História Eu te amo? - Capítulo 31


Escrita por: ~

Exibições 83
Palavras 532
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpa pela demora, sabe aquele bloqueio criativo? Pois é. Não consegui criar nada de bom, e também pq euzinha aqui estava começando a tomar um remédio controlado, então a cartela acabou e eu fui pegar outra, mas não olhei o nome, e então era o remédio errado, era um remédio que da um sono enormeeeee


Capítulo pequeno, prometo recompensar.

Até o próximo

Capítulo 31 - Revelação



Pov Martina Stoessel


Muitas coisas aconteceram, mas não sabia que eu seria capaz de estar nesse momento, em uma prisão, pagando a fiança de uma pessoa que tentou me matar. Tentou me matar por amor, não por mim, mas sim por homem que eu estava namorando. Não, não seria Mercedes. Aquela ali, com certeza eles já a tiraram daqui. Mas é a Marilia. Se eu estou arrependida por ter pagado mais de dez mil reais (10.000) de uma fiança por ela está gravida e essa criança ser filha de Paulo? Não, isso é uma coisa, simplesmente séria. Eu quero, de verdade, que o Paulo seja feliz. E essa criança pode sim o fazer feliz, é o sonho dele. Ele merece. E o mínino que eu podia fazer. 


Policial: bom, ela será liberada agora, gostaria de me acompanhar? 


Tini: Pode trazer ela aqui?-ele sorri e concorda. - 


Policial:Licença. -diz e sai. Suspiro aliviada. Eu preciso muito saber a verdade sobre essa criança, mas eu acredito que seja do Paulo. Ela o ama e não iria pra cama com outro, certo? Eh... Mas não é bom imaginar o Paulo, o me.. O Paulo fazendo sexo com outra.


Minutos depois.... 



Marília: Martina?-Ela diz me chamando a atenção. A mesma estava abalada, triste, estava mais magra do que o normal, por um momento senti pena, ela não merecia isso, não merecia.


Tini: Ah.. Oi -Sorrio triste e olho o policial, que imediatamente sorriu saindo do local.-


Marília: Você não precisava ter feito isso, mas obrigada -sorriu triste e abaixou a cabeça. Sua voz estava baixa, sua auto estima não estava das melhores. 


Tini: Precisamos conversar. -digo a olhando-


Marilia: se for sobre o dinheiro, olha, eu peço que você espere um pouco ate eu poder encontrar... 


Tini: Eiii- sorrio a cortando, ela me olha confusa- eu não quero seu dinheiro. Eu quero saber a verdade. A paternidade dessa criança. -ela abaixa a cabeça-


Marília: é difícil falar disso ainda mais porque eu fui a errada dessa historia toda, eu não devia ter ido atrás dele, você não merecia... A ideia de 'te matar' não foi minha, foi de Mercedes-ela suspirou olhando pra baixo- ela sentiu raiva de você por que Jorge te queria, que Jorge pensava em você enquanto estava com ela, que te comparava a ela, enfim, e não sei como ela me encontrou e eu estava magoada demais com o Paulo, eu havia o traído, mas trai ao saber que ele também me traia. 


E então eu aceitei a porcaria da proposta dela, e aconteceu a merda toda. E depois, bom, eu fui para o Paulo, mas do tipo, ele também estava atrás de mim e por fim, quando eu o encontrei, nao tive tempo de falar nada, ele já chegou me beijando. Como se fosse solteiro e então, eu cometi o meu pior erro, eu retribui a merda daquele beijo. Mas Tini -ela disse me olhando com os olhos vermelhos, estava quase chorando, assim como eu- Eu nunca me arrependi tanto como estou arrependida agora, depois daquela noite ele simplesmente -fungou- começou a tratar como uma cadela, como se eu fosse sua escrava sexual, sua prostituta - ela começou a chorar, abraço ela, deixando pequenas quantidades de lágrimas caírem-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...