História Eu te amo... - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bangtan Boys
Exibições 40
Palavras 813
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 18 - Marca e beijos no banheiro


Fanfic / Fanfiction Eu te amo... - Capítulo 18 - Marca e beijos no banheiro

Jimin on:

Comecei a rir imaginando kook corando que nem um pimentão por causa das fotos, pagaria tudo para estar lá de novo.

Mary e meu pai chegam depois de umas horinhas. Felizmente meu pai se acalmou depois que conheceu Mary. Ele não pega mais no meu pé, e felizmente ela é muito legal. Geralmente a chamo de Omma, pois acabei me acostumando com isso.
(N/A Como eu havia dito, Mary é a madrasta. Esqueçam da parte do Cap 16)

(.......)

É segunda de manhã e não estou com vontade nenhuma de ir para a escola, mas então lembro que o kook estará lá....então, tchau preguiça, bem-vinda coragem para levantar da cama.

Jungkook on:

Vou para o banheiro e vejo que o chupão ainda está lá. Meu Deus, o Jimin queria me dar um chupão ou retirar meu sangue? O grande problema é que a marca não está sumindo, pelo contrário, ela ainda está bem visível e eu não poderia fazer nada.

(.......)

Chego no Colégio e me junto aos meninos. Jimin  ainda não estava lá.
Chego perto deles mas logo jin nota algo no meu pescoço

- Jeon Jungkook, oque é isso em seu pescoço? - diz se aproximando

- Oque tem no meu pescoço? Não tem nada aqui não - digo colocando a mão em cima da marca

- E eu sou o bozo pintado de rosa neon - diz o Nan

- Fique sabendo que você mente muito mal - diz hobi

- Então quer dizer que meu garoto estava pensando com a cabeça de baixo esse dias? - diz o suga rindo de mim

Logo Jimin chega e pergunta oque tá acontecendo.

- Sabe oque é? É que nosso menino está crescendo.

- Crescendo? Como assim? - Jimin falou confuso coçando a cabeça

- Nosso pequeno garoto está virando um homem! Estão até marcando ele.

Jimin on:

Marcando? Será Que? Eu deixei uma marca tão forte nele?  Não, deve estar clarinha.

- Ma.....marca? - Porque gaguejar Park Jimin, me diga

- Sim, olha só - o suga me puxou e tirou minha mão do pescoço.

- Pu....puta que pariu - xingo ao ver a marca que eu havia deixado, tão roxo em um pescoço branco

- É pois é,  a pessoa que fez isso em mim é um idiota! - kook diz me olhando com raiva discretamente.

- É.....mas talvez essa pessoa tenha feito sem querer. Você tem ver as coisas pelos dois lados - digo dando uma "pequena" indireta bem direta

- Gente, vocês tão bem? A conversa tá muito estranha - diz Hobi

- Tá tudo bem hobi - Eu e kook falamos ao mesmo tempo.

Vejo kook indo no banheiro e depois de alguns momentos falo que vou para a sala, mas na verdade fui atrás dele.

(No banheiro)

Eu chego e kook estáva se olhado no espelho observando a marca.

- Me desculpe.... - digo baixo

Ele dá um pulo para trás

- Aí meu deus, você quer que eu infarte?

- Eu só quero pedir desculpas.... - abaixo a cabeça

- Porque deveria aceitar? Briguei com meu pai por causa dessa merda! Eu não disse nada mas ele não vai largar da minha cola até que ele saiba quem deixou isso - diz bravo e apontando para a marca

- Me desculpe kook, não foi a intenção. Oque você quer que eu fasse para você aceitar minhas desculpas

- Eu quero que você prove que está realmente arrempedido - ele diz se virando de costas

Então o pego pela cintura e o viro para mim, selando nossos lábios. Um beijo calmo e suave, sem pressa

- Kook, me perdoe - digo me afastando do beijo

- Porque você faz isso comigo? - diz voltando para o beijo, que agora e6um beijo nexecitado e cheio de desejo, logo ele pede passagem com a língua e eu cedo.
Me separo do beijo de novo e olho sua cara de raiva

- Porque está bravo?

- Porque fez isso? Eu quero....mais... - diz corando

- Mas antes, você me Desculpa?

- IDIOTA,  lógico que sim - diz voltando para o beijo

Dou uma mordida em seu lábio inferior e escuto ele arfar e logo em seguida ele se distância

- Porque...porque fez isso?

- Melhor não.....depois....eu vou ficar...com desejo até voltar pra casa

- A não ser que eu te ajude - sorriso malicioso

- Seu indecente! Podre! Estuprador de criancinhas - diz me dando saquinhos de raiva
Começo a rir da cena

- Ei, porque está rindo? É para sentir medo - faz cara emburrada

- Você fica muito fofo assim sabia? - digo mordendo seu biquinho o fazendo corar.

- E....ei

- Que foi? Esse biquinho é tão fofo - ele cora de novo

- Vem, vamos para a sala antes que você vire um pimentaozinho - digo puxando seu braço para fora do banheiro



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...