História Eu sou você! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Atena, Jason Grace, Nico di Angelo, Percy Jackson, Piper Mclean, Sally Jackson, Will Solace
Tags Annabeth Chase, Eitha, Percabeth, Percy Jackson, Solangelo
Exibições 107
Palavras 820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, como vão??
Desculpa demora, vou tentar não fazer isso mais!
O cap esta curto, mas em fim!

Boa Leitura.

Capítulo 4 - Cap. IV


Percy não se sentia muito bem, sua cabeça doía e sentia seu corpo pesado, mesmo o corpo que ocupa sendo menor do que o seu de verdade, mas era como se finalmente tivesse caído a ficha do que estava acontecendo.

Teve uma longa conversa com Annabeth sobre tudo, e a garota não foi nem um pouco gentil ou cuidadosa sobre o que falava para ele, contando tudo traumatizando o podre Percy Jackson. Tanto que ele mal viu como chegou naquela que seria por tempo inderminado, a sua casa.

E quando chegou em casa já era noite, mas assim que entrou, notou que não tinha ninguém. “Ah, mesmo, Annabeth mencionou que a mãe demora a vir do trabalho.” Respirou cansado. “Então você tem que fazer seu próprio jantar, Percy.” Ela tinha falado.

— Ótimo, para ela é fácil, minha mãe faz tudo para mim, e eu? Eu tenho que fazer meu jantar. Não sei fritar um ovo! — Resmunga para as paredes.

— Agora deu para falar sozinha? — Lentamente, Percy vira o corpo e dá de cara com a mesma mulher de mais cedo, segurando uma caneca (talvez chá?) vestido um camisola longa e que lhe cai muito bem. — Por onde andou até agora?

— E-eu?

— Só tem você aqui. — Toma um gole do liquido (café?).

— Estava na casa de...de uma amiga. — Confirma energicamente com a cabeça. — Isso, uma amiga.

— E desde quando você tem amigas?

— Desde... — “Então Annabeth não tem amigas?” — ...

— Não importa, essa amizade não atrapalhando seus estudos. — Deu as costas indo para a cozinha. — Preparei o jantar já que demorou para vir.

“Ao menos hoje eu me salvei.”

Segue a Sra. Atena para a cozinha. Jantam em silêncio, bem diferente do que Percy está acostumado, já que na sua casa o jantar é um momento para botar o papo em dia. Atena é a primeira a terminar, e deixa os pratos na pia, achando que pode ser uma boa ideia, ao terminar de comer, lava os pratos e os guarda.

Tentando lembrar o caminho para o quarto de Annabeth. Ao deitar na cama foi como se o peso do dia inteiro caísse em suas costas, mesmo sendo quase um adulto, estava sentindo falta da mãe, da sua cama, do seu quarto bagunçado.

Não, ele não chorou, mas demorou a dormir, ainda pensava no que fazer.

 

 

Annabeth acordou, mas ainda não se sentia bem, estava com sono, dormiu mal a noite. Virou para o outro lado da cama e encarou o quarto agora limpo e organizado, como ficou sem sono a noite resolveu deixar tudo pronto. Aquele seria seu quarto por um tempo e não iria viver em uma bagunça.

Tomou banho e pegou a mochila que levaria para escola, pretendia ir mais cedo para conversar mais com Percy, chegou na cozinha e encontrou Sally terminando de preparar o café da amanhã.

— Bom dia, Percy. — Ela sorriu gentil — Acordou cedo, já estava indo te chamar.

— Bom dia. — Puxou uma cadeira para se sentar. Não a olhou nos olhos, uma coisa que percebeu de Sally é que ela é uma mãe adorável atenciosa, assim que a viu, notou que iria odiar mentir para ela.

— Está tudo bem? — Sentou na cadeira ao seu lado — Aconteceu algo na escola ontem?

— Ah, não, não está tudo bem. Eu só... — Parou de falar, estreitou os olhos para enxergar melhor o conteúdo à sua frente. — Azul. Uma panqueca azul.

— É! As suas preferidas. — Sally começou a colocar alguma no prato de Annabeth — E como você acordou cedo, pode comer quantas quiser. — Deu tapinhas gentil nas costas dela e se serviu.

 

 

Quando chegou na escola, Annabeth não estava mais tão animada e nem com raiva, só queria acabar logo com aquilo, mas “como?” era o que ela não sabia.

— Ei, cara! — Annabeth sente mãos em seu ombro, olha para trais e vê Jason e Leo. — Você o Percy, né? — Jason Grace continua. — Ouvi do diretor que você é ótimo em natação, vai participar do time?

— E-eu?

— É. — Leo confirma, o garoto não parava quieto olhando para todos os lados. Annabeth já conhecia aquela agitação toda do latino — E nem precisa se dá o trabalho de mentir para gente. Sabemos de tudo sobre sua carreira na antiga escola. — Pegou no braço do novato e começou a puxa-lo.

— Para onde você está me levando?

— Vimos que você não se escreveu na equipe, — Jason explicou — Vamos fazer isso agora.

— Ma-mas...

Não adiantou, eles a puxaram para fazerem a inscrição, a deixando sozinha logo depois, convidando para sentar com eles no refeitório.

— Ai, já está fazendo amigos. — Percy fala assim que ela conta o que aconteceu, os dois estavam na aula de matemática. — Mas como você vai fazer, já que só sabe “não se afogar”.

— Vou dá um jeito, — Olha para o que o professor escreve no quadro e faz alguma anotações — No momento precisamos continuar tentando descobrir o que aconteceu.

— Estou ouvindo conversas. — O professor olha para os dois com cara feia.


Notas Finais


Então???
Esse foi mais para mostrar a relação e tal e para lembra-los q essa fic existe ><

Até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...