História Eu Sou Dela - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Colegial, Erotismo, Gays, Lesbicas, Romance
Visualizações 48
Palavras 1.770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Estou de vortaaa 😆🎶🎶💜
O capítulo de hj está musical 🎤 🎶
Eu estou escrevendo outras 2 fics então espero q vcs tenham paciência caso demore para sair algum capítulo

Boa leitura e n reparem nos erros

Capítulo 4 - Capítulo 4


—Eu tenho que te apresentar a um menino muito gatinho —Minha prima fala com o tom de voz alto para vencer a música alta

—Ah não, Cloe, eu estou bem! 

—Você precisa se divertir mais, Charlotte! 

—Eu estou me divertindo!

—Só da uma chance para ele? 

—Está bem… —Cloe segura minha mão e me leva em direção à um menino, é ele realmente é bem bonito —Noah essa é a Charlotte —Sorrio tímida, Cloe sai e nos deixa sozinhos 

—Oi

 Um Dia Antes Do Dia Dos Namorados 

—Você está pronta? —O professor Mark me puxa para um canto mais isolado 

—Estou, e você está mais nervoso do que eu!

—Essa é a nossa chance de trazer mais alunos para o clube do coral!

—Eu sei, mas você precisa se acalmar um pouco!

—O diretor quer banir o clube do coral, ele falou que não tem orçamento suficiente para mantê-lo e que não temos alunos o suficiente 

—Por que você não nos disse isso? —Quem está estressada agora sou eu! —Eu preciso te contar uma coisa…

—O que é agora?

—Eu troquei de música, não vou mais cantar Girls Like Girls

—Isso é ótimo! Confesso que eu estava um pouco receoso de você cantar essa música… Qual música você vai cantar agora? 

—Big Girls Don't Cry

—Ah, sei…

—Ah e tem mais uma coisa… Era para ser surpresa mais você já está uma pilha de nervos então é melhor eu te contar!—Ele fica em silêncio esperando eu prosseguir —Eu e Alan vamos cantar um dueto, o diretor permitiu, nós pensamos que quanto mais tempo de apresentação mais pessoas conseguimos atrair 

—Música?

—Aí já é surpresa! —Escutamos o diretor apresentar o meu nome para o pessoal lá fora —Tchau professor! —Saio com um sorriso de nervoso

Me posiciono atras das cortinas, a escola não tem dinheiro para bancar uma atividade extra-curricular mas tem dinheiro para montar um palco, cortinas e ainda para comprar dois canhões de confetes para as líderes de torcida! Penso 

As cortinas se abrem e eu sinto um friozinho na barriga, até que isso é legal, me aproximo do microfone e vejo Maya sentada na primeira fila, ela sorri e eu retribuo 

—Meu nome é Charlotte e eu vou cantar Big Girls Don't Cry—Algumas pessoas dão uma gritinhos abafados fingindo animação 

 

La, ra, ra, ra

The smell of your skin 

Lingers on me now

You're probably 

On your flight 

Back to your hometown

I need some shelter

Of me own protection, baby

Be with myself in center 

Clarity, peace, serenity 

 

I hope you know

I hope you know 

That this has nothing to do with you

It's personal, myself and I 

We got some straightening out to do

And I'm gonna miss you

Like a child 

Misses their blanket 

But I've gotta

Get a move 

On with my life 

It's time to be 

A big girl now 

And big girls don't cry

Don't cry

Don't cry

Don't cry

 

Okay, talvez essa música esteja parecendo uma indireta bem direta, penso

 

The path that I'm walking 

I must go alone

I must take the baby steps 

'Till I'm full grown 

Full grown

Fairy tales don't always 

Have a happy ending, do they?

And foresee

The dark ahead if I stay 

 

Maya presta total atenção na letra, entendendo e assimilando a inexistente mensagem que estou tentando transmitir para ela

 

I hope you know

I hope you know 

That this has nothing to do with you 

It's personal, myself and I 

We got some straightening out to do

And I'm gonna miss you

Like a child misses their blanket

But I've gotta

Get a move on with my life 

It's time to be 

A big girl now

And big girls don't cry 

 

Like a little school mate 

In the school yard 

We'll play jacks and uno cards 

I'll be your best friend 

And you'll be my valentine

Yes, you can hold my hand 

If you want to

'Cause I wanna hold yours too

We'll be playmates and lovers

And share our secrets worlds 

But it's time for me 

To go home

 It's getting late

Dark outside 

I need to be

With myself in center 

Clarity, peace, serenity 

 

I hope you know 

I hope you know 

That this has nothing to do with you 

It's personal, myself and I 

We got some straightening out to do

And I'm gonna miss you

Like a child misses their blanket

But I've gotta

Get a move on with my life 

It's time to be 

A big girl now

And big girls don't cry 

Don't cry

Don't cry 

Don't cry 

La, ra, ra 

Ra, ra, ra 

 

Todos aplaudem e eu saio do palco, vou em direção ao pessoal, alguns estão com garrafas de água, pego a garrafa de Ashley e bebo a água 

—A pessoa tem tanta educação que nem pede —Ashley fala debochada e revira os olhos

—Obrigada! —Falo irônica e entrego a garrafa para ela —Eu acho que devemos contar para o professor o que estamos planejando, o professor já está muito nervoso!

—Não vem querer desistir agora Charlotte! —Diz Ashley 

—O real motivo de ela não querer que nós continuemos com o nosso plano não é por causa do professor é porque ela quer ser a estrelinha do clube do coral —Kayla fala e sai estressada

—Olha, não é nada disso! Mas tudo bem, querem fazer? Que façam então! —Falo e saio Ben vem atras de mim

—Você ainda vai cantar com o Alan no final?

—Se eu não cantar todos vão ficar bravos comigo, então sim! 

—Mas você tem que querer cantar e não cantar porque as pessoas obrigam você!

—Eu sei… 

—E você arrebentou lá no palco!

—Obrigada! —Dou meia volta e saio andando, escuto o diretor chamar todo o clube do coral, nessa apresentação eu não vou participar, tem muita dança e eu já tinha falado que a coreografia estava muito difícil para mim, sou boa em cantar mas não em dançar

“O plano” que estávamos falando e de cada pessoa tivesse o seu solo, só as pessoas que quiserem é óbvio! A maioria não quis, as que quiserem um solo foram: Ashley, Brittany e Kayla, e ainda tiveram a brilhante ideia de terminar o nosso pequeno show (não mais tão pequeno) com um dueto, que será eu e Alan que irá cantar, eu não queria aceitar e fazer parte de tudo isso  mas depois de tanto me encherem a paciência acabei cedendo 

Escuto eles cantando a música que era para ser a música final, mal sabem todos que terão uma grande, talvez não tão grande, surpresa 

Vejo Maya e tendo fingir que não a vi, mas não adianta nada, ela vem na minha direção 

—O que você está achando do nosso showzinho?

—Com você ele fica um showzão! —Ela fala e eu dou risada —Você estava cantando para mim?

—Não… Eu estava cantando para toda a escola!

—Então você não estava pondo um fim no nosso relacionamento através de uma música?

—Claro que não! —Sorrio de nervoso

—Isso significa que ainda tenho chance?

—Aí depende

—Do que?

—Eu ainda tenho chance com você? Se eu tiver você também tem comigo! —Maya segura minha mão e me puxa para um canto escuro e me beija 

—Isso responde à sua pergunta?

—Responde! —Eu a beijo 

Decidimos sair de lá e vamos para uma sala, fazemos as pazes e voltamos, ficamos na sala trocando carícias até todos se apresentarem, voltamos correndo mas discretamente para o auditório 

—E aí? —Pergunto para o professor que não está com a cara muito boa 

—Onde você estava? 

—No banheiro, depois precisei atender a um telefonema, e depois precisei repassar mais uma vez a música que vou cantar com Alan

—Hum

—Você não está bravo ou está?

—Não, mas vocês deveriam ter me contado!

—Eu juro que não queria fazer parte de tudo isso! 

—O bom é que deu tudo certo, todas as apresentações sairão ótimas!

—É… —Me afasto e vejo Alan que está junto com todos ele me vê e vem na minha direção com um sorriso largo no rosto —Vamos? —Pergunto ao escutar a voz de Brittany nos anunciar

—Vamos! 

Alan entra no palco e começa a cantar 

 

 Hey, I was doing just fine before I met you

I drink too much and that's an issue, but I'm okay

Hey, you tell your friends it was nice to meet them

But I hope never see them again

I know  it breaks your heart

Moved  to the city in a broke-down car

And four years no calls

Now you're lookin' pretty in a hotel bar

And I-I-I can't stop

No, I-I-I can't stop

 

So, baby, pull me closer in the backseat of your Rover

That I know you can't afford 

Bite that tattoo on your shoulder 

Of that mattress that you stole 

From your roommate back in Boulder

 

We ain't ever getting older

We ain't ever getting older

 

Eu entro no palco e começo a cantar 

 

You look as good as the day I meet you

I forget why I left you, I was insane 

Stay and play that blink-182 song

That we beat to death in Tucson, okay 

 

I know it breaks you heart 

Moved to the city in a broke-down car 

And four years, no calls 

Now I'm  lokin' pretty in a hotel bar 

And I-I-I can't stop

No, I-I-I can't stop 

 

 

So, baby, pull me closer in the backseat of your Rover 

That I know you can't afford 

Bite that tattoo on your shoulder 

Pull the sheets right off the corner

Of that mattress that you stole 

From your roommate back in Boulder

We ain't ever getting older 

 

Ficamos bem próximos, próximos até de mais, Alan segura minha cintura com uma mão e puxa meu quadril o deixando colado no dele aumentando nossa proximidade e aparente intimidade 

 

We ain't ever getting older (no we ain't ever getting older)

We ain't ever getting older (no we ain't ever getting older) 

We ain't ever getting older (no we ain't ever getting older)

We ain't ever getting older (no we ain't ever getting older)

 

No, we ain't ever getting older 

No, we ain't ever getting older 

 

Alan me beija, esse beijo não estava programado! No começo eu meio que recuso a retribuir o beijo mas aí vou me deixando levar e entro no clima, ele beija bem, muito bem, não consegui resistir 

Me afasto quando lembro que Maya está assistindo tudo, encaro Alan por alguns breves instantes e depois encaro Maya que olha a cena decepcionada, vacilei eu sei, desço do palco correndo e decido fazer como sempre faço me esconder e fugir dos meus problemas


Notas Finais


Espero q tenham gostado dessa capítulo 😊💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...