História Eu quero que você fique - Capítulo 91


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Jasper Jordan, Lexa, Personagens Originais
Tags Clarke, Clexa, Lexa, The 100
Visualizações 96
Palavras 1.750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Sobrenatural, Survival, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 91 - Ainda há esperança.


Não adiantava mais ela dizer que me amava, naquele dia nada mais importava, meu coração doía demais para ficar surpresa com a frase que eu tanto esperei para ouvir.

“Minha rainha, me desculpe ...Heda pediu que eu viesse ver se está pronta para ir? ”

“Agora? ”

“Ela deixou bem claro que seria no momento em que você desejasse. ”

“Ok... Azgeda está pronta? ”

“Não ... não conseguimos organizar tudo, ainda ficou alguns pontos para serem construídos e organizados, mas temos ajuda suficiente. ”

“Suficiente para demorar tanto? ”

“Minha rainha, desde a explosão foram pouco mais de uma semana. ”

“Tem lugares que foram construídos do nada em um dia Terro, isso não é desculpa. ”

“Sim majestade, você tem razão ... vou ficar mais presente e cobrar de todos. ”

“Já tinha que ter feito isso, sua função não é ficar atrás da Lexa.”

“Eu não estava atrás dela, eu estava...”

“Eu não perguntei o que você estava fazendo, Terro ... já chega, não preciso ouvir suas explicações. ”

“Me perdoe majestade. ”

Ele sai do quarto e então volta, e da porta mesmo fala algumas verdades sobre o que acontece nesse momento da minha vida.

“Eu sei o que você está passando, isso aconteceu comigo também, meu filho morreu praticamente na mesma idade do Jake ... minha mulher se foi e ... Nossa! Ela era a mulher mais linda de todo planeta. Eu perdi os dois de uma vez só ... não me restou nada ... não ficou ninguém. Apesar de tudo eu não perdi a fé, foi quando conheci uma rainha que me mostrou a bondade e a compaixão e isso preencheu meu coração novamente, a vida vale a pena majestade. Não precisa ser rude com todos, você não está sozinha, estamos todos aqui do seu lado. ”

Ouvi isso dele era muito improvável, assim como foi para Lexa dizer que me amava, o que parecia era que as pessoas queriam me provar algo, ou minimiza minha dor, porem não sei se conseguiriam.

Começo a me aprontar, estou decidida a ir para Azgeda, vou atrás da minha mãe e dos outros e sem hesitar, todos vêm comigo, até Lincoln e O.. Eu não me despedi da Lexa, nem agradeci ou pedi desculpas por nada. Entramos no Jipe e reparei pelo retrovisor que ela se aproximava ... dessa vez foi ela que veio atrás, eu não estava afim disso, não estava afim de despedidas, mas ela insistiu.

“Posso falar com você? ”

“Lexa, estamos indo...”

“É eu estou vendo ... pode descer um minuto? ”

Reviro os olhos e minha cara de insatisfação é notada por todos, minha mãe me repreende só com o olhar.

“O que você quer? ”

“Como assim o que eu quero? Ia fazer isso sem se despedir? ”

“Sério isso? Drama? Lexa, definitivamente não é hora de você fazer drama. ”

“Drama? Qual é a sua Clarke? O que você quer de mim? ”

“De você? Eu já disse, eu estou indo para casa. ”

“Ok...se é assim que você quer, mas eu preciso que você venha amanhã, preciso falar sobre negócios com você. ”

Eu solto um sorriso alto ... sarcástico, claro.

“Voltar amanhã? Quem você acha que é? Você acha que pode me dizer o que fazer? Eu não quero voltar aqui, esse lugar não pertence a mim nem ao meu povo, você não precisa sentir pena de mim ... olha para você, tão patética que precisou o Jake morrer para dizer que me ama. “

“Clarke, o que aconteceu com você? Acha que isso é necessário? ”

“Claro que não, todos ficam de luto, mas a Clarke, não a Clarke tem que ser fria, acabei de perder pessoas que eu amava, e ainda assim não tenho o direito de luto? ”

“Você tem todo o direito de luto, mas não tem o direito de tratar as pessoas que se importa com você dessa forma. Você está cansada, foram dias terríveis. ”

“Eu estou tão cansada de você, estou cansada do meu coração sentir amor por você ... você é tão perfeita, tão linda ... mas estou esgotada, você me suga de tal forma Lexa, que eu esgotei, deu ... isso uma hora ou outra ia acontecer. ”

“Não tem o direito de fazer isso comigo, eu não tenho culpa. ”

“Mas eu tenho! ”

“É uma pena que esse seja seu sentimento por mim Clarke, eu queria muito que você ficasse por perto, eu preciso saber que você está bem para eu poder respirar aliviada, mas você não entende, está sendo egoísta ...”

“Não, você não precisa de nada disso ... sabe, se fosse antes de tudo, eu ficaria ... eu cederia e ficaria com você, mas hoje eu não quero fazer isso ... eu vou embora Lexa e nada do que você fizer vai me fazer mudar de ideia. ”

“ Ok... não vou implorar, mas quando esse ódio por mim acabar, sabe onde me encontrar. ”

“Odio? Não é ódio, eu só cansei de te colocar em primeiro lugar”.

Entro no carro e minha mãe sai para falar com a Lexa.

“Dê um tempo a ela, você sabe que ela não é assim. ”

“Sei...está tudo bem Dra., eu só quero ter certeza de que ela ficara bem, me avise qualquer coisa, voltamos com a rádio e você pode me chamar a qualquer momento. ”

“Está bem ... manterei você informada e muito obrigada por tudo, eu nem sei como agradecer. ”

“Não precisa, faço isso por que a amo. ”

“Eu sei disoo, vem cá ... quero te dar um abraço. ”

Elas se abraçam, Lexa no começo trava ... mas depois se afaga nos abraços da minha mãe.

“Você pode contar comigo para tudo ... eu sei que não sou sua mãe, mas se precisar é só me chamar”.

“Obrigada Dra. Griffin.”

**

Chegamos em Azgeda a noite, não tinha quase ninguém ... Azgeda estava virada de cabeça para baixo, havia muito a se fazer.... As obras eram lentas, a sensação que eu tinha é de que Azgeda estava do mesmo jeito de quando eu saí.

“Vamos acordar aqueles que estão responsáveis pela construção”

“Você está louca? Clarke, eles trabalharam muito, estão descansando agora. ”

“Mãe isso não é trabalho seu. Terro! Chame aqueles que estão responsáveis pelas obras. ”

“Sim majestade. ”

“Terro volte aqui! Você não acordará nem uma alma viva”

“Desculpe senhora Griffin, mas a Clarke é minha rainha. ”

“Clarke, sua mãe tem razão ... amanhã voltaremos com os trabalhos. ”

“Bell acho que você não entendeu ... eu ordeno que Terro comece o trabalho agora. ”

Minha mãe puxa meu braço fortemente me levando para um local afastado.

“Escuta aqui, eu não quero que você use o Jake para suas desculpas esfarrapadas, não use a morte dela para disseminar o rancor entre as pessoas, se você ainda é rainha se porte como tal e pare de dar chiliques. ”

“Você está machucando meu braço, mãe. ”

“Volta lá e dê boa noite ... amanhã temos muito trabalho. ”

Eu me recuso a voltar atrás de uma ordem, então ela mesma vai até lá e fala para eles irem descansar.

“Você acha que isso foi uma boa atitude? Passar por cima de uma ordem minha? ”

Ela passa por mim e não fala absolutamente nada.

**

Vou para o meu quarto, e ele está impecável ... olho para minha cama e vejo um rádio, fico pensando em ligar para ela para dizer que chegamos bem, mas não é isso que faço. Escuto alguém chorando e me levanto, o quero do Jake fica na frente do meu, a porta está entre aberta e a luz está acesa, olho pela fresta e vejo minha mãe, sentada na cama com uma roupa dele. Ela estava sofrendo e eu sendo estupida quase que o tempo todo, me afasto do quarto e volto para o meu.

**

“Posso entrar? ”

“Claro mãe, entre. ”

“Trouxe chá, a cozinha do castelo ainda está em obras, mas encontrei ervas e agua quente. ”

“Obrigada. Hortelã? ”

“Seu preferido! ”

“Mamãe, me desculpa ... eu tenho sido horrível com você. ”

“Está tudo bem filha, eu te entendo, mas o luto acaba um dia.…depois ficam as boas lembranças. Não faz disso um momento ruim. ”

“Eu sinto a falta dele mãe, do Finn ... da Niylah ... o Monty era meu companheiro, ele me ajudou tanto ... a Harper, eu nem tive oportunidade de conhecê-la melhor. ”

“Foi tudo muito horrível filha, essas pessoas te amavam ... daí o peso é maior. ”

“Eu perdi tudo o que eu tinha, minha fé evaporou junto com a morte deles. ”

“Existe sempre um lado bom, depois da guerra ficam as pessoas que amamos ... temos que lembrar disso também. Você tem seus amigos, você tem a mim, você ainda tem sua mãe por perto e o mais importante”.

“Sei disso mãe, e foi isso que não me fez desistir de tudo. ”

“Eu preciso de falar uma coisa, quando você estava praticamente sedada esses dias, mesmo assim tinha pesadelos. ”

“Você ficou comigo? ”

“Não! Lexa ficou com você. Ela dispensava todas as noites o Terro e ficava no seu quarto, foram todos esses dias sem dormir ... você tem sorte de ter o amor dela filha ... você tem uma pessoa que se transformou em algo lindo e que faz qualquer coisa por você, que ficou a cada um minuto pedindo que eu viesse até você, porque não queria te chatear, uma mulher que não dorme porque permaneceu na porta do seu quarto para que ninguém te incomodasse? Podia ser um clichê se tivesse falando de qualquer outra pessoa, mas estou falando da Lexa ... filha, ela é comandante nunca se esqueça disso, ela se permitiu amar e cuidar de você. ”

“Mas ela jogou muitas responsabilidades em cima de mim, parte disso é culpa dela, ou você já esqueceu tudo que ela fez? ”

“Não, eu não esqueci ... mas também não esqueci todas as vezes que ela salvou minha vida, sua vida ... filha, todos nós merecemos um voto de confiança. ”

“Não dei só um, mãe eu dei vários. ”

“Eu sei disso, vou deixar você descansar. ”

“Mãe? ”

“O que Clarke?”

“Pode dormir hoje aqui comigo? ”

Ela sorrir docemente, seus olhos estão lacrimejando ... até as lágrimas rolarem pela sua bochecha.

“É claro que posso ... hoje e quando você quiser. ”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...