História Eu quero que você fique - Capítulo 88


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Jasper Jordan, Lexa, Personagens Originais
Tags Clarke, Clexa, Lexa, The 100
Visualizações 85
Palavras 1.395
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Sobrenatural, Survival, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 88 - Esperança.


Quando você perde a esperança, você perde tudo! Foi isso que quase aconteceu comigo, eu estava presa, sangrando e psicologicamente estava devastada, nada poderia ser pior. Mas uma notícia ruim estava para vir e mudar o rumo de toda a minha história. Eu não tinha noção do tempo, quantos dias tinham se passado. Ontari e Emerson todos os dias me mantiveram presa, acorrentada e faziam questão de me fazerem visitas nada cordiais. Eu já não aguentava mais, minha cabeça, corpo e mente já não respondiam por mim.

Emerson me desamarrou e me levou até Ontari, eu estava tão debilitada que ele me desamarrou e me deixou sozinha, não tinha como eu fugi, não tinha forças nem para respirar ... o que eu estava mais puta da vida é que não tinha forças para matar os dois.

“Vamos arrumá-la, dê um jeito dela melhorar esse aspecto, Emerson”

Ele apenas tirou minha roupa e jogou baldes de agua fria em mim, eu impossibilitada não podia fazer absolutamente nada.

“Vamos Clarke, você tem visita. ”

Ontari me na mesma cela, mas dessa vez sem me acorrentar, ad cela eu ouvi a voz da Lexa, meu coração sorriu, minha fé retornou como um passe de mágica, restaria saber o que ela viria fazer. A voz foi se aproximando e Emerson abriu a porta da minha cela, quando ela me viu, ficou em choque ... Emerson aguardava com a porta entre aberta.

“Clarke? Que porra é essa? O que aconteceu? O que ela fez com você? ”

“Lexa... você veio? Eu não estou acreditando. ”

“Mas que merda aconteceu com você? ”

“Nada mais importa ... você veio e eu fico muito agradecida. ”

“É claro que vim, você é louca de achar que por um momento te deixaria aqui? ”

“Quanto tempo se passou? ”

“Lincoln chegou por volta de três horas e eu vim o mais rápido possível. ”

“Horas? Eu achei que já tinham se passado dias. ”

“Não...não importa mais, eu estou aqui ... eu tenho uma péssima notícia Clarke, preciso que seja forte ... Ok? ”

“Nada pode ser pior do que eu vi ... ela cortou a garganta da Niylah na minha frente, eu vi a Niy morrer na minha frente e não pude fazer nada. Lexa, eu não pude fazer nada. ”

Ela me abraça ...

“Eu sinto muito pela sua perda Clarke, eu sinto muito por tudo que tem passado...você não merece, agora deixa comigo. ”

Lexa me pegou no colo e me levou até a sala principal onde estava a Ontari e o Emerson.  

“Desculpe Lexa, mas Clarke não se comportou muito bem durante a estadia aqui. ”

“É ... eu sei ... o comportamento dela as vezes me tira do sério. ”

“Ainda bem que você sabe, eu até tentei ser cordial, mas o Emerson ... Ah o Emerson ... ele é muito emotivo. ”

Lexa encara Emerson, que arqueia o queixo e dá um sorriso sarcástico.

“Me responda uma coisa Emerson, você bateu nela o suficiente para vigar a morte do seu povo? ”

“Bati o suficiente para ela desmaiar a cada cinco minutos. ”

Lexa morde de uma forma que sua maxilar falta saltar e vai se aproximando dele.

“A cada cinco minutos? Uau, ela deve ter sofrido muito ...”

“Não o suficiente. ”

“Suficiente para ficar assim? Do jeito que está? Ela não consegue nem se mover ... você não bateu o suficiente, ou então teria matado ela. ”

“Sim, eu teria ... se minha rainha deixasse. ”

“Ah ... então você me diz que Clarke está viva por causa da Ontari.”

“Exatamente o que eu quis dizer. ”

“Sabe Emerson, em pensar que ela matou seu povo, seus amigos e sua família ... por falar nisso, quantos filhos você tinha? ”

“Dois e minha esposa estava grávida. ”

“E você vingou a morte deles socando uma garota? ”

“É o que eu tinha ... se você quiser se juntar a ela... estarei à disposição. ”

“Então vamos ... eu peço permissão para Ontari ... você e eu. ”

Ontari rir ... se levanta e se aproxima da Lexa.

“Você pensa que eu não sei o que você está tentando? “

“Tentando? Eu quero uma briga justa, eu estou de pé e armada, ele está de pé e armado ... ninguém está vulnerável. Se eu perco você tentara o conclave e ficará com Azgeda e Polis. Se eu ganhar te darei a aliança em troca da Clarke. ”

Ontari fica satisfeita com o que lhe foi proposto ...

“O que você acha, Emerson? ”

“Você está preparada para comandar minha rainha? ”

“Eu nasci para isso! ”

“Então eu aceito... Ela marca o dia e o local, e eu estarei lá pronto para honrá-lo ”

“É com você Lexa, o que me diz de amanhã? ”

“Não. Eu quero hoje e agora. ”

“Por mim tudo bem”.

Lexa vai até onde eu estou.

“Como você se sente? ”

“Lexa ... eu ... eu preciso saber se foi tudo ... bem”.

“Vai ficar tudo bem, Clarke eu vou e tirar daqui. ”

“Você...não pode ... prometer isso, Polis e a aliança...se acontecer algo...”

“Nada vai acontecer. Olha para mim! Eu disse, nada vai acontecer, vou acabar com isso e te levar comigo. ”

Ela beija minha boca suavemente, limpa o sangue que escorre do meu olho e sussurra.

“Eles vão pagar por ter feito isso com você e com todos os outros. Eu preciso que você seja forte ... eu tenho que te falar algo, mas depois ... Ok? ”

“Ok ... eu acredito em você, e sei que vamos sair daqui. ”

“Vamos parar com as despedidas e acabar logo com Isso? Ou vai dar para trás Lexa? ”

“Eu jamais volto em uma decisão”.

Eles se preparam, Ontari se aproxima de mim.

“Eu estou muito empolgada para ver a Lexa morrer, e depois que isso acontecer, eu matarei você ... e todos aqueles que um dia ficaram do seu lado. ”

Eu me calo, não quero expor meu medo de acontecer alguma coisa com a Lexa, eu não aguentaria e se Ontari não me matasse, eu o faria.

**

“Não esqueça Emerson que quando isso tudo acabar, você terá um papel importante junto comigo ... vamos comandar Polis e Azgeda ... então acabe com ela. ”

Eles começam uma luta cada um com uma espada, Lexa parece em desvantagem ... Emerson parecia mais ágil ... Lexa se distraiu por um segundo quando sentiu um forte impacto atingir sua cabeça. Levou alguns instantes para que ela percebesse o que tinha acabado de acontecer. Tentando ignorar a dor que sentia, antes mesmo de Lexa se levantar, deu um chute na perna de Emerson, fazendo com que seu ele perdesse o equilíbrio e quase caísse. Lexa então pisou sobre seus peitos, mas Emerson torceu seu tornozelo fazendo com que ela caísse novamente. O ataque seguinte foi tão rápido que, mesmo estando alerta, ela não conseguiu impedir que Emerson desferisse um golpe com sua espada, dada pela Ontari, desta vez abrindo um ferimento na testa. A boca da Lexa também sangrava, tudo sangrava ... O gosto de sangue veio logo a seguir e foi neste momento que Lexa decidiu acabar logo com aquilo, antes que coisa pior pudesse acontecer. Ela limpou os lábios pegou sua espada e correu para cima de Emerson, que ligeiramente saiu do campo de visão de Lexa, mas conseguiu atacá-lo ...  Ela retornou e viu que ele tinha se abaixado, se aproximou e chutou forte seu queixo ... ele caiu na mesma velocidade que Ontari em seu trono se levantou ... o clima ficou tenso, Lexa sentou sobre ele, suas mãos ficaram presas entre as pernas dela... ela enfiou delicadamente a espada no seu olho direito e depois no esquerdo, ele gritava desesperado...ela se levantou e com toda sua força, cortou a cabeça de Emerson, fazendo com que ela rolasse até os pés de Ontari.

Ontari se levanta e começa a aplaudir, mas no fundo ela estava com medo. Lexa limpa o sangue que escorre na espada e vem em direção de Ontari.

“Agora somo eu e você Ontari, preparada? ”

“Eu nasci para esse momento Lexa. ”

Minhas esperanças foram completamente atendida pela a Lexa, ela era minha heroína, minha salvadora. Mas algo estava incomodando ela...Ela me diria assim que as coisas voltassem ao normal.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...