História Eu realmente o amava - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 3
Palavras 743
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia
Avisos: Álcool, Drogas, Mutilação, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - A festa



Entramos na festa de mãos dadas, as pessoas começam a comprimentar ele e olhar para mim de novo como se eu fosse um extraterrestre. O Marcos chega aonde os amigos dele estavam e me apresenta.

— Ei galera, essa é a Flora! 

Eu envergonhada, esboço um sorriso. E eles fazem um coral de "Oi Flora". Marcos pediu para mim seguir ele, e chegamos aonde estavam as bebidas. 

— Flora você bebe? 

— Eu bebo, quer dizer, as vezes.. 

— Servida? 

— Sim, põe um pouquinho. 

As amigas do Marcos começaram a conversar comigo, e logo elas me puxaram para dançar. Colocaram um funk e me ensinaram a fazer o quadradinho. Eu estava dançando muito bem, rebolando e tudo mais.. 

Chegou a hora de ir embora, me despeço de todos os amigos dele. O Marcos com os olhos caídos de tão tonto que estava, eu olho para ele e começo a rir sem parar. Entramos no carro e ele não estava nem conseguindo colocar a chave para ligar, achei melhor ficarmos por lá mesmo. Descemos os bancos e dormimos por lá mesmo. 

Amanhecendo ele me acorda me dando empurrões, eu abro os meus olhos lentamente e ele com o sorriso lindo demais olha para mim, e fala

— Você quer ir embora? 

— Pode ser. 

Chegamos na casa da minha avó, ele me leva até o portão, nos abraçamos, ele me beija no rosto bem perto da minha boca. Eu dou um sorriso e entro. Pego meu celular e abro meu wpp, percebo que já me colocaram em grupos de amigos. Fiquei feliz demais! 

Ouço algumas batidas na porta

— ENTRAAAAAA

Era a minha mãe com o café.. 

— E aí filha como foi ontem? 

— Conheci várias pessoas novas e estou amando a minha vida de paulista. 

— Que bom meu amor! 

Passou domingo e chegamos na segunda feira, acordei animada para uma segunda feira. Fui apé para escola com o Mathias, chegando lá eu vejo o Marcos e vou em direção a ele. Chego por trás e abraço o mesmo. 

— BUUUUUUUU!! 

— AI QUE SUSTO FLORA!!!!

Nós dois começamos a rir, entramos na escola e fomos em direção a sala de aula. E lá estava o grupo de garotas cochichando e olhando para mim. O Marcos também percebeu e falou pra mim não ligar, aulas vem e vão. O horário de ir embora bateu e então o Marcos me acompanhou até a minha casa. 

Ele me olhou e deu um sorriso, entrelaçou a mão dele sobre o meu cabelo e me deu um beijo, só que agora na boca! Ficamos uns 10 minutos, e ele foi embora. Entrei feliz em casa dando bom dia até para as plantas, pulando e cantando One Direction (eu amo 1D). 

Meu celular vibra, e eu vejo que é uma mensagem do Marcos. 

Marcos Oliveira: oi rs, tá afim de ir na praça hoje? 

Flora Coutt: claro que estou, que horas?

Marcos Oliveira: 15:00 

Flora Coutt: fechado! 

Eu almocei rapidamente e fui me trocar, ouço alguém me gritando. E era ele, fui toda feliz abrindo o portão. Ele me dá um selinho e fala: 

— Tava com saudades? 

Eu respondo 

— Não tem como não ficar com saudade de uma pessoa linda dessas. 

Ele coloca as mãos sobre a minha cintura e fomos até a praça, ficamos trocando beijos e conversando sobre a vida. Até que não perdemos que já estava escuro e eram 20:00! Ele me levou até a minha casa e etc.. 

Checo o meu celular para ver alguma novidade e vejo uma mensagem de uma pessoa desconhecida.

5511998877654: olá Flora, tu é ficante do Marcos? Abre o seu olho pois você está brigando com fogo.  

Flora Coutt: quem é você? 

5511998877654: não vem ao caso, boa noite! 

Sem entender nada eu fui dormir para acordar na hora da escola. Amanheceu e tudo mais, chegando na escola mostro a mensagem pro Marcos. 

— Olha o que me mandaram ontem de noite

— Com certeza é uma daquelas meninas que gostam de mim e não aceitam que eu não quero elas. 

Dou um riso de lado. Ele me olha com uma cara brava. 

— Flora eu não acredito que você está acreditando numa pessoa dessas! 

— Claro que não Marcos. 

Dou um selinho nele e o abraço. Chegando na minha casa fico pensando na mensagem.. 

*MEU PENSAMENTO* 

Meu Deus, será que aquela pessoa quer me proteger dele? Eu nem o conheço direito. MEU DEUS FLORA PARA! ELE NÃO VAI FAZER NADA CONTIGO. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...