História Eu sempre a terei - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Carinho, Drama, Lesbicas, Lgbt, Romance
Exibições 59
Palavras 441
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Lembranças.


Nos vestimos e quando o silêncio tomou conta do quarto, lembramos que tinha gente no porão. Ela me beijou e disse pra descermos. Quando chegamos lá, só tinha duas pessoas acordadas, o resto tava jogado no chão e nos dois colchões que tínhamos deixado lá, tinham vomitado no chão. Quando nos viram falaram "puta merda onde vocês estavam? Todo mundo começou a passar mal e como tu é a dona da casa a gente precisava de ajuda" ela ficou sem reação, no olhar dela eu podia ver a expressão de "me fudi".

Disse pra começarmos a limpar agora que assim teríamos menos encrenca pela manhã, mesmo que já fossem duas da manhã. Começamos nós quatro a limpar aquilo tudo e quando eram quatro e meia, algumas pessoas começaram a acordar. Não podíamos levar ninguém pro hospital por que 90% eram menores de idade, sabíamos que se alguém entrasse em coma alcoólico, seríamos as culpadas. O olhar de culpa dela me machucava, eu a via ajudando os que iam acordando e vi o desespero dela. Depois de ajudar duas meninas a se limpar, ela foi até a beira da piscina e sentou, fui até lá e sentei do lado dela. Sem dizer uma palavra, ela me olhou, pegou minha mão e deu um beijo. "A gente dá um jeito, amor, até o sol nascer ta tudo limpo e até lá quase todo mundo já vai ter acordado". Ela só escutou e olhou pra frente, quando ia começar a falar ela desistiu e suspirou, alguém a chamou e assim ela me deu um beijo e levantou, disse que já voltava. Eu não sabia mais o que fazer, me sentia culpada, pois ela tinha feito tudo aquilo por mim.

Depois de uns minutos, ela volta e diz que já tinham limpado tudo, só faltava esperar as pessoas acordarem. O céu tava lindo, eu deitei e ela deitou do meu lado, ela tava linda a luz branca que vinha do porão. "Amor, você está bem?" ela virou, olhou nos meus olhos, sorriu e disse "e porque eu não estaria? Tu enfim teve uma festa de verdade, entrou pra faculdade que tanto queria, e pra minha total felicidade, tu transou comigo quase o dia todo e agora ta aqui deitada comigo a luz das estrelas" eu sorri, essa mulher sabia o que dizer sempre!

Eram seis horas quando a última pessoa acordou, nos despedimos e subimos pra enfim dormir. Antes, paramos na sacada do quarto dela pra ver o céu ganhando luz. Olhei pra ela, a beijei e falei "vamos transar mais um pouco por que eu preciso de uma lembrança maravilhosa desse final de semana".



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...