História Eu te amo - primeira parte - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Overwatch
Personagens D.Va, Genji, Hanzo, Junkrat, Lúcio, Mccree, Mercy, Personagens Originais, Pharah, Reaper, Reinhardt, Soldado: 76, Tracer, Widowmaker, Winston
Tags Mchanzo, Overwhatch, Reaper76, Yaoi, Yuri
Exibições 31
Palavras 1.254
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi.
Quanto tempo, nao?
Mais um cap espero que gostem.

Capítulo 5 - O primeiro beijo e ciumes.


Fanfic / Fanfiction Eu te amo - primeira parte - Capítulo 5 - O primeiro beijo e ciumes.

- E então Não vai dizer nada? O que foi isso? – Genji me perguntou novamente. Eu não consegui responder suas perguntas. Coloquei minha mão em meu braço e abaixei minha cabeça.
Eu não conseguia responder nada e sai correndo pelos corredores ate minha classe. Adentrei a sala e sentei em meu lugar, por um acaso Mccree não estava lá, abaixei minha cabeça na carteira. Peguei no sono e nem vi a aula começar. Passaram-se horas ate o final da aula, eu não consegui acorda apenas senti uma mão me balança, abri os olhos lentamente e vi o professor Jack me chamando.
- Hanzo? Esta se sentindo bem? – O professor Jack me perguntou.
- Estou ótimo só to com uma pequena dor de cabeça. – Simplesmente respondi com um sorriso falso no rosto.
- Você não perece nada bem. – Respondeu colocando suas mãos em meus ombros. – Vem, vamos ate enfermaria. – Ele me levou ate a enfermaria. Olhando de longe, deu para que o Mccree não estava na sala. Onde ele estava? Comecei a ficar preocupado com ele.
- Senhor Jack, você sabe onde o Mccree esta?
- Sim, ele esta na sala dos professores onde e a enfermaria, mas por que você perguntou isso? Ele te fez alguma coisa? – Ele me perguntou como se o Mccree teve se me batido ou algo do tipo.
- Não, ele não me fez nada. Eu só estou preocupado com ele. – Respondi abaixando a cabeça.
- Vocês são amigos? – Ele me perguntou com um sorriso no rosto.
- Sim, por quê? – Perguntei para ele.
- Ah é que é muito raro Mccree ter amigos aqui, mas tinha que acontecer algum dia né. – Ele respondeu com um grande sorriso no rosto. – Ah é ali a enfermaria que é a sala dos professores. – Ele puxou meu braço. Ele abril a porta a onde estavam todos os professores. Olhei para um lado e para o outro ate ver o Mccree. Ele estava sentado em uma mesa conversando com o professor Gabriel. Eu não parei de olhar para ele, ele tava tão bonito com aquela calça jeans rasgada, aquela blusa cinza, aquele cabelo ajeitado, aqueles olhos lindos.
- Vem Hanzo, vamos tomar um remédio para dor de cabeça. – Ele me chamou e me tirou de meus devaneios.
- Mas é claro. – Fui andando ate a onde o Mccree estava. – Oi. – Toquei de leve no braço dele.
- Oi. – Ele respondeu com uma cara meio fechada.
- Olha não precisa fugir de mim, eu não estou com raiva de você. – Falei passando a mão nos cabelos dele.
- Eu não estou fugindo de você. – Disse ele tirando minha mão de sua cabeça. Eu me aproximei de seu olvido e falei.
- Eu gostei do beijo. – Disse levantando o pescoço e cruzando os braços esperando o remédio.
O professor Gabriel se levantou e saio, também senti Mccree se levanta. Bem eu não me importei muito ate, senti suas mãos em minha cintura e me puxando para mais perto de seu corpo. Senti sua respiração em meu pescoço. Eu virei para trás e abracei seu pescoço.
- Quer mais um? – Ele me perguntou me puxando para mais perto de si.
- S-Sim. – Respondi meio envergonhado. Ele sela os nossos lábios em um beijo calmo e carinhoso e cheio de paixão. Ficamos assim durante um tempinho ate, ouvi o professor Jack chegar com os remédios.
- Toma aqui o seu remédio... – Ele parou de falar quando viu eu e Mccree nos beijando. Nos separamos rapidamente.
- Ah, obrigada. – Respondi pegando o copo com o remédio.
Hanzo pov’s off
Mccree pov’s on
Ah estava tão bom, porque o Jack tinha que atrapalhar. Ah isso não importa, o que importa é que ele gosta de mim e gostou do meu beijo. O professor Jack saio e deixa nos dois a sós.
- E então, vamos ficar aqui sozinhos, juntos... – Comecei a chegar mais perto dele.
E o peguei pela cintura e puxando ele para mais perto de mim e tomando seus lábios rosa. Dei pequenos beijos em seus lábios ate vira um longo selinho. Comecei a pedir passagem com a língua e ele concedeu passagem. Começamos devagar e lento, mas foi ficando selvagem e cheio de luxuria. Nos separamos apenas pela falta de ar.
- Gostou? – Perguntei lhe dando um tapa em sua bunda.
- S-Sim. – Ele começou a gaguejar. Dei um beijinho em sua boca.
O sinal tocou e saímos de mãos dadas.
- Hanzo queria lhe pedir uma coisa?
- O-O que? – Ele começou a gaguejar.
- Eh... Que se passaram alguns messe e eu acho que eu estou gostando de você... Por esta razão queria lhe perdi em namoro. – Ele corou imediatamente. – Aceita namorar comigo?
- Sim. – Ele respondeu quase em um susuro e com um sorrisinho no rosto e bem envergonhado.
Fiquei com uma enorme felicidade. Peguei o Hanzo em meu colo e comecei a girá-lo.
- Mas vamos contar paras as pessoas? – Ele me perguntou.
- Mas é claro que não. Imagina o que vai acontecer se meu pai descobrir imagina se seu irmão descobre, eu to ferrado. – Eu falei dando risada.
- Você tem razão. Se o Genji descobrir, eu nem sei do que ele é capaz. – Ele começou a rir. Bateu o sinal e fomos embora.
Chegamos à saída, eu estava muito vermelho.
- Bem... Então é um tchau, né? – Perguntei meio vermelho.
- Infelizmente, sim. – Ele respondeu de cabeça baixa. – Mas isso não me impede de eu li dar um beijo. – Ele ficou na ponta do pé e me deu um selinho. Eu estava de olhos fechado, quando eu abri, eu olhei para traz e vi o irmão dele com cara de: eu vou te matar.
- Ora, ora o que temos aqui? – Ele falou em deboche.
- Genji! O que você ainda esta fazendo aqui? Já era para você estar em casa! – Ele falou com bastante vergonha.
- Eu só quis voltar para minha casa com meu irmão mais velho e ai eu encontro... ISSO! – Ele começou a gritar.
- Para de gritar. – Ele falou quase entre choros. – É a primeira vez que eu me apaixono e você quer estragar! Me deixa em paz Genji! – Ele começou a chorar e saio correndo.
Mccree pov’s off
Hanzo pov’s on
O Genji não entende o que é amor. Ele vive com um monte de mulheres, pega todas que ele quiser. Eu nunca amei, mas agora que eu estou amando ele que me separar.
Cheguei em casa e fui para o meu quarto e peguei no sono.
Dormi muito nem vi se o Genji chegou ou não.
Levantei-me e desci as escadas lentamente. Foi ate a sala, Genji estava sentando triste e confuso.
- Oi. – Falei me aproximando dele e me sentando ao seu lado.
- Oi. – Respondeu com um tom de raiva e tristeza.
- Quer conversar? – Perguntei pegando em sua mão.
- Sobre o que? – Ele respondeu com um tom de frieza.
- Sobre o que aconteceu hoje. – Falei me ajeitando no sofá.
- Esta bem. – Ele falou.
- Eu começo as explicações. – Respirei fundo. – Eu e o Mccree estamos namorando. – Respondi.
- Sabia que você e ele tinham alguma coisa. Só tenho uma pergunta... – Ele começou a respirar fundo. – Você ira me esquecer? – Ele me perguntou com um olhar triste.
- Não. Você sabe que eu te amo! Você é meu irmão mais novo é claro que eu nunca irei te esquecer. – O respondi, ele sorriu para mim e me abraçou. – Mas por que de tanto ciúmes?
- Xiu, só me abrace. – Ficamos abraçados ate ele pega no sono. Eu ate iria levá-lo para o quarto, mas ele era maior e mais pesado do que eu.
Subi as escadas e peguei um coberto e cobri ele.
- Boa noite, Genji. – Dei um beijo em sua testa.
Subi para o meu quarto e fui dormi de novo.


Notas Finais


Desculpa por te ficado tudo grudado.
Comentem o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...