História Eu sou você, você sou eu - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Block B, Zico
Personagens Personagens Originais, U-Kwon, Zico
Tags Amigos, Amizade, Amor, Bias, Block B, Fic, Idol, Imagine, Kidol, Kpop, Romance, Ukwon, Você, Zico
Exibições 176
Palavras 1.812
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura, manas <3

Capítulo 17 - Ser alguém diferente


 

Quando eu não estava na faculdade ou trabalhando eu passava os dias trancada em meu apartamento desenhando, eu realmente estava empenhada em melhorar, por isso passava grande parte do meu dia apenas aperfeiçoando a minha prática nos desenhos.
    Yang Mi havia me ligado mais cedo e avisado que viria me visitar, ela parecia perdida em sua voz, mas e não dei muita importância para aquilo naquele momento e deixei que ela me explicasse tudo quando chegasse.

 - Espero que você tenha mais soju aqui - Ela disse enquanto entrava - Estive pensando melhor enquanto subia as escadas e provavelmente esses não vão ser o suficiente
   Ela colocou quatro sacolas cheias de sojus no chão do meu quarto e em encarou séria, eu fechei a porta e comecei a rir.
   - Pra começo de assunto, você trouxe soju o suficiente para fazermos uma grande festa, e segundo, eu não quero beber - Eu me sentei na cama.
   - O Ukwon - Ela suspirou - Ele falou que gosta de mim, mas que não podemos ficar juntos porquê isso não seria bom para a carreira dele - Ela se sentou do meu lado.
   - Ahh, Yang Mi - Eu disse em um tom de decepção - Espera ai, você e o Ukwon? Naquele dia você disse que não tinham nada - Eu encarei ela.
   Eu me ajeitei na cama e peguei uma garrafa de soju de dentro de uma das sacolas e entreguei para ela, Yang Mi abriu a garrafa e deu vários goles seguidos, como se aquilo fosse ajudar ela.
   - Essa não é a questão agora - Ela falou séria - A questão é que você também deveria beber
   - Eu estou bem assim
   - Mas não vai ficar depois do que eu tenho para te contar - Ela deu mais um grande gole em seu soju e se virou para ficar de frente para mim - O Jiho e a Sook, eles...
   Ela abaixou a cabeça e encarou o chão.
   - O que tem eles?
   - Eles vão se casar
   Aquele momento foi como se tudo em minha volta tivesse parado, eu pensei em disfarçar e fingir que aquilo não me importava mais, mas eu não tinha o porque de esconder a minha decepção para a Yang Mi.
   Eu peguei outra garrafa de dentro da sacola, abri e dei grandes goles em meu soju, como o seu gosto é um pouco adocicado, eu bebi quase tudo de uma vez só sem perceber.
   Nós duas ficamos em silêncio por um longo tempo.
   - Uma vez você me disse que quando você acha que a sua vida está ruim é só olhar para a minha que tudo melhora, acho que agora nós duas estamos empatadas, não é?
   - Não, a sua ainda está pior
   Nós duas sorrimos e abrimos juntas outra garrafa.
   - Então, o que você acha que devemos fazer?
   - Vamos beber uma quantidade absurda de soju, vamos beber até esquecermos os nossos nomes, até esquecermos aqueles desgraçados
   Nós duas bebemos os últimos goles que haviam em nossas garrafas e nos jogamos na cama.
   - Ele podia ter me contado, ele... - Eu fechei os olhos e respirei fundo - Eu deveria saber sobre esse casamento antes de qualquer pessoa, eu sou a melhor amiga dele, não sou?
   - Por que os homens são tão idiotas? Só porque eu trabalho em bares quer dizer que eu não sou boa o suficiente para ser apresentada para a mídia como namorada?
   - Eu acho que o Jiho não me vê mais como a sua melhor amiga, se não é isso, então por que ele escondeu o casamento dele? Nós conversamos todos os dias, e naquela festa depois do show...
   Eu só conseguia lembrar do toque dele em meu rosto.
   - Você acredita que ele teve coragem de pedir para eu não contar para ninguém sobre nós dois? Sabe, ele nem era a minha primeira opção de relacionamento, mas eu acabei me envolvendo demais, isso esse é o meu problema, eu me envolvo demais
   - Eu não imaginava que ele amava tanto a Sook assim, casamento. Eles vão se casar!
   - Eu odeio o Ukwon
   - Eu odeio o Jiho
   Nós duas bebemos praticamente todo o soju que a Yang Mi havia trazido, a minha cabeça estava pesada e o meu estômago revirando, corri para o banheiro e me ajoelhei no chão gelado perto do vaso, eu só queria tirar toda aquela bebida do meu corpo.
   Eu me levantei e fui até o espelho, eu olhei o meu reflexo nele por um tempo e passei as mãos pelo o meu cabelo. O meu cabelo, Jiho sempre dizia o quanto gostava dele, o quanto era lindo quando ele caia sobre os meus ombros, parte da razão para que eu nunca tenha cortado ele era porquê Jiho estava sempre reparando e elogiando ele, era algo que ele realmente notava em mim, mas aquilo não me importava mais.
   Abri a primeira gaveta do pequeno armário que ficava perto do espelho e peguei um tesoura, eu respirei fundo e dividi o meu cabelo no meio, contei três dedos para baixo da minha orelha e passei a tesoura em uma grande mecha.
   Quando eu terminei me olhei no espelho e sorri, passei as mãos mais uma vez pelo o meu cabelo e dessa vez me senti diferente e não era por causa do meu novo corte de cabelo, era porque aquela decisão havia vindo apenas de mim, eu decidi me desprender de algo que me de certo modo me prendia ao Jiho.
   Assim que eu saí do banheiro e Yang Mi me viu ela cuspiu toda a bebida que estava em sua boca e arregalou os olhos.
   - Ok, eu acho que realmente bebi demais - Ela colocou a garrafa que estava em sua mão no chão e voltou a me encarar - Eu talvez você é quem bebeu demais
   - Eu bebi o suficiente 
   Eu me sentei do lado dela e ela ficou olhando para o meu cabelo.
   - É só um cabelo, ele vai crescer de novo
   - Por que?
   - Cabelo novo, S/n nova
 

Acordei na manhã seguinte com a minha cabeça latejando, eu já havia experimentado a ressaca uma vez e não tinha gostado nada do que ela havia me proporcionado, mas mesmo assim estava eu novamente procurando um remédio para a dor de cabeça e os meus óculos escuros.
 

Cada palavra da professora soava como um grito em minha cabeça, eu pedia mentalmente para que aquela aula acabasse logo e eu pudesse voltar para a minha cama.
   Quando saí da minha sala e passei pelo corredor principal da faculdade percebi que quando você acha que nada mais de ruim pode acontecer, a vida chega e te mostra o quanto você estava errada. Sook estava parada em frente ao mural que ficava perto dos armários, e deu um grande sorriso falso quando me viu.
   - S/n - Ela fingiu empolgação - Sua cara está péssima, imagino que você já saiba da novidade
   - Sim - Eu respondi seca.
   - Acredito que você esteja louca para ver o meu anel - Ela estendeu a mão e mostrou um lindo diamante que estava bem colocado em seu dedo anelar e sorriu - Ele disse que eu poderia escolher qualquer anel que eu quisesse, e também disse que ele sempre cuidaria de mim - Ela me deu um sorriso de vitória - Ele não é um amor?
   - Sim, ele é 
   Eu saí de perto dela e voltei a caminhar pelo corredor, se antes eu já queria sair daquele lugar, agora eu só queria poder cavar um buraco que me levasse direto para o meu apartamento. Sook mesmo assim não se deu por vitoriosa e apressou os seus passos para poder me acompanhar.
   - Eu só quero que você leve esse casamento como um lembrete, quero que toda a vez que você olhe para o Jiho, quero que você se lembre o quanto você foi fracassada no seu amor por ele
   Eu havia chegado ao meu limite, eu não permitiria mais que a Sook falasse daquele jeito comigo.
   - Esse é o seu jogo? Casar com o Jiho e mostrar que ganhou um jogo do qual eu realmente não me interesso em ser uma participante? Porque se esse é o seu único objetivo de vida, espero que você esteja bem preparada para quando o Jiho abrir os olhos dele e perceber a vaca que você é, aí sim você vai poder se gabar desse seu lindo anel, porque ele vai ser a única coisa que você vai ter na sua vida
   Sook ficou por um bom tempo em silêncio, ela parecia procurar palavras para aquele momento.
   - Deve ser triste ser você e ter essa vida de amiga rejeitada - Ela tentou rir.
   - Triste, Sook? Você tem certeza que a minha vida é triste? Ok então, vamos analisar a sua vida e ver o quanto você é feliz. Você tem que sempre esfregar qualquer conquista sua com o Jiho na minha cara, não é? Esse realmente deve ser o auge da sua felicidade, menosprezar as pessoa para se sentir alguém importante e amada, ótimo exemplo de vida feliz
   - Não sei se você se lembra, mas quem dorme todas as noites com o Jiho sou eu, quem está sempre com ele sou eu e vai ser eu quem vai se casar com ele
   - Realmente Sook, você tem tudo e eu não tenho nada - Eu me aproximei dela e abaixei um pouco o meu tom de voz - Mas apesar de eu não tem o Jiho, ou até mesmo não ter um ótimo emprego, é de você que eu tenho pena, porque mesmo eu não tendo nada para acrescentar na vida das outras pessoa eu sempre tenho alguém do meu lado. Sabe Sook, eles estão comigo porque realmente querem estar, e você pode ter o Jiho, mas isso não é tudo - Eu suspirei - Ele não é tudo, e eu realmente espero que você comece a ser uma pessoa melhor para ou outros antes que seja tarde demais
   Eu me virei e caminhei pelo corredor e por um instante quis olhar para trás para ver a Sook e ter certeza que ela estava parada logo atrás de mim naquele corredor, ter certeza que eu realmente havia falado tudo aquilo. Eu me sentia mais leve, era como se eu tivesse me livrado de um peso que eu estava carregando há muito tempo, eu sentia como se até pudesse respirar melhor.
   Eu não sei o que me fez falar tudo aquilo para a Sook, mas eu poderia repetir aquela cena por vários dias e nunca me cansaria de mostrar a verdade para ela.
   Eu estava cansada de me importar demais com as outras pessoa e nunca receber algo em troca, então as coisas começariam a ser diferentes.


Notas Finais


Por enquanto é isso.
O capítulo ficou bem curtinho, mas juro que está cheio de amor <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...