História Eu te amo namjoon - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jin, Personagens Originais, Rap Monster
Tags Bts, Hentai, Namjoon, Oneshot, Rap Monster
Exibições 196
Palavras 2.020
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uma fic hot, entre você e namjoon! Espero que gostem, boa leitura

Capítulo 1 - É possível sair da friend zone


Fanfic / Fanfiction Eu te amo namjoon - Capítulo 1 - É possível sair da friend zone

Levantei da minha cama, sexta feira, graças a deus, amanhã terei o dia livre e não terei que ir para escola, pego meu celular para ver as horas, são 6:30, levanto da cama e vou me arrumar, depois tomo café correndo e saio. No caminho da escola encontro meus amigos, Hoseok e jin

    - oiiii povo- digo animada

   - oi, tá de bom humor hoje- diz jin

    - claro hoje é sexta

    - oii, tem algum plano pra amanhã?- diz Hoseok

    - tenho, dormir o dia inteiro- digo

    - tá parecendo até o yoongi- diz Hoseok e nós caímos na gargalhada

       Seguimos em direção a sala, eu dei oi para meu outros amigos e sentei com as minhas amigas, estava concentrada conversando com elas até alguém me dar um susto.

    - Porra namjoon , vai assustar a mãe

   - foi mal- diz ele com um sorriso no rosto

        Eu sou apaixonada por ele, mas ele só me vê como amiga. O professor entra na sala e todos se sentam em seus lugares
    ~ quebra de tempo ~
    Voltei para casa cansada, pelo menos hoje vou poder fazer "viradão" ficar acordada até tarde para mecher no computador, chego em casa e cumprimento meus pais, subo para meu quarto e jogo minha bolsa na cama, depois desço para conversar melhor com meus pais

    - eai filha como foi a escola? - pergunta meu pai

    - foi bem, só fiquei um pouco cansada de tanta lição

   - faz parte da escola, mas veja pelo lado bom hoje é sexta- fala minha mãe da cozinha

   - ao menos isso, vou passar a noite acordada tá?

   - isso não é bom pra sua saúde

  - mas pai eu já combinei com um amigo

   - tá bom

    - brigado, viu tomar um banho para jantar

    - não demora muito viu?

   - tá bom

     Fui tomar um banho, e jantei, subi correndo para o meu quarto, liguei o PC e chamei o Hoseok para conversar pelo Skype

    ~ Skype on ~

   - eai Hoseok, pronto pra virar?

   - claro, já tô com tudo preparado

   - vamos jogar alguma coisa?- sugeri

   - vamos, o que devemos jogar?

   - Gartic, ou talvez slither.io

   - jogaremos os dois, mas começaremos com slither.io

       E assim começou a virada, fomos mortos várias vezes, era pra nós termos jogado mais se Hoseok não tivesse ficado bravo, então partimos pra Gartic, fizemos vários desenhos e rimos muito, lá pelas três da manhã decidimos dar uma pausa nos jogos e conversar um pouco

   -  s/n posso perguntar uma coisa pra você?

   - claro

   - de que você gosta?

   - de ninguém

   - não me convenceu por que não quer me falar? Somos amigos a muito tempo

   - eu não sei se deveria- falo envergonhada

   - conta por favor

   - eu g.. gosto do namjoon

   - mas você sabe que ele tem namorada, não sabe?

   - sei, eu gosto dele desde que eu cheguei na escola, mas pra ele nós sempre fomos "amigos"

   - eu sinto muito por você

  - agora você sabe que sua amiga é uma trouxa

   - todos temos um papel de trouxa

   - é só que o meu papel de trouxa é tão grande que chega a virar uma folha de sulfite- caímos na risada

      A conversa prosseguiu e os jogos também, eram 6 da manhã e eu já não aguentava mais e pelo visto Hoseok também não

   - hobi vamos dormir?

  - vamos se não daqui a pouco eu caio da cadeira

  - até mais tarde então

  - até- desliguei o computador e capotei na cama

      Levantei meio desnorteada, ainda estava com um pouco de sono, olho no relógio e são 4 da tarde, descido tomar um banho. Depois que acabei sai do banheiro, coloquei  um short preto curto e uma blusa larga, fui em direção a cozinha, para comer algo, havia um bilhete escrito

      Filha tivemos que sair, amanhã de tarde estaremos de volta

    Não sei por que razão eles saíram, só sei que eu to morrendo de fome, abro a geladeira, que não tinha muita coisa, descido então fazer panquecas, e assim fiz. Comi e estavam muito boas, então sentei no sofá e comecei a assistir um filme, meu celular vibra com uma mensagem de Hoseok

    ~ mensagem on ~

   - tem planos para mais tarde?

   - não, pq?

   - vamos sair hj? Ir pra balada

   - pode ser n quero ficar sozinha em casa

    - seus pais saíram?

   - ss, não faço ideia pra onde eles foram

     - passo na sua casa às 8 pode ser?

     - pode, até mais hobi

     - ate ( s/a)

   
     ~ mensagem off ~

     Pronto, assim não precisarei ficar em casa sozinha, ele sempre me salva de situações como essa, voltei a assistir o filme
   ~ quebra de tempo ~
     Depois de tomar banho coloquei um vestido preto de manga comprida, e um salto também preto, deixei meu cabelo solto e joguei perfume, logo escuto a campainha, pego minhas coisas e abro a porta

   - você tá muito linda

   - obrigada, você também está muito gato hobi

   - pronta madame?

   - pronta.

      Nós vamos até o carro e seguimos pra balada, ele estacionou o carro em um lugar ali perto e entramos, era tudo bem grande e bonito, o som estava alto, as pessoa bebiam e se divertiam, outra ficavam se pegando

   - fica de olho no seu celular por que qualquer coisa vou mandar mensagem ok?- diz um pouco alto por causa do barulho

   - tudo bem, eu vou beber alguma coisa quer vir?

   - eu vou pra pista de dança, depois te encontro

   - tá

    Segui em direção ao bar dali, fiz um gesto pro garçom e pedi uma tequila, chupei o limão e virei o copo, aquilo desceu ardendo, logo escuto meu nome

   - s/n?

  - namjoon?

  - nunca imaginei que iria te encontrar em um lugar desse

  - nem eu

- quem é essa amor?- uma menina se abraça nele

  - está é a s/n minha amiga da escola

  - s/n está é minha namorada a estephany - eu mereço né deus? Vim pra balada me divertir e vou ter que ficar olhando o menino que eu gosto ficar com outra menina na minha frente

     Os dois começaram a se beijar, aquilo estava me dando nojo e raiva, eu queria começa a chorar ali mas não podia, eu ia me levantar

   - amor eu vou ir dançar, quer vir?

   - não, pode ir lá- ela da um sorriso acena pra mim e saí

  - você veio sozinha pra cá?

  - não, o Hoseok me trouxe

  - cade ele?

  - não sei, ele parecia empolgado não quis nem vir beber- me virei e pedi outra dose para o garçom, ele acenou e pediu uma tequila também

   - não sabia que você bebia- ele diz me olhando confuso

  -  nao costumo beber muito, sou meio fraca com bebidas

     Nós bebemos e conversamos um pouco, até ele decidir ir com a namorada dele, eu acho que vou em bora, perdi todo o ânimo, devo pelo menos avisar o Hoseok antes, peguei o celular em meu bolso, antes que eu pudesse mandar a mensagem sou interrompida

   - posso te pedir um favor s/n?- diz com cara de bravo

   - pode- ele segura na minha mão e me puxa até a pista de dança, ele me encara e me beija, eu estava sem reação, o que estava acontecendo? Por que ele estava me beijando?- por que está fazendo isso?- ele começou a me dar chupões no pescoço que estavam me fazendo ir a loucura, mordi meu lábio inferior afim de conter os gemidos

  - namjoon o que está fazendo?- pergunta a namorada dele brava

  -  a partir de agora tudo está acabado- sinceramente não sabia o que estava acontecendo, ele começou a me puxar nos tirando daquele lugar, me levou para o seu carro, nos entramos e ele começou a dirigir

  - namjoon o que ta acontecendo?- ele parecia muito irritado e apenas me ignorou, ele estacionou na frete de sua casa e pediu para que eu saísse do carro, e assim o fiz, ele segurou na minha mão novamente e me puxou para dentro, era uma casa grande tudo era muito lindo

  - s/n me desculpa, eu não queria fazer isso- ele estava começando a chorar

  - tá tudo bem não se preocupe

  - é que eu vi a estephany beijando um outro cara, e eu não me controlei

  - que vadia, calma  vai ficar tudo bem- ele me deu um abraço bem apertado

  - você é a melhor amiga que alguém pode ter- ele se afastou um pouco de mim e nosso rostos ficaram próximos, nossos labios estavam a centímetros de distância, e essa distância foi diminuindo até nossos labios se colarem, o beijo era calmo e apaixonado, ele pediu passagem com a língua e eu cedi, um beijo tão intenso que foi quebrado pela falta de ar

   - s/n eu te amo -  me deu outro beijo, só que dessa vez feroz e cheio de desejo, me pegou no colo e me levou até o quarto,  sentei em seu colo e já conseguia sentir sua erecão, e rebolava lentamente como forma de tortura, ele gemia e me dava chupões no pescoço, eu gemia em resposta, ele tirou meu vestido, me deixando apenas com minha roupas íntimas, tirei então sua blusa e sua calça, o deixando somente com sua cueca boxer branca que ja está transparente devido sua excitação, tirei sua cueca, e comecei a lamber seu membro que já estava sujo de pré gozo, lambi a cabecinha e depois comecei a chupar, com movimentos de subir e descer

   - ahww s/n- gemeu meu nome- para de me torturar- ele estava quase em seu ápice quando parei, e logo recebi um olhar de desaprovação, impaciente ele me deitou na cama e tirou meu sutiã, começou a brincar com meus peitos dando lambidas e mordidas em um e acariciando o outro, sua mão desceu para minha intimidade, ficou massageando meu clitóris por cima da calcinha

- namjoon.. ahw- gemi, ele deu um sorriso malicioso e tirou minha calcinha, e começou a lamber, toda essa excitação estava me deixando louca de prazer, voltou sua boca a minha me beijando, ele já não aguentava mais e nem eu

  - posso..?

  - cuidado... eu sou virgem

  - prometo que serei cuidadoso- ele me penetrou lentamente, a dor era muito intensa, senti uma lágrima escorrer pelo meu rosto, ele começou a se movimentar devagar e quando viu que me acostumei começou a aumentar a velocidade, dava estocadas fortes e rápidas

  - ahw s/n- gemeu meu nome, trocamos de posição, eu comecei a rebolar meu quadril vendo ele ir a loucura, estava chegando em meu ápice e ele também, rapidamente segura minha cintura e aumenta a velocidade em meio a essas estocada ele acerta meu ponto sensível e eu acabo por chegar em meu ápice ele da mais algumas estocadas e se desmancha também, eu deito em seu lado, ofegante.

   - s/n eu tenho que te contar uma coisa, eu sou apaixonado por você desde que entrou na escola,mas achei que você me considerava apenas um amigo

  - também achava isso, eu ia me declarar pra você mês passado, mas você arranjou uma namorada, eu fiquei muito triste, o que me fez suportar essa dor foi ver que você estava feliz

  - eu te amo s/n, que namorar comigo?

- claro!! Eu te amo namjoon


Notas Finais


Espero que tenham gostado!! Semana que vem tem mais 💗💗 conheça também minhas outras fanfics https://spiritfanfics.com/historia/high-school-romance-imagine-jungkook-6273647
https://spiritfanfics.com/historia/red-snow-imagine-jimin-6568024


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...