História Eu só quero ser seu homem - Vhope - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Comedia, Vhope, Yaoi
Visualizações 129
Palavras 1.376
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Escolar, Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Visual Novel, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 17 - A cena romântica.


Um dia antes da véspera do Ano Novo, a casa de Hoseok já estava cheia da atmosfera do Ano Novo e a casa se tornou um pacote cheio de pessoas. Então, vovó e vovô e outros parentes vieram.

Hoseok saiu da casa querendo ligar para Taehyung, mas Taehyung não atendeu.

Hoseok sentiu-se entediado. Voltou para dentro da casa, vendo sua tia e sua mãe assistindo drama de romance coreano. Na televisão, os amantes de mãos dadas esperavam a contagem regressiva para o Ano Novo.

Ele também começou a sonhar acordado, imaginando... mas durante a noite inteira, ele não conseguiu falar com Taehyung pelo telefone. Ele ficou chateado até adormecer.

No dia seguinte, acordado, viu Jennie sentada no sofá da casa.

— Por que você está aqui?

Jennie não olhou para Hoseok, continuando a assistir TV. — Sua mãe convidou minha família para se juntar ao jantar com sua família.

— Na sua casa não tem comida?

— Ei! Que tipo de atitude é essa? Eu sou sua irmã mais velha.

Então, Jennie virou-se para olhar a mãe de Hoseok que estava ocupada. — Tia, acho melhor eu ir para casa, Hoseok quer que eu vá para casa e cozinhe.

A mãe respondeu com um sorriso. — Ele está apenas brincando.

Então a mãe virou para Hoseok com um olhar assassino. Ele imediatamente calou a boca. Então, fingiu ser legal.

— Você pode comer onde quiser. Eu desejo que você sufoque com a comida até a morte na véspera de Ano Novo — essas últimas palavras, ele falou suavemente. Jennie não mostrou interesse, apenas pegou seu celular e digitou um número.

— Olá, amor! Faz tanto tempo que nos vemos, eu sinto tanto sua falta. Mais alguns dias será seu aniversário, cuide-se bem. Ok, adeus.

A conversa dela fez Hoseok sentir arrepios. Ele se sentou ao lado dela.

— Tão rápido você encontrou um cara? Eu pensei que você nunca deixaria o Taehyung.

Hoseok sentiu-se bastante aliviado. Ele começou a achar que Jennie não era tão maligna depois de tudo. Ela virou-se para encará-lo, então riu.

— Eu estava falando com Taehyung agora mesmo.

Hoseok arregalou os olhos.

— Quem é você para falar assim com ele?! Aniversário? Que aniversário? Como é que eu não sei?

— Você não sabe muitas coisas sobre ele, eu suponho. O aniversário dele é no segundo dia depois do Ano Novo. Ele não disse isso? Então eu acho que seu relacionamento não é tão forte.

Ela riu. Hoseok mordendo os dentes, correu para seu quarto e ligou para Taehyung. Depois de um curto período, Taehyung atendeu a chamada. Antes que ele pudesse dizer qualquer coisa, Hoseok começou a perguntar: — Por que você não me falou sobre o seu aniversário?

— O aniversário é importante? — Taehyung perguntou de forma casual.

— A Jennie sabe, por que eu não sei?? — Hoseok parecia uma pequena criança reclamando.

— Se ela sabe, eu não tenho nada a ver com isso. Até os fãs sabem a data do aniversário de seus ídolos, não é? Você acha o que, que eu falei pra ela?

— ..... Então, esta noite, você tem alguma coisa pra fazer?

— Eu realmente não tenho nada em...

— Então... — Hoseok lembrou da cena romântica do drama de ontem.

— Estou em Itaewon. Eu voei para cá com meus pais ontem à noite para o Ano Novo.

O desejo de Hoseok desceu pelo ralo. Ele não podia falar muita coisa porque Taehyung estava com seus pais. E era algo certo a se fazer.

— Por que você não me disse que iria para Itaewon?

— Eu estava preocupado que você iria chorar e não me deixaria ir.

— Quem você pensa que eu....

— Hoseok, você está pensando em namorar comigo esta noite, na véspera do Ano Novo, diante de um enorme relógio, de mãos dadas como idiotas durante a contagem, então, como um idiota, sorrindo e gritando ‘bem-vindo’ ao Ano Novo, e depois se abraçando e se beijando?

Tudo o que Taehyung disse era totalmente o que Hoseok tinha em mente.

— Eu... eu não pensei isso.

Hoseok sentiu-se aborrecido. Tudo isso era pra ser supostamente romântico, mas, da boca de Taehyung, soava totalmente estúpido. Hoseok nem se admirou.

— Está tudo bem, em mais alguns dias eu voltarei. Seja um bom garoto e apenas espere por mim.

Depois de ouvir isso, Hoseok sentiu alívio. Mas sabendo que ainda havia mais alguns dias para aguardar, o que significava que passaria o aniversário de Taehyung e ele não tinha como estar lá com ele, ele se sentiu riste.

Quanto mais ele pensava, mais ele se sentia chateado. Não devia ser assim.

Sua mãe o chamou para o jantar, Hoseok ainda estava chateado.

À noite, ele não tinha interesse em assistir ao programa de televisão do Ano Novo. Ele voltou para seu quarto e assistiu um filme de terror. Seu coração pensava no que Taehyung estava fazendo agora... Enquanto ele estava pensando, ele ouviu que da sala de estar estava vindo a contagem regressiva pela TV.

Ele segurou seu telefone apertado, mas não se atreveu a incomodar Taehyung.

— 10, 9,8,7,6,5,4,3,2,1

Da televisão saía o barulho das pessoas gritando para o Ano Novo. O telefone de Hoseok vibrou. Ele rapidamente abriu a mensagem, era Taehyung.

“Mesmo que eu não possa estar aí com você, saiba que eu te amo. Feliz Ano Novo.

Hoseok olhou para a mensagem, simplesmente se sentindo amado. Embora a mensagem fosse simples, era boa o suficiente. Hoseok estava pensando, Taehyung não sabia adicionar alguns nomes como docinho, meu amor, meu querido no final de sua mensagem?

Talvez poderia ser até “feliz ano novo, meu precioso” ou “feliz ano novo, meu coelhinho”...

Mas o importante era que Taehyung o amava.

                        ***

Hoseok estava pensando, ele estava prestes a fazer 20 anos, Taehyung ia fazer 21 este ano. Ele voltou a pensar em Taehyung. Novamente, uma cena de drama romântico veio à sua mente, ele estava pensando em ir até Itaewon, então depois ligar para Taehyung e o faria adivinhar onde ele estava. Então apareceria logo atrás dele. Então Taehyung estaria tão feliz que se viraria e o abraçaria. Então diria suavemente: “Você veio ficar comigo no meu aniversário, estou tão feliz.”

Sempre que Hoseok sonhava com tudo isso, ele dava uma risada tola. Sua família até pensou que ele estava maluco.

                        ***

Segundo dia do ano novo, Hoseok tirou todo seu dinheiro de presente que ganhou da família para contar. Então ele colocou-os cuidadosamente no bolso. Depois ele colocou 100 dólares em um bolso dentro de sua camisa e pegou o telefone para programar um alarme, depois assobiou descendo as escadas.

Ele tinha um plano.

Sua mãe estava ocupada na cozinha. Hoseok ficou atrás dela e disse: — O que você está cozinhando, mãe? Cheira tão bem!

— Estou cozinhando bolinhos de chuva.

— Oh — o alarme do celular de Hoseok tocou. Ele fingiu que era uma ligação de alguém. Ele atendeu o telefonema e propositalmente falou alto com um rosto pálido.

— O que? O que aconteceu? Como? Tudo bem, eu vou ir.

A mãe dele estava ansiosa. — O que? O que aconteceu?

Hoseok mostrou uma cara de preocupação. — Um amigo meu sofreu um acidente de carro. Mas seus pais foram para o exterior e vão demorar para voltar. Mãe, eu tenho que ir vê-lo.

A mãe dele também se preocupou. — Que tristeza. Logo no Ano Novo.... Pode ir, mas tome cuidado.

Hoseok felizmente caminhou em direção à porta, então ele parou. — Eu não poderei voltar para casa hoje à noite. Eu tenho que esperar até que seus pais voltem só então eu posso sair. Eu não posso deixar meu amigo ter um Ano Novo solitário no hospital.

— Ok. Você quer que eu faça um bolinho de chuva pra você levar?

— Não, não precisa — Hoseok rapidamente colocou os sapatos. Ele não queria ficar com cheiro de bolinho de chuva quando fosse se encontrar com Taehyung mais tarde.

                         ***

Enquanto estava voando para Itaewon, Hoseok sentiu-se tão orgulhoso de sua inteligência. Ele estava pensando que Taehyung ficaria muito tocado quando o visse.

Quando ele pousou, começou a nevar em Itaewon. Hoseok estava congelando. Parado fora do aeroporto, espirrando. Ele pisou na neve e colocou as duas mãos dentro do bolso, olhou para as pessoas que entravam no aeroporto... Onde será que era a casa de Taehyung?

Ele esqueceu de perguntar antes de chegar aqui. Mordeu os lábios inferiores... Ele não conseguiu realizar seu sonho [fazer a cena de drama] de aparecer de repente na casa de Taehyung!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...