História Eu sou a rosa vermelha. Você é o girassol. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Floricultor, Fluffy, Girassol, Pintura, Rosa
Exibições 18
Palavras 897
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Universo Alternativo
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ei ei! Trouxe uma fic não planejada e que saiu totalmente diferente do que eu queria. Quase morri pra consegui a capa, por isso agradeço MUITO a @SakuraPark que as fez pra mim! Obrigada, ficou lindo <3333
Essa historia é bem pequenininha. Queria escrever apenas sobre um pintor e nada mais, mas no meio da escrita eu decidi apagar tudo e incluir mais uma pessoa na narrativa.
O ChanYeol é totalmente inspirado na @mama_byun, então esta fic é pra ela, espero que goste >//< <3
enjoy~

Capítulo 1 - Capítulo Único


Eu sou a rosa vermelha. Você é o girassol.
Capítulo Único

Uma vez alguém me disse que as flores estavam presentes nos melhores e nos piores momentos de nossa vida. No inicio, não pude compreender o que aquele floricultor queria dizer ou o que sentia ao olhar para aquelas que pareciam tão delicadas quanto os traços de tinta que eu fazia na tela em branco.

Não é que eu não goste de flores, eu só não consigo compreender o que mais elas possuem além de beleza.

Uma vez, este mesmo floricultor disse que sou uma rosa vermelha. Delicada, bela, frágil e ao mesmo tempo forte por possuir espinhos para se proteger. Como alguém poderia enxergar tanto significado em uma simples rosa? Elas não são como a arte, onde você espalha seus sentimentos em forma de cores ou traços sombreados, dando vida e significado a tela.

Arte é pintura. Eu faço arte todos os dias, não para trabalho, mas para viver. Como poderia eu viver sem me expressar daquela forma? Sem deixar minhas lágrimas ou sorrisos ganharem vida?

É o que eu faço o tempo inteiro. É o que eu faço neste momento. Sentado em silencio observando meu pincel dar toques vermelhos ao por do sol.

Pra mim, aquele floricultor era como o por do sol. Uma explosão de cores, tão belo, preenchido com tons de amarelo, laranja e vermelho. Tons quentes como sua personalidade e com uma mistura tão perfeita quanto sua aparência exterior e interior.

Park ChanYeol não era apenas o por do sol, era também o personagem principal de todas as minhas artes, minha maior inspiração, o floricultor que via tanto significado em flores, mesmo que elas não possam fazer nada além de doar sua beleza.

“Que flor te representa?” indaguei ao rapaz que criava um novo arranjo de lírios brancos.

“Girassol”

“Porque ele é grande?” ele riu e eu não entendi a graça.

“O girassol não é apenas uma flor grande, BaekHyun, além de seu tamanho é alegre, difícil de se abalar. Segue o sol sempre radiante, mas quando o sol some, ele parece emburrado olhando para o chão”

Por mais que quisesse, pra mim não fazia sentido. ChanYeol realmente era uma pessoa alegre, sorridente e difícil de se tirar do sério, mas acredite, não é fácil fazê-lo se acalmar quando finalmente se irrita, é como se uma venda cobrisse seus olhos por um tempo. Isso eu conseguia compreender, mas não entendia como ele via todos esses adjetivos em um girassol.

“Não entendeu nada, não é? O que você vê aqui?” perguntou mostrando-me o arranjo de lírios quase pronto.

“Vejo lírios”

“Não, não são apenas lírios. Pinte uma porção de lírios brancos”

O observei terminar o arranjo de flores, tentando imaginar o porquê teria de fazer aquele exercício.

O conhecendo como eu conhecia, sabia que não conseguiria a resposta se não fizesse o que havia sido pedido. Suspirando baixo, retirei de minha sacola um quadro de tamanho médio. Ele havia sido inteiramente pintado em um tom azul bem claro para que alguma pintura pudesse ganhar vida sobre uma cor tão serena como aquela.

Comecei com um lápis preto, fazendo um esboço rápido das flores. Antes que pudesse tingir a tela de verde, pude notar que suas folhas possuíam linhas e que faziam uma inclinação leve para cima, julguei delicado até começar a pintar as pétalas, onde possuía uma riqueza de detalhes e o triplo de beleza e delicadeza.

Brancas com uma mistura leve de verde claro que se transformava em amarelo, dando cor ao centro e subindo tão delicadamente pelas pétalas até se tornar banco novamente. Ela fazia uma curva sutil para fora, tão cuidadosamente desenhada. Parecia transmitir toda a pureza do mundo em uma pequena flor.

Cores tão suaves, pintinhas tão discretas que intensificavam sua beleza.

Pequenas estruturas saíam do centro, carregando pólen, tons avermelhados e um pequeno botão preto no centro. Tantos detalhes apaixonantes e que transmitiam uma paz que não soube como não havia enxergado isso antes.

“Pureza... paixão” murmurei e recebi um sorriso em resposta. A pintura ainda incompleta a minha frente.

“O lírio branco é o amor puro. Quando você dá um lírio branco para alguém, você a desafia a te amar. Então é um amor desafiador, mas que no fim, é puro”

ChanYeol parecia ver tudo como realmente era sem a menor dificuldade, eu precisava usar um pincel e tinta para conseguir apreciar as coisas da mesma forma que ele, mas eu finalmente pude ver. Talvez devesse pintar mais o floricultor com suas amadas flores, dar vida a todo aquele carinho que era direcionado a elas e descobrir mais sobre o significado de cada espécie de planta que enfeitavam sua loja.

“BaekHyun” me chamou e desviei o olhar do quadro para seu rosto. Ele sorria e retirava um delicado lírio do arranjo para direcioná-lo a mim.

Observei a plantinha em sua mão por breves segundos antes de pegá-la. Pela primeira vez eu pude entender o que ele quis dizer ao me dar uma flor e certamente eu aceitaria o desafio, afinal, eu já o amava como um lírio há tempos.

Eu sou a rosa vermelha, você o girassol.

Pode não ser a combinação mais harmoniosa de todas, mas poderiam fundir-se em uma rosa amarela e ganhar um significado totalmente novo, mas enquanto isso, aceitarei o que temos em comum, um sentimento com o mesmo significado daquele lírio branco. 


Notas Finais


As falas do ChanYeol sobre o lírio e o girassol são de autoria da @mama_byun, não minha, que fique claro aqui kkk
Espero que tenham gostado da historia como eu gostei de escrevê-la.
Obrigada a quem leu até aqui, qualquer coisa o meu twitter é @A95MAI. Bye~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...