História Eu te amo... - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bangtan Boys
Exibições 37
Palavras 1.687
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oie, bom vou deixar essa mensagem logo no início! Uma leitora me alertou por um "pequeno" erro no último Cap.
Logo nos primeiros caps digo que Jimin perdeu a mãe e que seu pai e ele não tinham um relacionamento muito bom. Então peço desculpas e peço que vcs deixem para lá a parte do último Cap em que a mãe de Jimin aparece, vamos considerar que ela é sua madrasta e que ele considera como mãe! Eu irei encaixar um contesto para que a Mary seja sua madrasta. ME DESCULPE DE CORAÇÃO ❤

Boa leitura ❤

Capítulo 17 - Era grande?


Jimin on:

Acordo e Jungkook ainda está dormindo, então me levanto, tomo um banho e desso para fazer o café

Que noite......Que homem! Eu já tive várias relações sexuais na minha vida, mas essa, essa sem a menor sombra de duvidas foi a melhor.

Jungkook on:

Acordo e percebi que não estou no meu quarto  e então me encontro sorrindo ao lembrar da noite passada.
Me levanto, sinto uma dor em meu quadril mas não uma dor insuportável.

Procuro Jimin no banheiro mas não o encontro e então desço
Jimin estava de costas no fogão e estava com um cheiro maravilhoso de ovo com bacon
Vou em sua direção sem fazer barulho e então o abraço por trás entrelaçando meus braços em sua cintura

- Bom dia Jiminie - digo o abraçando forte

- Ah, você me assustou - disse rindo e virando para mim - Bom dia coelinho. - ele fala acariciando meu rosto e retribuindo o abraço

Ficamos por um tempo abraçados e então Jimin me da um selinho e volta para o fogão.

- Preciso terminar isso, se não irá queimar. Sente-se ali no sofá, fique a vontade

- É.... está bem - digo indo para o sofá

Eu ainda estou paralisado com o selinho dele. Tá eu sei, ontem aconteceu muito mais que um selinho, mas é que eu achei que Jimin só havia feito isso pelo calor do momento.....mas ele está me tratando tão bem..... Eu realmente estou apaixonado por esse homem

- Está pronto - ele diz me tirando de meus pensamentos.

- Oh, já estou indo.

Jimin on:

Ele estava desesperado comendo, era tão.....fofo!

- Acho que você gostou - digo rindo - A comida está Boa?

- Uhumm.... - disse com comida na boca

- Sabia que é feio falar de boca cheia? - falei dando uma bronca de brincadeira.

- Desculpa.... - disse ainda com comida na boca.

(......)

Já era 14h da tarde. Ficamos a manhã inteira no sofá assistindo TV. Estava um silêncio imenso, um pouco constrangedor, até que o celular de kook toca
Ele atende e começa a falar com alguém que parecia ser sua mãe.

- Jimin eu tenho que ir. Minha Omma pediu para eu voltar para casa.

- Oh, está bem, eu te acompanho até a porta

Fomos até a porta

- Obrigado novamente por me deixar dormir aqui - disse corando

- Venha quando quiser, a casa é sua

- Obrigado Jimim.

Ele estava saindo só que puxo o seu pulso.

- Jungkook - digo fazendo com que ele se virasse para mim

Me aproximo dele e seguro sua nuca e lhe beijo, um beijo calmo e suave.

- Agora pode ir..... - digo me separando do beijo

- Eh.....tchau Jimin - Disse corando

- Tchau....

Ele vai embora e eu fecho a porta e me jogo no sofá
Jeon Jungkook oque você está fazendo comigo?

Jungkook on:

Eu realmente não esperava por aquele beijo, será que Jimin gosta de mim? Não, ele deve ter feito isso por pena.....

Chego em  casa.... bem vindo ao inferno! Porque minha Omma não podia ficar mais duas fora? Assim teria uma desculpa de continuar na casa do Jimin.

Óbvio que eu tive mais um dia normal, cheguei e meu pai já começou a me xingar e xingar minha mãe e blá blá blá
E óbvio que ele acharia algo para reclamar de mim, e a coisa do dia foi um chupão em meu pescoço. Eu estava pouco me fudendo pelo oque ele falava

- Com quem você tranzou Jeon Jungkook? Além de gay agora é puta?

- Olha você não tem nada haver com quem eu tranzo ou deixo de tranzar! Passar bem - digo subindo para meu quarto e minha mãe vem logo em seguida

Ela entra no quarto e fecha a porta e senta do meu lado

- ME conta TUDO - diz sorrindo

- Que?

- UÉ, me conte, quem é o sortudo da vez? - diz fazendo uma cara maliciosa

- OMMA

- Oque foi? Eu sou sua Omma, tenho direito de saber quem é o meu futuro genro

Sim, eu e minha mãe tínhamos uma intimidade ao extremo e se eu não contasse até os mínimos detalhes ela não largaria do meu pé

- É o Jimin

- O JIMIN? O menino que você sempre fala?

- Sim. Park Jimin, o próprio

- Aí meu Deus! Onde estão as alianças? - diz pegando minha mãe para ver o anel

- Omma não exagere, nos só ficamos....eu não sei se ele realmente gosta de mim.

- Ahhh....mas enfim .e conta TUDINHO

- Tá bem, tá bem.

Conto tudo para ela desde os últimos detalhes, e Sim, tive que explicar como
foi a noite, se é que vocês me entendem.
Já era constrangedor, imagine com os comentários dela

- Mas doeu muito? É grande? - diz apoiando o queixo na mão como se fosse uma criança vendo o seu desenho favorito

- OMMA!!

- Oque foi? Eu preciso saber se esse cara machucar meu filho. Vamos, me diga logo.

- Ahhh.....só Você! Bom não doeu tanto, só no começo, mas depois passa - Coro - Ahhh.....porque Você me faz passar por isso? Você não poderia ser uma mãe normal?

- Conte mais e reclame menos! Você ainda não me disse se era grande

- Sim....

- Sim oque? Era grande?

- S...sim - Coro

- Ai que máximo - ela fala fino como se estivesse vendo o seu idol

- Porque você me faz passar por isso?

- Porque eu sou sua Omma - diz fazendo coração com a mão

- E outra, porque você quer saber o tamanho se não é a senhora que vai usar?

- Senhora não,  me respeite, eu tenho só 34 e outra, quem disse que eu não vou usar?

- OQUE?

- Eu posso usar um dia  - diz rindo

- Mas como você.....

- Eu tenho que testar para saber se é seguro para você usar..... - Eu eu a enterrompo

- OMMA

- E  as vezes da algum problema e eu tenho que testar duas vezes!

- OQUE VOCÊ TÁ FALANDO?

- Tenho que testar a qualidade e ver se é seguro para meu filho! É isso que as mães fazem

- Não, ela não fazem isso

- Bom, eu faço! - diz rindo - Aliás, lembra daquele seu ex peguete?

- Sim

- Ainda bem que você não ficou com ele! Eu testei e a qualidade era péssima, muito murchinho

- Omma volta aqui - digo correndo atrás dela

- E outra, o brinquedo dele era pequeno. - diz fugindo de mim

Eu a alcanço e pulo em cima dela e caímos na cama

- Nunca mais fale essas coisas!

- Está bem, eu juro - ela diz cruzando os dedos atrás de suas costas

- Ei, eu vi isso

- Viu oque? Além de chato é  sego?

- Eu não sou chato

- É sim....mas mudando de assunto, me mostra uma foto dele?

Eu pego meu celular e mostro suas fotos dele, uma meio sexy e a outra fazendo aeygo

- Me prometa que não fará o teste de qualidade nele em! - disse brincando

- Eu não lhe prometo nada - diz meio baixo

- Ei! Eu escutei - digo dando um tapinha nela

- Meu Deus, acho que ele não vai te querer, além de chato e sego é surdo?

- Sem graça - digo batendo em seu braço

- EU SOU SUA OMMA! NÃO ME BATA.

- AÉ? E oque você vai fazer se eu te bater? - digo a provocando e dando um tapinha nela

- Ahhh moleque, você vai ver só - diz pulando em mim e fazendo cosquinha

Era incrível como em questão de segundos ela me deixava feliz! Não tínhamos muitos dias como esses...tao felizes, geralmente é tudo muito quieto.

(....)

Quando acordo vou fazer minhas higienes.
Assim que desso sou de cara com meu pai com cara de bravo.

- Oque você quer?

- Quero que me responda oque você não me respondeu ontem - disse indo em minha direção e virando meu pescoço para o lado - Quem fez isso?

- Porque quer tanto saber quem me deu um chupão? Vai dar um de protetor agora?

- Me responda menino insolente.

- Eu já disse, você não tem nada haver com quem eu fico ou deixo de ficar. Em outras palavras, não é da sua conta.

- Arggg, menino idiota só me responda

- Porque? Vai bater em que me deixou uma marca?

- Eu só quero tirar a limpo isso! Principalmente se tiver sido um menino

- Porque? Tem nojo de mim? Pois saiba que eu dou para quem eu quiser.

- E ainda tem coragem de dizer que é o passivo.... menino nojento

- Se você não quer saber disso não me pergunte quem me deixou um chupão. E se não for te atrapalhar muito eu vou tomar meu café da manhã!  Com licença - digo o deixando irritado.

- Menino idiota.

- "Menino nojento" "Menino idiota" "Menino insolente", qual o próximo apelido? "Menino inútil"? Pois saiba que suas palavras não me afetam - digo dando de ombros

- Arggg......idiota - diz subindo as escadas

Foi ótimo esse tempo que tive com Jimin, ele me fez esquecer por um dia inteiro de todos meus problemas, de todas minhas dores, mas sabia que não duraria tanto e aqui estou novamente nesse inferno.
Sou retirado de meus pensamentos quando recebi uma mensagem

Mensagem on:

Minie: Oi coelinho <3
Eu: Oi Jimin
Minie: Ei, eu quero apelidinho também
Eu: Desculpa, eu não to muito bem
Minie: Oque você tem?
Eu: Meu pai.....ele não cansa de achar defeitos e reclamar das coisas
Minie: Ah...
Eu: Minha Omma gostou de você
Minie: Ei, você fica mostrando fotos minhas para ela? E pera aí, como você tem fotos minhas em seu celular?
Eu: é....eu....
Minie: Você fica me stalkeando?
Eu: é.....eu acho que eu tenho que ir....tchau

Mensagem of

Como eu sou idiota, ele deve achar que eu sou um louco e que devo ser paranóico..


Notas Finais


Bom como já deixei a mensagem lá em cima só vou me desculpar novamente e agradecer a todos que estão acompanhando a fic ❤ amo vcs de kokoro ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...