História Eu te amo, Itachi - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Boruto Uzumaki, Chiyo, Chouchou Akimichi, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Dan Kato, Deidara, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Guren, Hana Inuzuka, Hanabi Hyuuga, Hashirama Senju, Hidan, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hizashi Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Indra Otsutsuki, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Izuna Uchiha, Jiraiya, Jiroubou, Juugo, Kabuto, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kakuzu, Karin, Karui, Kiba Inuzuka, Kidoumaru, Killer Bee, Kimimaru, Kin Tsuchi, Kisame Hoshigaki, Kizashi Haruno, Konan, Konohamaru, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Maito Gai, Matsuri, Mebuki Haruno, Mei, Menma Uzumaki, Metal Lee, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Mito Uzumaki, Mitsuki, Moegi, Nagato, Naruto Uzumaki, Nawaki Senju, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Pain, Pakura, Rin Nohara, Rock Lee, Sai, Sakumo Hatake, Sakura Haruno, Samui, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikaku Nara, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shion, Shisui Uchiha, Shizuka, Shizune, Suigetsu Hozuki, Tayuya, Temari, TenTen Mitsashi, Tobirama Senju, Tsunade Senju, Yahiko, Zetsu
Tags Assasinato, Colegial, Drama, Hentai, Itachi, ItachixSakura, Itasaku, Longfic, Long-fic, Mistério, Naruto, Novela, Romance, Sakura, Sakura×itachi, SakuraxItachi, Sarada, Tentendotempo, Uchiha
Visualizações 91
Palavras 1.960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi! Um extra pra vocês! *Revisado

Espero que fostem e boa leitura!

Capítulo 17 - Naruto


Fanfic / Fanfiction Eu te amo, Itachi - Capítulo 17 - Naruto

 - Então, por fim... Haruno Sakura e Uchiha Sasuke. Hoje é dia três, quero a apresentação do trabalho pra terceira segunda-feira desse mês. - Droga! Por que tinha que ser logo com ele? - E quero a página 33 e 34 no caderno, apenas as respostas da 37. Dispensados. - O sinal tocou e a aula dela acabou.

 

 -0-

 

As outras aulas seguiram normalmente. Até que Sasori disse que precisava resolver uns assuntos pessoais com "alguém", e foi. Era intervalo. Estava conversando com Naruto no pátio.

 

 - E o que fez no final de semana, Naruto?

 

 - Bem, eu... andei, um pouco. Você falou com ela? Sabe como está Hinata?

 

 Naruto até agora não havia notado o amor de Hinata. Era um verdade idiota em questões amorosas.

 

 - ... - Suspirei. - Ela está levando a vida como pode. Não tente me enrolar, Uzumaki. Não me diga que você...

 

 - Ah, Sakura-Chan! Não tente mandar na minha vida. Olha, eu sou quase um adulto... já sei me virar. - Pôs as mãos atrás da cabeça, como de costume.

 

 - Você acabou de completar dezessete anos, eu vou fazer dezesseis... a diferença é mínima. Não tenho culpa se minha mãe me colocou na escola um ano mais cedo. - Cruzei os braços. - Enfim, a questão não é essa. Veja bem... você é tão jovem, bonito, animado, inteligente... não tem que acabar com sua vida atoa. Já disse, beber de vez em quando numa festa é uma coisa... agora, acabar quase desmaiando e convulsionando por causa de pó? É loucura! Já chega, me diga quem é que está te fazendo tornar essa pessoa que você é agora. Você mudou de mais!

 

 - Sakura, você é minha amiga desde a infância e eu considero muito nossa amizade por causa disso, mas, entenda, que, eu sou quase maior de idade e sei muito bem o que quero da minha. - Aquele idiota estava realmente sendo levado...

 

 - Desisto de conversar com você! Se quer ter um câncer no pulmão ou ter problemas com traficantes, o problema é seu! - Dito isto saí de lá. Ouvi ele me chamar várias vezes, mas, contra a minha vontade, em nenhuma delas eu olhei pra trás. Fui pra bem longe dali.

 

 Fiquei sentada debaixo de uma árvore atrás do teatro, refletindo tudo aquilo que aconteceu. Bem, vou contar a vocês tudo que sei, desde o começo desta história. Acho que isso começou no começo das aulas nesse ano. Naruto disse que tinha começado a sair com "umas pessoas", mas eu não sei quais são - as quais ele diz que não vai me falar quem são, e eu não sei o porquê -, desde então, ele começou a ficar "diferente". Lembro bem que ele saía com os colegas dele, as pessoas da nossa sala: Sasuke, Neji, Gaara, Shikamaru... e era bem mais animado, digamos, que, vivia fazendo mais brincadeiras e interagindo mais, só que, eu reparei que desde que ele começou a sair com os novos "amigos" dele, ele começou a ficar mais calado e ausente. Foi dizendo frequentar mais festas, até que ele postou uma vez na internet uma foto dele segurando um baseado. Sério, um baseado. Nessa foto ele estava dando um sorriso de orelha a orelha e parecia estar dopado... com olheiras enormes de sono. Dava para ver que em seus olhos entre-abertos, predominava a cor avermelhada, que era destaque em sua pele pálida. Ele estava pálido, sua cor de pele natural, é morena clara. Sentado numa cama, e, tinha uma coisa que chamou muito a minha atenção: Uma cabeleira loira. No canto superior direito, estava meio borrado, mas dava para ver um vulto de uma parte de um cabelo loiro bem claro, longo e liso. Acho que vou levar aquelas características pro resto da minha vida. Eu já avisei várias vezes pra ele largar esse caminho, que aquilo estava acabando com ele, que uma hora ou outro a casa iria cair... bem, quem avisa, amiga é. Outro fato importante também é que sua ausência escolar aumentou muito e que suas notas diminuíram muito. No máximo ele vinha 4 vezes por semana... tinha vez que ele faltava uma semana toda, mas quando eu perguntava o motivo ele simplesmente me dizia: "Ah, estava doente". Era claro que eu o conhecia e só fingia acreditar, dizendo "Uhum", pois sempre a desculpa era a mesma. De 7 e 8... foi pra 4 e 5. Se continuar assim, vai acabar repetindo de ano. Estou só ligada nesse loiro... de forma ou outra, a minha preocupação é imensa. Já tentei criar coragem para dizer pra Sasuke falar com ele, já que eram muito próximos... mas, no final, eu não tinha coragem.

 

 Fiquei pensando naquilo durante um bom tempo. O sinal iria tocar, quando até que ouço uma voz atrás de mim.

 

 - Atrapalho? - Eu a reconhecia.

 

 - Neji...? - Droga! - Não, de maneira alguma... 

 

 - Posso sentar ao seu lado, Sakura? preciso falar com você.

 

 - Hm? Pode. - Ele assim o fez.

 

 - Bem... primeiramente, eu quero te pedir desculpas pela minha ignorância naquele dia que eu deixei você em sua casa... você já sabe o que eu sinto, deixei isso bem claro diversas vezes. E quero pedir... uma chance. Sakura, eu sei que agora talvez você não sinta nada por mim... mas vou fazer do impossível possível, mudando a sua opinião. - Ele olhava no fundo dos meus olhos, e eu conseguia ver que aquele olhar era verdadeiramente puro. Tinha uma paixão indecifrável em seus olhos. Eu me sentia culpada, eu não gosto dele dessa maneira, e temo que as coisa só irão piorar. Se eu dissesse que sim, estaria iludindo-o, e se dissesse que não, o machucaria mais ainda. E agora, o que eu faço?? Eu não vejo nada nele, não dessa forma.

 

 - Neji, eu... - fui interrompida quando ouvi o sinal tocando. "Salva pelo gongo". - Temos que ir pra sala. Não se preocupe, não vou deixar de pensar no que me disse. - Droga! Por que diabos eu disse aquilo??

 

 - Certo. - A felicidade era nítida em seu olhar. Nos levantamos e ele passou de leve a mão em meu rosto. Fechei os olhos e me arrepiei com seu toque. - Você é tão linda...

 

 - O-Obrigada... - Disse ficando corada.

 

 - Não precisa ter vergonha. Agora é melhor irmos. - Assenti e fomos, só que em direções opostas. Novamente, eu não sei com que cara o olharia depois disso.

 

Sasori Pov's On

 

 - Ei, você aí. - Disse me aproximando do moreno que estava falando com uma menina de cabelo castanhos.

 

 - O quê? - Olhou pra mim com desprezo. - Depois nos falamos, Matsuri. - A menina não disse nada, só me olhou com uma expressão de raiva e saiu. - Quem é você e o que quer comigo? - Colocou a mão nos bolsos.

 

 - Hm? Não se lembra de mim, Kankuro?

 

 - Não, não lembro. Se era isso, pode ir embora.

 

 Estava com as mãos atrás das minhas costas. Tirei-as de lá e mostrei pra ele uma pequena marionete que tinha feito quando criança, junto com ele.

 

 - ... - Me olhou incrédulo. - Caralho, Sasori?! É você mesmo, cara! - Abriu um sorriso de orelha à orelha. - E ainda com a marionete que fizemos... O que fez por estes últimos tempos? - Matraca.

 

 - Finalmente... eu me mudei pra América, fui morar com meu tio.

 

 - Que foda, velho. - Ele e sua gírias malucas... - E a vovó Chiyo, como ela está? - Maldito! Por que tocou nesse assunto?

 

 - Ela faleceu. Câncer de mama. - Disse e olhei pra baixo. Antes que ele fizesse qualquer pergunta. Sua feição foi de tristeza...

 

 - Poxa... eu sinto muito, mesmo. A ficha pra mim ainda não caiu.

 

 - ... - Suspirei. - Me responde uma coisa? Sabe o porquê de Sasuke Uchiha ser assim?

 

 - Por que a pergunta? Você nem o conhece direito, chegou aqui hoje.

 

 - Isso não vem ao caso. Melhor esquecer...

 

 - Hm... você já está sabendo do que vai acontecer hoje na saída?

 

 - O quê? Peguei uma garrafa d'água que estava na minha mã esquerda, abri e bebi.

 

 - Neji vai pedir Sakura em namoro! - Cuspi a água em cima dele.

 

 - O QUÊ? - Larguei a garrafa e deixei-a cair no chão derramando o líquido dentro dela no chão. - O QUE AQUELE PUTO QUER FAZER COM MINHA PRIMA? É ISSO MESMO? - Gritei. Não confiava naquele Hyūga, de forma alguma

 

 Uma pequena nota: Eu convivi com a maioria das pessoas daqui quando era mais novo. Eu me lembro delas, mas elas não se lembram mais de mim.

 

 - CARALHO! Cuspiu água em mim! Que nojo... - Ele retrucou, tirando um pano de seus bolsos e limpando sua roupa. - Espera... Sakura é sua prima?

 

 - É... É sim. Eu não confio em Neji. Isso não pode acontecer.

 

 - Acertei em cheio! Então está explicada a semelhança entre vocês. - Todos notaram isso. Baka.

 

 - Ah, seu idiota! - Dei um murro no ombro dele. - Vai trollar outro no quinto dos Infernos! - Mesmo não aparentando, Kankuro era muito esperto. Adorava dar trocadilhos nos outros, e sempre que podia, usava isso a seu favor.

 

 - Hahah! Eu vi vocês conversando hoje cedo. Vocês tinham muita intimidade, pra quem havia acabado chegar na escola... Não é mesmo? - Me aliviei. - Mas... o fato de eu ter trollado você não deixe de ser verdade que Neji gosta dela.

 

 - Não acredito em você.

 

 - Não, é? Então, tire suas próprias conclusões.

 

 O sinal tocou e fomos pra aula, que seguiu normalmente até a saída.

 

 Sakura Pov's On - Saída.

 

 Estava tentando, de alguma forma, tomar iniciativa para dizer para Sasuke que eu faria a parte do trabalho dele. Não quero ir na casa dele ou que ele vá na minha casa... isso me traria más lembranças e eu ficaria péssima... novamente, mais ainda. Nós estávamos saindo da escola. Eu estava conversando com Ino, ela disse que há rumores de que Tenten quer fazer uma festa... algo assim, bem, não dei atenção. O motorista particular dela veio busca-la, então, me despedi com um: "Até logo". Sasori disse que queria falar com alguém em particular... estava me deixando curiosa, mas no momento esse não era o principal foco da minha mente. Eu estava esperando Sasuke vir com Naruto até a saída para que pudesse falar isso pra ele... Não se passou nem 1 minuto, e ele caminhava junto a Naruto.

 

 - Então, Teme, essa festa vai ser muito foda! Você vai? - Disse Naruto, empolgado comonde costume. Depois eu falo com ele.

 

 - Tsc. Não sei, Dobe, eu... - Não o deixei terminar de falar interrompi.

 

 - Sasuke! - Os dois olharam pra mim.

 

 Parecia que eu via um Flashback de tudo que já aconteceu. Os sentimentos estavam a flor da pele. Eu sempre ficava olhando pra ele, mas, quando ele me olhava, eu desviava o olhar. Senti um vento passar por mim, os peles da minha nuca se arrepiaram e meu cabelo voava. Não quero saber como meu rosto está agora, mas eu dego estar com os olhos arregalados e com uma feição péssima. Tamanha era a decepção que eu sentia depois de tudo que aconteceu, era impossível de negar... Sasuke me olhava sem expressão, como sempre, sempre que me olhava. Naruto estava com uma cara de interrogação. Depois de tanto tempo... aquela era a primeira vez que eu falava com ele, depois do que aconteceu naquele maldito dia. 

 

 - Só quero te falar, que.... eu vou fazer a sua parte no trabalho! - Por que raios eu estava daquele jeito? Não conseguia me controlar perante o Uchiha.


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Não se esqueçam de comentar, é essencial pra me incentivar a continuar a fic :3 Críticas e sugestões são sempre bem-vindas!

E aí? Quem vocês acham que são essas pessoas que estão fazendo isso com o bobinho do Naruto? Palpites? Lembrem-se sempre, crianças: "Proerd, é o programa..." 🎵😂Sério!

Beijos nigga ❣️Até breve! (Talvez, caso dê, eu acho, que consigo postar mais um hoje!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...