História Eu quero que você fique - Capítulo 89


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Jasper Jordan, Lexa, Personagens Originais
Tags Clarke, Clexa, Lexa, The 100
Visualizações 153
Palavras 1.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Sobrenatural, Survival, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 89 - R.I.P


Lexa sai do local ... eu tento me levantar e com muita dificuldade consigo, Ontari não me impede de ir atrás da Lexa. Quando encontro, ela parece cansada ... conversa baixo com Titus, que fala com ela colado no ouvido, Lexa não conseguiria lutar novamente. Ela então bebe algo, em um recipiente minúsculo ... toma todo o liquido, me aproximo para entender o que acontece.

“Lexa?”

“Clarke ... não deveria se esforçar para andar. Titus fica com ela e a ajude com o que ela precisar, vou ter que voltar e acabar logo com tudo isso. ”

“Heda, lembre-se que deverá ser rápida ...”

“Ok, eu serei.”

**

"Lexa o que está acontecendo?"

Ela nem para, queria uma explicação.

"Lexa? o que vai fazer agora?"

"Terminar com isso ... "

"Tome cuidado."

eu tento beijá-la, mas ela se esquiva.

Lexa retorna de onde saiu, eu espero ela se afastar para falar com Titus.

“O que está acontecendo, Titus? ”

“Pelo o que eu me lembro, você não estaria assim comigo, pelo contrário me ameaçou dizendo que me mataria. ”

“Veja bem, não temos tempo, o passado ficou no passado. Você está do lado dela, então está do meu lado. ”

“Para você é cômodo falar isso agora, já que esteve perto da morte e sua única saída é ela e consequentemente eu. ”

“Já entendi ... tudo bem você não me falar, Lexa tem a capacidade de matar Ontari e isso eu já sei. ”

“Vamos entrar e você verá”.

Quando entramos, elas conversavam normalmente. No primeiro momento eu não entendia o que estava acontecendo.

“Olha ela aí ... Clarke Griffin, sabe o que é curioso nisso tudo? É que você não é absolutamente nada e conseguiu tudo isso. Você não concorda Lexa?”

“Claramente. Ela só deu sorte de me ter por perto Ontari.”

“Ah ... isso eu também concordo. E que sorte! ”

Pensei que entraria e as duas estivessem lutando ou algo parecido, Lexa não estava com sua espada e muito menos Ontari. Elas pareciam confortável.

“Lexa o que está acontecendo? Cadê sua espada? ”

“Minha espada? Não seja ingênua Clarke, achou mesmo que eu lutaria com a Ontari?”

“O que? Lexa, eu achei que nós...”

“Nós? Clarke, infelizmente tudo que eu fiz tinha um propósito. Eu estou aqui não por você, mas por ela. ”

Ontari se aproxima de onde estamos, com um sorriso no rosto ela se escora no ombro da Lexa.

“É isso mesmo que você está pensando Clarke, nós ficaremos juntas ... você foi só um passatempo para a Lexa. Eu logo vi que você não é para ela, que você é sem graça. Nem sei como ela perdeu tanto tempo? ”

Lexa fixa seu olhar no meu e se afasta.

“Por isso Clarke, eu te pergunto, como você quer acabar com isso? Esse sofrimento todo. ”

“Não entendi...do que está falando? ”

“Estou te perguntado como quer morrer Clarke. Então como? ”

Ela se vira e pisca para mim, entrei no clima e vi que aquilo era um “entre na brincadeira e tudo ficará bem”.

“Do jeito que você achar melhor, Lexa”

Ontari estava radiante com toda situação.

“Mas antes eu tenho que fazer uma coisa e rápido, uma coisa. ”

Lexa vai até Ontari, puxa pela cintura e a beija freneticamente, fiquei mais confusa ainda.

“Lexa? Que surpresa ... esse beijo foi profundo. ”

“Você não viu nada quando ele começar a fazer efeito. ”

“O que? Efeito do que? ”

Titus com um sorriso diabólico se aproxima da Lexa e novamente lhe oferece um frasco com um liquido de cor diferente do primeiro.

“Titus o chama de beijo da morte ... ele mesmo desenvolveu especialmente para você. Eu não queria uma coisa rápida, não queria me esforçar para acabar com você. Sabe Ontari pensei e pensei em diversas formas de acabar com você, por tudo que você com a Clarke ... Mas não tem nada melhor que ver você cair ... Achou mesmo que eu ficaria com você? Achou mesmo que deixaria a Clarke por você? Isso nem se cogita, ela é superior em você em tudo ... sabe porquê? Eu não sinto absolutamente nada por você, para mi você é um lixo. ”

A medida em que Lexa falava, tudo fazia sentido ... ela envenenou a Ontari de uma forma que ela jamais pudesse prever. Ela é imbatível em tudo que faz. Indra já tinha me falado isso. Ontari começou a sangrar ... a ficar sem ar e sua cor rapidamente mudou, sua coloração ficou roxeada, ela queria falar, mas não consegui, ela esbarrou em quase todos os móveis, seus olhos ao invés de sair lagrimas, sangrava ... seu nariz sangrava. Eu olhava para ela agonizando e não sentia pena nem uma, Lexa tomou todo o liquido do frasco e logo me veio à cabeça, era o antídoto ... ela deixou o veneno na boca e a beijou ... tudo havia acabado, eu respirei aliviada. Lexa se aproximou da Ontari e mesmo vendo seu estado, começou a golpear com uma adaga, foram vários golpes, e ela não parava.

“Lexa, já chega ... ela está morta. ”

Lexa não me ouvia, ela olha fixamente para o nada e continuava.

“Lexa para! Já é o suficiente ... Lexa! Ontari já morreu ... Titus faz ela parar por favor! ”

“Ela está fazendo isso por você. ”

“Porque? O que aconteceu? ”

Fui até ela e tirei adaga da mão dela e a abracei, ela estav em prantos ... Eu nunca, jamais tinha visto Lexa chorar assim, ela chorava tanto que eu comecei a ficar preocuoada.

“Lexa, está tudo bem ... Acabou! Ela nunca mais vai ficar entre nós. ”

“Ela matou ele...Clarke eu sinto tanto. ”

“Tudo bem, a gente vai saber como lhe dar com isso. ”

“Você não entende, ela explodiu a saída sul. ”

“Qual saída sul? Lexa, você está bem? ”

Achei que poderia ser o efeito do veneno ou que ela estava surtando, mas não, ela estava prestes a me falar as cinco palavras mais horrível da minha vida.

“Clarke, ela matou o Jake.”

“O que? Não...você deve estar surtando por causa do veneno. ”

Ele repetiu em prantos.

“Ela matou o Jake, com a explosão ... O Jake não resistiu. ”

“Não ... eu aceito qualquer tipo de brincadeira, mas essa? Não ... Titus, o que deu para ela beber? ”

“Clarke, ela diz a verdade. Eu sinto muito. ”

Nesse exato momento minha vida para. Eu sentia uma angustia tamanha, meus sentidos todos foram se apagando ... Era isso que estava deixando Lexa tão desconfortável. Era claro que era tudo era verdade, a própria Lexa desabou em lágrimas como nunca. Todos os sonhos e todos os planos que eu tinha, ele estava presente ... Ele seria meu rei um dia, um dia eu diria o quanto eu o amava, o quanto ele era importante e um dia ele me diria o mesmo. Não! Isso não iria mais acontecer. Eu me senti a pior pessoa do mundo, me senti suja por tudo que eu fiz, me senti culpada de não ter tempo para ele, me senti desumana de voltar para Azgeda ao invés de ir com ele, eu queria morrer. Conforme meus sentidos se apagavam eu me sentia leve, parecia que eu estava embriagada, tropecei em algo e me desequilibrei ... bati minha cabeça com muita força no chão. Minhas esperanças acabaram, era mil vezes preferível ter morrido a ficar sem ele. Desmaiei rezando para que nunca mais acordasse, que nunca mais sobrevivesse, desmaiei com a certeza de que minha vida não valia mais a pena, não sem meu pequeno Jake. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...