História Eu sou o meu destino - Park Jimin - Capítulo 3


Escrita por: ~, ~ParkkClara e ~Byunicorn_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Jimin
Exibições 222
Palavras 2.449
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hoy Unicórnios <3 Só vim aqui pedir desculpa pelos erros ortográficos mesmo, bjinhos e boa leitura

Capítulo 3 - Cap 3 - Entrando no seu jogo


Fanfic / Fanfiction Eu sou o meu destino - Park Jimin - Capítulo 3 - Cap 3 - Entrando no seu jogo

(Manhã de Terça-feira)

*___(S/n) Pov's* 

Despertador tocou e eu logo levantei, não queria ser acordada pelos gritos de minha mãe outra vez, fiz minhas higienes e botei meu uniforme (Quanto a minha aparência não tem muito segredo, tenho traços de uma brasileira, n gosto de usar maquiagem para ir para o colégio, meu cabelo é mais ou menos na cintura e as pontas são azuis) percebi que o azul já está desbotado, vou passar em alguma lojinha depois do colégio para comprar a tinta e retocar.

*Desci e fui para a cozinha*

-Bom dia mãe - Falei entrando na cozinha e vi meu pai sentado na mesa

(Seu pai tinha viajado a trabalho, fazia 2 semanas que vc não via ele) 

-PAAIIIII -Corri e dei um abraço nele e ele retribuiu - Que horas chegou? Porque não foi me ver? 

-Cheguei de madrugada ___(S/n), fui até seu quarto mais vc estava dormindo e eu não quis acordar

-Minha irmã vem hoje? -Perguntei olhando para minha mãe e ela fez um sinal de ''não sei'' 

(Vc tem uma irmã mais velha, ela se chama Luana mais todos conhece ela como Lua, ela tem um namorado que é quase marido, eles ainda n são casados mais as vezes ela chega a passar 1 mês na casa dele)

...

*QUEBRA DE TEMPO*

Me despedi da minha mãe e entrei no colégio, entrei de olhos fechados desejando mentalmente para que quando eu abrisse os olhos alguma coisa tenha mudado, e eu realmente n queria aquele cenário clichê de novo. Eu estava quase abrindo os olhos quando algo cutuca meu ombro por trás e viro a cabeça rapidamente para olhar.

JIMIN? Olha só, parece realmente que algo mudou por aqui... 

-Oie ___(S/n) -Eu virei e ele me olhou, não respondi nada apenas fiz uma cara de ''fala logo oque vc quer''

-Porque essa cara? Não posso mais falar com vc?- Ele falou e aumentou um pouco o tom de voz, ele realmente parecia está ficando irritado.

-Pode, mais é que sua gangue só fala comigo quando quer alguma coisa, então se vc quiser algo é melhor ser direto que ai a gente n perde tempo -Ele me olhou sem expressão depois riu 

-Será que da para parar de chamar meus amigos de ''gangue''?

-Quer que eu chame como então? Badboys ambulantes? Donos do pedaço? - Respondi irônica 

-Alguma outra opção? 

Sim, oque acha de ''Pertubações maravilhosas''?

-Não, nenhuma 

-Então vou ficar com a primeira opção -Nois dois rimos 

Perai deixa eu pensar rapidinho aqui, o Badboy lindão da escola ta falando comigo e me fazendo rir? Perai que algo de errado tem.

-Vem cá eu vou te apresentar aos outros- Ele pegou a minha mão e me puxou até onde os ''Badboys ambulantes'' estavam

Ele quer me apresentar aos amiguinhos dele. é isso mesmo Brasil? (Eu to como: ????)

-N-não precisa Jimin eu já conheço eles, vcs são bem famosos por aqui- Ele não me respondeu e continuou me puxando

*Chegamos nos meninos*

Eu vou tentar agir naturalmente, mais eu estou nervosa e confusa.

-Bom dia gente - Ele disse e todos responderam juntos um ''Bom dia'' 

-Oie ___(S/n)- Jungkook falou 

Mds, só quero um buraco para poder enfiar minha cabeça, só quero que minha amiga doida apareça e me puxe da aqui.

-Oie - Respondi timida 

-Então __(s/n) esses são: Taehyung, Namjoon, Jin, Jungkook que você já conhece, Hoseok e Suga - Ele disse apontando conforme ele ia falando os nomes.

-Oie __(S/n)- Todos disseram me fitando 

Meu primeiro contato direto, eles são realmente bonitos como todos dizem. Mais ainda n sei como eles sabem meu nome, não posso deixar de perguntar:

-Como vcs sabem meu nome? Eu nem sou popular. -Eles riram baixinho 

QUAL A GRAÇA? 

-É que já ouvimos muito falar de você- Disse Namjoon e eu fiz uma cara confusa 

Oque ele quer dizer com isso?

-A famosa ''Garota das tretas'' -Disse Suga

EITA, eu não sou treteira, eu sou animadora de ambiente chato, é diferente.

-____(S/N)- Ouvi a Shi e Hyuna gritando eu coral e vindo na minha direção 

Parece que o universo ta a meu favor hoje.

-Nem apresenta os novos amigos e o namoradinho né?- Disse Hyuna assim que chegou mais perto

Que namoradinho?

*Olhou para seu braço e percebeu que Jimin ainda segurava* *Corou* 

Ai que vontade de matar a Hyuna, não precisava fazer esse tipo de comentário

-Eles não são meus amigos, ele não é meu namorado- Me soltei do Jimin e cruzei os braços

-Não somos? - Disse Jungkook 

Qual é a desse garoto hein? oxe...

-NÃO, nois não somos- Disse e levantei a voz 

Não sei porque mais realmente aquilo me irritou, talvez seja por causa da fama deles de ''galinhas'' e eu n quero me apegar ou ficar mais proxima deles, no fundo sabia que queriam me iludir.

-Nossa __(s/n) calma, foi só uma brincadeira -Shi disse e depois riu junto com os meninos 

QUAL A GRAÇA? Vou fingir que foi um teatrinho e vou rir tambem para ser a ''Sem graça da parada''

-Eu sei -Ri falsamente- Foi só uma brincadeira.

*Sinal tocou* 

GLORIA GLORIA  ALELUIA, salva pelo sinal

-Tchau ''Badboys'', temos que ir - Puxei minhas duas amigas pelo pulso tirando as duas de perto deles

No corredor indo para a sala de aula elas ficaram me enchendo de perguntas do tipo: '' Desde quando vc é proxima do Jimin'' ''Quando foi que vc começou a andar com eles''. Eu não sou proxima do Jimin tão pouco eu estava andando com eles, oque aconteceu foi que simplesmente Park Jimin brotou do chão e me arrastou para perto dos amigos dele.

*Chegamos na sala, eu e a Shi fomos para nossa e a foi Hyuna para a dela*

*QUEBRA DE TEMPO(Na saida)

Ainda bem que as meninas esqueceu um pouco esse assunto de eu andar com os ''badboys'', eu falei toda a verdade e elas nem acreditaram, mais pararam de me encher o saco fazendo mil perguntas. Elas já foram embora e eu acabei de ligar para minha mãe avisando que chegaria um pouco mais tarde porque ia na lojinha comprar a tinta. 

-Posso te acompanhar até em casa? -Ouvi a voz de Jimin e me virei e vi ele andando sozinho

Olhei para frente e vi a Kim com um grupo de garotas, deduzi que ele estava falando com elas, então eu dei de ombros e só sai andando em caminho da lojinha.

-Eu estou tentando ser gentil, n precisa me ignorar...- Ele disse depois veio correndo e ficou andando de meu lado e me olhando.

(Mente: ???????)

-Oh me desculpe, não te ignorei de proposito, só achei que não estava falando comigo -Respondi e ele continuou me olhando sem expressão 

-Não tem problema, de qualquer jeito vc n respondeu minha pergunta - Ele caminhou e continuou me olhando

-Qual pergunta?- fiz cara de confusa 

Desculpa gente, eu realmente sou lerda.

-Posso te acompanhar até em casa? - Ele deu um sorriso sem desgrudar os lábios

Demorei um pouco para raciocinar a pergunta, não é todo dia que o bonitão popular pede para te acompanhar.

-Se quiser, mais eu não vou direto para casa tenho que passar em uma loja primeiro

-Não tem problema- Ele sorriu e passou o braço sobre meus ombros, mais rapidamente eu me abaixei e tirei os braços dele

-Menos por favor, eu só te deixei me acompanhar porque não quero ir sozinha -Respondi andando sem deixar de olhar para o caminho

-Então ta, Mulher das águas - Ele disse botando as mãos acima dos ombros e balançando para um lado e outro

Eu não pude deixar de soltar uma risadinha, ele realmente pegou uma boa referencia.

-Oque vai comprar? -perguntou ainda caminhando 

-Tinta azul, para retocar as pontas do cabelo 

-Já pensou em por rosa ou qualquer outra cor? Sempre vejo vc de azul e é um pouco estranho se tratando de uma garota que gosta de inovar

Ele tinha razão, eu sempre botei só azul, talvez fosse melhor mudar um pouco

-Algum palpite?

-Ah, sla... -Ele pensou um pouco -Rosa?

Rosa não é uma das minhas cores preferidas, mais tenho que admitir que é uma cor bonita, talvez fique legal

-Acha que ficaria legal?- Respondi e ele me olhou 

-Sim, acho que combinaria bastante com vc, apesar de que qualquer cor ficar bonita em vc- Ele continuou me olhando

HA HA HA não vou cair nessa mais vou entrar no jogo.

-Isso foi um elogio? Serio quando for elogiar alguém seja mais direto, isso pode deixar as garotas confusas- Respondi e finalmente o olhei

-Então ta, vou ser direto. Gata, se você fosse um hambúrguer seu nome seria X-Lindeza -Eu ri sem pensar duas vezes e ele riu junto

-Que cantada de pedreiro para um badboy, melhore vamos... Eu sei que você pode fazer melhor- Falei com um pouco de dificuldade por causa dos risos

Estávamos perto de uma barraquinha de flores, ele correu até ela e comprou um montinho de flores brancas e veio até mim

-Gata, veja essa flor, ela é bonita e cheirosa, mais tem um problema... Ela não é nem tão bonita não tão cheirosa quanto você, te procurei em varias floriculturas mais não achei, onde compro você? -Ele esticou a mão e me deu a rosa

Não sei se acho isso fofo ou ridiculo.

-Que gay... -Rimos- Mais valeu, foi bem melhor que a outra

-Ah mereço beijinho -Ele apontou seu dedo em sua bochecha e inchou elas

QUE FOFO AWN, pena que eu n sou fofa e achei isso ridiculo.

-Menos Park Jimin - Ele desfez as bochecha e fez cara de bravo e logo depois riu

*Continuamos andando até chegar na loja e entramos, fui direto na seção de tintas para n perder tempo*

-Me ajuda ,essa aqui ou essa aqui? - Mostrei as 2 tonalidades de rosa, uma mais clara e outra mais escura

-Essa- Ele apontou para a mais escura -Quando vai pintar?

-Não sei, talvez hoje- Botei a tinta mais clara na prateleira e segui para o caixa e ele me acompanhou 

-Só isso mesmo senhora? - A mulher do caixa perguntou olhando para Jimin e mordendo os labios.

HAHA parece que a moça ta dando bola para o bonitão. 

Sim -Respondi e ela me olhou para mim depois para Jimin e depois para mim outra vez, eu entendi isso como um ''É seu namorado?'' Então pisquei um olho balançando a cabeça levemente informando um ''não'' e sorri.

*Depois de pagar e sair, percebi que junto com a nota veio um papel com o numero de telefone, provavelmente seria da garota*

-Ela mandou te entregar - Estiquei a mão de entregando o papel com o telefone para ele 

-Vocês se conhecem? - Ele olhou para o papel depois olhou para o caminho e continuou andando

-Não, mais nois conversamos com sinais e ela quer que eu te dê o telefone- Continuei andando e com a braço esticado tentando fazer ele pegar o papel

-Que horas isso? -Ele continuou andando sem me olhar 

-Quando a gente tava no caixa - Meu braço já ta cansando 

-Ou eu sou muito lerdo, ou vocês mulheres tem poder de se comunicar sem que ninguém veja- Ele ainda andava

-Você deve ser lerdo mesmo, agora pega logo a merda do papel que meu braço já esta cansando- Passei o papel bem perto da cara dele e ele pegou e depois rasgou 

Otimo... me cansei para nada

-Tenho outros planos -Ele respondeu e me olhou

Coitado acha mesmo que eu vou cair nessa.

-Bem legal em fera? Bem legal- Fiz um legal com a mão fazendo uma cara engraçada e ele riu

-Não vai me passar seu numero de telefone? 

-Para que? -Continuei andando

-Não posso somente ter teu numero no meu celular?

-Não pode não - Ele parou na minha frente e ficou me impedindo de passar - Sera que dá para sair da minha frente? 

-Não enquanto você não me der seu numero- Ele sorriu 

-Vai ficar me ligando o tempo todo ou me encher o saco mandando mensagens?

-Não, eu prometo

-Tá então, vc vai me acompanhar até em casa mesmo, quando chegar lá eu anoto meu numero e te dou -Ele afirmou com a cabeça e saiu da minha frente me dando passagem 

*Não demorou muito para chegar em minha casa*

-É aqui, obrigada por me acompanhar e obrigada pelas flores -Sorri gentilmente e ele retribuiu 

-De nada, mais ainda quero seu numero- Ele cruzou os braços 

-Fica aqui vou la anotar já volto -entrei em casa e me deparei com meu pai dormindo no sofá, eu n quis acordar ele então fui em passos leves até meu quarto, deixei a mochila e a tinta encima da cama e anotei meu numero em um papel do bloco de notas de minha mãe que eu tinha pegado noite passada e não devolvi, e depois fui ate minha porta onde Jimin estava.

-Aqui está - entreguei o papel

-Obrigada, mais ainda falta meu beijinho- Ele fez um biquinho 

-Tchau Park Jimin - Fechei a porta em sua cara e subi para o meu quarto

 Deitei na cama para tentar entender um pouco oque tava acontecendo.

 Esse tipo de comportamento é muito estranho, a dois dias atrás ele nem olhava para mim. Acho que tenho uma ideia do que pode ser, uma aposta talvez? Isso, uma aposta... é a unica justificativa, aposta deve ser me ficar comigo... Hm, deixa eu pensar... essa aposta deve ter um prazo, se ele n conseguir dentro desse prazo provavelmente vai ter que pagar de alguma forma... Eu posso entrar nesse jogo, seria legal fazer o Jimin de idiota, posso sempre dar bola e depois recuar. 

-Isso vai ser legal- Disse em voz alta me levantei.

Deixei as flores encima da comoda mesmo e fui me trocar para começar a pintar, quando estava quase saindo para o banheiro sentir meu celular vibrar e fui olhar 

*MENSAGEM ONN*

... -Oie __(S/n), sou eu Jimin.

Adicionei o numero dele nos meus contatos

-Ja adicionei, até logo tenho que ir

....

*MENSAGEM OFF*

Deixei o celular encima da cama e fui no banheiro começar a pintar o cabelo.

~QUEBRA DE TEMPO~

Meu cabelo ainda n estava totalmente seco, mais confesso que gostei, passei a tarde pintando e enquanto secava desci e vi que meu pai já estava acordado, então fiquei na sala vendo filmes com o meu pai até dar a hora de ele ir trabalhar de novo, logo que ele saiu minha mãe chegou e eu aproveitei e ajudei ela a fazer a janta,mais logo subi para o meu quarto e comecei a assistir series e depois dormi.

Foi uma manhã bem diferente mesmo

...

 

 

 


Notas Finais


..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...