História Eu te amo ! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Gakupo Kamui, Gumi Megpoid, Hiyama Kiyoteru, Kaito, Len Kagamine, Luka Megurine, Meiko, Miku Hatsune, Mikuo Hatsune, Personagens Originais, Rin Kagamine, Utatane Piko
Tags Originais, Shoujo
Visualizações 23
Palavras 854
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Crossover, Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oii <3 Bom... não sou experiente e nem sei se alguém vai ler, mas quero postar mesmo assim, porque acho que vai ser divertido!
Boa leitura \o/

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Eu te amo ! - Capítulo 1 - Prólogo

 

O vento soprava meus longos cabelos , enquanto eu olhava aquele lindo parque na esquina perto de casa. Nunca mais veria aquele lugar cheio de tantos sorrisos e lembranças...nem ...´´ele´´ ... Não sabia e nem sei ainda o que preciso fazer para que isso acabe, mas... É uma resposta que vou encontrar.

***

 

PoV. Yuki

Despertador toca... o barulho ecoa pelo quarto, me fazendo acordar assustada, logo percebi que tinha que me arrumar e ir para minha nova escola. Não estava necessariamente animada, mas não podia dizer que não estava curiosa ... Sempre tive problemas para fazer amizades e sei que dessa vez também não vai ser fácil. Sempre fui considerada a estranha da sala e ninguém queria ser meu amigo....

 

 Lembrança On – Narrador

 

Em um parque perto de sua casa, havia varias crianças se divertindo em balanços, escorregas, em casinhas....em tudo. Menos uma que brincava com areia, ninguém chegava perto da criança. Naquele tempo, a pequena não sabia o motivo dos olhares e estranhava o porque de sempre estar sozinha, não era bom ela não ter amigos e sempre que tentava se aproximar era chamada de ´monstro´ !

Claro que não deixava se abalar, mas um dia começou o pesadelo, sempre era maltratada e ridicularizada... O motivo simplesmente era...

Lembrança off – Narradora off

Pov.Yuki

Parei com meus pensamentos e me levantei da cama, fui ao banheiro. Lavei meu rosto, escovei os dentes, fiz minhas necessidades e entrei no box para tomar um banho, depois disso entrei no ofurô, fazendo meu corpo se relaxar completamente e me perder em mais pensamentos...

 

 

Narrador On- Lembrança

 

Magra, cabelos brancos e olhos de cores diferentes não era necessariamente uma cena bonita de se ver, pelo menos não para eles. Um certo dia, brincava no balanço a pequena albina, depois de sofrer seu diário bullying, estava por fim sozinha naquele imenso lugar, olhou para os lados e começou a cantar uma canção...calma, serena e suave. Acalmava seu coração cheio de tristeza e dor... Ao longe, um menino via tudo, observando cada detalhe do que acontecia. Não era a primeira vez que já a vera, mas mesmo assim, sentia-se como se os problemas não existissem.

Resolveu se aproximar da menina, que por sua vez tinha se assustado, parou de cantar rapidamente e abaixou o rosto....tremendo. Não pode deixar de rir o pequeno, que delicadamente levantou seu rosto e deu seu melhor sorriso.

Deste dia em diante, se tornaram bons amigos e este seria segredo dos dois.... Até que algo de ruim acontecesse...

Lembrança off – Narradora off

 

Pov. Yuki

Bom, antes que me esqueça, sou a Akurai Yuki, há mais ou menos um mês, meu irmão voltou de onde morava para ficar comigo. Nossos pais morreram, não que eu morasse com eles, nunca soube o porque mas se separaram há muito tempo e hoje ,eu e meu Nii-chan nos mudamos ....

~s2~

Saí do ofurô, me enrolei na toalha e fui em direção ao meu quarto.

- Estou muito nostálgica hoje! – digo balançando minha cabeça.

 Entro em meu quarto, pego o uniforme da escola. Uma saia preta com um casaco de mesma cor, camiseta branca e laço vermelho ,meia- calças que bate no joelho, ambas pretas .O ponho .

- Yu – chan , vem logo! O café está na mesa! – disse gritando.

- Já vai nii-chan ! – pego minha randoseru*  e desço.

Vivo com meu irmão mais velho Hiro, ele morava em Nova Iorque  mas depois que mamãe e papai morreram, veio de lá para morar comigo. Minha aparência é totalmente diferente da dele, mas ele não se importa. Por isso que me dou bem com ele, aliás, só com ele.

Quando desci as escadas, me deparei com ele vestido diferente... era igual.... meu uniforme de escola?

 – Nii-chan, vai estudar em  Instituto Saeko  ? – digo o encarando.

 – Ah! Esqueci de avisar,´ mals´ Yu- chan! – diz rindo feito bobo.

- Ok ok! – me sento em uma cadeira – Itadakimasu!

-  Itadakimasu !-diz se sentando do meu lado.

 

QUEBRA DE TEMPO

***

 

Chego na escola extremamente cansada.´ Nii- chan pegou a bicicleta e não me deu carona... Ele vai me pagar! ´, penso enquanto adentro mais no lugar.

´´ Wow, esse lugar é... gigante!!

- Quem é você ? Aluna nova?  Diz um garoto alto e de cabelos marrons- Venha comigo!

Diz me puxando até a sala 2-b.

- Aqui é sua sala, entre! – diz me posicionando para a porta.

- O-Ok ! – digo um pouco incomodada com ele me encarando.

Abro a porta com cuidado  e me deparo com a sala um pouco vazia ... De algum jeito, era meio nostálgico...

***

Me sento em uma mesa ao lado da janela, pego meus fones e coloco em uma música relaxante , uma música que eu cantava bastante quando pequena...

Passaram-se algum tempo e a sala se encheu de pessoas, que de certa forma  me ignoravam....como sempre, ótimo! Melhor não ser notada do que se meter em problemas.

Disse cedo demais....

- Yoo~ Quem é a aluna nova ? – diz um garoto loiro e de olhos azuis, sorrindo de forma um pouco medonha.

´´ Ele... me dá uma sensação estranha.... medo! ´´

 

 


Notas Finais


Bom, a música de que falo é essa
https://www.youtube.com/watch?v=SXxAjYjtYsg
* Randoseru é o nome dado a mochila que usam, são bem diferentes das daqui e também muito resistentes.
Bye bye , até o próximo o/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...