História Eu sou irmã do Jimin?! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 65
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Já perdi a conta de quantas fics eu já fiz e apaguei...😨

Capítulo 1 - Acorda pra realidade!


Fanfic / Fanfiction Eu sou irmã do Jimin?! - Capítulo 1 - Acorda pra realidade!

Eu estou tento um sonho super legal. Eu não quero acordar de maneira alguma. Eu estou frente a frente com meus ídolos! Mas sempre tem alguém ou algo que me impede de ser feliz.

Mãe: Kai! Kai, vc ta viva ainda?

Kai: (balança cabeça)

Mãe: UFA. Anda levanta, vc tem que ir a escola. E quando voltar, nos temos auê conversar um pouquinho.

Pego um papel, escrevo e dou pra ela.

"Se for sobre a moto do Charles (vizinho) que foi jogada no poço de água da prefeitura, não fui eu."

Ela me olhou com um olhar que ru não gosto muito. Esse olhar da medo.

Mãe: Vc tem que parar com essa mania de tentar destruir a moto do Charles.

Depois que ela sai, eu me a pronto pra sumir das suas vistas por 6 horas.

Não tem gente normal nesse colégio. Só tem gente doida! E se não tiver doido aqui, logo acaba ficando. Mas eu aguento ate agora, e espero que continue assim.

Aula atrás de aula. Ate que finalmente toca o sinal. Agora eu tenho 20 minutos pra ficar aços com meus pensamentos.

Fui pros fundos da escola e estacionei lá. Os "fundos" na verdade, não fica dentro da escola. Isso, eu estou na rua. Hoje meu sossego ta acabando mais rápido. Voltei pra sala, e ouvi uma voz masculina me gritar.

??: Kai Parck!

Procuro quem é, mas n aparece ninguém. Quando me viro, me chamando de novo.

??: Kai Parck!

Kai: Quem ta ai? (Voz roca)

??: Vc é muito estranha sabia? E muito linda tbm.

What? Por Alnitak, quem esta me enchendo o saco? Quando me viro pra fazer a curva no corredor, dou de cara com Miguel. Era o menino mais lindo da escola! Admito que algum tempo atrás ela era meu crush. Mas agora eu acho ele um babaca.

Mig: Perdeu alguma coisa aqui Kai?

Balancei a cabeça como não e ele ficou me secando.

Mig: Onde vai Kai? Esqueceu que agora não tem aula, só mais tarde?

Balancei a cabeça de novo.

Mig: Pq vc nunca fala? Não aprendeu? Eu te encino. Ou o Miguel comeu a sua língua?

Kai: Babaca.

Mig: Ha, e tão a flor murcha só abra a boca pra falar palavrão.

Kai: Talvez. Agora vaza da minha frente e não me enche.

Sentei na minha cadeira e fiquei. Logo começam a me chamar de novo.

??: Kai Parck!

E não era baixo. Essa pessoa gritava meu nome bem auto. Mas quando eu ia perguntar de novo quem era, Miguel se joga dentro da sala. Na verdade ela caiu de costas no chão como se tivesse sido empurrado. acho que era ele que tava me gritando.

Depois teve mais uma aula e fui embora.

Minha mãe disse que avente tinha que conversar. Sobre o que não imagino. Mas se a conversa inclui os dois pai e mãe, corre.

Pai: Kai, ainda bem que vc chegou.

Kai: Era, algo grave?

Mãe: Um pouco meu bem. Senta aki vem.

Quando minha mãe diz ora alguém sentar, não é bom sinal. Sentei no sofá e reparei que no tapete da porta tinha mais de três sapatos.

Eles começaram a falar daquele discurso que eu não sou filha deles e tal. Mas essas criaturas me disseram que toda minha família tinha morrido num acidente. Mas era mentira!

Pai: Desculpa não te constar isso antes Kai.

Mãe: Vc esta bem com isso?

Kai: Sim. Estou, bem.

Mãe: E é bom que continue assim. Pq nós conseguimos encontar seu irmão.

Kai: "Mais um pra coleção?" (pensei)

Agora é a parte loca. Meu pai vai ate a cozinha e traz com ele um menino muito lindo. Meu coração quase derrete e sai pelo **********.

Aquele cara aceneu pra mim, e tinha sorriso lindo.

Pai: Kai, esse é seu irmão mais velho: Parck Jimin.

JM: Oi Kai. Prazer te conhecer.

Kai: O... Oi.

Eu ainda to besta. Pai d mãe saem da sala. Jimin sentou no sofá na minha frente e começou a me fazer pergunta ate       a boca do estômago. Eu acho que cheguei pra ele uma boa parte da minha vida. E bati meu recorde de troca de palavra com uma pessoa auê seja minha mãe. 17 frases em 1 dia.

Depois Jimin foi falar da vida dele. Ela tinha uma vida muito legal, eu queria ta no lugar dele. Mas...

JM: E vc, já visitou a Coréia do sul?

Kai: Não.

JM: Pois é bom vc ir se preparando pq vc vai morar lá.

Kai: What? Por Alnilan!

JM: É sério não to brincando.

Depois de um tempo, ele foi embora, e disse que viria amanhã. Cara, Jimin é muito fofo.

Pra me apressar mais, estava no final do ano, então logo logo eu ia morar na Coréia. Ai no mesmo dia descobri que eu não vou com meus pais tradicionais.


Notas Finais


Ei ei!!! Eu resolvi fazer OUTRA fic aqui. E se estiver ruim, é só falar que eu dou uma mudada legal aqui. Legal?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...