História Eu te amo - primeira parte - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Overwatch
Personagens D.Va, Genji, Hanzo, Junkrat, Lúcio, Mccree, Mercy, Personagens Originais, Pharah, Reaper, Reinhardt, Soldado: 76, Tracer, Widowmaker, Winston
Tags Mchanzo, Overwhatch, Reaper76, Yaoi, Yuri
Exibições 112
Palavras 1.062
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Saga, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi.
Mais um capítulo.
Obrigado pelo amor de todos os leitores.
Bjs

Capítulo 5 - Novatos


Fanfic / Fanfiction Eu te amo - primeira parte - Capítulo 5 - Novatos

Hanzo pov’s on

Acordei era 10h00min, ultimamente estou acordando cada dia mais cedo. Desci as escadas enrolado no coberto. Olhei para o sofá, Genji já não estava mais lá. Continuei descendo e fui para o sofá e liguei a T.V para assistir alguma coisa.

**********************************************

Genji pov’s on

Eu sai de casa mais cedo que o Hanzo para ir a escola. Por quê? Bem, eu gosto de ficar com meus amigos na escola e como eles chegam mais cedo e tenho que ir mais cedo. Só não entendi essa paixão do Mccree pelo meu irmão? Ele não ama nem o próprio pai e achar que pode amar alguém? E o Hanzo, há, nem sabe o que é amor de verdade, ele nunca namoro na vida.

Chegando na escola encontrei Hana, sentada em um banco jogando seu PSP. Eu fui me aproximando ate o banco a onde ela estava sentada. Eu e Hana somos namorados algum tempo, mas mantemos em segredo.

- Oi. – Disse tocando em seu cabelo e a desconcentrando de seu jogo.

- Olha o que você fez! Me fez perde. – Disse ele cruzando os braços. Eu nem me importava muito. Eu me inclinei um pouco e dei um selinho em seus lábios delicados.

- Quem disse que eu deixei? – Ela começou a gritar.

- Eu não preciso da sua autorização para lhe dar um beijo. – Respondi beijando sua boca, mas desta vez não seria um selinho, seria um beijo de verdade. O beijo começou calmo, mas com o tempo tomou força e se tornou um beijo com luxuria e desejo. Hana foi se esticando para sentar em meu colo, ate sentar em minha coxa.

- Hana aqui não. – Tirei ela do meu colo.

- Ahh, por quê? Tava tão bom. – Respondeu ela com um sorriso malicioso.

- Mas estamos na escola criatura. – Respondi rindo e encarando ela.

- Tanto faz. – Ela respondeu cruzando os braços.

Ela voltou a jogar. Passaram-se algumas horas e entro duas pessoas na escola. Elas foram se aproximando, era uma menina de cabelos loiros e olhos azuis e um menino de cabelos pretos e olhos azuis. Eu particularmente nunca os vi na vida. Eles passaram reto. A menina loira era linda... Espera ai o que eu estou falando? A onde estou com a cabeça? Ainda bem que a Hana não pode ouvir meus pensamentos, se não ela me matava. Ficamos lá ate vemos os portões abrirem.

Eu olhei para o portão e vi Hanzo chegar, ele ficou parado no portão ate aquele tal de Mccree. Ele por algum acaso parecia feliz demais.

- Vamos Hana? – Perguntei para ela.

- Vamos. – Ela respondeu se levantando. Ela pegou em minha mão e grudou em meu braço, eu apenas retribui o ato deixando ela fica à-vontade. Andamos para nossa sala e acabamos dando de cara com os alunos, o menino entro em uma sala e a menina seguiu ate a enfermaria (sala dos professores).

Genji pov’s off

Hiraku pov’s on

Olá meu nome é Hiraku, mudei de escola por motivos financeiros, ou seja, meu pai arrumou outro emprego e esta escola era a mais perto, mas eu preferia a outra, mas fazer o que, né.

Fiquei lá por um bom tempo ate... Um menino de longos cabelos pretos entrou na sala, ele é lindo, não consigo para de olhar para ele. Será que eu devo falar com ele? Mas o que é isso que eu estou sentindo? Será que eu sinto alguma coisa por ele? Eu nem conheço o menino. O professor entrou na sala.

- Bem, eu quero apresentar um novo aluno, Hiraku Hyuno. Venha se apresentar. – Só faltava essa. Eu me levantei e fui ate a frente da lousa.

- Olá, meu nome Hiraku e espero que todos gostem de mim. – Eu falei simpaticamente.

Voltei para meu lugar e comecei a escrever em meu caderno, mas meus pensamentos estavam presos á ele, ele estava me atormentando, ou melhor, sua beleza estava me atormentando. Ele é lindo demais. Decidir ir fala com ele.

- Olá. – Disse me aproximando da sua mesa.

- Olá. – Ele respondeu com um sorriso em seu belo rosto.

- Como é seu nome? – Perguntei para ele.

- Hanzo e o seu? – Ele perguntou para mim.

- Hiraku. – Respondi colocando minhas mãos em minha cintura.

- Você é japonês? – Ele me perguntou.

- Sim, como você sabe? – Eu perguntei.

- Pelo seu nome e seu rosto. – Ele deu um sorriso. Ele é muito lindo.

- Você também é né? – Perguntei me sentando na ponta de sua cadeira.

- Sim. – Ele respondeu.

- Eu mal te conheço, mas acho que vamos ser melhores amigos. – Ou ate algo mais hihihi.

- Quem sabe. – Eu estava com toda a atenção dele para mim, ate um cara chegar chamando á atenção dele.

- Oi Hanzo. – Ele chegou falando com ele.

- Oi. – Ele deu um beijo na bochecha dele. Ele tem namorado? Mas não é possível. Mas eu não vou desistir tão facilmente. Eu vou conquistar ele.

A aula começou. Eu mal cheguei, mas declaro que é a pior aula do mundo.

Hiraku pov’s off

*****************************

Genji pov’s on

Eu não consigo parar de pensar naquela menina loira. Ela é tão bonita, mas eu amo a Hana e... Ahhhhh, por que eu sou tão atrapalhado na vida?

A aula foi um tédio.

Nós saímos da sala. Eu estava andando pelos corredores ate a ver a loira passando com um avental. Será que ela é a nova enfermeira? Eu não sei, só sei que eu não posso gostar dela.

O Sinal para saímos bateu fomos para o portão. No decorrer do caminho percebi que Hana estava meio triste.

- O que foi? – Eu perguntei a ela.

- O que foi o que? – Ela respondeu fria.

- Que você esta assim. – Falei.

- Você acha que eu não percebi que você agindo diferente. – Ela respondeu. Será que ela percebeu? – Principalmente quando aquela menina loira passa. – Ela falou quase entre choros.

- Você acha que eu estou gostando dela? – Perguntei pegando em seu ombro.

- Sim. – Ela respondeu.

- Eu te amo. – Sussurrei e a beijei com paixão e ternura. O beijo estava ótimo ate alguém tocar meu ombro.

- Genji? Vamos? – A voz era do Hanzo. Eu dei um pulo.

- V-Vamos. – Respondi gaguejando. – Pêra ai eu posso levar a Hana? – Perguntei.

- Só se eu puder levar o Mccree. – Ele esta tirando vantagem de mim.

- Esta bem. Leva aquele babaca. – Eu só senti um tapa na minha nuca e uns risinhos de Hana. Pelo menos ela ainda gosta de mim.

- Esta bem, eu vou falar com ele. – Ele saiu correndo.

Eu continuei com a Hana.

Teremos uma grande noite pela frente.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Até o próximo capítulo
Amo vcs.
Bjs no kokoro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...