele diz ainda sorrindo.

— Como?

Sua mão “passeia” por meu rosto, enquanto a outra segura minha cintura me puxando colando meu corpo ao seu.

— Eu não vou esperar, eu vou te mostrar o quanto eu te amo, e que você pode confiar em mim sempre. — Sorrio com suas palavras. — Vou te mostrar que podemos ser uma família, eu um bom pai e você uma boa mãe?

— Bobo! — Bato de leve em seu peito, sorrindo. — Você sabe que eu te amo né?

— Obvio que sei Mark.

— Convencido.

 

JACKSON ON

Sorrio e o beijo antes de segurar sua mão e leva-lo ao quarto que eu sei muito bem onde fica, tenho dormido aqui algumas vezes, porem é só dormir mesmo.

Nos beijamos nos tocamos até dormimos na mesma cama, mas não sei bem o que temos ainda, não me sinto no direito de cobrar nada depois de acabar tudo, desde que eu esteja ao seu lado está tudo bem.

Abro a porta o faço sentar na cama e me sento ao se lado, Mark só sorri, o sorriso que eu nunca vou cansar de observar.

Toco seu rosto acariciando de leve, o beijo calmo, desço minha mão pelo seu braço chegando a sua coxa, rompo o beijo e o encaro.

Eu já tentei algo antes, mas ele sempre recuava, então deixei passar mais algum tempo, afinal passamos bastante tempo, separados não quero mais esperar, quero tê-lo pra mim de novo como antes.

— Eu paro se você... — Sou interrompido por ele colando seus lábios aos meus.

O deito na cama ficando sobre ele ainda o beijando, paro apenas para tirar minha camisa e ele faz o mesmo com a sua, mostrando seu belo corpo. Volto a beija-lo agora deixando chupões por todo seu pescoço mordendo também o lóbulo de sua orelha.

Já sinto nossas ereções roçarem me deixando com ainda mais tesão, começo a puxar sua calça puxo sua boxe preta que antes cobria seu membro já desperto. Tiro minha calça e boxe também preta, e engatinho na cama.

Seguro seu membro, passo minha lingue por toda extensão arrancando gemidos arrastando, começo a chupar seu membro com vontade subindo e descendo, fazendo barulho que ecoam pelo cômodo.

— Jackie... Ah.

Vejo que ele já está quase gozando e paro de chupa-lo, dando-lhe um beijo antes de levar dois dedos a sua boca, Mark os chupa.

Beijos sua coxa e vou abrindo suas pernas devagar coloco o primeiro dedo e ele arqueia o corpo, deixo-o se acostumar e introduzo o segundo, arqueia novamente o corpo começo movimentos lentos, tiro meus dedos e Mark resmunga algumas palavras desconexas.

Passo meu membro em sua entrada, o penetrando devagar para não machuca-lo, o penetro de vez e Mark aperta meus ombros.

Sem me mover inicio um beijo para tenta faze-lo esquecer da dor.

 

MARK ON

Aperto com força os ombros do Jackson tentando descontar um pouco a dor. Ele me beija, e logo a dor vai sendo substituída por prazer, gemo entre o beijo e ele começa se mexer, fazendo movimentos lentos.

— Jack-ah... Ah... Oww... Mais... Mais rápido.

Solto gemidos e palavras desconexas, com Jackson aumentando o ritmo das estocadas indo cada vez mais fundo.

Antes que eu possa gozar ele sai de dentro de mim, e me vira de forma brusca deixando minha bunda bem exposta.

— Mark-ah...

Jackson geme, ao me penetrar de novo, assim como eu.  Suas estocadas são rápidas.

— Ahhh... Ooww... Ai, Ai... Jackie... Ah.

Ele acerta minha próstata, não demoro gozo sujando o coberto. Jackson dá mais algumas estocadas e se desfaz dentro de mim, continua me estocando, até se jogar do meu lado na cama. Nossas respirações estão descompassadas.

Antes que eu possa dizer qualquer coisa, Jackson se vira pra mim me beijando deixando escapar “eu te amo” entre os beijos.


Notas Finais


Obrigado por lerem.

FELIZ ANO NOVO adiantado. Que nesse novo ano consigam alcançar todos os seus sonhos e objetivos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...