História Eu quero que você fique - Capítulo 92


Escrita por: ~

Postado
Categorias The 100
Personagens Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Jasper Jordan, Lexa, Personagens Originais
Tags Clarke, Clexa, Lexa, The 100
Visualizações 162
Palavras 1.456
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Sobrenatural, Survival, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 92 - Reconstruir.


 “Bom dia, flor do dia é hora de acordar. ”

“Que horas são? ”

“Hora de trabalhar, você recebeu alguns presentes de clã diferentes”

“O. o que está fazendo? ”

“Sendo útil, eu sei sou muito foda para ser sua conselheira ... mas farei o possível para as coisas fluírem bem. ”

Saudades da O. tinha muito tempo que não ficávamos bem, quero dizer, eu bem e ela bem ... quando uma está em pé a outra está quase morrendo.

“Ok, conselheira ... vamos ao trabalho. ”

“Você está bem? Posso te dar um abraço?”

“Não, eu não estou bem ... mas vou aceitar o abraço.”

O. não disse uma palavra, ela sempre teve o titulo de minha melhor amiga e nesse momento não foi diferente.

“Ok rainha, deixa se frescuras e vamos ao nosso itinerário do dia: Você toma seu café, vamos verificar o que foi perdido, o que foi construído e o que está sendo construído ... depois você deverá mandar alguém para os Clãs que presentearam Azgeda, para agradece-los. ”

“Uau! Não quer ser a rainha no meu lugar? Você é boa nisso. ”

“Não, obrigada. Você é melhor que eu ... vamos, vamos sem papo furado... levante-se.”

**

“Minha rainha! Você tem visitas. ”

“O que? A essa hora? Quem é? ”

“Líder do clã Glowing.”

“Obrigada Terro, O. você pode vê-la? ”

“Negativo. Terro diga a ela que a rainha de Azgeda irá recebe-la. ”

Terro olha para mim como forma de ter minha palavra para dizer que sim ou não.

“Minha rainha? ”

“Faça o que ela disse. ”

“Sim majestade. ”

**

“Você tem noção o que ela te deu como presente? ”

“Não...”

“Pois bem, ela é clamada pela sua bondade ... ela deu todas e qualquer tipo de muda para que os agricultores plantassem. Você sabe que a Floresta incandescente têm tipos de plantas maravilhosas ... e árvores também, ela disponibilizou móveis perfeitos para os moradores que tiveram suas casas tomadas pelo fogo.”

“Ok, você me convenceu. ”

Vou a salão principal, Azgeda está sendo reconstruída praticamente do zero, percebi que isso ainda iria durar muito tempo. ”

“Clarke? ”

“Bellamy, cada vez que me chamar de Clarke assim tão alto, todos acharam que tem o mesmo direito. ”

“Me desculpa, rainha. ”

“Ok...o que quer, estou ocupada”

“Recebemos matérias prima do clã do Deserto. ”

“O que eles mandaram? Areia? ”

Ele rir.

“Não rainha...eles têm escavações de petróleos, mandaram pneus novos para os veículos oficiais, produtos infláveis e tudo mais. ”

“Que bom, quero que vá pessoalmente lá e agradeça...quer dizer, todos os clãs que ajudaram, quero que você pessoalmente agradeça a todos. ”

“Pode deixar... e a comandante. ”

“O que tem ela? ”

“Como assim, o que tem ela? ”

“Bellamy, não quero falar desse assunto com você ... não entendi sua colocação em questão a Lexa.”

“Não te falaram? Você não sabe? ”

Puta merda, o que a Lexa tinha feito dessa vez?

“Não, eu por acaso estou com cara de que sabe de alguma coisa? ”

“Polis e Azgeda são um povo só...A comandante assinou a aliança, nós temos acesso a todos os limites dos Groundes Trikrus ...”

“Do que você está falando? ”

“Achei que soubesse ... você não achou que estávamos sozinhos levantando Azgeda praticamente do zero, não é? ”

Fiquei parada e observei ao redor, realmente tinham pessoas de Polis lá, ajudando ... ela assinou a aliança ... isso sim era uma surpresa.

“Ela não fez mais que obrigação, uma vez que ela destruiu Arkadia, agora tem que compensar em Azgeda.”

“Bem você tem toda razão, agora se me der licença, rainha Clrke, eu tenho muito a fazer.”

**

“Rainha Clarke ... deixa eu me apresentar. ”

 Bem... ela estava de costa, um vestido vermelho ... nada convencional. Extremamente sexy.

“Meu nome é Becca ... sou líder da Floresta Incandescente. ”

“Com uma roupa dessas você não me parece ser uma líder. ”

“Não julgue o livro pela capa, já dizia minha avó. Uma roupa não quer dizer absolutamente nada e a propósito, estou assim só para conhece-la.”

“Me sinto lisonjeada então. É um prazer conhecer você”

“O prazer com certeza é todo meu. ”

“Sente-se, bebe alguma coisa? ”

“Vinho. ”

“Ah me desculpe! Não temos vinho aqui em Azgeda.”

“Eu sei disso ... Não se preocupe, eu trouxe um especialmente feito para você. ”

“Bondade sua. ”

Ela então nos serve, perfeitamente.

“A proposito ... eu sinto muito pela sua perda. ”

“Ainda estou me recuperando. ”


“Isso nunca vai acontecer ... eu perdi uma filha e até hoje estou me recuperando, já fazem cinco anos. ”

“Eu sinto por você. Posso saber como? ”

“Ela teve uma doença rara ... não resistiu”.

“Isso te fez mais forte? ”

“Me fez perceber que somos suscetíveis a isso ... temos que seguir em frente, meu povo precisava de mim ... tive meu luto, mas recomecei ... não é fácil. ”

“E como seguiu em frente? ”

“Tivemos um trabalho ardo para conseguimos ter o melhor laboratório de plantas medicinais, com a morte dela recebi ajuda de grandes amigos. ”

Dou um gole no vinho.

“Não beba tão rápido, você tem que saborear. ”

“O gosto é sublime. ”

“Com certeza, foi feito com as melhores uvas já cultivadas em Glowing.”

“Espero que isso esteja na minha lista de presentes.”

“ Com toda certeza, isso é meu cartão de visitas. ”

Becca era intrigante, sua pele extremamente branca, seus cabelos escuros e compridos ... sua boca fortemente rubra.

“Não veio aqui para me entregar presentes e fornecer seu bom vinho. O que quer? ”

“Rainha...”

“Clarke, pode me chamar de Clarke.”

“Clarke, sua fama se espalhou por todo nosso território, não sei se tem dimensão disso?”

“Acho que sim, eu sou uma menina qualquer que se tornou rainha do maior clã já visto, tenho o maior território e sobrevivi a várias guerras.”

“Esqueceu de mencionar que foi a única a ganhar o coração de uma Heda.”

“Bem esse assunto é pessoal e eu não...”

“Eu sei, me desculpe.”

“Não por isso.”

“Você sabe? É inevitável não falar dela.”

Entorno a taça de vinho como se fosse agua.

“O que eu quero é uma aliança com Azgeda. nós não somos um povo de guerras e batalhas, e quando isso acontecer quero contar com o melhor.”

“Mas meu povo teve ajuda, Trikrus.”

“Eu sei disso, e se você tem aliança com uma Heda ... terá aliança de todos. ”

“Mas eu não tenho aliança com Polis. Polis é que tem com Azgeda.”

“Ainda não assinou a aliança? ”

“Não…”

“Não deixe que o amor atrapalhe os planos de ter um reino abundante.”

“Não deixarei. ”

“Podemos conversar mais e você marca um encontro com a comandante. Conversaremos e entraremos em um acordo. O que acha?”

“Eu tenho muita coisa para fazer agora. ”

“Eu sei que você anda muito ocupada, mas quando tiver um tempo eu estarei disponível. ”

“Tudo bem, Becca. Entrarei em contato. ”

“Essa é minha frequência no walk talk. Mude para 650mhz e pronto. ”

“Pode deixar ... entrarei em contato e obrigada pelos presentes. ”

“Foi um prazer. ”

Ela se despede com um beijo no meu rosto, um beijo lento e afrontoso.

**

“Terro como estão as obras? ”

“Os muros explodidos já conseguimos restabelecer, agora a parte sul ... estamos com dificuldades ... a Comandante está disponibilizando mais pessoal, então estamos com sorte. ”

“Falou com ela hoje? ”

“Ela veio aqui, eu não a chamei porquê ...”

“Tudo bem Terro, você fez bem em não me chamar, estou cheia de coisa para fazer. ”

Ainda não era hora de ficarmos juntas, eu não tinha cabeça para isso.

Ele pegou o mapa e me mostrou o que faltava, fui em cada ponto e verifiquei o que foi feito e o que estava sendo construído, me deparei com um memorial para o Jake, me segurei para não desmoronar ... era lindo ... eu ainda não tinha conseguido me despedir dele.

“Oi filho, eu sinto sua falta, isso ainda não é uma despedida, é só um desabafo, eu não consigo aceitar o fato de não te ter ... eu queria que estivesse aqui comigo, você não faz ideia de como meu coração está. Vamos transformar esse lugar em um reino lindo ... totalmente e exclusivamente para você. Me desculpe as vezes que eu não pude ficar ao seu lado. Não queria que nada disso tivesse acontecido, mas se não acontece eu não te conheceria ... então, não foi tão ruim assim. Roan e Echo teriam orgulho de você. Espero que me perdoe por tudo o que eu não fiz por você. Mamãe te ama. ”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...