História Eu sou diferente, algum problema? - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Itanaru, Mpreg, Sasugaa, Yaoi
Visualizações 408
Palavras 2.067
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Harem, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura <3

Capítulo 5 - S2


Caminhei a passos largos, queria sair daquele refeitório o quanto antes pra mim não meter o casete em ninguém o refeitório inteiro olhava pra mim, uns com curiosidade, outros com espanto, medo e mais um monte de expressões faciais que eu não to prestando a atenção, merda não era pro meu lobo sair pra fora agora, e eu agradeço a diretora por ter falado no alto falante, me chamando pra ir pra sala dela, se não eu ia me estreçar e ia acabar entrando em uma briga ali, e isso é oque eu menos quero, tenho que me acalmar,respira, inspira.

Cheira a florzinha. 

A sopra a velinha.

Cheira a florzinha.

A sopra a velinha.

Cheira a florzinha. 

A sopra a velinha.

Cheira a florzinha. 

A sopra a velinha. 

É eu to mais calmo agora, naru por que você cheira a florzinha e a sopra a velinha?. É que é tipo um manto pra me acalmar, e quase a mesma merda que respira e inspira, só que de um jeito digamos mais bonitinho, entendeu? Se não vai ficar sem intender, não to com paciencia pra ficar explicando, chegando a sala da diretora eu entrei sem bater mesmo, não to afim de gastar a pouca educação que me resta, quando eu abro a porta, dou de cara com o emburradinho, e a tsu, eles me olharam de uma forma que dizia ''''você fez merda não fez? '''' ou ''''quantas ambulâncias eu vo te que chamar dessa vez? '''' que isso até parece que eu ia chegar metendo a porrada, eu gosto de comversar antes de dar a louca.

'' não eu não bati em ninguém, porém eu to com uma vontade muito loca de ver samgue nos meus punhos'' falei olhando pra eles, com um sorriso psicopata, eu consertesa eu tava brincando porém parece que ele levaram a serio.

Tsu ''aqueta o facho ou eu o aquieto ele pra você'' falou, não é por nada não mais eu não quero ver ela brava, olhei pra ela como se disia ''''eu já to calminho''''.

Kurama ''estamos com problemas de mais, não adicione mais um a lista'' falou com a sua cara emburrada, revirei os olhos e me joguei, literalmente na cadeira, que estava em frante a mesa da tsu e do lado do emburradinho, peguei umas bolachas que estava em cima da mesa, que normalmente ela coloca pra quem fosse na sala dela comerem mais no fim ninguém come, por medo de perguntar se pode pegar uma, pelo visto daqui em diante vou ter que fazer esse difícil trabalho.

''Oque vamos, fazer'' perguntei curioso. Antes eu estava pouco me fodendo, pros boatos, mais quando colocaram aquela bosta de publicaçao no site, eu pirei, estão cheretando de mais a minha vida, mano se eu tivesse alguma coisa com esse traste, eles não poderiam falar nada, mais não a vida deles ta tao chata e intediante que tem que cuidar da vida dos outros pra sair do tedio, olhei pro emburradinho depois pra tsu, esperando eles falarem alguma coisa.

Tsu ''oque vamos fazer virgula, oque vocês vão fazer, a comfusao é de vocês não minha'' falou ela como se fosse a coisa mais óbvia do mundo, olhei pro emburradinho.

Kurama ''não fasso a minima ideia'' falou negando com a cabeça, e suspirando, bufei e terminei de comer as bolhachas ainda pensando em como eu irei resolver tudo isso, mais que merda.


=== Dono(a) do site on === trinta menutos atras .


Bom sabe quando seu dia está entediante, então o meu está assim, eu estou no refeitório com o bando de idiotas que acham que são meus amigos, pff iludidos, eu tenho um site sobre fofocas, que fa muito sucesso, todos na escola são meus alvos, des de prof, até alunos e diretores, entre outros, como eu criei o site? Simples, eu amo uma fofoca, mais sempre que eu ia comentar com alguém eu ouvia um ''''pare de cuidar da vida dos outros'''' até que um dia eu decidir fazer um site sobre isso, não teve nenhum motivo em especial, só quis e pronto, pra mim é assim, ''''eu quero, eu faço, eu poço'''' simples, mais o engraçado de tudo isso é que mesmo eles falando que eu cuido da vida dos outros, eles estão fazendo a mesma coisa olhando meu site, eu estou tão perdido(a) aqui em meus pensamentos, mais assim que eu escutei um ''''vocês não vão acreditar, eu fui lá na sala, pra pegar meu lanche que eu avia esquecido na sala, e assim que eu abri a porta encontrei aquele aluno novo no colo do prof: Kurama, viquei com muita vergonha e sai de lá rapidamente nem peguei meu lanche'''' parei te prestar atenção depois dessa fala, meus ouvidos são muitos bons pra dedectar uma fofoca ainda mais se for uma quente, olha oque temos aqui, dei um sorriso maldoso e me levantei e disse que iria ao banheiro, mais é claro que o meu destino era outro e era em direção oposta, fui direto pra sala em que aquela azinha lá falou que viu os os dois, e vi que, oque ela disse era verdade, rapidamente peguei meu celular, olhei pro lado, depois pro outro pra ver se não tinha ninguém, tenho que tomar o maior cuidado do mundo pra mim não ser flagrado(a) nessas horas, ótimo barra limpa, tirei uma foto sem que eles percebessem e fui pro banheiro, entrei em uma das cabines, e publiquei essa matéria bombastica, isso provavelmente vai acabar com o emprego do prof: kurama, mais quem disse que eu ligo, fou de ombros e depois disso voltei pra mesa, e me sentei como se não tivesse feito nada de errado, mais eu não fiz mesmo, no ponto de vista de vocês eu posso até parecer o(a) vilão(vilã), mais eu não ligo para oque vocês pensam, na verdade eu não ligo pra ninguém, só pra mim mesmo(a), egoísmo? Talvez, não sei, mais pra mim só existe eu, pra mim essa merda de escola gira em torno de mim, ninguém sabe quem eu sou, e se depender de mim, nunca saberão, se quiserem pode até me odiar e me chamar de falso(a) entre outras coisas, mais quer saber, foda-se sua opinião. 


=== Dono(a) do site off === tempo de agora.

           === Naruto ===

Eu ainda estava na sala da diretora quebrando minha cabeça para pensar em algo, alguém ou em alguma solução pra resolver essa merda toda, viu como são as coisas, eu venho para a escola pra estudar, ficar em paz com a vida, e ter um futuro promissor, aonde eu nem sei o que que eu vou fazer, e no primeiro  dia de aula eu entro em um pata de um problema, minha cabeça está a mil, pensando e pensando em pensando de novo. A sala da tsu está em total cilencio, a não ser pelo idiota aqui do lado que não para de batucar seus dois dedos endicadores na mesa, simulando um som de bateria, pra ele aquilo deve tá sendo um máximo, mais e pra mim, tá pecimo eu tô aqui tentando achar um jeito de nos tirar dessa confusão e ele tá viajando achando que está em um show tocando bateria, se acalme naruto esqueceu que você é super calmo, vocês acham que essa hora em vez de pensar em mil maneiras do emburradinho não perder o emprego, eu to pensando em mil maneiras de como matar alguém e esconder o corpo? Se você acha isso você está redondamente certo.

''Será que dá pra parar'' falei, ele está fazendo eu perder a paciência, acredita que ele finjiu que não ouviu, fuzilei ele com os olhos e ele me ignorou, sério esse corno me ignorou vê se pode uma coisa dessa.

"Olha eu juro que se você não parar vai se arrepender, depois não diz que eu não avisei" falei e fui ignorado com sucesso, ótimo ele deve estar achando que eu sou palhaço só pode, bufei e me irritei mais um pouquinho quando ele aumentou o ritmo dos seus dedos, mas o que foi a gota d'água mesmo, foi quando ele começou a bater um pé no chão e falou 'dandannnnn' aí meu fi, eu pulei em cima dele fazendo com que a cadeira caísse para trás e nos derrubasse.

Kurama "você nunca iria fazer mau ao seu irmão."falou com um sorriso convencido no rosto, olhei pra ele com um sorriso psicopata, e uma cara que dizia ''''quer pagar pra ver'''', ele logo desmanchou seu sorriso do rosto ''você não fazer ia mau ao seu irmão né?'' completou logo em seguida.

"Eu só não te fasso mau, por causa que eu gosto de você, agora me deixe pensar caramba" falei saindo de cima dele e voltando a minha cadeira, mais logo o celular da tsu e do emburradinho apitou ao mesmo tempo, quando eles olharam eu fiquei curioso, até que a tsu me mostrou seu celular e nela eu pude ver que estava naquele bendito site de fofocas, mais dessa vez falando que eu fim um pequeno 'escandalo' no refeitório, respira naruto, respira e se acalma, seja quem for essa pessoa, ela não sabe como quem está se metendo, e se ela que jogar, vamos jogar, só que quando eu entro num jogo eu entro pra ganhar, dei um sorrisinho perverso e sai da sala.

===== autora on =====


== Na sala da diretoria ==


Kurama "não sei quem é o dono do site, mais ele mecheu com a pessoa errada, se eu conheço bem Soare, ele não vai descansar enquanto não achar quem é." Falou olhando para a porta por aonde naruto saiu.

Tsu "eu sei, mais se ele resolver isso pra mim está de bom tamanho" falou suspirando.


===== autora off =====


=== Naruto on ===


Quando eu sai da sala fui direto para sala de informática, eu preciso de um computador.

=== 32 mn mais tarde ===


Eu estava sentado em frente ao computador tem um tempinho já, o sinal também já bateu, eu to perdendo aula, eu sei mais eu quero achar esse desgraçado, não está sendo muito fácil, esse idiota é esperto colocou alguma coisa para não rastrear, porém se essa pessoa é inteligente, bom eu sou um gênio. Depois de mais um tempinho procurando eu finalmente consegui rastrear, merda a pessoa deve ser muito burra pra postar as coisas pelo celular né, comecei a fuçar e finamente quando eu vi de quem era a bosta do celular eu fiquei um pouco surpreso, caraca nunca ninguém iria desconfiar, bom dependendo da pessoa eu iria apenas assusta - lá e mandar ela postar outra publicação no site explicando e depois eu pediria com a maior gentileza do mundo e como bônus um soco na cara, para que não postasse mais coisas sobre mim, mais com essa pessoa, eu irei pegar um pouquinho pesado. Sai da sala e fui direto pra sala dá tsu presiso de um favor dela.

Entrei e a encontrei bebendo, essa velha é louca bebendo no meio do trabalho, fui pra perto da mesa dela e peguei um copo.

"Imagina se fosse uma outra pessoa, ainda bem que sou eu" falei enchendo o copo com o que eu descobrir ser whisky, e sentando na cadeira bebendo um gole daquela bebida alcoólica, que decia queimando em minha garganta, como eu amo essa sensação.

Tsu "ei você não pode beber na escola, e outra você não pode beber em lugar nenhum, ainda é de menor" falou tirando o copo de whisky da minha mão, olhei pra ela com uma cara que eu tenho certeza que eu nem preciso dizer, ela poderia tomar a primeira fala para si mesma.

"Que se dane, to nem ai, enfim preciso da sua ajuda" falei encostando minha costa no encosto da cadeira.

Tsu "tinha que ser, o que você quer dessa vez?"me perguntou erguendo uma de suas sobrancelhas loiras. 

"A chave da sala de controle dos painéis da escola" falei dando de ombros.

Tsu " pra que você quer aquela chave? O que você está aprontando Naruto Uzumaki?"me perguntou, dei um sorrisinho inocente pra ela.

"Que isso, até parece que eu vivo aprontando, eu só vou resolver o meu problema só isso" falei, e vi ela ainda me olhar, com cara de quem sabia que eu iria aprontar, mais depois de um tempo ela me deu a chave.

Tsu ''quero ela ainda hoje, e ve se não exagera''falou, peguei a chave de sua mão e sai, claro que antes eu falei um ''valeu'', é hoje que eu me divirto, bem que eu falei que quando eu entro em um jogo é pra vencer.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...