História Eu sou diferente, algum problema? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Itanaru, Mpreg, Sasugaa, Yaoi
Visualizações 726
Palavras 2.107
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Harem, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eaiii seus lindos, vou dar alguns avs rapido aqui.
1- não tem dia certo pra postagens de cap. Mais prometo não demorar.
2- assim como me foi pedido, o casal principal é Itanaru, com participações de outros casais.
3-não tenham medo de comentar, eu amo ler comentários, e responderei a todos.
É isso bjs e bora começar a ler.

Boa leitura<3

Capítulo 1 - S2


Eu estou muito indignado, porra mano qual o problema de eu ser assim? Eles tem essa mania de ficar me comparando com os outros ômegas e quando eles vem e falam ''''ômega não xinga'''' ou ''''ômegas são delicados'''', hurrrg e daí que eu xingo? qual é o probrema se eu não consigo ser delicado? não consigo cozinhar, e não levo desaforo pra casa, qual é o problema de eu ter tatuagem? e dai que eu não sou submisso a alfa, me diz Qual é a porra do problema? , eu não tenho culpa de ser assim, se alguma coisa está me incomodando eu falo, nem que pra isso eu preciso enfrentar um alfa, e que se foda a voz deles, isso não me afeta, bom não mais. Vocês devem estar se perguntando o por quê de eu estar assim né? Ou  até quem eu sou? , bom permita  me apresentar.

Sou Naruto Uzumaki Namikaze,  mas me apresento como Naruto Namikaze, já  que Naru    ou Soare são os meus apelidos que só os mais proximos tem permisão de usar, no mundo aonde eu vivo, somos separados por status Alfa, Beta e Ômega, não entendeu ? To nem ai, vocês viram como eu sou um amor de pessoa. Eu morava em konohá, era um ômega baixinho e bem gordinho sofria muito por causa disso, e como eu era idiota começei a gostar do cara mais popular da escola, seu nome Neji hyuuga, coisa idiota né mais emfim, fui la e me declarei pra ele, e começamos a namorar, eu fazia de tudo pra ele seu dever de casa, entre outras coisas, no fim eu descobri que ele me traia com a sua prima Hinata hyuuga aquela quenga, querendo tirar satisfação fui lá e tentei falar com ele mais no final eu acabei sendo humilhado na frente de toda escola, e ele ainda disse que ninguém ficaria com um ômega igual eu, depois disso eu quase entrei em depressão, porém aconteceu uns problemas na familia e eu e meu pai nos mudamos , e fomos pra frança, e ficamos por cinco anos lá e hoje  estamos voltando pra konohá, uma cidade não muito grande mais nem muito pequena, aqui os Alfas comanda a bagaça toda, eles manda, nos obedecemos, ainda mais quando eles usam a sua voz, me dá nos nervos, os Betas são os sortudos aqui nesse mundo, é sério eles devem te feito algo de muito bom na vida passada, já os Ômegas são os mais fodidos, além deles serem mais frageis são mais fracos, são hiper mega super sensíveis e são totalmente submissos a alfas, merda né, pois então irei contar a vocês um pouquinho sobre mim, eu sou um ômega diferente, ai vocês me perguntam, como assim um omega diferente Naruto? Simples meu caro amigo(a) eu não abaixo a cabeça pra ninguém, eu sou um desastre na cozinha e a cada dez palavras que eu falo, um terço é palavrão, tenho tatuagens, resumindo eu sou aquelas pessoas que vocês chamam de problematica, não gostaram? Me processa. 

Quando eu morava em Konohá, eu tinha apenas, dois amigos Gaara um beta e Ino uma alfa, ué Naruto não era você que não gostava de alfa, não eu nunca disse isso, eu só falei que não abaixo a cabeça pra um, mais continuando, além desses dois eu não tinha mais nenhum amigo, não sou uma pessoa tão social assim, éra eles que me protegiam quando algumas pessoas viam me atormentar pelo meu porte físico, eu mantenho contato com eles desde que eu me mudei, falava com eles por mensagems, video chamada entre outras coisas, se eles estão acostumado com a minha personalidade, bom no começo eles estranharam um pouco, mas agora está tudo de boas, e mudei muito a minha aparência também, agora eu tenho até barriga tanquinho, minha bumda é farta, e as minhas coxas então nem se fale, meus cabelos são de um amarelo vivo, e meus olhos são as coisas mais azuis que você já viu, tenho 1,61 de altura, 17 anos, se vocês querem saber, mais se não quiserem vão saber mesmo assim, eu não sou mais virgem, apesar da minha cara de anjo, e um jeitinho que quem não me conhece vai achar que eu sou injenuo, minha mente é 54% de putaria, mau sabem eles que eu penso barbaridades umas mais pervertidas que as outras, eu sou normal? não, mais eu gosto do meu, 'eu' de ser, e não mudaria por nada a minha pesonalidade.

Eu moro com o meu pai, ele é um alfa, que mais parece um ômega, mais qué um conselho , não irrita ele cara, você irá se arrepender se fazer isso, vai por mim, meu pai é dono de um restaurante de muito susseso na França, e ira abrir um novo aqui em konohá, e minha mãe, bom essa eu não conheci em nem faço questão, por conta da minha personalidade que não é umas das melhores, eu tive que aprender a lutar, eu posso até lutar com dois alfas de uma vez, apanho mas eu também bato e muito, não sou uma pessoa que se envergonha facilmente, e nem um ômega sensível, odeio chorar na frente dos outros, e como já deu pra perceber sou mais forte do que ômegas normais, eu poderia até me arriscar a dizer que eu sou um beta, tirando que eu ainda tenho a bosta do cio e o meu cheiro forte, aé uma coisa que eu esqueci de falar, meu cheiro é forte pra porra, é suave como um cheiro de uma flor que eu esqueci o nome, com uma mistura de maracujá,  eu não sei explicar mais foda-se, isso é o de menos.

Nesse exato momento estou no roll de desembarque do avião, com os meus fiéis e inseparáveis fones de ouvido, esqueci de falar mais eu amo musica principalmente as Brasileiras, os rep e os sertanejos de lá são bons, na verdade a maioria dos genero de musica é boa, igual as comidas de lá, eu sou muito esfomeado, mais como eu disse, estava no roll de desembarque do avião, quando eu fui esmagado em um abraço, tipo eu tava começando a ficar necessitado de oxigênio, caraca mano esse ser é forte, é claro é um alfa.

??''Naru que sudades'' pera eu reconheço essa voz, olhei pra menina em minha frente e abri um sorriso mais largo que minha cara.

''Eu também estava Ino, ágora me solta, você tá me sufocando , eu não gosto de muito contato físico''falei e vi ela sorrir gentil. 

Ino ''Tão ômega''falou me fazendo revirar os olhos, estava pronto pra mandar ela tomar no cú, quando vem um ser do além e me abraça, caramba acabei de falar que não gosto de contato físico , porra será que esse ser não escutou oque eu disse.

?? ''você mudou, soare''falou o ser que eu pude constatar ser Gaara pela cabeleireira vermelha, me chamando pelo o meu apelido que ele me deu soare significa sol em Romeno, diz ele que me chamar de sol seria muito simples estão me deu um apelido mais ''''sofisticado'''', palavras usadas pelo o próprio .

''To gatão né'' falei, não é querendo me achar não, mas quando eu olho no espelho, quero me dar uns pega, serio até já beijei o espelho, o que resultou de um pai olhando da porta de queixo caido, foi hilária a cara que ele fez.

Gaara ''Nada modesto né''falou rindo revirei os olhos, já perceberam que eu faço isso bastante, se ainda não, perceba. Estava pronto pra responder a altura, quando eu vejo um eu do futuro versão alta, sorrindo pros serumaninhos do meu lado, meu velho gosta muito dos dois amigos tapados que eu tenho, eles sempre ia lá em casa pra jogar vídeo game, mais me deixavam sozinho trinta minutos depois, pra poderem bater um papo com o velho, pra você vê os amigos que eu tenho, me abandonavam, e me esqueciam na rua da amargura, eu dramático? Logico que não Puff.

''Não quero ser deixado de lado, agora vamos pra casa, dai vocês me excluem''falei fazendo eles rirem, confesso que  uma boa parte disso é ciúmes do meu velho, além dele ser forte e bonito, é gentil e carismático, e um alfa solteiro. ''''A mais Naruto você não devia ficar com ciúmes por causa disso'''', vocês devem estar pensando, mas eu ti digo meu caro amigo (a), eu tenho e muito. Imagine se você levasse seu amigo pra casa, e ele ficar secando seu velho de cima abaixo, ainda por cima flertar com ele na maior cara de pau, é foi isso que aconteceu a primeira vez que eu levei gaara lá em casa, depois ele veio e deu uma desculpa esfarrapada, falando que pensava ser meu irmão mais velho, ve se pode isso.

Meu velho pegou nossas malas, com a ajuda ne Ino, não eram muitas, continha apenas uma do meu velho, e quatro minha, que foi sou vaidoso, caminhamos lentamente até o carro, Ino e gaara tinham vindo de carro, e iriam levar eu e meu velho a minha nova casa, colocamos as malas dentro do carro de ino e fomos pra casa.

Entrando em casa pude observar, não era uma casa grande, mais era uma bem mais melhor doque aque eu morava, tinha dois andares, no primeiro se emcontrava uma sala, a cozinha era separada por um balcão, bom com um pai cozinheiro vocês devem já imaginar que elá era enorme, e a sala de jantar era embutida na sala de estar, no segundo andar ficava os quartos três pra ser mais especifico semdo todos eles suites com closet, uma biblioteca não muito grande mais nem tão pequena, um banheiro, e tinha um comodo, que pra minha felicidade meu velhote querido fez pra min, era um cômodo espaçoso, as paredes eram um laranja claro, a minha cor preferida, num canto tinha um violão jumto com uma guitarra, e um piano, no outro canto uns três pufs na frente de uma teve plasma hd de 42 polegadas, jumto com um x-box, no outro canto tinha um computador, e uma mesa no centro, e uma pequena estante de livros, dá lra min usau como sala de estudos e de diversão, vejo que meu pai pensou em mim quando fez esse cômodo.

Minato ''vejo que gostou do cômodo meu filho'' falou meu velho vendo os meus olhos brilharem, acenei pra ele positivamente com a cabeça, e ficava batendo palminhas e pulando todo feliz.

Ino''vejo que seu lado ômega fofinho acordou''falou fazendo eu bufar e revirar  os olhos.

''A qual é Ino, eu sou sempre um amor de pessoa, só não mostro esse meu lado pra ninguém ver tamanha beldade''falei sorrindo comvensido.

Gaara ''humildade passou longe, e mandou beijo''falou, fazendo eu mandar carinhosamente meu dedo do meio em sua direção, e ele retribuiu me mostrando sua língua.

''Quem mostra língua quer beijo''falei sorrindo maliciosamente, semdo promtamente correspondido.

Gaara ''vejo que você me conhece muito bem'' falou, sabe eu eo gaara já demos uns pegas sem compromisso, é claro apesar de ja termos ficado e até transado, agente ainda tem um laço de amizade muito forte, que qualquer um sentiria inveja, e devo constatar que apesar de beta tem uma pegada que te leva aos céus, mais um alfa faz um serviço bem mais melhor, não querendo desmerecer os betas nem nada disso, só que ômegas presisam de alfas, mesmo eu não gostando muito disso.

Minato ''olha a putaria na minha frente'' falou em um tom divertido, vi gaara ficar sem graça.

''A velho eu nem vi que você tava ai'' falei.

Minato ''mais eu to, espera eu sair pelo menos'' falou.

''Oque o senhor ta fazendo aqui então'' falei dando um sorriso de lado, pra queles que pensam que eu to sendo rude com o meu velho, está redondamente enganados, as minhas comversas com o ele são sempre assim, a base de alfinetadas.

Ino ''eu sempre me espanto, com tanto amor de pai e filho'' falou com cara de espanto. 

''É só amor nessa casa querida'' falei empinando o nariz, arrancando risadas dos demais ali presidente.

Depos dessa breve comversa, fui arrumar minhas coisas no meu quarto, e ino e gaara foram embora, meu velho foi arrumar as coisas no quarto dele também, fui avisado de tarde que minha moto chegou, é fi eu sou um ômega radical amo andar de moto, adoro adrenalina. Como meu pai não tinha feito as compras de casa nois comemos pizza na hora da janta mesmo, e quando deu a hora de durmi, eu tomei banho e coloquei o meu pijama que no caso seria só, uma cueca box qualquer e uma blusa do meu velho, que no caso era o dobro do meu tamanho. E dormi feito um anjo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...