História Eu sou diferente, algum problema? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Itanaru, Mpreg, Sasugaa, Yaoi
Visualizações 512
Palavras 2.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Harem, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura<3

Capítulo 2 - S2.


Sabe quando você tá em um sonho que não tem nada a ver com nada, e quando o sonho começa a ficar interessante , seu despertador começa a tocar, ai você acorda, mais sua curiosidade era tão mais tão bom grande que você vai tentar dormi de novo só pra poder ver o finalzinho do sonho, ai você acaba conseguindo, então isso nunca aconteceu comigo.triste né? Mais emfim, tava eu lá de boa dormindo, ou tentando voltar a dormi né, já que o despertador me acordou, quando eu escuto baterem na porta, só resmunguei um vai embora, bem baixinho, e voltei a dormi, já estava entrando no meu quinto sono, quando do  nada eu sonho que to me afogando, estranho né, mais de boa pra min era só mais um sonho besta, quando do nada eu sinto que algum ser jogo água na minha cara, pulo da cama e acabo caindo de bunda no chão. 

''Porra velho pra que fazer isso, era só me acorda com carinho, mais não eu tenho que jogá um balde de água na cara do meu filho, não ri não desgrama'' falei vendo ele se acabar na gargalhada, ve se pode isso, hiiirg minha cama ta toda molhada.

Minato ''para de drama meu filho, eu tentei te acorda de outro jeito, mais veja pelo lado bom''falou agora mantendo  um olhar divertido em minha direção, engui uma sobrancelha. 

''E tem um lado bom, aonde eu não to vendo? '' falei, olhando pra ele esperando ele falar o lado bom dessa jóça.

Minato ''Você não vai se molhar quando for tomar banho, já vai ta todo molhado mesmo'' falou fechando a porta pra não levar traviseirada no meio da fuça, fui pro meu banheiro, tomei um banho gostoso, sai e fui no closet, vesti uma bermuda jeans, uma camisa branca, coloquei minha inseparável gargantilha, que possui um anel, mas oque esse anel significa pra você Naruto? Bom se vocês estão pensando nessa pergunta, pode tirar o seu cavalinho da chuva, eu não vou responder espera eu pegar uma certa intimidade com vocês primeiro, ai sim depois eu penso em contar, mais em fim voltando, fui pra frente do espelho da uma ajeitada na minha juba, ata só pra constar que meu cabelo é juba mais não tem ponta dupla e é muito menos ressecado, as falsianes sentem até inveja, sei disso e não culpo elas, até eu sentiria inveja, mas em fim, passei perfume, peguei minha mochila, celular e fones de ouvido e deci as escadas pra poder tomar café da manhã. 

Minato '' bom dia meu filho, como foi o banho'' me perguntou com um sorriso sapeca, a mais tu me paga.

''Foi ótimo, um dia eu faço você experimentar, tenho certeza que o senhor vai adorar'' falei me referindo ao balde d'água.

Minato ''que isso filhão, agora se delicie com o meu café da manhã, que eu já tenho que ir, vou terminar de ajeitar o restaurante, ainda tem muita coisa pra fazer, você vai de ônibus ou de moto?''me perguntou, eu fiz uma cara de sério que você me perguntou isso ''ta foi uma pergunta idiota''balanço  a a cabeça em concordância, fizemos nosso toca aqui, e ele foi resorver suas coisas, terminei de comer aquela delícia, isso que é bom ter um pai cozinheiro, e subi pro quarto, escovei os dentes, desci até o cozinha, e lavei a louça que eu sujei, terminei sequei as mãos no guardanapo, coloquei a mochila nas costas, e o fone, colocando uma música do haikaiss, sim é brasileira eu já falei que eu amo as musicas do Brasil, peguei as chaves da moto, tranquei a porta e fui pra garagem, lá eu encontrei a minha Angel, quem é Angel Naruto? Sua gata ou cachorra? Nenhum dos dois é a minha preciosa moto, oque ta achando que eu sou louco pra dar nome a uma moto né? Mas eu não pedi opinião. Coloquei o capacete, e subi na Angel, e fui pro Colégio, eu confesso estou muito nervoso, não é pra menos né, depois de cinco anos eu to voltando, mais eu também estou mó ansioso, mano tipo eu sai de lá mó gordinho, com uma personalidade ingênuo, e agora que eu voltei tó mó bonitão, não sou ingênuo, bom eu acho que a única, coisa que eu não mudei é que eu continuo inteligênte.

Chegando no Colégio estacionei a minha moto, e deci, tirei o capacete, e vi que muita gente me olhava, ué oque que deu neles, perderam o cú aqui, casei ino e gaara com os olhos e os encontrei sentados na sombra de uma árvore, tirei a chave da moto e a travei, e fui em direção daqueles retardados, cheguei bem perto mais parece que eles não me viram, então fiz a unica coisa lógica que uma pessoa como eu faria, se você esta pensando que eu chamei a atenção deles acertaram porém como eu sou diferente, em vez de eu chamar pelos nomes eu simplesmente me joguei em cima deles, na verdade eu tropeçei mesmo, mas foda-se.

Gaara ''nossa soare, eu sou cardíaco não me da um susto desses não! ''falou com a mão no coração, revirei os olhos.

Ino ''sai de cima você é pesado'' bufei e me sentei adequadamente  na frente deles, coloquei a minha melhor cara de inocente. 

''Bom dia pra voces também amores, senti saudades''falei com a minha melhor cara de pau.

Gaara ''sei sentiu saudades da minha rola isso sim'' falou e ino olhou abismada pro ruivo, não é todo dia que ele fala palavras desqualificadas.

''Olha gaa-cha não sei que tipo de mosquito te picou, mas eu adorei'' ino me olhou com um olhar que disia não provoca, dei de ombros ''eu tenho que ir vou pegar meu horário, e a chaves do meu armário''. Falei deixando os dois pra trás, eu sei que o gaara ta estranho, mas depois eu pergunto oque que aconteceu, mas é claro que eu não vou dar conselhos né, eu sou pessimo nisso, serio da ultima vez que eu dei um conselho, acabei destruindo um namoro, por isso tento evitar da conselhos, fui caminhando calmamente entre os corredres, atraindo varios oralhes sobre mim, eu acho que é por causa que eu sou ''''novato'''' ou algo assim, não sei direito mas estou nem ai, parei enfrente a uma porta que estava escrito diretoria, e bati duas vezes, eu sou educado tá mais só as vezes, escutando um entre abafado.

Entro e me assusto com a pessoa que vejo sentada na mesa do diretor.

''Devia ter desconfiado que meu velho, não ia deichar eu ir a uma escola qualquer''falei massageando as temporas e me jogando de qualquer jeito na cadeira.

??''sim você devia até por que, se não fosse essa escola, você sairia expulso em menos de um mês''falou, a qual é só por causa que eu já fui expulso de três escola em menos de um ano.

''Em minha defesa, eu não fiz nada de errado'' falei erguendo as duas mãos pro céu. 

?? ''Não imagine só quebrou a perna de um alfa e deixou um beta internado, tacou fogo na escola a é e eu não posso esquecer da vez em que você torceu a mão do professor'' falou com ar de deboche, bufei e revirei os olhos.

''O alfa éra um idiota e estava me assediando, o beta queria me estuprar, o fogo não foi culpa minha, eu só estava fumando um cigarro quando ele misteriosamente caio no gramado e começou a pegar fogo, já o professor estava olhando torto pra min, ninguém gostava dele mesmo fiz um bem pra aquela escola, eles deviam me agradecer e não me expulsar'''falei despreocupado dando de ombros, vendo o ser na minha frente negar com a cabeça. 

??'' você não parou com essa merda de cigarro ainda, bom não vou discutir com você, ta aqui os seus horários , quando você sair por aquela porta vai encontrar um moreno, ele ira te apresentar a escola, e te levar até o seu armário, pode ir! Mas juízo em, e boa aula! ''falou e me estendeu um papel, que eu peguei, não tenho culpa cigarro me relaxa! se tornou um vicio já, eu sei que eu não deveria! Mas é bom! 

''Ta querendo me expulsar, tsu''falei com uma falsa expressão indignada.

Tsunade ''não começe com os seus dramas, vai logo que eu tenho muito aque fazer'' sei provavelmente ela esta me expulsando pra começar a beber, eu tenho quase certeza, levantei da cadeira, e fui em direção a porta, Tsunade senju é mãe  adotiva do meu velho, isso é uma longa história estão eu não vou contar estou com preguiça quem sabe outro dia eu não conto? Por enquanto vocês ficam na curiosidade. 

Estava tão perdido em meus pensamentos que assim que eu abri a porta da sala da tsu, e caminhei mais um pouco eu esbarrei num poste, quer dizer numa pessoa, caramba esse povo tem que ficar bem aonde eu vou passar, e cai de bunda no chão. 

??''Me desculpa eu não te vi pequeno'' falou estendendo a mão pra min pegar, sertamente ele é um alfa, mas esse alfa tem um cheiro muito forte, será que é lupus?, é raro, porém não quer dizer que não existem, eu mesmo conheço dois, olhei pra mão daquele ser e é grande, se a mão é grande imagina outra coisa, sorri com o meu próprio pensamento, e finalmente olhei ele nossa , me encantei com o que eu vi ele tinha pele clara, era alto 1,80 se eu for chutar, tinha cabelos cumpridos, e os olhos mais pretos que eu já vi, estava encantado com tamanha beleza esse alfa não é de se jogar fora, ele com certeza é um alfa lupus apesar de estar usando alguma coisa pra disfarçar o cheiro, provalvelmente para que os outros não percebam, entretanto como meu alfato é mais apurado, eu percebi, porque ele esconde seu cheiro, eu não sei e bom não é da minha conta... então foda-se mais confesso que fiquei curioso, fiquei encaran….Pe pera ai ele me chamou de pequeno, foi isso mesmo ele me chamou de pequeno, quem ele pensa que é? será que ele quer conhecer seus ancestrais antes da hora? ta bom que eu tenho 1,61, mas não humilha! Não seu fi duma rapariga, o fuzilei ele com os olhos, esse alfa é bonito mais é um babaca, me levantei sem pegar a sua mão, peguei o papel do chão que tinha caido, fiquei a três passos de distância, ele me olhava confuso , puxei sua gravata para que ele chegasse mais perto, e vi que ele estava um pouco espantado com a situação , olhei pra ele com um olhar mortal, foda-se que ele é alfa e foda-se duas vezes se ele for lupus, ninguém me chama de pequeno e sai sem ouvir pelo menos uma ameaça!! 

''Olha aqui, a culpa não é minha se você cresceu demais ta entendendo?! E eu to pouco me fudendo se você é um alfa beta ou até o sumo sacerdote! só te aviso uma coisa, presta a atenção, se você me chamar de pequeno mais uma vez, eu corto o seu parquinho de diversão'' falei, e vi ele ficar com cara de espantado provavelmente nenhum ômega faz oque eu fiz, quem seria loco de enfrentar um alfa, eu, mais eu já avisei a vocês eu sou diferente, larguei sua gravata e vi um outro moreno, nos olhando de olhos arregalados, pelo visto eu vi que é outro alfa, e eles são muito parecido, são irmãos arriscaria dizer, olhei pra desgrama em minha frente, e só falei um ''está avisado'', quem ele pensa que é ninguem me chama de pequeno, só quem não tem amor a vida, e fui na direção do outro moreno, cheguei bem perto dele que estava me olhando agora com curiosidade. 

''Você deve ser o moreno que vai me apresentar a escola né, não precisa mais agradeço, só me da a bosta da chave do meu armário que o resto eu me viro'' falei e vi ele caçar a chave, pra logo depois me entregar rapidamente, falei um ''valeu'' e sai andando pelo corredor sem olhar pra trás, olha meu dia não começou bem fui acordado com água na cara, e eu não fico de bom humor quando eu não me levanto por vontade própria , agora vem um alfa e me chama de pequeno, claro que isso não ia presta, hoje estou venenoso, não mexam comigo! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...