História Eu sou você, você sou eu - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Block B, Zico
Personagens Personagens Originais, U-Kwon, Zico
Tags Amigos, Amizade, Amor, Bias, Block B, Fic, Idol, Imagine, Kidol, Kpop, Romance, Ukwon, Você, Zico
Exibições 89
Palavras 1.298
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amoras, como vocês estão?
Só vim aqui para deixar esse capítulo msm, espero que gostem <3

Capítulo 22 - Meus sentimentos por você


 

Eu deixei o meu corpo flutuar pela piscina, meus olhos estavam fechados e eu não conseguia parar de pensar no Chul. 
   Eu acreditei que ir até a casa onde tivemos o nosso primeiro encontro e ficar naquela piscina me ajudaria a diminuir a saudade que eu estava dele, mas não foi o que aconteceu.
   Desde a minha pequena exposição como trabalho final para a faculdade que nós dois não nos falávamos, eu havia desistido de ligar para ele e ele também não havia retornado nenhuma das minhas ligações.
   Eu não me importaria de faltar ao trabalho apenas para ficar mais um bom tempo dentro daquela piscina apenas lembrando do Chul. Comecei a rir sozinha quando me lembrei de quando vimos a luz do segundo andar da casa acender. A casa estava escura e silenciosa, não havia nada de atraente nela e nem naquela piscina, pelo menos não naquela noite.
   

A noite estava agitada o que me ajudou a tirar um pouco o Chul da cabeça. 
   Eu e Yang Mi não tivemos muito tempo para conversarmos enquanto trabalhávamos, nós nos esbarramos algumas vezes enquanto servíamos as bebidas para os convidados, o que foi suficiente para eu perceber que ela não estava bem.
   Conforme a noite foi passando e alguns convidados foram indo embora pude notar a presença do Ukwon em um canto do salão afastado. Ele não parava de sorrir e beber, mas ele não parecia estar feliz, ele estava rodeado por alguns meninos e todos sorriam também.
   Talvez esse fosse o motivo da Yang Mi estar com o olhar triste, ter que ver o Ukwon não devia ser fácil.

Eu tirei o meu aventar, peguei uma garrafa de soju e caminhei até a varanda do salão, eu queria aproveitar um pouco a noite sozinha. Mas assim que abri a porta encontrei Ukwon parado perto da sacada olhando para baixo, como se estivesse observando os movimentos dos carros que passavam na rua.
   - Posso te fazer companhia? - Falei enquanto me aproximava.
   Ele olhou para trás e sorriu quando me viu.
   - Vou adorar beber com você.
   Ele mostro a sua garrafa de soju e fizemos um pequeno brinde.
   - Eu precisava pensar um pouco
   - Parece que tivemos a mesma ideia - Eu sorri e bebi mais um gole do meu soju.
   - Jiho?
   - Chul
   Ele deu um pequeno suspiro.
   - Yang Mi?
   - Yang Mi
   - Relacionamentos são tão difíceis 
   Eu olhei para o céu e comecei a pensar em tudo que passei com o Chul. Eu não sabia se tudo que havíamos passado compensava o fato de agora não estarmos nos falando.
   - Você quer me contar o que aconteceu?
   Ukwon me olhou e deu um pequeno sorriso, como se tudo que ele quisesse naquele momento era que alguém perguntasse aquilo.
   - Nosso relacionamento não era bom para a minha carreira, pelo menos foi isso que a minha empresa disse quando eu contei sobre ela. Yang Mi é uma garçonete, não é alguém que despertaria o interesse da mídia - Ele abaixou a cabeça - Eles falaram isso dela e eu não á defendi, e então agora não podemos ficar juntos
   - Vocês podem, eles não podem te proibir de ficar com alguém que você gosta
   Ele ficou um tempo olhando para o céu, um céu escuro e com poucas estrelas e então voltou a me encarar.
   - Você está certa
   Nós dois brindamos novamente, como se tivéssemos conquistado algo.
   - E você, você quer me contar o que aconteceu?
   - O Chul foi embora e então me esqueceu
   - Ele não te esqueceu
   - Ele não retorna as minhas ligações e havia prometido comparecer na minha exposição e não apareceu
   - Deve ter acontecido alguma coisa
   - Aconteceu, ele me esqueceu - Eu repeti.
   Ukwon se aproximou de mim e acariciou o meu rosto, seu toque era gelado mas acalentador.
   - Ninguém te esquece, não tem como - Ele se aproximou mais - Você é tão especial
   Ele se aproximou mais um pouco e então selou os nossos lábios em um pequeno beijo. Não tivemos tempo para prolongar nossa ação, porque assim que o beijo aconteceu nós percebemos que aquilo não se encaixava, era um beijo vazio e sem significado.
   Nós nos afastamos e nós olhamos, nós dois sorrimos, mas um sorriso simples, como se disséssemos um para o outro que aquilo foi uma loucura nossa.
   Eu me virei para ir até a porta da varanda e então vi Yang Mi parada na porta encarando nós dois. 
   - Eu odeio vocês dois - Ela falou nervosa.
   Ukwon tentou se aproximar dela, mas Yang Mi o afastou com um empurrão.
   - Não toque em mim - Ela se virou e saiu.
   Ukwon foi mais uma vez atrás dela, mas eu segurei o seu braço.
   - Deixe ela acalmar os pensamentos, por enquanto me deixe ir falar com ela sozinha
   Eu apressei os passos e segui Yang Mi até o balcão de bebidas. Ela arrumava a sua bolsa de uma maneira agressiva, colocando o seu avental todo amassado dentro dela e resmungando baixo.
   - Yang Mi - Eu tentei falar calma.
   - Não fale comigo 
   - Me deixa explicar
   - Explicar? Como você explica isso?
   - Foi sem sentimento, foi uma besteira que fizemos
   - Nossa, me sinto bem melhor agora
   Ela falou de uma maneira irônica enquanto caminhava até a saída da festa.
   - Você é minha melhor amiga, por favor, vamos conversar
   - Você também é minha melhor amiga, e é por isso que está doendo. Não me importa se teve sentimentos ou não, você beijou o Ukwon e eu realmente amo ele, como eu vou confiar em você agora? Melhores amigas não fazem isso
   Yang Mi estava certa, melhores amigas não agiam daquele jeito. 
   Eu abri a boca para responder, eu estava disposta e pedir milhões de desculpas, mas eu fui interrompida.
   - Você me ama? - Ukwon se aproximou.
   As bochechas da Yang Mi ficaram vermelhas e ela desviou o seu olhar para não ter que encarar o Ukwon.
   - Você me ama, Yang Mi?
   - Eu preciso ir embora
   Ela se virou e saiu do salão e Ukwon a acompanhou.
 

Já fazia alguns dias que eu não falava com a Yang Mi e não falava com o Chul, eu estava realmente muito triste com tudo isso.
   Durante a exposição os meus quadros foram muito elogiados, claro que eles não eram perfeito, mas eles acreditavam no meu potencial. Então eu estava me preparando para passar um mês no Japão estudando na melhor escola de artes durante as férias.
   Quando a minha professora me ligou para me dar essa notícia eu realmente não consegui acreditar, o ruim era que eu estava tão feliz por algo que iria acontecer em minha vida, mas não podia dividir com a minha amiga e o meu namorado.
   Minhas malas já estavam quase prontas e a maioria dos meus materiais já estava empacotados.
   Eu ainda tinha duas telas brancas das quais o Jiho havia me dado, elas estavam muito bem embaladas em um papel pardo. Peguei as duas e as coloquei perto dos outros materiais que iriam comigo para a viajem.
   Foi então que eu vi um pequeno envelope branco presso junto ao embrulho de uma tela, eu peguei ele e li o que estava escrito em pequenas letras pretas na parte de trás.

   Por favor, não deixe de ler

Eu reconheci a letra do Jiho e não pude evitar um sorriso, e então eu abri a carta.

   Sei que pode parecer ridículo escrever uma carta, mas uma mensagem pelo o celular me parecia tão vazia. Então eu realmente não consegui achar uma maneira melhor para falar sobre os meus sentimentos por você.

Eu me sentei na cama e senti o meu coração acelerado e minhas mãos tremulas.
 


Notas Finais


Eae amoras, o que esperam para o próximo capítulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...