História Eu Te Amodeio - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Tags Carmiel, Carrossel, Ciriquina, Daléria, Jorgerida, Kobi, Laudriano, Marilina, Paulicia
Exibições 345
Palavras 1.269
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Terminei esse capítulo no computador, mas a internet caiu e eu só consigo usar no celular, ainda assim, um pouco lenta, daí trouxe esse capítulo pra vcs não ficarem sem.

Capítulo 14 - A Zoeira Está Liberada - Maratona E2V 1x


Pov's Maria Joaquim

Joaquim? Joaquim é o português da padaria, sua autora inacabada! Deixa eu te chamar de Bruna Gabriela e você desce logo do salto! (A: Já acabou Jéssica?) (MJ: Conserta isso agora!) 

Pov's Maria JoaquiNA*

Muito bem. 

Eram 18:00 quando recebi a mensagem do Paulo chamando a gente para dormir na casa da Ally. Eu topei, não tinha nada para fazer mesmo. Falei com minha mãe e ela deixou, então subi para o meu quarto, peguei uma bolsa não muito pequena, mas também não chegava a ser uma mala, digamos que do tamanho de uma mochila espaçosa. Fui até meu closet escolher as minhas roupas. Acabei por optando por um pijama branco que tinha uns ursinhos cor de rosa, ele era uma blusa e uma calça. Peguei de peças íntimas sutiã rosa e uma calcinha da mesma cor. Peguei também meu uniforme, pois obviamente não daria tempo de voltar pra casa pra se aprontar pra escola, então eu me aprontaria lá e acho que o restante da turma também. Peguei um sutiã vermelho e uma calcinha preta para usar com o uniforme amanhã. Fui até a parte dos sapatos e peguei um daqueles sapatos que é de pijama, escolhi o de panda. Fui até minha penteadeira e peguei meu kit de maquiagem básica, eu não vou pra escola de maquiagem, mas nem pirando. Peguei minha escova de cabelo, sei lá, vai que a Alicia não tem e nenhuma das meninas levam. Prefiro me prevenir. Dobrei as roupas e coloquei na bolsa, e os acessórios eu coloquei num bolso separados das roupas. 

Fui no banheiro, peguei minha escova de dentes e a minha toalha, que dobrei e coloquei juntos com as roupas, colocando as escovas juntos com as outras coisas. Acho que já estou pronto. Peguei minha bolsa e chamei minha mãe. Primeiro passamos na casa do Jorge, depois na casa do Cirilo, meu coração acelerou quando ele me cumprimentou com um beijo na bochecha. Em seguida passamos da casa da Margarina, e ela se sentou ao lado do Cirilo. 

. – Margarida, nós vamos passar pra pegar o resto do pessoal e você sabe não vai dar pra você ficar aí, pula pro coloco do Jorge. – Falei. 

. – Eu vou para o do Cirilo, que tá mais per... – Marga tentou falar, mas eu interrompi. 

. – Não! Vai logo pro colo do Jorge! – gritei nem ligando se a minha mãe tava no carro. 

. – Tá bom, calma. – Ela falou sentando no colo do Jorge. 

Passamos na casa do Daniel, depois na casa do Adriano, e então fomos pegar a Carmen, que sentou no colo do Daniel e a Laura que sentou no coloco do Adriano, e então não havia mais nenhum espaço, mas mesmo assim, seguimos para a casa da Valéria. 

. – Ué? Não deixaram espaço pra mim e pra meu amor? Mas como assim gente? – Val questionou.

. – Passei aqui mesmo assim, porque você sempre tem uma ideia brilhante, daí achei q pensaria em alguma coisa. – Falei. 

. – Abre o porta malas! – Val gritou indo para o fundo do carro. 

 

Pov's Val 

A mãe da Majo abriu o porta malas, eu entrei e Davi sentou do meu lado, ficamos coladinhos. Metade do caminho andado e notícia ruim: ainda faltava o Jaimão.

. – Jaime, cê vai ter que ir lá no fundo com a Val e com o Davi. – Majo falou. 

. – Então abre isso aí, meu povo. – Jaime falou, a porta abriu e é sentou de frente para Davi e eu.

Pov's Alicia

Finalmente deram o pov's pra alguém que não fosse o Paulo, né? (A: Você estava em condições de narrar? Não, pelo que eu saiba, você se jogou na frente do carro e estava morrendo no hospital.) (AG: Só existe eu e o Paulo nessa fanfic?) (A: A fanfic é minha e eu dou o pov's pra quem eu quiser, agora narra logo antes que eu desista te dar o pov's!) 

Eu estava conversando com o Paulo, a Marce, que havia chegado a pouco tempo, o Thiago e a Thiana na sala, enquanto esperávamos a turma chegar. 

Demorou pouco menos de uma hora e a campainha tocou. Fui abri e bum! Um abraço coletivo. 

. – Como se sente após ganhar uma nova chance de viver? – Pergunta Valéria fazendo um microfone com as mãos. 

. – Bom, eu me sinto... Me sinto viva. – Respondi entrando no jogo dela e ela riu. 

Todos correram para a sala e eu fechei a porta. Voltei para sala e tinha gente nos sofás e no chão. 

. – Então, gente, eu não sei a que horas minha mãe chega amanhã, ou a minha irmã, elas provavelmente não vão gostar de ver uma multidão jogada na sala. – Falei para eles que pararam para prestar atenção em mim. – E como nos mudamos a pouco tempo, o quarto de hóspedes está vazio, sem nenhuma mobília, mas temos colchões de ar, sendo quatro deles de casais e cinco de solteiro. – Expliquei. – Os que namoram podem dormir nos de casais. 

. – O problema que só o Davi e a Valéria namoram. – A ruiva, acho que o nome é Bibi, falou. 

. – Já sei! – Thiago falou. – Faz um sorteio. 

. – É verdade, assim todo mundo fica com o que pegar. – O loirinho, acho que chamava Jorge, concordou. 

. – Todos concordam? – Perguntei eles fizeram que sim com a cabeça, então peguei uma caderneta e uma caneta que ficava na mesinha de vidro pro caso de precisar deixar algum bilhete. – Anotem os nomes aqui, rasguem, façam uma bolinha e coloquei naquele potinho ali. – Falei apontando para uma pequena tigela de vidro que ficava de enfeite na mesa, e entreguei o caderno a Paulo, que era o primeiro. 

Todos, com exceção de Valéria e Davi, que disseram que ficariam com uma cama de casal, anotaram os nomes e fizeram como eu pedi. 

. – Okay, agora vou sortear quem vai ficar com as camas de casais, então vou pegar de dois em dois. – Falei e tirei dois papeizinhos. – Maria Joaquina. – Falei abrindo o primeiro papelzinho. – E Cirilo. – Abri o segundo. 

Pude ver Maria Joaquina e Cirilo se olharem e soltarem sorrisinhos disfarçados. 

. – Margarida. – Abri o primeiro papelzinho. – E Jorge. – E então o segundo. 

Margarida e Jorge não tiveram reação nenhuma. Peguei mais dois papeizinhos. 

. – Okay, agora só tem mais uma cama de casal. – Abri os dois papeizinhos de uma vez só. – Mário e Marcelina. 

. – A não, troca! – Paulo gritou. 

. – A não, Paulo, qual o problema? – Perguntei. 

. – Não vou deixar eles dormirem juntos. 

. – Eles não vão estar sozinhos, todos vão dormir no mesmo quarto. – Falei a ele e ele bufou, mas se convenceu. 

. – To de olho em você. – Ele disse fitando Mário, que não respondeu nada, assim como Marce.

. – Gente, como tem 5 camas de solteiro e aqui tem 8 pessoas, eu vou sortear duas para ficarem no quarto da minha irmã, pois a cama dela é de casal, e mais uma para ficar comigo. – Falei. – O restante fica com as camas de solteiro. 

Peguei dois papeizinhos e adivinha? 

. – Thiago e Thiana ficam no quarto da Rebecca. – Falei e eles se olharam e riram um para o outro. – E quem vai ficar no meu quarto é... – Peguei um papelzinho. – Paulo. – Falei e olhei pra ele. Corri imediatamente. 

. – Marce, sua vez de reclamar agora, arrasa. – Val falou. 

. – Cala boca, Valéria. – Maria Joaquina falou com os dentes cerrados e Valéria riu. 

. – Hoje a noite o que reina é a zoeira! – Falei num tom mais alto. – Tá todo mundo liberado pra pregar peças em quem quiser.

Vi Valeria dar uma piscada de olho para Paulo.  


Notas Finais


Até mais ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...