História Eu Te Amodeio - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Tags Carmiel, Carrossel, Ciriquina, Daléria, Jorgerida, Kobi, Laudriano, Marilina, Paulicia
Visualizações 505
Palavras 943
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Me esforcei um pouco mais para fazer um capítulo um pouco maior.
Os novos personagens entram depois do próximo capítulo.
Boa leitura.

Capítulo 21 - Pegadinhas final


Pov's Valéria 

Aproveitei o tempo que o Paulo ia passar no quarto da Alicia para colocar de volta as coisas na minha mochila e guardar também o caderno do Cirilo que eu não havia guardado e soltei uma risadinha ao imaginar a reação do pessoal amanhã de manhã. 

Paulo voltou e começou a pegar metade das mochilas, deixando a outra metade para mim. 

. – Vamos aprontar com o resto depois. – Ele disse. 

. – Claro! – Falei empolgada. 

Deixamos no sofá apenas as mochilas de Thiago e Thiana, que Paulo voltaria para pegar depois, já que eles dormem em outro quarto. 

Subimos com as mochilas, tomando o maior cuidado para não fazer barulho. Abrimos a porta com as pontas dos dedos e eu entrei primeiro, e coloquei as mochilas no canto, que foi onde estavam. Depois foi a vez do Paulo. Quase todas as mochilas já estavam no chão, só faltavam duas que estavam nos ombros dele, e quando ele foi colocar a penúltima, acabou deixando bater com tudo no chão. 

. – Paulo! – Falei um tanto alto para ele que jogou as duas de vez no chão e saiu correndo do quarto e fechou a porta. – Esqueceu que eu preciso entrar?  

Abri novamente a porta com cuidado, entrei e sussurrei um “boa noite” para Paulo que sussurrou outro em resposta e virou as costas, então fechei a porta e voltei para meu colchão, que graças a Deus era um dos primeiros, então não foi muito perigoso chegar até ele. Deitei, puxei com cuidado um pouco do cobertor, virei de costas para Davi e fechei os olhos. 

. – Aonde você estava, amor? 

Meu coração gelou e eu abri os olhos assustada. 

. – Fui beber um pouco de água, amorzinho. – Falei em resposta. 

. – Tá bom, linda. – Davi falou com voz de sono me abraçou, formando uma conchinha. 

Não respondi nada e logo vi Davi ressonar, então suspirei aliviada e não demorei para pegar no sono também. 

 

Pov's Paulo

Eu estou na porta do quarto onde os irmãos estavam dormindo, e quando abri, quase ri alto com o que vi: os dois dormindo espalhados na cama, uma perna por cima da outra, o braço do Thiago na cara da Thiana, perna da Thiana por cima de Thiago, eles estavam misturados. 

Entrei no quarto, coloquei as mochilas ao lado da cama, que foi onde encontrei e saí sem medo algum, aqueles dois não iam acordar nem que eu explodisse uma granada embaixo da cama deles. 

Eu não havia pegado minha mochila e a Alicia não tinha mochila (óbvio, a casa é dela), então não tinha mais nada no sofá, eu já estava liberado para dormir. Peguei meu celular, olhei a hora: 02:25. Tenho menos de quatro horas para dormir, mas tudo bem, vai valer a pena. Caminhei até o quarto da Alicia, abri a porta, e vi Alicia deitada do mesmo jeito que deixei quando saí: de costas para o meu lado da cama. Entrei, fechei a porta e deitei de frente para ela. Continuei de olhos abertos lembrando do beijo que aconteceu entre eu e a Alicia. Que beijo maravilhoso! 

Me assustei quando Alicia virou, ainda dormindo, fazendo nossos rostos ficarem muito pertos um do outro. Olhei para sua boca rosada e levemente cheia. Que linda! Passei a mão por sua franjinha caída na testa, desci minha mão por seu rosto e cheguei à sua boca. Passei as costas do dedos por seus lábios de um jeito suave. Minha vontade era de atacar aquela boca perfeito ali e agora, mas a Alicia estava dormindo, e além disso, ela havia pedido para esconder o outro beijo, o que quer dizer que ela não gostou, e eu não posso desrespeitar ela. 

Resolvi virar para o outro lado é logo dormi. 

 

Pov's Katy 

Eu ainda estava acordada vendo televisão com os meus pais. Tinha acabado de contar para eles que o Paulo e eu havíamos terminado, ou melhor, que o Paulo havia terminado comigo, e eles ousaram dizer que foi melhor assim, até porque tinha uma notícia para me dar. 

. – Então, vocês vão me dar a porcaria da notícia logo ou não? – Perguntei estressada. – Mas que saco! 

. – Então, filha, seu pai e eu andamos conversando, e como só viemos para o Brasil para ajudar sua tia por conta do câncer dela, mas ela acabou por falecer, então nós resolvemos que vamos voltar para os Estados Unidos. – Minha mãe falou e eu quase dei um treco.

. – Não! Vocês não podem fazer isso comigo! De jeito nenhum que eu vou voltar para o Estados Unidos! – Gritei me levantando do sofá. – Mãe, eu tenho namorado! 

. – Katyanne de Lins! – Meu pai alterou a voz e se levantou do sofá também. – Em primeiro lugar: baixe o seu tom de voz e meça sua palavras quando for falar com seus pais. Em segundo lugar: Você não tem mais namorado nenhum, e se tivesse terminaria neste momento. Em terceiro lugar: Você vai voltar para os Estados Unidos conosco sim, porque nós somos seus pais e você é menor de idade, sendo assim, irá nos obedecer até que complete dezoito anos! – Ele me fitou. – Estamos entendidos? 

. – Mas que droga! – Virei as costas e fui para o meu quarto. 

Entrei no quarto, virei para a porta e bati ela com tudo, mas a desgraçada abriu com tudo também e acertou no meio da minha cara, batendo na minha testa, o que me fez ficar tonta. Comecei a dar pequenos passos para trás e enxerguei tudo preto, em seguida, apenas senti meu corpo batendo no tapete do meu quarto e a minha cabeça batendo em seguida, e então não vi e nem ouvi mais nada. 


Notas Finais


Até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...